O Espírito da verdade

Lições da Bíblia

6 Leia João 14:6 e 17:17. De acordo com esses versos, o que significa a palavra “verdade”? Assinale a alternativa correta:

Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim.” (João 14:6 ARA)2. “Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade.” (João 17:17 ARA)2.

A. (   ) Os ensinamentos rabínicos.

B. (   ) Jesus Cristo e a Palavra de Deus.

C. (   ) O sentimento dos líderes espirituais.

Resposta: Alternativa B.

“No Evangelho de João, ‘verdade’ é uma palavra-chave. Às vezes, nossa compreensão contemporânea desse termo é muito abstrata e teórica. No mundo ocidental, ela tem sido moldada pela filosofia grega. No entanto, na Bíblia, e especialmente no Evangelho de João, ‘verdade’ carrega um significado muito pessoal e específico: Jesus é a verdade (Jo 14:6). Embora a Palavra escrita de Deus seja verdadeira (compare com Jo 17:17; Sl 119:142 [‘A tua justiça é justiça eterna, e a tua lei é a própria verdade.’]), a verdade de Deus é revelada de maneira suprema na pessoa de Jesus Cristo. Conhecemos verdadeiramente a Deus na pessoa de Jesus, de quem as Escrituras falam, pois Deus Se revelou por meio dEle.”1

“7 Leia João 15:26 e 16:13. Que função o Espírito Santo tem como o Espírito da verdade? Assinale ‘V’ para verdadeiro ou ‘F’ para falso:”1

Quando, porém, vier o Consolador, que eu vos enviarei da parte do Pai, o Espírito da verdade, que dele procede, esse dará testemunho de mim;” (João 15:26 ARA)2. “quando vier, porém, o Espírito da verdade, ele vos guiará a toda a verdade; porque não falará por si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido e vos anunciará as coisas que hão de vir.” (João 16:13 ARA)2.

(   ) Ele revela a Si mesmo, pois Ele é Deus.

(   ) Ele dá testemunho de Cristo, guia os cristãos em toda a verdade e anuncia as coisas futuras.

Resposta: A (F); B (V).

“Em João 16:13, a Bíblia diz que o Espírito da verdade nos guia a toda a verdade. Ele faz isso ao nos mostrar Jesus Cristo, ajudando-nos a lembrar o que Ele disse (Jo 15:26) e fez por nós. A verdade para a qual o Espírito Santo nos guia é muito pessoal: Ele exalta Jesus e nos leva a um relacionamento vivo e fiel com Cristo. Quando Jesus falou com a mulher samaritana, disse que Deus devia ser adorado em espírito e em verdade (Jo 4:24). Quando pedimos a direção do Espírito Santo, Ele nos leva a Jesus, que é o caminho, a verdade e a vida (Jo 14:6).”1

“A verdade na Bíblia não é algo abstrato nem teórico, como muitas vezes é apresentada na filosofia. A verdade abrange um relacionamento profundamente pessoal e fiel com nosso Criador e Redentor, que é chamado de ‘o Deus de toda a verdade’ (compare Dt 32:4 [‘Eis a Rocha! Suas obras são perfeitas, porque todos os seus caminhos são juízo; Deus é fidelidade, e não há nele injustiça; é justo e reto.’] com Sl 31:5 [‘Nas tuas mãos, entrego o meu espírito; tu me remiste, SENHOR, Deus da verdade.’]). Portanto, o Espírito Santo é apropriadamente chamado de ‘Espírito da verdade’ (Jo 14:17; 16:13), enviado a nós da parte de Deus Pai (Jo 15:26), o que demonstra não só Seu caráter pessoal, mas também Sua divindade.”1

“Por que a ‘verdade’ é também uma Pessoa? Leve sua resposta para a classe no sábado.”1

Quarta-feira, 25 de janeiro de 2017. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.

_______________
1HASEL, Frank. O Espírito Santo e a espiritualiadade. Lições da escola sabatina. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 487, Jan. Fev. Mar. 2017. Adulto, Professor.

2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

O Espírito Santo e a veracidade das Escrituras

Lições da Bíblia

“Enquanto a revelação é o ato sobrenatural por meio do qual Deus revela a verdade a pessoas escolhidas, a inspiração é a atuação do Espírito Santo que protege a veracidade daquilo que os autores humanos escreveram, de modo que as palavras deles tenham a plena aprovação de Deus. O Senhor odeia o falso testemunho (Êx 20:16) e não pode mentir (Hb 6:18). Ele é chamado de Deus da verdade (Sl 31:5; Is 65:16). De maneira semelhante, o Espírito Santo é chamado de ‘Espírito da verdade’ (Jo 14:17).”1

“3. O que o Salmo 119:160 ensina sobre tudo o que Deus nos revela? Complete as lacunas:”

As tuas palavras são em tudo verdade desde o princípio, e cada um dos teus justos juízos dura para sempre.” (Salmo 119:160 ARA)2.

“A verdade é a essência da Palavra de Deus; portanto, tudo o que Deus nos revela é verdadeiro.”1

“4. Leia João 17:17. O que Jesus disse sobre a Palavra de Deus? Assinale “V” para verdadeiro ou “F” para falso:”1

Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade.” (João 17:17 ARA)2.

(   ) A Palavra de Deus é a verdade.
(   ) Uma parte da Palavra de Deus é a verdade.

Resposta: A (V); B (F). 

“A Palavra de Deus é digna de confiança e de toda a aceitação. Nossa tarefa não é julgar as Escrituras; ao contrário, elas têm o direito de nos julgar e autoridade para isso. ‘Pois a Palavra de Deus é viva e eficaz, e mais afiada que qualquer espada de dois gumes; ela penetra ao ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e julga os pensamentos e intenções do coração’ (Hb 4:12).”1

“Embora a Bíblia tenha sido escrita por aqueles que viveram em épocas, culturas e lugares específicos, não devemos usar esse fato para enfraquecer ou rejeitar a mensagem que ela tem para nós. Uma vez que essa porta é aberta, a Bíblia se torna sujeita a seres humanos e à sua determinação do que é a verdade. O resultado é que muitas pessoas, embora afirmem crer na Bíblia, rejeitam coisas como a criação em seis dias, o dilúvio global, o nascimento virginal de Jesus, Sua ressurreição corporal e Sua segunda vinda literal. Essas são apenas algumas das muitas verdades bíblicas rejeitadas por pessoas falíveis que se atrevem a julgar as Escrituras. Esse é um caminho que jamais devemos tomar.”1

“Por que é fundamental submeter nosso julgamento à Palavra de Deus e não o contrário?”1

Terça-feira, 03 de janeiro de 2017. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.

_______________
1HASEL, Frank. O Espírito Santo e a espiritualiadade. Lições da escola sabatina. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 487, Jan. Fev. Mar. 2017. Adulto, Professor.

2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Palavras de verdade

Lições da Bíblia

Assista em vídeo a discussão do tema da semana.

 

Estudo adicional

“‘As pessoas que nos circundam precisam ser despertas e salvas, ou perecerão. Não temos nem um minuto a perder. Todos exercemos uma influência que fala em favor da verdade ou contra ela. Desejo levar comigo as inconfundíveis evidências de que sou uma discípula de Cristo. Queremos algo além da religião do sábado. Necessitamos dos princípios vivos e de sentir diariamente nossa responsabilidade individual. Isso é evitado por muitos e seu resultado é descuido, indiferença, falta de vigilância e de espiritualidade’ (Ellen G. White, Testemunhos Para a Igreja, v. 1, p. 99).”1

“‘Falem de fé, vivam a fé, cultivem o amor de Deus; evidenciem ao mundo tudo quanto Jesus é para vocês. Exaltem Seu santo nome. Contem de Sua bondade; falem de Sua misericórdia, e contem de Seu poder’ (Ellen G. White, Nossa Alta Vocação, p. 18).”1

Perguntas para reflexão

“1. Reveja sua resposta à pergunta para reflexão no fim da lição de domingo. Quais são as maneiras pelas quais podemos aprender a aumentar a fé naquilo que cremos?”1

“2. Alguém escreveu: “Lembre-se de duas coisas: que Cristo morreu por você e que um dia você vai morrer.” No contexto da lição de terça-feira, que fala sobre a certeza de que teremos que responder pelo nosso pecado de uma forma ou de outra, que lição fundamental devemos tirar dessa ideia?”1

“3. Aqui está novamente a citação colocada nos ônibus de Londres: “Provavelmente, Deus não exista. Agora, pare de se preocupar e desfrute a vida.” Além do que a lição falou sobre isso, que outros problemas você vê nessa ideia? Para começar, por que a existência de Deus seria algo que faria as pessoas se preocuparem? O que esse sentimento nos diz sobre o quanto Satanás distorceu o caráter de Deus na mente de muitas pessoas? Pense em diferentes maneiras pelas quais você poderia responder a esse slogan. Quais são alguns slogans curtos e enfáticos que poderiam ajudar as pessoas a ver a esperança que podemos ter em Deus?”1

Sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015 . Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.

__________________

1 LIÇÕES da escola sabatina. Provérbios. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 479, Jan. Fev. Mar. 2015. Adulto, Professor.

O conhecimento da verdade

Lições da Bíblia

“1. Leia Provérbios 22:17, 18. O que é dito sobre a maneira pela qual a verdade deve impactar nossa vida?”1 “17 Inclina o ouvido, e ouve as palavras dos sábios, e aplica o coração ao meu conhecimento. 18 Porque é coisa agradável os guardares no teu coração e os aplicares todos aos teus lábios.” (Provérbios 22:17-18 ARA)2. “Ela não só deve ser recebida intelectualmente, mas se tornar parte de nossa vida, e só então deve ser anunciada com os lábios.1

“O primeiro dever do estudante é ouvir e prestar atenção: ‘Inclina o ouvido, e ouve’ (Pv 22:17). Em outras palavras: ‘Concentre-se!’ A ideia fundamental é que aquele que busca a verdade precisa ser fervoroso, deve desejar aprender o que é certo e então praticá-lo.”1

“Mas não é suficiente que o estudante ouça, ou mesmo que compreenda o que está sendo ensinado. Algumas pessoas que têm muitos fatos bíblicos na mente não têm nenhum conhecimento nem experiência real com a verdade em si (Jo 14:6).”1

“Em vez disso, a verdade deve atingir o âmago do ser humano. A frase hebraica em Provérbios 22:18, ‘no teu coração’, se refere ao ‘estômago’. A lição não deve ficar apenas na superfície; ela precisa ser digerida, assimilada, e se tornar parte do íntimo do nosso ser.”1

“Depois que a mensagem penetrar profundamente em nós e se enraizar em nosso interior, aflorará então aos nossos lábios, e poderemos dar um testemunho poderoso.”1

“2. Leia Provérbios 22:19-21. O que uma experiência com a verdade deve fazer por nós?”1 “19 Para que a tua confiança esteja no SENHOR, quero dar-te hoje a instrução, a ti mesmo. 20 Porventura, não te escrevi excelentes coisas acerca de conselhos e conhecimentos, 21 para mostrar-te a certeza das palavras da verdade, a fim de que possas responder claramente aos que te enviarem? (Provérbios 22:19-21 ARA)2. “Uma experiência com a verdade deve nos dar sabedoria, convicção do que cremos e nos tornar aptos a compartilhar essa verdade.1

“A. Fé (v. 19). O primeiro objetivo do ensino da sabedoria não é a sabedoria em si. A finalidade do livro de Provérbios não é fazer discípulos mais inteligentes e hábeis. O objetivo do mestre é fortalecer a confiança do discípulo no Senhor.”1

“B. Convicção (v. 21). Os estudantes devem saber por que essas ‘palavras da verdade’ são certas; devem saber por que acreditam nas coisas que acreditam. Fé, por definição, é crença naquilo que não compreendemos plenamente. Contudo, ainda assim precisamos ter boas razões para essa fé.”1

“C. Responsabilidade (v. 21). O último passo da educação é compartilhar as ‘palavras da verdade’ que recebemos. Isso é uma parte central de todo o nosso chamado como um povo.”1

“Pense em todas as razões lógicas que temos para a fé adventista do sétimo dia. Quais são essas razões? Por que nunca devemos hesitar em conservá-las sempre diante de nós e em compartilhá-las?”1

Oração que prevalece: Vamos orar hoje pela vitória sobre as tentações e o pecado.

Domingo, 22 de fevereiro de 2015 . Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.

__________________

1 LIÇÕES da escola sabatina. Provérbios. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 479, Jan. Fev. Mar. 2015. Adulto, Professor.

2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Palavras de verdade

Lições da Bíblia

“‘Porventura, não te escrevi excelentes coisas acerca de conselhos e conhecimentos, para mostrar-te a certeza das palavras da verdade, a fim de que possas responder claramente aos que te enviarem? (Pv 22:20, 21).”1

“Alguns dos provérbios desta semana mostram paralelos com textos egípcios. Sob inspiração, Salomão talvez tivesse adaptado esses textos a uma perspectiva especificamente hebraica. Aqui, as palavras dos egípcios encontram o Espírito do Deus de Israel, e assim se tornam revelação divina.”1

“Essa observação é importante, pois nos faz lembrar o caráter universal da verdade. O que é verdade para o israelita também deve ser verdade para o egípcio; do contrário, não seria verdade. Algumas verdades têm aplicação universal, a todas as pessoas.”1

“O âmbito dessas admoestações é comum a ambas as comunidades. Isto é, quem quer que você seja, quer seja um crente ou não, e onde quer que viva, há algumas coisas que você não deve fazer.”1

Oração pela conquista de amigos para Cristo: Hoje vamos orar para que Deus nos torne missionários, a fim de que levemos outros a Cristo.

Sábado, 21 de fevereiro de 2015 . Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.

__________________

1 LIÇÕES da escola sabatina. Provérbios. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 479, Jan. Fev. Mar. 2015. Adulto, Professor.

A verdade dos justos

Lições da Bíblia

“5. Leia Provérbios 12 e se concentre no tema das palavras, especialmente no contexto de falar a verdade ou falar a mentira. Que mensagem encontramos ali sobre honestidade e mentira?”1 “1 Quem ama a disciplina ama o conhecimento, mas o que aborrece a repreensão é estúpido. 2 O homem de bem alcança o favor do SENHOR, mas ao homem de perversos desígnios, ele o condena. 3 O homem não se estabelece pela perversidade, mas a raiz dos justos não será removida. 4 A mulher virtuosa é a coroa do seu marido, mas a que procede vergonhosamente é como podridão nos seus ossos. 5 Os pensamentos do justo são retos, mas os conselhos do perverso, engano. 6 As palavras dos perversos são emboscadas para derramar sangue, mas a boca dos retos livra homens. 7 Os perversos serão derribados e já não são, mas a casa dos justos permanecerá. 8 Segundo o seu entendimento, será louvado o homem, mas o perverso de coração será desprezado. 9 Melhor é o que se estima em pouco e faz o seu trabalho do que o vanglorioso que tem falta de pão. 10 O justo atenta para a vida dos seus animais, mas o coração dos perversos é cruel. 11 O que lavra a sua terra será farto de pão, mas o que corre atrás de coisas vãs é falto de senso. 12 O perverso quer viver do que caçam os maus, mas a raiz dos justos produz o seu fruto. 13 Pela transgressão dos lábios o mau se enlaça, mas o justo sairá da angústia. 14 Cada um se farta de bem pelo fruto da sua boca, e o que as mãos do homem fizerem ser-lhe-á retribuído. 15 O caminho do insensato aos seus próprios olhos parece reto, mas o sábio dá ouvidos aos conselhos. 16 A ira do insensato num instante se conhece, mas o prudente oculta a afronta. 17 O que diz a verdade manifesta a justiça, mas a testemunha falsa, a fraude. 18 Alguém há cuja tagarelice é como pontas de espada, mas a língua dos sábios é medicina. 19 O lábio veraz permanece para sempre, mas a língua mentirosa, apenas um momento. 20 Há fraude no coração dos que maquinam mal, mas alegria têm os que aconselham a paz. 21 Nenhum agravo sobrevirá ao justo, mas os perversos, o mal os apanhará em cheio. 22 Os lábios mentirosos são abomináveis ao SENHOR, mas os que agem fielmente são o seu prazer. 23 O homem prudente oculta o conhecimento, mas o coração dos insensatos proclama a estultícia. 24 A mão diligente dominará, mas a remissa será sujeita a trabalhos forçados. 25 A ansiedade no coração do homem o abate, mas a boa palavra o alegra. 26 O justo serve de guia para o seu companheiro, mas o caminho dos perversos os faz errar. 27 O preguiçoso não assará a sua caça, mas o bem precioso do homem é ser ele diligente. 28 Na vereda da justiça, está a vida, e no caminho da sua carreira não há morte.” (Provérbios 12 ARA)2. “O Senhor odeia a mentira, mas tem prazer nos que são fiéis à verdade. Aquele que é mau se enreda no pecado do falar, mas o justo não cai nessas dificuldades. Cada um recebe segundo o fruto da sua boca: o lábio veraz permanece para sempre, mas a língua mentirosa, apenas um momento.1

“A filósofa Sissela Bok demonstrou, de maneira convincente, como o ato de mentir pode ser prejudicial à sociedade. Ela escreve: ‘Portanto, a sociedade cujos membros fossem incapazes de distinguir as mensagens verdadeiras das mensagens enganosas, desmoronaria’ (Lying: Moral Choice in Public and Private Life [Mentira: Escolha Moral na Vida Pública e Particular]. Nova York: Pantheon Books, 1978, p. 19). Semelhantemente, Agostinho, que é citado na introdução do livro da Sra. Bok, declarou: ‘depois que a consideração pela verdade foi destruída, ou mesmo ligeiramente enfraquecida, tudo ficará duvidoso’ (p. xv).”1

“Ellen G. White escreveu: ‘Lábios mentirosos são-Lhe uma abominação. Ele declara que na cidade santa ‘não entrará […] coisa alguma que contamine, e cometa abominação e mentira’ (Ap 21:27). Seja a verdade dita sem disfarces nem frouxidão. Torne-se ela uma parte da vida. Considerar levianamente a verdade, e dissimular para servir a planos egoístas, significa o naufrágio da fé. […] Quem profere mentiras, vende sua alma por baixo preço. Suas falsidades podem parecer servir em emergências; pode parecer, assim, que faz negócios vantajosos que não poderia conseguir pelo reto proceder. Mas finalmente chega ao ponto em que não pode confiar em ninguém. Sendo ele mesmo falsificador, não tem confiança na palavra de outros’ (Minha Consagração Hoje, p. 331).”1

“Quando pensamos em quão poderosas são as palavras, precisamos pensar também sobre a mentira, porque a maioria das mentiras é expressa com palavras. Quem já não sentiu dor, traição e sentimento de desrespeito ao ser vítima de uma mentira? Não é difícil imaginar o caos total em que mergulha uma sociedade quando a mentira é a norma e não uma aberração.”1

“Há outro aspecto, também: o efeito da mentira sobre aquele que mente. Algumas pessoas se acostumam tanto com essa prática que ela não as incomoda; muitas pessoas, porém, têm um senso de culpa e de vergonha quando mentem. Isso é bom para elas, porque significa que ainda há alguma receptividade ao Espírito Santo.”1

“Porém, imagine o perigo para aquele que mente sem pensar duas vezes! Qual foi a última vez que você mentiu? Como se sentiu quando fez isso?”1

Quarta-feira, 28 de janeiro de 2015 . Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.

__________________

1 LIÇÕES da escola sabatina. Provérbios. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 479, Jan. Fev. Mar. 2015. Adulto, Professor.

2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Claro como a luz solar

Lições da Bíblia

“Leia Tiago 5:12. [‘Acima de tudo, porém, meus irmãos, não jureis nem pelo céu, nem pela terra, nem por qualquer outro voto; antes, seja o vosso sim sim, e o vosso não não, para não cairdes em juízo. (Tiago 5:12 RA)2]. Comentaristas ficam intrigados quanto à razão pela qual Tiago parece tornar o juramento solene uma questão importante. Mesmo que a intenção fosse proibir toda declaração desse tipo, por que isso parece ser exortado como algo tão importante, ‘acima de tudo’ que ele havia falado nesse capítulo, ou talvez em toda a carta? Será que esse era realmente um problema tão grande?”1

“Precisamos ter em mente o que temos visto ao longo de nosso estudo dessa epístola: Tiago não se contentava com uma fé superficial nem com a forma da religião, apesar dos preconceitos existentes com relação a ele. Tiago era totalmente orientado para o evangelho, tanto que ele estabeleceu padrões muito altos para alcançarmos, a não ser com a ajuda da divina graça que perdoa e capacita. Nossas palavras revelam o que está em nosso coração: ‘A boca fala do que está cheio o coração’ (Mt 12:34). A teologia de Tiago é permeada com o pensamento de Jesus, que nos ordenou: ‘De modo algum jureis; nem pelo Céu, por ser o trono de Deus; nem pela Terra, por ser estrado de Seus pés; nem por Jerusalém, por ser cidade do grande Rei’ (Mt 5:34, 35). Algumas pessoas aparentemente até colocavam os próprios cabelos em penhor para garantir suas palavras (v. 36). Mas Jesus disse que tudo isso era errado: ‘Seja, porém, a tua palavra: Sim, sim; não, não’ (Mt 5:37).”1

“Tudo pertence a Deus, incluindo todos os cabelos da nossa cabeça. Por isso ‘não há coisa alguma que, como se fora nossa mesma, tenhamos o direito de empenhar para o cumprimento de nossa palavra. […] Tudo quanto os cristãos fazem deve ser tão transparente como a luz do Sol. A verdade é de Deus; o engano, em todas as suas múltiplas formas, é de Satanás’ (Ellen G. White, O Maior Discurso de Cristo, p. 66, 68). Evidentemente, Cristo não estava proibindo juramentos judiciais, porque Ele mesmo, quando colocado sob juramento pelo Sumo Sacerdote, não Se recusou a responder, nem condenou o processo, apesar dos numerosos desvios da correta jurisprudência (Mt 26:63, 64).”1

“Ao falar a verdade, é preciso ter várias coisas em mente. Em primeiro lugar, normalmente não conhecemos toda a verdade, até sobre nós mesmos. Por isso, devemos ser humildes. Em segundo lugar, quando falamos a verdade, ela sempre deve ser proferida com amor e para a edificação dos que a ouvem.”1

“5. Leia Efésios 4:15, 29 e Colossenses 4:6. Pense e ore sobre a mensagem desses textos. Quão diferente (e melhor) seria sua vida se você, pela graça de Deus, seguisse estritamente essas exortações?”1Mas, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo, […] Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, e sim unicamente a que for boa para edificação, conforme a necessidade, e, assim, transmita graça aos que ouvem.” (Efésios 4:15, 29 RA)2. “A vossa palavra seja sempre agradável, temperada com sal, para saberdes como deveis responder a cada um.” (Colossenses 4:6 RA)2. “Para crescer em Cristo, precisamos falar a verdade com amor. Os que crescem em Cristo, não usam palavras torpes, porque essas palavras não edificam os outros. Eles querem ajudar a edificar o corpo de Cristo. Por isso, usam palavras que transmitam graça aos ouvintes, palavras temperadas com sal [a graça cristã], que tornem mais agradável a vida das pessoas.”1

Quinta-feira, 11 de dezembro de 2014. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.

__________________

1 LIÇÕES da escola sabatina. Carta de Tiago. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 478, Out. Nov. Dez. 2014. Adulto, Professor.

2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.