Deus observa nossas ofertas

Lições da Bíblia1

5. Leia Marcos 12:41-44. Que mensagem essa história ensina a ricos e pobres? Que lição ela ensina e como aplicá-la à nossa adoração?

Marcos 12:41-44 (ARA)2: “41 Assentado diante do gazofilácio, observava Jesus como o povo lançava ali o dinheiro. Ora, muitos ricos depositavam grandes quantias. 42 Vindo, porém, uma viúva pobre, depositou duas pequenas moedas correspondentes a um quadrante. 43 E, chamando os seus discípulos, disse-lhes: Em verdade vos digo que esta viúva pobre depositou no gazofilácio mais do que o fizeram todos os ofertantes. 44 Porque todos eles ofertaram do que lhes sobrava; ela, porém, da sua pobreza deu tudo quanto possuía, todo o seu sustento.

Jesus e Seus discípulos estavam no pátio do templo, onde havia os cofres do tesouro, e Ele observava aqueles que levavam suas ofertas. Estava perto o suficiente para ver que uma viúva havia doado duas moedas de cobre. Ela deu tudo o que tinha. “Jesus, porém, entendeu o motivo dela. Ela acreditava que o serviço do templo era indicado por Deus e estava ansiosa para fazer tudo que lhe fosse possível para a manutenção dele. Fez o que pôde; sua atitude serviria como um monumento em memória dela ao longo dos tempos, e seria motivo de alegria na eternidade. Seu coração acompanhou sua oferta. O valor foi avaliado não pela importância da moeda, mas pelo amor a Deus e o interesse para com Sua obra, que serviram de motivação” (Ellen G. White, Conselhos Sobre Mordomia, p. 120).

Outro ponto muito significativo é que essa foi a única oferta que Jesus elogiou – uma dádiva para uma igreja que estava prestes a rejeitá-Lo, uma igreja que se desviou muito de seu chamado e de sua missão.

6. Leia Atos 10:1-4. Por que um centurião romano recebeu a visita de um anjo celestial? Que ações dele foram notadas no Céu?

Atos 10:1-4 (ARA)2: “1 Morava em Cesareia um homem de nome Cornélio, centurião da coorte chamada Italiana, 2 piedoso e temente a Deus com toda a sua casa e que fazia muitas esmolas ao povo e, de contínuo, orava a Deus. 3 Esse homem observou claramente durante uma visão, cerca da hora nona do dia, um anjo de Deus que se aproximou dele e lhe disse: 4 Cornélio! Este, fixando nele os olhos e possuído de temor, perguntou: Que é, Senhor? E o anjo lhe disse: As tuas orações e as tuas esmolas subiram para memória diante de Deus.

Aparentemente, não apenas nossas orações são ouvidas no Céu, mas o motivo das dádivas também é observado. A passagem bíblica observa que Cornélio era um doador generoso. “Onde estiver o seu tesouro, aí estará também o seu coração” (Mt 6:21). O coração de Cornélio seguia suas dádivas. Ele estava pronto para aprender mais sobre Jesus. A oração e a caridade estão intimamente ligadas e demonstram nosso amor a Deus e ao próximo – os dois grandes princípios da lei divina: “‘Ame o Senhor, seu Deus, de todo o seu coração, de toda a sua alma, com todas as suas forças e todo o seu entendimento.’ E: ‘Ame o seu próximo como você ama a si mesmo’” (Lc 10:27). O primeiro é revelado na oração, o segundo, na caridade.

Quarta-feira, 25 de janeiro de 2023. Saiba mais, faça gratuitamente um Curso Bíblico
_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Administradores fiéis: à espera do Mestre. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 511, jan. fev. mar. 2023. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s