Esperança na segunda vinda

Lições da Bíblia

“3. O que os seguintes textos dizem sobre os eventos futuros?”1

1Pe 1:4 – “para uma herança incorruptível, sem mácula, imarcescível, reservada nos céus para vós outros2

1Pe 1:17 – “Ora, se invocais como Pai aquele que, sem acepção de pessoas, julga segundo as obras de cada um, portai-vos com temor durante o tempo da vossa peregrinação,2

1Pe 4:5, 6 – “5 os quais hão de prestar contas àquele que é competente para julgar vivos e mortos; 6 pois, para este fim, foi o evangelho pregado também a mortos, para que, mesmo julgados na carne segundo os homens, vivam no espírito segundo Deus.2

1Pe 4:17 – “Porque a ocasião de começar o juízo pela casa de Deus é chegada; ora, se primeiro vem por nós, qual será o fim daqueles que não obedecem ao evangelho de Deus?2

2Pe 3:1-10 – “1 Amados, esta é, agora, a segunda epístola que vos escrevo; em ambas, procuro despertar com lembranças a vossa mente esclarecida, 2 para que vos recordeis das palavras que, anteriormente, foram ditas pelos santos profetas, bem como do mandamento do Senhor e Salvador, ensinado pelos vossos apóstolos, tendo em conta, antes de tudo, que, nos últimos dias, virão escarnecedores com os seus escárnios, andando segundo as próprias paixões 4 e dizendo: Onde está a promessa da sua vinda? Porque, desde que os pais dormiram, todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação. 5 Porque, deliberadamente, esquecem que, de longo tempo, houve céus bem como terra, a qual surgiu da água e através da água pela palavra de Deus, 6 pela qual veio a perecer o mundo daquele tempo, afogado em água. 7 Ora, os céus que agora existem e a terra, pela mesma palavra, têm sido entesourados para fogo, estando reservados para o Dia do Juízo e destruição dos homens ímpios. 8 Há, todavia, uma coisa, amados, que não deveis esquecer: que, para o Senhor, um dia é como mil anos, e mil anos, como um dia. 9 Não retarda o Senhor a sua promessa, como alguns a julgam demorada; pelo contrário, ele é longânimo para convosco, não querendo que nenhum pereça, senão que todos cheguem ao arrependimento. 10 Virá, entretanto, como ladrão, o Dia do Senhor, no qual os céus passarão com estrepitoso estrondo, e os elementos se desfarão abrasados; também a terra e as obras que nela existem serão atingidas.2

“Um dos problemas críticos enfrentados pelos leitores de 1 Pedro era a perseguição. Pedro os confortou com o pensamento de que, embora sua vida se tornasse difícil por causa da perseguição, havia uma recompensa futura esperando por eles no Céu, algo que não poderia ser tirado deles. Logo no início de sua primeira epístola, ele mencionou que temos uma herança incorruptível reservada no Céu (1Pe 1:4).”1

“Pedro destacou dois acontecimentos futuros: o juízo final e a destruição do mal por meio do fogo. Em outras palavras, ele revelou que, embora os cristãos estivessem sendo perseguidos naquele momento, a justiça e o juízo seriam feitos, e eles receberiam sua recompensa eterna.”1

“O apóstolo mencionou o juízo em três ocasiões distintas (1Pe 1:17; 4:5, 6, 17). Ele afirmou que Deus, o Pai, julga todos os seres humanos de maneira imparcial, segundo suas obras (1Pe 1:17). Ele também declarou que o próprio Jesus está pronto para julgar os vivos e os mortos (1Pe 4:5). Além disso, Pedro também fez a intrigante observação de que o juízo começaria pela casa de Deus (1Pe 4:17).”1

“O apóstolo enfatizou que ‘os ímpios’ serão destruídos pelo fogo que envolverá o mundo todo (2Pe 3:7).”1

“Ele teve que lidar com problemas relacionados ao questionamento da crença na volta de Cristo (2Pe 3:1-10). O apóstolo ressaltou que a razão da ‘demora’ de Seu retorno era possibilitar que mais pessoas se arrependessem e fossem salvas. Ele destacou também que a certeza de um futuro ‘ajuste de contas’ deveria convencer todos a viver de maneira santa e irrepreensível.”1

“Portanto, por mais que o foco de Pedro estivesse no presente e na vida cristã prática, ele ainda mantinha diante de seus leitores a esperança do futuro que os aguardava. Em suma, independentemente das circunstâncias naquela ocasião, eles precisavam seguir em frente em fé e obediência.”1

“Por que devemos avançar em frente em fé e obediência, independentemente das circunstâncias?”1

Terça-feira, 20 de junho de 2017. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 MCLVER, Robert K. Apascenta as Minhas ovelhas: 1 e 2 Pedro. Lições da escola sabatina. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 488, Abr. Mai. Jun. 2017. Adulto, Professor.
2 BIBLÍA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

E daí?

Lições da Bíblia

“Certa vez, um jovem tentou testemunhar à sua mãe. Contou a ela sobre a morte de Jesus e a promessa de Sua vinda. O rapaz estava muito orgulhoso de si mesmo, pensando que havia falado com muita eloquência. Quando terminou seu ‘sermonete’ sobre Cristo e a segunda vinda, sua mãe olhou para ele e disse: ‘E o que isso tem a ver comigo agora?’”1

4. Leia 2 Pedro 3:11-13. Como o apóstolo respondeu à pergunta: ‘E o que isso tem a ver comigo agora?’(Veja Mt 24:43-51)1

“11 Visto que todas essas coisas hão de ser assim desfeitas, deveis ser tais como os que vivem em santo procedimento e piedade, 12 esperando e apressando a vinda do Dia de Deus, por causa do qual os céus, incendiados, serão desfeitos, e os elementos abrasados se derreterão. 13 Nós, porém, segundo a sua promessa, esperamos novos céus e nova terra, nos quais habita justiça.” (2 Pedro 3:11-13 ARA)2.

“43 Mas considerai isto: se o pai de família soubesse a que hora viria o ladrão, vigiaria e não deixaria que fosse arrombada a sua casa. 44 Por isso, ficai também vós apercebidos; porque, à hora em que não cuidais, o Filho do Homem virá. 45 Quem é, pois, o servo fiel e prudente, a quem o senhor confiou os seus conservos para dar-lhes o sustento a seu tempo? 46 Bem-aventurado aquele servo a quem seu senhor, quando vier, achar fazendo assim. 47 Em verdade vos digo que lhe confiará todos os seus bens. 48 Mas, se aquele servo, sendo mau, disser consigo mesmo: Meu senhor demora-se, 49 e passar a espancar os seus companheiros e a comer e beber com ébrios, 50 virá o senhor daquele servo em dia em que não o espera e em hora que não sabe 51 e castigá-lo-á, lançando-lhe a sorte com os hipócritas; ali haverá choro e ranger de dentes.” (Mateus 24:43-51 ARA)2.

“Como já dissemos, o próprio nome, ‘Adventista do Sétimo Dia’, revela nossa crença na realidade do retorno de Cristo. Essa doutrina é fundamental. Nossa fé cristã não teria o menor sentido sem a volta de Jesus e tudo o que esse grande dia promete.”1

“Contudo, será que não estamos correndo o perigo de nos tornar como o servo mau da parábola de Mateus 24:43-51? Pode ser que não estejamos fazendo especificamente o mal representado nessa história, afinal de contas, ela é apenas uma parábola. No entanto, essa não é a questão. Em vez disso, a parábola nos adverte que podemos rebaixar nossos padrões com mais facilidade, especialmente no que diz respeito à nossa maneira de tratar os outros, e nos tornarmos mais como o mundo e menos fervorosos em nossa crença na vinda do Senhor.”1

“Às vezes encontramos os que, com seus gráficos e cálculos proféticos, afirmam ter a data da volta de Cristo. Entretanto, o perigo que geralmente enfrentamos como adventistas não é o estabelecimento de datas para a breve vinda de Jesus. Em vez disso, é que, com o passar dos anos, a promessa da segunda vinda de Cristo comece a ocupar um espaço bem menor em nosso pensamento.”1

“Quanto mais o tempo passa, mais nos aproximamos da vinda de Jesus. Por outro lado, quanto mais tempo passamos aqui, mais fácil é imaginar que Seu retorno esteja tão longe que já não mais impacte nosso cotidiano. As Escrituras nos advertem desse tipo de acomodação. Como disse Pedro, devemos viver em santidade e piedade, pois Jesus voltará e enfrentaremos o juízo (2Pe 3:11). Não importa quando esse evento acontecerá, o fato é que a segunda vinda de Cristo deve influenciar nosso estilo de vida hoje.”1

Quarta-feira, 14 de junho de 2017. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.

_______________

MCLVER, Robert K. Apascenta as Minhas ovelhas: 1 e 2 Pedro. Lições da escola sabatina. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 488, Abr. Mai. Jun. 2017. Adulto, Professor.

BIBLÍA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

A segunda vinda de Jesus

Lições da Bíblia

“Aresposta de Jesus em Mateus 24 foi a respeito do sinal da Sua vinda (v. 3, NVI), isto é, a vinda de Cristo para reinar.”1

“4. Que outra advertência Jesus deu no contexto de eventos anteriores à Sua vinda? Como isso tem sido visto ao longo da História? Mt 24:23-261

“23 Então, se alguém vos disser: Eis aqui o Cristo! Ou: Ei-lo ali! Não acrediteis; 24 porque surgirão falsos cristos e falsos profetas operando grandes sinais e prodígios para enganar, se possível, os próprios eleitos. 25 Vede que vo-lo tenho predito. 26 Portanto, se vos disserem: Eis que ele está no deserto!, não saiais. Ou: Ei-lo no interior da casa!, não acrediteis.” (Mateus 24:23-26 ARA)2.

Ao longo da História, falsos cristos e falsos profetas têm realizado grandes sinais e prodígios para enganar o povo de Deus quanto ao lugar, ao dia e à hora da vinda de Jesus.1

“Ali estava Jesus, que, segundo a perspectiva mundana, não passava de um pregador galileu itinerante com poucos seguidores. Porém, Ele predisse que muitos surgiriam em Seu nome, afirmando ser Ele. É claro que isso é exatamente o que tem acontecido ao longo dos séculos e mesmo em nossos dias, o que nos dá evidências poderosas da veracidade da Palavra de Deus.”1

“5. Leia Mateus 24:27-31. Como a segunda vinda de Jesus foi descrita? O que aconteceria quando Ele voltasse?”1

“27 Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até no ocidente, assim há de ser a vinda do Filho do Homem. 28 Onde estiver o cadáver, aí se ajuntarão os abutres. 29 Logo em seguida à tribulação daqueles dias, o sol escurecerá, a lua não dará a sua claridade, as estrelas cairão do firmamento, e os poderes dos céus serão abalados. 30 Então, aparecerá no céu o sinal do Filho do Homem; todos os povos da terra se lamentarão e verão o Filho do Homem vindo sobre as nuvens do céu, com poder e muita glória. 31 E ele enviará os seus anjos, com grande clangor de trombeta, os quais reunirão os seus escolhidos, dos quatro ventos, de uma a outra extremidade dos céus.” (Mateus 24:27-31 ARA)2.

Ela será visível em toda a Terra. Houve sinais no mundo natural e religioso indicando que a manifestação de Sua vinda está próxima. Ele virá com poder, muita glória e som de trombeta. Ele virá com Seus anjos para ressuscitar Seus escolhidos.”1

“Após advertir que surgiriam muitos afirmando ser o Cristo, Jesus descreveu como realmente seria Sua vinda.”1

“Em primeiro lugar, a segunda vinda de Jesus será pessoal e literal. O próprio Jesus voltará à Terra. A declaração de que ‘o próprio Senhor descerá do Céu’ (1Ts 4:16) é uma óbvia refutação para aqueles que afirmam que a volta de Cristo é um ideal, ou simplesmente uma nova era na história humana. Sua vinda será visível, como o relâmpago que cruza o céu. ‘Todo olho O verá’ (Ap 1:7). A figura da trombeta revela que Sua vinda será audível, num volume alto o suficiente para acordar até os mortos! E, o mais importante: se a primeira vinda foi em humilhação, na segunda Jesus virá como Rei triunfante (Ap 19:16), vitorioso sobre todos os Seus (e os nossos) inimigos (1Co 15:25).”1

“Num momento de tanto tumulto e incerteza a respeito do futuro, como podemos aprender a extrair forças e esperança da promessa da segunda vinda?”1

Quarta-feira, 08 de junho de 2016. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
__________________
1 LIÇÕES da escola sabatina. O Evangelho de Mateus. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 485, Abr. Mai. Jun. 2016. Adulto, Professor.
2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Será que está realmente “próxima”?

Lições Bíblia

“Tiago 5:8 afirma que a vinda de Cristo está ‘próxima’ ou que ocorrerá ‘logo’ (NTLH). Mas, depois de quase dois mil anos (tomando como ponto de partida o ministério de Cristo ou a data em que a epístola foi escrita), como devemos entender essa promessa?”

“Jesus descreveu o futuro reino (Mt 4:17; 10:7; 24:33) por meio de parábolas para ensinar em termos compreensíveis as ‘coisas celestiais’. Um minucioso estudo dessas parábolas revela que o reino tem dois aspectos: a realidade espiritual, no presente, e a realidade gloriosa, ainda no futuro. Todos os apóstolos fixaram sua esperança na vinda iminente de Jesus (Rm 13:11; Hb 10:25; Tg 5:9), mas eles nunca identificaram exatamente quando isso ocorreria. Queriam saber quando seria, mas Jesus explicou que não era conveniente que eles tivessem essa informação (At 1:6, 7). Afinal, quão zelosos eles seriam em compartilhar o evangelho se soubessem que a obra não estaria concluída em quase dois mil anos?”1

“2. O que Tiago quis dizer ao declarar: ‘Fortalecei o vosso coração’ (Tg 5:8)? Por que o esperado fruto é chamado ‘precioso’ (timios; v. 7)?”1 Veja 1Ts 3:13; 2Ts 3:3; 1Pe 1:19; 1Co 3:12.1Sede vós também pacientes e fortalecei o vosso coração, pois a vinda do Senhor está próxima.” (Tiago 5:8 RA)2; “a fim de que seja o vosso coração confirmado em santidade, isento de culpa, na presença de nosso Deus e Pai, na vinda de nosso Senhor Jesus, com todos os seus santos.” (1 Tessalonicense 3:13 RA)2; “Todavia, o Senhor é fiel; ele vos confirmará e guardará do Maligno.” (2 Tessalonicense 3:3 RA)2; “mas pelo precioso sangue, como de cordeiro sem defeito e sem mácula, o sangue de Cristo,” (1 Pedro 1:19 RA)2; “Revesti-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados, de ternos afetos de misericórdia, de bondade, de humildade, de mansidão, de longanimidade.” (1 Corintios 3:12 RA)2. “O coração é fortalecido pela certeza da salvação por meio do precioso sangue de Cristo, que é o fundamento para edificar o fruto precioso de um caráter puro e santo, que nos capacita a esperar com paciência a chuva do Espírito Santo e a vinda de Jesus. Se nosso coração está confirmado nessa esperança, não importa o dia de Sua vinda, porque Ele já reina em nossa vida e estamos vencendo as tentações do maligno.1

“A palavra fortalecer ou [estabelecer] vem do termo grego stērizō, que significa ‘fixar firmemente’ ou ‘fortalecer’. Nosso coração deve estar tão apegado ao Senhor que não possa ser movido, apesar das pressões contra ele. Ser confirmado na verdade (2Pe 1:12), resistir às tentações e suportar provas e sofrimento por causa de nossa fé (At 14:22): tudo contribui para o fortalecimento do coração.”1

“O crescimento espiritual é um processo que nem sempre é fácil, mas que produz o ‘precioso fruto’. Os crentes, redimidos pelo ‘precioso [timios] … sangue de Cristo’ (1Pe 1:19), são de valor infinito para o ‘Agricultor’ celestial. A palavra timios também é usada para descrever as “pedras preciosas” que simbolizam os cristãos que são ‘edificados’ em Cristo, a Pedra fundamental do templo espiritual de Deus, a igreja (1Co 3:11, 12). Por outro lado, Paulo compara os crentes instáveis a madeira, feno e palha, que não duram e, finalmente, serão consumidos pelo fogo na vinda de Cristo (1Co 3:12-15). Portanto, é importante perguntar a nós mesmos, se nossas energias estão realmente voltadas para o que e quem é mais precioso para nós.”1

“‘Manifesta se tornará a obra de cada um; pois o Dia a demonstrará, porque está sendo revelada pelo fogo; e qual seja a obra de cada um o próprio fogo o provará’ (1Co 3:13). Considere sua vida. Que tipo de obra ela demonstra?”1

Segunda-feira, 08 de dezembro de 2014. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.

__________________

1 LIÇÕES da escola sabatina. Carta de Tiago. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 478, Out. Nov. Dez. 2014. Adulto, Professor.

2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Preparando-se para a colheita

Lições da Bíblia

Sede vós também pacientes e fortalecei o vosso coração, pois a vinda do Senhor está próxima” (Tg 5:8).1

“Nos tempos greco-romanos (assim como em alguns lugares ainda hoje), um turbilhão de atividades precedia a chegada de um dignitário visitante. Ruas eram preparadas, vitrines de lojas eram limpas, flores eram plantadas e a prevenção da criminalidade aumentada. Todo esforço era dirigido para garantir que o lugar parecesse perfeito quando a autoridade chegasse.”1

“A palavra grega parousia, usada em Tiago 5:7, 8 e em todo o Novo Testamento para se referir à ‘vinda’ de Cristo, é uma expressão técnica para a chegada de um rei ou dignitário. Se tais preparações precediam a chegada de governantes terrestres, não devemos fazer todos os esforços para preparar nosso coração para a vinda de nosso Senhor e Salvador?”1

“Mas como podemos nos preparar se não sabemos o ‘dia e hora’ (Mt 24:36)? Que significa o fato de que devemos ser pacientes e fortalecer nosso coração? Como isso se relaciona com a ideia da ‘chuva temporã e serôdia’ (Tg 5:7)? Embora nos textos para esta semana o contexto pareça ser o fim dos tempos, a mensagem básica é igualmente relevante para os cristãos em qualquer época. Ao longo da nossa história e até mesmo em nossa vida agora, enfrentamos provações e sofrimento que exigem que permaneçamos firmes na fé, como fizeram os profetas do passado.”1

Ajude a formar novos missionários: encoraje os jovens de sua igreja a participar da colportagem evangelística e realizar o sonho de estudar em nossos colégios.

Sábado, 06 de dezembro de 2014. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.

__________________

1 LIÇÕES da escola sabatina. Carta de Tiago. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 478, Out. Nov. Dez. 2014. Adulto, Professor.

A segunda vinda de Jesus – Vídeo

Lições da Bíblia

Assista em vídeo a discussão do tema da semana.

 

“Leia, de Ellen G. White, O Desejado de Todas as Nações, p. 627-636: ‘O Monte das Oliveiras’; O Grande Conflito, p. 299-316: ‘A Esperança que Infunde Alegria’.”1

“‘Surge logo no Oriente uma pequena nuvem negra, aproximadamente da metade do tamanho da mão de um homem. É a nuvem que rodeia o Salvador, e que, a distância, parece estar envolta em trevas. O povo de Deus sabe ser esse o sinal do Filho do homem. Em solene silêncio fitam-na enquanto se aproxima da Terra, mais e mais brilhante e gloriosa, até se tornar uma grande nuvem branca, mostrando na base uma glória semelhante ao fogo consumidor. Sobre ela está o arco-íris do concerto. Jesus, na nuvem, avança como poderoso vencedor. […] Com antífonas de melodia celestial, os santos anjos, em vasta e inumerável multidão, O acompanham em Seu avanço. O firmamento parece repleto de formas radiantes – ‘milhões de milhões e milhares de milhares’ (Ap 5:11). Nenhuma linguagem humana pode descrever a cena, mente mortal alguma é apta para conceber seu esplendor’ (Ellen G. White, O Grande Conflito, p. 640, 641).”1

Perguntas para reflexão

“1. Embora precisemos acreditar na proximidade do retorno de Cristo, como podemos evitar os perigos do fanatismo? Será que os fanáticos têm consciência de sua situação?”1

“2. Será que a segunda vinda de Cristo está muito distante de nós? Será que estamos muito longe da morte? Tendo consciência da nossa fragilidade, qual deve ser a nossa atitude?”1

“3. Como você responde aos que zombam da ideia da segunda vinda de Cristo? Antes de responder a eles, tente colocar-se no lugar deles, olhando para as coisas da perspectiva deles. Depois de fazer isso e conhecer seus argumentos, pense em maneiras de responder.”1

“4. Se você soubesse que Jesus voltaria na próxima semana, o que mudaria em sua vida agora?”1

Sexta-feira, 26 de setembro de 2014. Saiba mais, ouça o Comentário em áudioda Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.

__________________

1 LIÇÕES da escola sabatina. Ensino de Jesus. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 477, Jul. Ago. Set. 2014. Adulto, Professor.

Vigiar e estar pronto

Lições da Bíblia

“6. Por que é fundamental sempre vigiar e estar pronto para a vinda de Jesus?”1 “42 Portanto, vigiai, porque não sabeis em que dia vem o vosso Senhor. 43 Mas considerai isto: se o pai de família soubesse a que hora viria o ladrão, vigiaria e não deixaria que fosse arrombada a sua casa. 44 Por isso, ficai também vós apercebidos; porque, à hora em que não cuidais, o Filho do Homem virá.” (Mateus 24:42-44 RA)2. Por ser a segunda vinda de Jesus um acontecimento não sambemos quando ocorrerá, e no entanto devemos ser achados prontos quando isso acontecer.

“A nota tônica do sermão profético de Jesus é o imperativo para vigiar e estar alerta. Isso não significa esperar ociosamente, mas estar ativamente vigilante, como está o proprietário de uma casa, que permanece atento contra qualquer possível ladrão (Mt 24:43). Enquanto esperamos de modo vigilante, temos algo a fazer, como o servo fiel que executa as tarefas que seu mestre lhe confiou durante a ausência dele (Mt 24:45; Mc 13:34-37).”1

“7. Que atitude seria fatal para nós que afirmamos crer na segunda vinda de Jesus? Como evitar essa atitude? Por que é tão fácil cometer esse erro, se não formos cuidadosos?”1 “48 Mas, se aquele servo, sendo mau, disser consigo mesmo: Meu senhor demora-se, 49 e passar a espancar os seus companheiros e a comer e beber com ébrios, 50 virá o senhor daquele servo em dia em que não o espera e em hora que não sabe 51 e castigá-lo-á, lançando-lhe a sorte com os hipócritas; ali haverá choro e ranger de dentes.1 (Mateus 24:48-51 RA)2. “34 Acautelai-vos por vós mesmos, para que nunca vos suceda que o vosso coração fique sobrecarregado com as consequências da orgia, da embriaguez e das preocupações deste mundo, e para que aquele dia não venha sobre vós repentinamente, como um laço. 35 Pois há de sobrevir a todos os que vivem sobre a face de toda a terra.” (Lucas 21:34-35 RA)2. A atitude fatal é consideramos que a volta de Jesus irá demorar e que portanto não necessitamos permanecer alertas, sóbrios e vigilantes, e distante dos fatores corruptores deste mundo. Se assim agirmos podemos ser apanhados de surpresa em condição inapropriada.

“A parábola do servo mau é muito séria, especialmente para nós, adventistas do sétimo dia. Esse servo representa os que professam crer que Cristo virá outra vez, mas não imediatamente. Acreditando que o Senhor está atrasado, pensam que ainda há tempo para viver de forma egoísta e desfrutar de prazeres pecaminosos, porque, certamente, haverá tempo de sobra para se preparar para a segunda vinda de Jesus. Infelizmente, essa ideia é uma armadilha mortal, porque ninguém sabe quando Ele virá. Além disso, mesmo que Cristo não venha logo, qualquer um de nós pode ser chamado para descansar de forma inesperada, o que acaba com nossa oportunidade de acertar as contas com Deus. Mas, acima de tudo, a repetida indulgência com o pecado endurece gradualmente a consciência e tira dela a sensibilidade, tornando mais difícil o arrependimento. O diabo não se importa que acreditemos teoricamente na segunda vinda de Jesus, desde que ele nos leve a adiar nossa preparação para esse dia.”1

“Como podemos estar prontos hoje? Arrependendo-nos e confessando os pecados a Jesus, renovando nossa fé em Sua morte expiatória na cruz em nosso favor, e entregando-Lhe totalmente nossa vontade. Andando em comunhão com Ele, podemos desfrutar a paz profunda de estar cobertos por Seu manto de justiça.”1

“Quanto você pensa sobre a segunda vinda de Jesus? A realidade desse evento afeta sua vida? Como podemos encontrar o equilíbrio entre lidar com nosso trabalho diário e ainda viver na expectativa do retorno de Cristo?”1

Quinta-feira, 25 de setembro de 2014. Saiba mais, ouça o Comentário em áudioda Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.

__________________

1 LIÇÕES da escola sabatina. Ensino de Jesus. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 477, Jul. Ago. Set. 2014. Adulto, Professor.

2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.