Os resultados da mordomia cristã – Estudo adicional

Lições da Bíblia

Assista em vídeo a discussão do tema da semana.

Estudo adicional

“‘Cristo veio ao mundo para revelar o amor de Deus. Seus seguidores devem continuar a obra que Ele começou. Esforcemo-nos por ajudar e fortalecer uns aos outros. A maneira em que se pode alcançar a verdadeira felicidade é buscar o bem alheio. O homem não trabalha contra seus próprios interesses, quando ama a Deus e aos seus semelhantes. Quanto mais destituído de egoísmo for o seu espírito, tanto mais feliz será, porque está cumprindo o propósito de Deus para Ele’ (Ellen G. White, Conselhos Sobre Mordomia, p. 24, 25).”1

“‘Onde quer que haja vida na igreja, há aumento e crescimento. Há, também, constante intercâmbio, tomar e dar, receber e devolver ao Senhor o que Lhe pertence. A cada cristão genuíno Deus comunica luz e bênção, e estas ele reparte com os outros, na obra que faz para o Senhor. Ao dar do que recebe, aumenta sua capacidade de receber. É aberto o caminho para a obtenção de novos suprimentos de graça e de verdade. Tem mais clara luz e multiplicado conhecimento. Desse dar e receber depende a vida e o crescimento da igreja. Aquele que recebe mas nunca dá, logo deixa de receber. Se quisermos receber novas bênçãos, devemos compartilhar os bens do Céu’ (Ellen G. White, Conselhos Sobre Mordomia, p. 36).”1

Perguntas para discussão

“1. Como a confiança no Senhor leva ao contentamento? O que é necessário para confiar em Deus? (2Co 10:5). Por que é fácil dizer ‘que todas as coisas cooperam para o bem’ (Rm 8:28), mas difícil acreditar nisso?”1

“2. Como você define mordomia? Por que ela é importante na vida do cristão?”1

“3. Leia Mateus 7:21-23 [‘21 Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. 22 Muitos, naquele dia, hão de dizer-me: Senhor, Senhor! Porventura, não temos nós profetizado em teu nome, e em teu nome não expelimos demônios, e em teu nome não fizemos muitos milagres? 23 Então, lhes direi explicitamente: nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, os que praticais a iniquidade.’]2. No texto, por que as pessoas mencionam as coisas que fizeram? O que suas palavras revelam sobre si mesmas? Mesmo que procuremos ser bons mordomos e fazer boas obras em nome de Deus, o que podemos fazer para não cair nessa mesma ilusão?”1

“4. Temos a tendência de pensar na influência cristã apenas em nível individual. Mas, e quanto à influência em nível da igreja? Qual tipo de influência sua igreja exerce na comunidade?”1

Hoje é o sétimo dia da Semana Santa. Ore e convide seus amigos. Eles entenderão como encontrar libertação pelo sacrifício de Cristo.

Sexta-feira, 30 de março de 2018. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 LIÇÃO da escola sabatina. Mordomia cristã: motivos do coração. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 491, Jan. Fev. Mar. 2018. Adulto, Professor.
2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

 

Palavras que queremos (e não queremos) ouvir

Lições da Bíblia

“Somos estrangeiros e peregrinos na Terra, tendo o Céu (perfeito, belo e pacífico) como nosso destino final (Hb 11:13, 14). Até lá, temos que viver aqui. A cosmovisão cristã, conforme revelada especialmente no grande conflito, não permite neutralidade. Vivemos para Deus ou para o inimigo. ‘Quem não é por Mim é contra Mim; e quem Comigo não ajunta espalha’ (Mt 12:30). Na volta de Cristo será revelado, clara e inequivocamente, de que lado estamos.”1

“7. Em algum momento após a volta de Cristo, os que declararam segui-Lo ouvirão uma das duas frases expressas nos versos abaixo. Quais são essas frases e o que cada uma delas significa?”

Mt 25:21: “Disse-lhe o senhor: Muito bem, servo bom e fiel; foste fiel no pouco, sobre o muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor.2

Mt 7:23: “Então, lhes direi explicitamente: nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, os que praticais a iniquidade.2

“‘Muito bem’ são as palavras de Cristo mais agradáveis e gratificantes aos ouvidas de um mordomo. Ter a aprovação irrestrita de Deus expressada em relação às nossas tentativas de administrar Seus bens, trará ao nosso coração alegria indescritível por fazermos o nosso melhor de acordo com nossas habilidades, e por sabermos desde o início que nossa salvação não está fundamentada em nossas obras por Cristo, mas em Suas obras por nós. (Veja Rm 3:21[‘Mas agora, sem lei, se manifestou a justiça de Deus testemunhada pela lei e pelos profetas;’]2; 4:6 [‘E é assim também que Davi declara ser bem-aventurado o homem a quem Deus atribui justiça, independentemente de obras:’]2).”1

“A vida de um mordomo fiel é um reflexo da fé que ele já possui. A tentativa de salvação pelas obras é vista nas palavras daqueles que procuraram justificar-se diante de Deus por meio de suas obras (veja Mt 7:21, 22 [‘21 Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. 22 Muitos, naquele dia, hão de dizer-me: Senhor, Senhor! Porventura, não temos nós profetizado em teu nome, e em teu nome não expelimos demônios, e em teu nome não fizemos muitos milagres?’]2). Mateus 7:23 mostra como a justificação própria é inútil.”1

“‘Quando os seguidores de Cristo Lhe devolvem o que Lhe é devido, estão acumulando tesouro que lhes será entregue quando ouvirem as palavras: ‘Bem está, bom e fiel servo […] entra no gozo do teu Senhor’ (Ellen G. White, O Desejado de Todas as Nações, p. 523).”1

“No fim, os dois grandes mandamentos, o amor a Deus e o amor ao próximo, são a motivação e a força propulsora de todas as ações de um mordomo.”1

“A mordomia revelada em sua vida reflete bem esses dois grandes mandamentos?”1

Quinta-feira, 29 de março de 2018. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 LIÇÃO da escola sabatina. Mordomia cristã: motivos do coração. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 491, Jan. Fev. Mar. 2018. Adulto, Professor.
2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Mordomia e piedade

Lições da Bíblia

“A piedade é um tema amplo. Pessoas piedosas vivem em santidade (Tt 1:1), tornando-se semelhantes a Cristo com uma atitude de devoção e ações agradáveis a Ele (Sl 4:3; Tt 2:12). A piedade é a evidência da verdadeira religião. O piedoso recebe a promessa da vida eterna. Nenhuma filosofia, riqueza, fama, poder nem ‘nascimento favorecido’ oferece essa promessa.”1

“1. Leia 2 Timóteo 3:1-9. Qual é a advertência de Paulo nessa passagem bíblica, relacionada diretamente à vida de um mordomo fiel?”1

2 Timóteo (3:1-9 ARA)2: “1 Sabe, porém, isto: nos últimos dias, sobrevirão tempos difíceis, 2 pois os homens serão egoístas, avarentos, jactanciosos, arrogantes, blasfemadores, desobedientes aos pais, ingratos, irreverentes, 3 desafeiçoados, implacáveis, caluniadores, sem domínio de si, cruéis, inimigos do bem, 4 traidores, atrevidos, enfatuados, mais amigos dos prazeres que amigos de Deus, 5 tendo forma de piedade, negando-lhe, entretanto, o poder. Foge também destes. 6 Pois entre estes se encontram os que penetram sorrateiramente nas casas e conseguem cativar mulherinhas sobrecarregadas de pecados, conduzidas de várias paixões, 7 que aprendem sempre e jamais podem chegar ao conhecimento da verdade. 8 E, do modo por que Janes e Jambres resistiram a Moisés, também estes resistem à verdade. São homens de todo corrompidos na mente, réprobos quanto à fé; 9 eles, todavia, não irão avante; porque a sua insensatez será a todos evidente, como também aconteceu com a daqueles.

“O livro de Jó apresenta a descrição do caráter e das ações de um patriarca fiel a Deus. Ele ilustra como uma vida piedosa é revelada, mesmo por meio do sofrimento. Ele também mostra quanto Satanás odeia esse estilo de vida. Até mesmo Deus reconheceu que não havia outros como Jó em sua qualidade de fé e estilo de vida (Jó 2:3).”1

“‘Havia um homem na terra de Uz, cujo nome era Jó; homem íntegro e reto, temente a Deus e que se desviava do mal’ (Jó 1:1). Portanto, vemos um homem cuja fé não era expressada apenas em palavras ou rituais religiosos, embora isso fizesse parte de sua vida (Jó 1:5). Seu temor a Deus se manifestou em uma vida de piedade, mesmo em meio a terríveis provações. Ser piedoso não significa ser perfeito, mas refletir a perfeição em nossa própria esfera.”1

“2. Leia Ezequiel 14:14. Qual era o caráter desses homens? O que eles tinham em comum que deve ser visto em todos nós? Assinale ‘V’ para verdadeiro ou ‘F’ para falso:”1

Ezequiel (14:14 ARA)2: “ainda que estivessem no meio dela estes três homens, Noé, Daniel e Jó, eles, pela sua justiça, salvariam apenas a sua própria vida, diz o SENHOR Deus.

A.(  ) Eles eram ricos e poderosos.
B.(  ) Eles eram justos.

Resposta sugestiva: F; V.

“A mordomia é, realmente, a expressão de uma vida piedosa. Os mordomos fiéis não têm apenas uma aparência de piedade. Eles são piedosos, e essa piedade é revelada em sua maneira de viver e de lidar com os recursos que Deus lhes confiou. Sua fé é expressada não apenas no que fazem mas também no que não fazem.”1

Hoje é o segundo dia da Semana Santa. Ore e convide seus amigos. Eles entenderão como encontrar libertação do pecado.

Domingo, 25 de março de 2018. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 LIÇÃO da escola sabatina. Mordomia cristã: motivos do coração. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 491, Jan. Fev. Mar. 2018. Adulto, Professor.
2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Os resultados da mordomia cristã

Lições da Bíblia

Mantendo exemplar o vosso procedimento no meio dos gentios, para que, naquilo que falam contra vós outros como de malfeitores, observando-vos em vossas boas obras, glorifiquem a Deus no dia da visitação” (1Pe 2:12).1

“Como mordomos, devemos viver como testemunhas do Deus a quem servimos, o que significa que devemos exercer uma influência poderosa sobre aqueles que nos rodeiam, que produza um impacto para o bem.”1

“Portanto, nossa história não deve estar isolada do mundo que nos cerca. Em vez disso, temos o privilégio de refletir um estilo de vida melhor àqueles que não conhecem as coisas reveladas a nós. Ser um mordomo é prosperar no cumprimento do chamado de Deus para ter uma vida piedosa. Deus nos dá a capacidade de praticar um estilo de vida diferente de qualquer outro na Terra (2Co 6:17). Isso é algo que os outros devem observar em nós, de tal maneira que nos perguntem a respeito da nossa fé. Por isso, Pedro nos disse: ‘Santificai a Cristo, como Senhor, em vosso coração, estando sempre preparados para responder a todo aquele que vos pedir razão da esperança que há em vós, fazendo-o, todavia, com mansidão e temor’ (1Pe 3:15, 16).”1

“Nesta última lição, examinaremos os benefícios pessoais, as consequências espirituais, os resultados bem-sucedidos, nossa influência e o segredo para o contentamento na vida do mordomo, entendendo que a essência de toda a questão é ‘Cristo em’ nós, ‘a esperança da glória’ (Cl 1:27).”1

Hoje é o primeiro dia da Semana Santa. Ore e convide seus amigos. Eles entenderão como encontrar libertação em Cristo.

Sábado, 24 de março de 2018. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 LIÇÃO da escola sabatina. Mordomia cristã: motivos do coração. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 491, Jan. Fev. Mar. 2018. Adulto, Professor.

Os hábitos de um mordomo – Estudo adicional

 Lições da Bíblia

 –
Assista em vídeo a discussão do tema da semana.

Estudo adicional

“Enoque e Noé fizeram de sua caminhada com Deus um hábito, numa época em que poucos permaneceram fiéis em meio à intemperança, ao materialismo e à violência (Gn 5:24; 6:9). Eles compreenderam e aceitaram a graça de Deus, e, assim, foram bons mordomos dos bens e tarefas a eles confiados.”

“‘Ao longo dos séculos, pessoas caminharam com Deus exatamente como Enoque e Noé. Por exemplo, Daniel e seus amigos ‘compreenderam que, para poderem permanecer como representantes da verdadeira religião no meio das religiões falsas do paganismo, deviam possuir clareza de intelecto e aperfeiçoar o caráter cristão. E o próprio Deus foi o professor deles. Orando constantemente, estudando conscienciosamente e mantendo-se em contato com o Invisível, andaram com Deus como Enoque andou’ (Ellen G. White, Profetas e Reis, p. 486).”1

“‘Andar com Deus’ define o que um mordomo faz: ele vive com Deus diariamente na Terra. Em meio a um mundo corrompido, um mordomo sábio tornará sua caminhada com o Senhor um hábito, pois somente por meio dessa conexão com Deus podemos nos resguardar de cair nos males predominantes.”1

“Ser um mordomo fiel envolve nossa vida completamente, e ela deve, primeiramente, estar de acordo com a vontade de Deus (Am 3:3). Devemos andar em Cristo (Cl 2:6), em novidade de vida (Rm 6:4), em amor (Ef 5:2), em sabedoria (Cl 4:5), na luz (1Jo 1:7), em integridade (Pv 19:1), em Sua lei (Êx 16:4), em boas obras (Ef 2:10) e no caminho reto (Pv 4:26).”1

Perguntas para discussão

“1. Defina ‘humildade’. Qual é o seu papel na vida do mordomo? (Mt 11:29; Ef 4:2; Fp 2:3; Tg 4:10). Por que ela é importante em nossa caminhada com Deus? (Mq 6:8).”1

Mateus (11:29 ARA)2: “Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma.”.

Efésios (4:2 ARA)2: “com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros em amor,”.

Filipenses (2:3 ARA)2: “Nada façais por partidarismo ou vanglória, mas por humildade, considerando cada um os outros superiores a si mesmo.”.

Tiago (4:10 ARA): “Humilhai-vos na presença do Senhor, e ele vos exaltará.”.

Malaquias (6:8 ARA): “Ele te declarou, ó homem, o que é bom e que é o que o SENHOR pede de ti: que pratiques a justiça, e ames a misericórdia, e andes humildemente com o teu Deus.

“2.Como podemos ajudar os que estão presos aos hábitos maus e destrutivos?”1

“3. Quais outros bons hábitos os mordomos cristãos devem ter? (Veja, por exemplo, Tt 2:7; Sl 119:172; Mt 5:8).”1

Tito (2:7 ARA)2: “Torna-te, pessoalmente, padrão de boas obras. No ensino, mostra integridade, reverência,”.

Salmo (199: 192 ARA)2: “A minha língua celebre a tua lei, pois todos os teus mandamentos são justiça.”.

Mateus (5:8 ARA)2: “Bem-aventurados os limpos de coração, porque verão a Deus.”.

“4. Discuta sobre os mistérios do tempo. Por que o tempo parece passar tão rápido? Por que devemos ser bons mordomos do pouco tempo que temos?”1

Sexta-feira, 23 de março de 2018. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 LIÇÃO da escola sabatina. Mordomia cristã: motivos do coração. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 491, Jan. Fev. Mar. 2018. Adulto, Professor.
2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

A função da mordomia cristã – Estudo adicional

Lições da Bíblia
 –
Assista em vídeo a discussão do tema da semana.

Estudo adicional

“Às vezes, o filete de ferro tinha que ser reacomodado às rodas da carruagem devido ao estiramento causado pelo toque do metal no chão. Esse conserto demandava duras marteladas no próprio filete de ferro. A reacomodação do filete de ferro representa a mordomia como santificação prática. É ter a mente de Cristo ao reagir a cada aspecto da vida, mesmo quando o processo é difícil e doloroso. Como esse processo diz respeito ao uso do nosso dinheiro, às nossas relações familiares ou emprego, devemos reagir a todos eles segundo a vontade de Cristo. Às vezes, como todos sabemos muito bem, só aprendemos essa lição mediante algumas duras pancadas.”1

“Não é fácil consertar o ferro. Também não é fácil consertar o caráter humano. Pense na experiência de Pedro. Ele havia estado em todos os lugares com Jesus, mas não esperava estas palavras dos lábios de Cristo: ‘Eu, porém, roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça; tu, pois, quando te converteres, fortalece os teus irmãos’ (Lc 22:32). Não muito depois disso, após negar Jesus, Pedro vivenciou uma mudança em sua vida, mas somente depois de uma experiência muito dolorosa e difícil. Em certo sentido, sua mordomia foi restaurada. Pedro foi convertido novamente, e sua vida passou a seguir uma nova direção, mas só depois de algumas verdadeiras ‘pancadas’.”1

Perguntas para discussão

“1. O que a santificação prática tem a ver com a instrução de Jesus de que devemos negar-nos a nós mesmos, dia a dia tomarmos a nossa cruz e segui-Lo? (Lc 9:23 [‘Dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, dia a dia tome a sua cruz e siga-me.’]). O que deve ser crucificado? (Gl 6:14 [‘Mas longe esteja de mim gloriar-me, senão na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim, e eu, para o mundo.’]). Como isso ilustra o processo de santificação? De que maneira a santificação prática nos ajuda a pensar como Deus? (1Co 2:16 [‘Pois quem conheceu a mente do Senhor, que o possa instruir? Nós, porém, temos a mente de Cristo.’]).”1

“2. As provações podem ensinar lições poderosas sobre a vida cristã e a experiência de seguir Jesus. Qual tem sido sua experiência com relação a isso? Permita que os que se sentem confortáveis falem sobre essas experiências e o que eles aprenderam. O que podemos aprender com as experiências uns dos outros?”1

“3. Pense em outras crenças que nós, adventistas do sétimo dia, temos, como o sábado, o estado dos mortos, a criação, a segunda vinda de Jesus, etc. De que maneira essas crenças devem influenciar nossa conduta?”

Sexta-feira, 02 de março de 2018. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 LIÇÃO da escola sabatina. Mordomia cristã: motivos do coração. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 491, Jan. Fev. Mar. 2018. Adulto, Professor.

 

Mordomia

Lições da Bíblia

“Cristo quer que vivamos em santidade. Sua vida ilustra a santidade e como deve ser a mordomia suprema (Hb 9:14). Devemos administrar nossa vida de maneira agradável a Deus, inclusive o que nos tem sido confiado. A mordomia é uma expressão dessa santidade.”1

“5. Compare 1 Pedro 1:15, 16 com Hebreus 12:14. O que significa ‘ser santo’ e ‘santificação’? Como isso se relaciona com a nossa mordomia? Assinale a alternativa correta:”

1 Pedro (1:15, 16 ARA)2: “15 pelo contrário, segundo é santo aquele que vos chamou, tornai-vos santos também vós mesmos em todo o vosso procedimento, 16 porque escrito está: Sede santos, porque eu sou santo.

Hebreus (12:14 ARA)2: “Segui a paz com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor,”.

A.( ) É ser separado para fins santos; a santificação é um processo diário, que se completará na volta de Jesus, com a extinção do pecado. Desenvolvemos a mordomia no processo diário da santificação.
B.( ) Ser santo é não ter nenhum pecado; a santificação já foi completada. Nossa mordomia jamais será um reflexo da nossa santificação.

Resposta sugestiva: Alternativa A.

“Os romanos descobriram que a roda de uma carruagem durava mais se um filete de ferro fosse colocado ao redor do aro. O artesão aquecia o metal a fim de expandi-lo apenas o suficiente para que ele deslizasse sobre o aro. A água fria o encolhia de modo que o encaixe ficava firme. O filete de ferro então tocava o chão à medida que a roda girava.”1

“O filete de ferro no aro representa o conceito de mordomia. Esse é o momento da verdade em que nossa vida espiritual desliza sobre nossa vida prática. É o momento em que nossa fé enfrenta os altos e baixos da vida mediante os sucessos e fracassos. É quando nossas crenças se tornam reais nas lutas turbulentas do cotidiano. A mordomia é a embalagem externa do que somos e do que fazemos. É uma testemunha da nossa conduta e de uma vida bem administrada. Nossas ações diárias que revelam Cristo são como o ferro na roda que toca o chão.”1

“As ações são poderosas e devem ser governadas pelo nosso compromisso com Cristo. Devemos viver com esta garantia e promessa: ‘Tudo posso Naquele que me fortalece’ (Fp 4:13).”1

“‘A santificação do ser pela operação do Espírito Santo é a implantação da natureza de Cristo na humanidade. A religião do evangelho é Cristo na vida — um princípio vivo e atuante. É a graça de Cristo revelada no caráter e expressa em boas obras. Os princípios do evangelho não podem estar desligados de nenhum setor da vida diária. Todo ramo de trabalho e experiência cristãos deve ser uma representação da vida de Cristo’ (Ellen G. White, Parábolas de Jesus, p. 384).”1

“Considere sua vida cotidiana. Ela revela a realidade de Cristo em você, a atuação Dele em sua vida, fazendo de você um novo ser? Quais escolhas conscientes você precisa fazer para que a santidade Dele seja revelada em sua vida?”1

Quinta-feira, 08 de março de 2018. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 LIÇÃO da escola sabatina. Mordomia cristã: motivos do coração. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 491, Jan. Fev. Mar. 2018. Adulto, Professor.
2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.