Encontrando descanso nos laços familiares

Lições da Bíblia1

“Portanto, vocês, meus amados, visto que já sabem disso, tenham cuidado para que não sejam arrastados pelo erro desses insubordinados e caiam da posição segura em que se encontram. Pelo contrário, cresçam na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. A Ele seja a glória, tanto agora como no dia eterno” (2Pe 3:17, 18).

O jovem examinava o horizonte. Então, os avistou. Ele estava procurando seus irmãos havia vários dias. Ao se aproximar, acenando e chamando o grupo de carrancudos, obteve tudo, menos uma recepção calorosa. Seus próprios irmãos queriam matá-lo! Se não fosse por Rúben, possivelmente não teria havido história para contar. Rúben convenceu o restante dos irmãos a apenas maltratá-lo um pouco e jogá-lo em um poço seco. Mais tarde, Judá tramou um esquema para se livrar do irmão e ganhar dinheiro, vendendo-o a alguns traficantes de escravos que passavam por ali.

Que exemplo de disfunção familiar!

Podemos escolher muitas coisas na vida, mas não nossa família. Ninguém é perfeito. Nenhuma família tem relacionamentos perfeitos. Alguns são abençoados por terem familiares que refletem o amor de Deus, mas muitos têm que se contentar com menos do que o ideal. Os relacionamentos costumam ser complicados e dolorosos, deixando-nos inquietos, magoados e com um peso emocional que, consequentemente, descarregamos sobre os outros.

Como encontrar descanso nessa área da vida? Na história de José e seus laços familiares veremos que Deus traz cura e descanso emocional, apesar dos relacionamentos disfuncionais.

Sábado, 31 de julho de 2021. Saiba mais, faça gratuitamente um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Descanso em Cristo. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 505, jul. ago. set. 2021. Adulto, Professor. 

O custo do descanso

Lições da Bíblia1

“Cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova dentro de mim um espírito inabalável” (Sl 51:10).

Muitas pessoas parecem desesperadas para encontrar paz e quietude. Estão dispostas a pagar por isso. Em cidades grandes, há quartos sem internet, que podem ser alugados por hora. As regras são rígidas – não pode haver barulho nem visitantes. As pessoas pagam para se sentar em silêncio e apenas pensar ou tirar uma soneca. Cápsulas de dormir são alugadas em aeroportos. Fones de ouvido com redução de ruído são itens populares. Há até capuzes de lona ou divisórias dobráveis para colocar sobre a cabeça e o torso para uma pausa no local de trabalho.

O verdadeiro descanso também tem um custo. Embora os “promotores” da autoajuda queiram nos fazer acreditar que podemos determinar nosso próprio destino e que o descanso é apenas uma questão de escolha e planejamento, quando consideramos isso honestamente, percebemos nossa incapacidade de trazer o verdadeiro descanso ao nosso coração. Agostinho, um pai da igreja no século IV, fez uma colocação sucinta em seu famoso Confissões (Livro 1), ao considerar a graça de Deus: “Fizeste-nos para Ti e inquieto está nosso coração enquanto não repousar em Ti”.

Nesta semana, examinaremos a vida do homem segundo o coração de Deus e como esse servo do Senhor descobriu o custo do descanso espiritual.

Sábado, 17 de julho de 2021. Saiba mais, faça gratuitamente um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Descanso em Cristo. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 505, jul. ago. set. 2021. Adulto, Professor. 

Descanso no Novo Testamento

Lições da Bíblia1

Uma forma verbal para designar “descanso” no Novo Testamento é anapauo (“descansar, relaxar, revigorar-se”). Ela é usada na famosa declaração de Jesus sobre o descanso em Mateus 11:28: “Venham a Mim todos vocês que estão cansados e sobrecarregados, e Eu os aliviarei”. Pode referir-se ao descanso físico (Mt 26:45). Na saudação final aos coríntios, Paulo expressou sua alegria pela chegada de amigos que revigoraram seu espírito (1Co 16:18). Outro verbo usado para indicar repouso é h?sychaz?. Ele descreve o descanso sabático dos discípulos enquanto Jesus repousava no túmulo (Lc 23:56). Mas é usado também para representar uma vida tranquila (1Ts 4:11) e pode indicar que alguém não tem objeções e, portanto, acalma-se (At 11:18).

Em Hebreus 4:4, ao descrever o descanso de Deus após a criação, Paulo usou o verbo katapauo, “fazer cessar, trazer ao descanso, descansar”, ecoando o uso da Septuaginta. Curiosamente, a maioria dos usos desse verbo no Novo Testamento ocorre em Hebreus 4.

6. Leia Marcos 6:30-32. Por que Jesus mandou que Seus discípulos se retirassem e descansassem, considerando as oportunidades missionárias que eles tinham naquele momento? Observe o contexto mais amplo de Marcos 6 ao pensar sobre essa questão.

Marcos 6:30-32 (ARA)2: “Voltaram os apóstolos à presença de Jesus e lhe relataram tudo quanto haviam feito e ensinado. 31 E ele lhes disse: Vinde repousar um pouco, à parte, num lugar deserto; porque eles não tinham tempo nem para comer, visto serem numerosos os que iam e vinham. 32 Então, foram sós no barco para um lugar solitário.”

“Venham repousar um pouco, à parte, num lugar deserto” (Mc 6:31) não se enquadra em um convite. Essa frase foi expressa na forma de um imperativo. Jesus estava interessado em Seus discípulos e no bem-estar físico e emocional deles. Eles tinham acabado de retornar de uma longa viagem missionária na qual Jesus os havia enviado de dois em dois (Mc 6:7). Marcos 6:30 descreve seu retorno animado. Eles queriam compartilhar suas vitórias e fracassos com Jesus; no entanto, Cristo interrompeu tudo, convocando-os primeiramente a descansar. Marcos incluiu uma nota explicativa: “Isto porque eles não tinham tempo nem para comer, visto serem muitos os que iam e vinham” (Mc 6:31). A sobrecarga e a demasiada ocupação com os assuntos de Deus eram um desafio genuíno para os discípulos. Jesus nos lembra de que precisamos proteger nossa saúde e bem-estar emocional planejando períodos de descanso.

Como você poderia ajudar os líderes que estão exaustos na obra do Senhor? O que você poderia fazer para expressar sua gratidão e ajudar essas pessoas a encontrar descanso?

Quarta-feira, 30 de junho de 2021. Saiba mais, faça gratuitamente um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Descanso em Cristo. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 505, jul. ago. set. 2021. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Definição de descanso no Antigo Testamento

Lições da Bíblia1

Todos precisamos de descanso. Por essa razão, encontramos esse tema em toda a Bíblia. Deus nos criou para realizar atividades que devem ser interrompidas pelo descanso.

Vários termos hebraicos denotam repouso. O descanso de Deus no sétimo dia recém-criado (Gn 2:2, 3) é descrito com o verbo shabbat (“parar de trabalhar; descansar, tirar férias”), a forma verbal do substantivo “sábado”. Esse verbo é usado em Êxodo 5:5 de forma causativa e é traduzido como “fazer alguém descansar” de seu trabalho. O irado faraó acusou Moisés de querer que o povo descansasse de suas tarefas.

A referência ao descanso de Deus no sétimo dia, o sábado, no quarto mandamento é expressa pela forma verbal hebraica nuakh (Êx 20:11; Dt 5:14). O verbo é traduzido como “repousar” em Jó 3:13 ou, mais figurativamente, “parar”, referindo-se à arca da aliança em Números 10:36. Em 2 Reis 2:15 lemos que o espírito de Elias “repousou” sobre Eliseu.

Outra forma verbal importante é shaqat, “ficar em repouso, conceder alívio, ficar quieto”. Essa forma é usada em Josué 11:23 para descrever o descanso da terra após a guerra da conquista inicial de Josué. O termo parece indicar “paz” nos livros de Josué e Juízes.

O verbo raga’ indica “descanso”. Nas advertências contra a desobediência, Deus disse a Israel que eles não teriam descanso no exílio (Dt 28:65). O mesmo verbo aparece em uma forma causativa em Jeremias 50:34, descrevendo a incapacidade de proporcionar descanso.

5. Leia Deuteronômio 31:16 e 2 Samuel 7:12. A qual tipo de descanso esses textos se referem?

Deuteronômio 31:16 (ARA)2: “Disse o Senhor a Moisés: Eis que estás para dormir com teus pais; e este povo se levantará, e se prostituirá, indo após deuses estranhos na terra para cujo meio vai, e me deixará, e anulará a aliança que fiz com ele.”

2 Samuel 7:12 (ARA)2: “Quando teus dias se cumprirem e descansares com teus pais, então, farei levantar depois de ti o teu descendente, que procederá de ti, e estabelecerei o seu reino.”

Esses versos usam uma expressão idiomática do verbo shakab que significa literalmente “deitar-se; dormir”. Na aliança com Davi, Deus prometeu ao rei: “Quando os seus dias se completarem e você descansar com os seus pais, então farei surgir depois de você o seu descendente” (2Sm 7:12).

Essa lista de verbos hebraicos para descanso esclarece que o conceito teológico de descanso não está conectado a uma ou duas palavras especiais. Descansamos individual e coletivamente. O descanso nos afeta física, social e emocionalmente e não se limita apenas ao sábado.

A morte é um inimigo que será eliminado. Por mais que choremos a perda dos nossos queridos, por que é reconfortante saber que, pelo menos por enquanto, eles estão descansando?

Terça-feira, 29 de junho de 2021. Saiba mais, faça gratuitamente um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Descanso em Cristo. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 505, jul. ago. set. 2021. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Exaustos e cansados

Lições da Bíblia1

1. Leia Gênesis 2:1-3. Por que Deus criou um dia de descanso antes mesmo que alguém ficasse cansado?

Gênesis 2:1-3 (ARA)2: “1 Assim, pois, foram acabados os céus e a terra e todo o seu exército. 2 E, havendo Deus terminado no dia sétimo a sua obra, que fizera, descansou nesse dia de toda a sua obra que tinha feito.E abençoou Deus o dia sétimo e o santificou; porque nele descansou de toda a obra que, como Criador, fizera.

Antes que o homem passasse a viver de modo estressante, Deus estabeleceu um marco, uma forma viva de estimular nossa memória: um dia para dar uma pausa e deliberadamente aproveitar a vida, um tempo para ser e não fazer, para celebrar especialmente a dádiva da relva, do ar, da vida selvagem, da água, das pessoas e, acima de tudo, do Criador de toda boa dádiva. Aquele convite não expirou quando o homem foi expulso do Éden. Deus queria garantir que o convite resistiria ao teste do tempo e, portanto, desde o início, o Senhor colocou o descanso sabático na estrutura do tempo. Sempre haveria o convite a uma tranquila celebração da criação a cada sete dias.

Com todos os nossos dispositivos para economizar tempo de trabalho, hoje deveríamos estar menos cansados do que as pessoas que viveram nos séculos passados. No entanto, o descanso parece estar em falta. Mesmo quando não estamos trabalhando, somos envolvidos por atividades frenéticas. Sempre parece que, de alguma forma, estamos atrasados; por mais que consigamos fazer as coisas, sempre há mais a fazer.

Pesquisas mostram que dormimos menos e que muitos dependem da cafeína para continuar suas atividades. Temos telefones celulares mais rápidos, computadores mais rápidos, conexões de internet mais rápidas, mas parece que nunca temos tempo suficiente.

2. Por que descansar é importante? Mc 6:31; Sl 4:8; Êx 23:12; Dt 5:14; Mt 11:28

Mc 6:31 (ARA)2: “E ele lhes disse: Vinde repousar um pouco, à parte, num lugar deserto; porque eles não tinham tempo nem para comer, visto serem numerosos os que iam e vinham.”

Sl 4:8 (ARA)2: “Em paz me deito e logo pego no sono, porque, Senhor, só tu me fazes repousar seguro.”

Êx 23:12 (ARA)2: “12 Seis dias farás a tua obra, mas, ao sétimo dia, descansarás; para que descanse o teu boi e o teu jumento; e para que tome alento o filho da tua serva e o forasteiro.

Dt 5:14 (ARA)2: “Mas o sétimo dia é o sábado do Senhor, teu Deus; não farás nenhum trabalho, nem tu, nem o teu filho, nem a tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu boi, nem o teu jumento, nem animal algum teu, nem o estrangeiro das tuas portas para dentro, para que o teu servo e a tua serva descansem como tu;

Mt 11:28 (ARA)2: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei.

O Criador sabia que precisaríamos de descanso. Ele formou ciclos no tempo – as noites e o sábado – para nos dar a chance do repouso. Aceitar Jesus como Senhor da vida significa reservar tempo para descansar. Afinal, o mandamento do sábado não é apenas uma sugestão!

O que você pode fazer para vivenciar mais o descanso físico e espiritual que Deus deseja para nós?

Domingo, 27 de junho de 2021. Saiba mais, faça gratuitamente um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Descanso em Cristo. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 505, jul. ago. set. 2021. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Vivendo em uma sociedade que não para

Lições da Bíblia1

“A minha alma suspira e desfalece pelos átrios do Senhor; o meu coração e a minha carne exultam pelo Deus vivo!” (Sl 84:2).

Tique-taque; tique-taque; tique-taque. O relógio funcionava regularmente e de modo implacável. Faltavam duas horas para o início do sábado. Maria suspirou ao examinar o apartamento. Os brinquedos das crianças ainda estavam espalhados pela sala; a cozinha estava uma bagunça; Sara, a filha mais nova, estava deitada na cama com febre; e Maria tinha concordado que no dia seguinte serviria como recepcionista em sua igreja, o que significava que todos teriam que sair de casa 30 minutos mais cedo. “Eu gostaria de encontrar sossego amanhã”, Maria pensou melancolicamente.

Do outro lado da cidade, Josué, marido de Maria, estava na fila para pagar por suas compras. O trânsito havia sido um pesadelo. A fila do caixa era longa. “Eu preciso descansar. Não posso continuar assim”, Josué gemeu interiormente. “A vida não deve se resumir a isso”.

Nossa vida é governada por horários de pico no trânsito, horas de trabalho, consultas médicas, conversas pelas redes sociais, compras e atividades escolares. Quer usemos transporte público, pilotemos uma motocicleta ou dirijamos um carro para transportar nossa família, o envolvimento com o mundo ao redor ameaça sufocar o que é realmente importante.

Como podemos encontrar descanso em meio a tanta agitação?

Sábado, 26 de junho de 2021. Saiba mais, faça gratuitamente um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Descanso em Cristo. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 505, jul. ago. set. 2021. Adulto, Professor. 

Descanso na sepultura

Lições da Bíblia

“2. Leia Jó 3:11-26. O que Jó falou sobre a morte? Marque a alternativa correta:”1

“11 Por que não morri eu na madre? Por que não expirei ao sair dela? 12 Por que houve regaço que me acolhesse? E por que peitos, para que eu mamasse? 13 Porque já agora repousaria tranqüilo; dormiria, e, então, haveria para mim descanso, 14 com os reis e conselheiros da terra que para si edificaram mausoléus; 15 ou com os príncipes que tinham ouro e encheram de prata as suas casas; 16 ou, como aborto oculto, eu não existiria, como crianças que nunca viram a luz. 17 Ali, os maus cessam de perturbar, e, ali, repousam os cansados. 18 Ali, os presos juntamente repousam e não ouvem a voz do feitor. 19 Ali, está tanto o pequeno como o grande e o servo livre de seu senhor. 20 Por que se concede luz ao miserável e vida aos amargurados de ânimo, 21 que esperam a morte, e ela não vem? Eles cavam em procura dela mais do que tesouros ocultos. 22 Eles se regozijariam por um túmulo e exultariam se achassem a sepultura. 23 Por que se concede luz ao homem, cujo caminho é oculto, e a quem Deus cercou de todos os lados? 24 Por que em vez do meu pão me vêm gemidos, e os meus lamentos se derramam como água? 25 Aquilo que temo me sobrevém, e o que receio me acontece. 26 Não tenho descanso, nem sossego, nem repouso, e já me vem grande perturbação.” (Jó 3:11-26 ARA)2.

A. (   ) A morte é algo que ninguém gostaria de sofrer.

B. (   ) A morte é um descanso, uma tranquilidade. A morte é digna de regozijo.

C. (   ) A morte é incerta e temida por todos os homens.

D. (   ) A morte faz distinção entre ricos e pobres, pois cada um tem o túmulo que merece.

Resposta: Alternativa B. 

“Podemos imaginar o terrível sofrimento pelo qual Jó estava passando. Por mais difícil que tenha sido a destruição de suas posses e a devastação da sua saúde, Jó perdeu todos os seus filhos! Já é muito difícil imaginar a dor de perder um filho, mas Jó perdeu todos. E ele tinha dez! Não é de admirar que ele tivesse desejado a morte. Além disso, Jó não fazia ideia do contexto por trás de tudo aquilo, e mesmo que soubesse, talvez ele não teria se sentido melhor, não é mesmo?”1

“Observe, no entanto, o que Jó diz a respeito da morte. Se ele tivesse morrido, o que aconteceria? A alegria da presença de Deus? Tocaria harpa com os anjos? Não há nenhuma teologia assim em sua fala. Em vez disso, o que Jó disse? ‘Porque já agora repousaria tranquilo; dormiria, e, então, haveria para mim descanso’ (Jó 3:13).”1

“3. Leia Eclesiastes 9:5 e João 11:11-14. Ao comparar esses textos com as palavras de Jó podemos afirmar o seguinte:”1

Porque os vivos sabem que hão de morrer, mas os mortos não sabem coisa nenhuma, nem tampouco terão eles recompensa, porque a sua memória jaz no esquecimento.” (Eclesiástes 9:5 ARA)2.

“11 Isto dizia e depois lhes acrescentou: Nosso amigo Lázaro adormeceu, mas vou para despertá-lo. 12 Disseram-lhe, pois, os discípulos: Senhor, se dorme, estará salvo. 13 Jesus, porém, falara com respeito à morte de Lázaro; mas eles supunham que tivesse falado do repouso do sono. 14 Então, Jesus lhes disse claramente: Lázaro morreu;” (João 11:12-14 ARA)2.

A. (   ) Jó rejeita o ensino bíblico sobre a morte.

B. (   ) Ele distorce o que a Bíblia fala sobre a morte.

C. (   ) Jó confirma a visão bíblica sobre a morte.

D. (   ) Ele se mostra confuso quanto à morte.

Resposta: Alternativa C. 

“No livro de Jó, um dos mais antigos da Bíblia, temos o que talvez seja uma das primeiras declarações do que chamamos de ‘estado dos mortos’. Tudo o que Jó queria naquele momento era ‘descanso’. A vida havia ficado repentinamente tão desagradável, difícil e penosa, que ele ansiava pelo que sabia ser a morte: um descanso tranquilo na sepultura. Jó estava tão triste, tão ferido que, esquecendo-se de toda a alegria que tivera antes das calamidades acontecerem, ele desejou que tivesse morrido no momento do seu nascimento.”1

“Temos promessas maravilhosas. Ao mesmo tempo, em meio aos sofrimentos presentes, como podemos aprender a nos lembrar dos bons momentos que vivemos e obter conforto neles?”1

Segunda-feira, 24 de outubro de 2016. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
__________________
1 LIÇÕES da escola sabatina. O livro de Jó. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 486, Out. Nov. Dez. 2016. Adulto, Professor.

2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Nota: As ofertas apresentadas em forma de anúncios junto de nossas publicações são de responsabilidade da plataforma de hospedagem deste blog. Isso ocorre por termos optado pela modalidade de hospedagem gratuita.

Descanso em Cristo – Estudo adicional

Lições da Bíblia

Assista em vídeo a discussão do tema da semana.

Estudo adicional

“Alguém disse: ‘Com ou sem religião, espera-se que boas pessoas façam coisas boas, e que más pessoas façam coisas más. Porém, para que boas pessoas façam coisas más, isso requer religião.’ No século 17, o filósofo e matemático francês Blaise Pascal ficou famoso ao declarar que ‘os homens nunca fazem o mal de maneira tão completa e entusiástica como quando fazem isso por convicção religiosa’. Embora haja um pouco de exagero nessas ideias, infelizmente há também um pouco de verdade. Isso pode ser visto no contexto da lição desta semana, que trata da relação entre os fariseus e o sábado. ‘Quando Jesus Se voltou para os fariseus perguntando se era lícito no dia de sábado fazer o bem ou o mal, salvar ou matar, os confrontou com seus próprios maus desígnios. Estavam caçando Sua vida com ódio amargo, ao passo que Ele salvava a vida e trazia felicidade às multidões. Seria melhor matar no sábado, como estavam planejando, do que curar o aflito, como Ele havia feito? Seria mais justo ter o homicídio no coração durante o santo dia de Deus, do que amor para com todos os homens, amor que se expressa em atos de misericórdia?’ (Ellen G. White, O Desejado de Todas as Nações, p. 287.)”1

Perguntas para reflexão

“1. O que Jesus quis dizer quando declarou: ‘Misericórdia quero e não holocaustos’ (Mt 12:7)? Considere também Mateus 9:10-13, Oseias 6:6e Isaías 1:11-17.”1

“2. O que poderíamos fazer, além de mostrar evidências bíblicas, para tornar as pessoas mais abertas à verdade do sábado?”1

“3. Como você guarda o sábado? O que você poderia fazer para obter uma experiência mais profunda e rica a partir da guarda do sábado?”

“4. Jesus disse: ‘O Meu jugo é suave, e o Meu fardo é leve.’ Faça a si mesmo a pergunta: De que modo posso ajudar a diminuir o fardo e a suavizar o jugo daqueles que me cercam?”1

Sexta-feira, 06 de maio de 2016. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.

__________________

1 LIÇÕES da escola sabatina. O Evangelho de Mateus. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 485, Abr. Mai. Jun. 2016. Adulto, Professor.