O ramo natural

Lições da Bíblia

“4 Leia Romanos 11:11-15. Qual é a grande esperança apresentada por Paulo nesse texto?”1

“11 Pergunto, pois: porventura, tropeçaram para que caíssem? De modo nenhum! Mas, pela sua transgressão, veio a salvação aos gentios, para pô-los em ciúmes. 12 Ora, se a transgressão deles redundou em riqueza para o mundo, e o seu abatimento, em riqueza para os gentios, quanto mais a sua plenitude! 13 Dirijo-me a vós outros, que sois gentios! Visto, pois, que eu sou apóstolo dos gentios, glorifico o meu ministério, 14 para ver se, de algum modo, posso incitar à emulação os do meu povo e salvar alguns deles. 15 Porque, se o fato de terem sido eles rejeitados trouxe reconciliação ao mundo, que será o seu restabelecimento, senão vida dentre os mortos?1

“Nessa passagem, encontramos duas expressões paralelas a respeito dos israelitas: (1) ‘a sua plenitude’ (Rm 11:12) e (2) ‘a sua aceitação’ (Rm 11:15, NVI). Paulo concebeu a decadência e a rejeição de Israel como sendo apenas temporárias; elas seriam seguidas pela plenitude e aceitação. Essa é a segunda resposta de Paulo à pergunta feita no início desse capítulo: ‘Terá Deus, porventura, rejeitado o Seu povo’? O que parecia ser uma rejeição, disse ele, era apenas uma situação temporária.”1

“5 Leia Romanos 11:16-24. Qual é a mensagem de Paulo nesse texto?”1

Romanos (11:16-24 ARA)2: “16 E, se forem santas as primícias da massa, igualmente o será a sua totalidade; se for santa a raiz, também os ramos o serão. 17 Se, porém, alguns dos ramos foram quebrados, e tu, sendo oliveira brava, foste enxertado em meio deles e te tornaste participante da raiz e da seiva da oliveira, 18 não te glories contra os ramos; porém, se te gloriares, sabe que não és tu que sustentas a raiz, mas a raiz, a ti. 19 Dirás, pois: Alguns ramos foram quebrados, para que eu fosse enxertado. 20 Bem! Pela sua incredulidade, foram quebrados; tu, porém, mediante a fé, estás firme. Não te ensoberbeças, mas teme. 21 Porque, se Deus não poupou os ramos naturais, também não te poupará. 22 Considerai, pois, a bondade e a severidade de Deus: para com os que caíram, severidade; mas, para contigo, a bondade de Deus, se nela permaneceres; doutra sorte, também tu serás cortado. 23 Eles também, se não permanecerem na incredulidade, serão enxertados; pois Deus é poderoso para os enxertar de novo. 24 Pois, se foste cortado da que, por natureza, era oliveira brava e, contra a natureza, enxertado em boa oliveira, quanto mais não serão enxertados na sua própria oliveira aqueles que são ramos naturais!

“Paulo comparou o remanescente fiel de Israel a uma oliveira nobre, cujos ramos ‘incrédulos’ foram quebrados – uma ilustração que ele usou para provar que ‘Deus não rejeitou o Seu povo’ (Rm 11:2). A raiz e o tronco permaneceram.”1

“Os gentios cristãos foram enxertados nessa árvore. Contudo, eles estavam extraindo sua seiva e vitalidade da raiz e do tronco, que representavam, por sua vez, os judeus cristãos.”1

“O que ocorreu com os judeus que rejeitaram Jesus também poderia ocorrer com os gentios cristãos. A Bíblia não ensina nenhuma doutrina em que alguém ‘uma vez salvo’ está para ‘sempre salvo’. Assim como a salvação é livremente oferecida, ela pode ser livremente rejeitada. Embora devamos ter cuidado para não pensar que cada vez que caímos perdemos a salvação, ou que não somos salvos a menos que sejamos perfeitos, precisamos também evitar o oposto: a ideia de que, uma vez que a graça de Deus nos cobre, nenhum ato nosso nem qualquer escolha que façamos tirará de nós a salvação. No final, somente aqueles que permanecerem em Sua bondade (Rm 11:22) serão salvos.”1

“Nenhum cristão deve se vangloriar de sua própria bondade nem se sentir superior aos seus semelhantes. Nossa salvação não foi obtida por merecimento; foi um presente. Diante da cruz e do padrão de santidade de Deus, somos todos iguais: pecadores que necessitam da graça divina e de uma santidade que só pode ser nossa por meio do Espírito Santo. Não há nada em nós do que nos vangloriar; devemos nos gloriar somente em Jesus e no que Ele fez por nós, ao vir a este mundo em natureza humana, sofrer nossas aflições, morrer pelos nossos pecados, dar-nos o exemplo de como viver e nos prometer o poder para viver à Sua maneira. Somos completamente dependentes dEle em tudo, pois sem Ele não teríamos nenhuma esperança além do que este mundo oferece.”1

Terça-feira, 12 de dezembro de 2017. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 LIÇÃO da escola sabatina. Salvação somente pela fé: o livro de Romanos. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 490, Out. Nov. Dez. 2017. Adulto, Professor.
2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

A eleição da graça

Lições da Bíblia

“2. Leia Romanos 11:1-7. Qual ensino comum essa passagem nega de maneira clara e irrevogável?”1

Romanos (11:1-7 ARA)2: “1 Pergunto, pois: terá Deus, porventura, rejeitado o seu povo? De modo nenhum! Porque eu também sou israelita da descendência de Abraão, da tribo de Benjamim. 2 Deus não rejeitou o seu povo, a quem de antemão conheceu. Ou não sabeis o que a Escritura refere a respeito de Elias, como insta perante Deus contra Israel, dizendo: 3 Senhor, mataram os teus profetas, arrasaram os teus altares, e só eu fiquei, e procuram tirar-me a vida. 4 Que lhe disse, porém, a resposta divina? Reservei para mim sete mil homens, que não dobraram os joelhos diante de Baal. 5 Assim, pois, também agora, no tempo de hoje, sobrevive um remanescente segundo a eleição da graça. 6 E, se é pela graça, já não é pelas obras; do contrário, a graça já não é graça. 7 Que diremos, pois? O que Israel busca, isso não conseguiu; mas a eleição o alcançou; e os mais foram endurecidos,”.

“Na primeira parte de sua resposta à pergunta: ‘Terá Deus, porventura, rejeitado o Seu povo?’, Paulo mostrou que há um remanescente, uma eleição da graça como prova de que Deus não tinha rejeitado Seu povo. A salvação está disponível a todos os que a aceitam, tanto judeus quanto gentios.”1

“Devemos lembrar que os primeiros convertidos ao cristianismo eram todos judeus (por exemplo, o grupo convertido no dia de Pentecostes). Foi preciso uma visão especial e um milagre para convencer Pedro de que os gentios tinham igual acesso à graça de Cristo (At 10; compare com At 15:7-9) e de que o evangelho também deveria ser levado a eles.”1

“3. Leia Romanos 11:7-10. Será que Paulo estava dizendo que Deus propositadamente cegou os israelitas que haviam rejeitado Jesus para que eles não enxergassem a salvação? O que há de errado com essa ideia? Assinale a alternativa correta:”1

Romanos (11:7-10 ARA)2: “7 Que diremos, pois? O que Israel busca, isso não conseguiu; mas a eleição o alcançou; e os mais foram endurecidos, 8 como está escrito: Deus lhes deu espírito de entorpecimento, olhos para não ver e ouvidos para não ouvir, até ao dia de hoje. 9 E diz Davi: Torne-se-lhes a mesa em laço e armadilha, em tropeço e punição; 10 escureçam-se-lhes os olhos, para que não vejam, e fiquem para sempre encurvadas as suas costas.

A.( ) Não. Deus elegeu todo o povo de Israel para a salvação. Uma parte da nação foi cegada em relação às funções que deviam desempenhar na causa de Deus.
B.( ) Sim, pois Deus privilegia alguns com a luz da salvação, enquanto outros são privados do evangelho.

Resposta sugestiva: Alternativa A.

“Em Romanos 11:8-10, Paulo citou o Antigo Testamento, que os judeus aceitavam como autorizado. As passagens que Paulo citou retratam Deus dando a Israel um espírito de entorpecimento, impedindo-o de ver e ouvir. Será que Deus cega os olhos das pessoas para impedi-las de ver a luz que as levaria à salvação? Jamais! Essas passagens devem ser compreendidas à luz da explicação de Romanos 9. Paulo não estava falando da salvação individual, pois, em relação à salvação, Deus não rejeita nenhum grupo de pessoas. Assim como tem sido o tempo todo, a questão aqui trata da função que essas pessoas desempenham em Sua obra.”1

“O que há de errado com a ideia de que Deus rejeita grupos de pessoas em termos de salvação? Por que isso vai contra o ensino do evangelho, que em seu cerne mostra que Cristo morreu para salvar todos os seres humanos? No caso dos judeus, como essa ideia levou a resultados trágicos?”1

Segunda-feira, 11 de dezembro de 2017. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 LIÇÃO da escola sabatina. Salvação somente pela fé: o livro de Romanos. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 490, Out. Nov. Dez. 2017. Adulto, Professor.
2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Cristo e a lei

Lições da Bíblia

“1. Leia Romanos 10:1-4. Qual é a mensagem desses versos? Assinale a alternativa correta e reflita sobre como poderíamos, hoje, correr o risco de procurar estabelecer nossa ‘própria justiça’.”

Romanos (10:1-4 ARA)2: “1 Irmãos, a boa vontade do meu coração e a minha súplica a Deus a favor deles são para que sejam salvos. 2 Porque lhes dou testemunho de que eles têm zelo por Deus, porém não com entendimento. 3 Porquanto, desconhecendo a justiça de Deus e procurando estabelecer a sua própria, não se sujeitaram à que vem de Deus. 4 Porque o fim da lei é Cristo, para justiça de todo aquele que crê.

A.( ) A justiça de Cristo não é suficiente para nos cobrir, portanto precisamos da nossa própria justiça.
B.( ) Devemos nos sujeitar à justiça de Deus, pois não temos justiça em nós mesmos.

Resposta sugestiva: Alternativa B.

“O legalismo pode vir de muitas formas, algumas mais sutis do que outras. Aqueles que olham, mesmo com as melhores intenções, para si mesmos, para suas boas ações, dieta, estrita observância do sábado, todas as coisas ruins que não fazem, ou as coisas boas que já alcançaram, estão caindo na armadilha do legalismo. Em cada momento da nossa vida, devemos manter diante de nós a santidade de Deus em contraste com nossa pecaminosidade; esse é o meio mais seguro de nos proteger do tipo de pensamento que leva as pessoas a buscar sua ‘própria justiça’, contrária à justiça de Cristo.”

“Romanos 10:4 é um texto importante que capta a essência de toda a mensagem de Paulo aos romanos. Primeiramente, precisamos conhecer o contexto. Muitos judeus estavam ‘procurando estabelecer a sua própria [justiça]’ (Rm 10:3) e buscando ‘a justiça decorrente da lei’ (Rm 10:5). Porém, com a vinda do Messias, o verdadeiro caminho da justiça foi apresentado. A justiça foi oferecida a todos que fixassem sua fé em Cristo. Jesus era Aquele para quem o antigo sistema cerimonial apontava.”1

“Mesmo que alguém inclua, nesses versos, os Dez Mandamentos na definição de lei, isso não significa que eles foram eliminados. A lei moral mostra nossos pecados, falhas, fraquezas e, assim, leva-nos à nossa necessidade de um Salvador, de perdão, de justiça (sendo todas essas coisas encontradas somente em Jesus). Nesse sentido, Cristo é o ‘fim’ da lei, no sentido de que ela nos leva a Ele e à Sua justiça. A palavra grega para ‘fim’ aqui é telos, que também pode ser traduzida como ‘meta’ ou ‘propósito’. Cristo é o propósito final da lei, no sentido de que ela deve nos levar a Jesus.”1

“Entender que esse texto ensina que os Dez Mandamentos, ou especificamente o quarto mandamento, tornaram-se inválidos, é tirar uma conclusão contrária a grande parte daquilo que Paulo e o Novo Testamento ensinam.”1

“Você já se sentiu orgulhoso por ser bom, especialmente em comparação com os outros? Talvez você seja ‘melhor’, mas e daí? Compare-se com Cristo e pense em quanto você realmente é ‘bom’.”1

Domingo, 10 de dezembro de 2017. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 LIÇÃO da escola sabatina. Salvação somente pela fé: o livro de Romanos. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 490, Out. Nov. Dez. 2017. Adulto, Professor.
2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Os eleitos

Lições da Bíblia

Terá Deus, porventura, rejeitado o Seu povo? De modo nenhum! Porque eu também sou israelita da descendência de Abraão, da tribo de Benjamim” (Rm 11:1).1

“A lição desta semana abrange Romanos 10 e 11, com um foco especial no capítulo 11. É importante ler os dois capítulos na íntegra a fim de continuar seguindo a linha de raciocínio de Paulo.”1

“Esses dois capítulos foram e continuam sendo o ponto central de muitas discussões. Um ponto, no entanto, torna-se evidente em todas elas: Deus ama a humanidade e Seu grande desejo é ver todo ser humano salvo. Não há rejeição coletiva em termos de salvação. Romanos 10 deixa muito claro que ‘não há diferença entre judeu e grego’ (Rm 10:12): todos são pecadores e todos precisam da graça de Deus concedida ao mundo por meio de Jesus Cristo. Essa graça chega a todos, não por nacionalidade, nem por nascimento, nem por obras da lei, mas pela fé em Jesus, que morreu como Substituto dos pecadores de todos os lugares. As funções podem mudar, mas o plano fundamental da salvação jamais mudará.”1

“Paulo continuou com esse tema no capítulo 11. Como foi mencionado anteriormente, é importante entender que, quando Paulo falou sobre eleição e vocação, a questão não era a salvação, mas o plano de Deus para alcançar o mundo. Com relação à salvação, nenhum grupo foi rejeitado. Essa nunca foi a questão. Em vez disso, depois da cruz e da introdução do evangelho aos gentios, especialmente por meio de Paulo, o movimento inicial de cristãos – judeus e gentios – tomou para si a responsabilidade de evangelizar o mundo.”1

Sábado, 09 de dezembro de 2017. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 LIÇÃO da escola sabatina. Salvação somente pela fé: o livro de Romanos. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 490, Out. Nov. Dez. 2017. Adulto, Professor.

Filhos da promessa – Estudo adicional

Lições da Bíblia
Assista em vídeo a discussão do tema da semana.

Estudo adicional

“Leia, de Ellen G. White, ‘Progressos na Inglaterra’, p. 261, 262, em O Grande Conflito; ‘Faith and Works’ [Fé e Obras], p. 530, 531, na The SDA Encyclopedia [Enciclopédia Adventista do Sétimo Dia]; ‘Comentários de Ellen G. White’, p. 1211, 1212, no Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, v. 1.”1

“‘Há uma eleição de indivíduos e de um povo, a única eleição encontrada na Palavra de Deus, em que um homem é escolhido para a salvação. Muitos têm olhado para o fim, pensando terem sido certamente eleitos para a glória celestial; mas não é essa a eleição que a Bíblia revela. O homem é escolhido para operar a sua salvação com temor e tremor. É escolhido para usar a armadura, para pelejar a boa peleja da fé. É escolhido para usar os meios que Deus colocou ao seu alcance para lutar contra todo desejo profano, enquanto Satanás executa o jogo da vida por ele. É escolhido para vigiar em oração, para examinar as Escrituras e evitar entrar em tentação. É eleito para ter fé continuamente, é eleito para ser obediente a cada palavra que procede da boca de Deus, para que não seja apenas ouvinte, mas praticante da Palavra. Essa é a eleição bíblica’ (Ellen G. White, Testemunhos Para Ministros e Obreiros Evangélicos, p. 453, 454).”1

“‘Embora ‘nuvens e obscuridade [estejam] ao redor dEle; justiça e juízo são a base de Seu trono’ (Sl 97:2). Podemos compreender Seu trato para conosco a ponto de discernir a misericórdia ilimitada unida ao infinito poder. Temos a possibilidade de compreender tanto de Seus propósitos quanto somos capazes de alcançar; para além disso podemos ainda confiar naquela mão onipotente, naquele coração repleto de amor’ (Ellen G. White, Educação, p. 169).”1

Perguntas para discussão

“1. Certos cristãos ensinam que, mesmo antes de nascermos, Deus escolheu alguns para ser salvos e outros para se perder. Se você fosse predestinado à perdição, não importariam suas escolhas, você estaria condenado (o que significa, para muitos, queimar eternamente no inferno). Somente por meio da providência de Deus, e não por meio de alguma escolha nossa, alguns estariam predestinados a viver sem a possibilidade de um relacionamento salvífico com Jesus na Terra, para serem queimados depois no fogo do inferno. O que há de errado com essa visão?”1

“2. Como você vê a Igreja Adventista do Sétimo Dia e sua vocação no mundo em comparação com a função do antigo Israel? Quais são as semelhanças e as diferenças? Estamos fazendo melhor ou pior?”1

Sexta-Feira, 08 de dezembro de 2017. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 LIÇÃO da escola sabatina. Salvação somente pela fé: o livro de Romanos. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 490, Out. Nov. Dez. 2017. Adulto, Professor.

Filhos da promessa

Lições da Bíblia

“Em Romanos 9:25, Paulo citou Oseias 2:23, e, em Romanos 9:26, ele citou Oseias 1:10. O pano de fundo é este: Deus instruiu Oseias a tomar ‘uma mulher de prostituições’ (Os 1:2) como uma ilustração de Seu relacionamento com Israel, pois a nação havia buscado deuses estranhos. Os filhos que nasceram desse casamento receberam nomes que significavam a rejeição de Deus e o castigo do Israel idólatra. O terceiro filho foi chamado de Lo-amí (Os 1:9, ARC), cujo significado literal é ‘Não-Meu Povo’.”1

“No entanto, em meio a tudo isso, Oseias predisse o dia em que, depois de punir Seu povo, Deus restauraria sua sorte, removeria seus falsos deuses e faria uma aliança com Israel (veja Os 2:11-19). Então, aqueles que eram Lo-amí, ‘Não-Meu-­Povo’, iriam se tornar Ammi, ‘Meu Povo’.”1

“Nos dias de Paulo, os ‘Ammi’ eram os cristãos, ‘não só dentre os judeus, mas também dentre os gentios’ (Rm 9:24). Que apresentação clara e poderosa do evangelho, o qual, desde o início, destinava-se ao mundo inteiro! Não é de admirar que nós, adventistas, tomemos parte da nossa vocação de Apocalipse 14:6: ‘Vi outro anjo voando pelo meio do Céu, tendo um evangelho eterno para pregar aos que se assentam sobre a Terra, e a cada nação, e tribo, e língua, e povo’. Hoje, assim como nos dias de Paulo e nos dias do antigo Israel, as boas-novas da salvação devem ser espalhadas por todo o mundo.”1

“4. Leia Romanos 9:25-29. Observe quanto Paulo citou o Antigo Testamento para defender seu argumento sobre as coisas que estavam acontecendo em seus dias. Qual é a mensagem básica encontrada nessa passagem? Qual esperança está sendo oferecida a seus leitores? Assinale ‘V’ para verdadeiro ou ‘F’ para falso:”1

 “25 Assim como também diz em Oséias: Chamarei povo meu ao que não era meu povo; e amada, à que não era amada; 26 e no lugar em que se lhes disse: Vós não sois meu povo, ali mesmo serão chamados filhos do Deus vivo. 27 Mas, relativamente a Israel, dele clama Isaías: Ainda que o número dos filhos de Israel seja como a areia do mar, o remanescente é que será salvo. 28 Porque o Senhor cumprirá a sua palavra sobre a terra, cabalmente e em breve; 29 como Isaías já disse: Se o Senhor dos Exércitos não nos tivesse deixado descendência, ter-nos-íamos tornado como Sodoma e semelhantes a Gomorra.

A.( ) Os gentios se tornariam povo de Deus, assim como um remanescente de Israel.
B.( ) Os judeus seriam sempre os filhos de Deus, enquanto os gentios seriam apenas servos.

Resposta sugestiva: V, F.

“O fato de que alguns compatriotas de Paulo rejeitaram o apelo do evangelho trouxe ‘grande tristeza e incessante dor’ ao coração do apóstolo (Rm 9:2). Mas pelo menos havia um remanescente. As promessas de Deus não falham, mesmo quando o homem fracassa. Temos a esperança de que, no fim, as promessas de Deus serão cumpridas, e se as reivindicarmos, elas se cumprirão em nós também.”1

“Pessoas já falharam com você? Você já falhou consigo mesmo e com os outros? Provavelmente mais vezes do que você pode contar, certo? Quais lições você aprendeu com essas falhas? Em quem sua confiança suprema deve estar?”1

Quarta-feira, 06 de dezembro de 2017. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 LIÇÃO da escola sabatina. Salvação somente pela fé: o livro de Romanos. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 490, Out. Nov. Dez. 2017. Adulto, Professor.
2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

 

Mistérios

Lições da Bíblia

“Os Meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos, os Meus caminhos, diz o Senhor, porque, assim como os céus são mais altos do que a Terra, assim são os Meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os Meus pensamentos, mais altos do que os vossos pensamentos” (Is 55:8, 9).1

“3. Leia Romanos 9:17-24. Considerando o que temos lido até agora, como devemos entender o argumento de Paulo nesse texto?”1

17 Porque a Escritura diz a Faraó: Para isto mesmo te levantei, para mostrar em ti o meu poder e para que o meu nome seja anunciado por toda a terra. 18 Logo, tem ele misericórdia de quem quer e também endurece a quem lhe apraz. 19 Tu, porém, me dirás: De que se queixa ele ainda? Pois quem jamais resistiu à sua vontade? 20 Quem és tu, ó homem, para discutires com Deus?! Porventura, pode o objeto perguntar a quem o fez: Por que me fizeste assim? 21 Ou não tem o oleiro direito sobre a massa, para do mesmo barro fazer um vaso para honra e outro, para desonra? 22 Que diremos, pois, se Deus, querendo mostrar a sua ira e dar a conhecer o seu poder, suportou com muita longanimidade os vasos de ira, preparados para a perdição, 23 a fim de que também desse a conhecer as riquezas da sua glória em vasos de misericórdia, que para glória preparou de antemão, 24 os quais somos nós, a quem também chamou, não só dentre os judeus, mas também dentre os gentios? 25 Assim como também diz em Oséias: Chamarei povo meu ao que não era meu povo; e amada, à que não era amada; 26 e no lugar em que se lhes disse: Vós não sois meu povo, ali mesmo serão chamados filhos do Deus vivo. 27 Mas, relativamente a Israel, dele clama Isaías: Ainda que o número dos filhos de Israel seja como a areia do mar, o remanescente é que será salvo.

“Por Sua maneira de lidar com o Egito na época do Êxodo, Deus estava trabalhando em prol da salvação da humanidade. Ao revelar a Si mesmo nas pragas do Egito e na libertação de Seu povo, o Senhor tinha o propósito de mostrar aos egípcios, bem como às outras nações, que o Deus de Israel era, de fato, a verdadeira divindade. O objetivo dessa revelação era fazer com que os povos e as nações abandonassem seus deuses e adorassem o Senhor.”1

“Obviamente, Faraó já havia feito sua escolha em oposição a Deus, de modo que, ao endurecer seu coração, Deus não o estava excluindo da oportunidade de salvação. O ‘endurecimento’ foi contra o apelo de libertar Israel, não contra o apelo de Deus para que Faraó aceitasse a salvação pessoal. Cristo morreu por Faraó assim como por Moisés, Arão e os demais filhos de Israel.”1

“A questão fundamental é que, como seres humanos caídos, temos uma visão muito estreita do mundo, da realidade, de Deus e de como Ele age. Como podemos esperar entender todos os Seus caminhos, quando o mundo natural e tudo ao nosso redor contêm mistérios que não podemos compreender? Afinal de contas, apenas nos últimos 171 anos os médicos descobriram que seria uma boa ideia lavar as mãos antes de realizar uma cirurgia! Veja quanto temos estado imersos na ignorância. E se o tempo permitir, quem sabe quais coisas descobriremos no futuro, revelando assim que muitas informações e verdades ainda estão longe do nosso alcance?”1

“Nem sempre entendemos os caminhos do Senhor, mas Jesus veio para nos revelar o caráter de Deus (Jo 14:9). Por que é essencial pensar no caráter de Cristo e no que Ele revelou sobre Deus e Seu amor por nós? Conhecer o caráter de Deus nos ajuda a permanecer fiéis em meio às provações e injustiças?”1

Terça-feira, 05 de dezembro de 2017. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 LIÇÃO da escola sabatina. Salvação somente pela fé: o livro de Romanos. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 490, Out. Nov. Dez. 2017. Adulto, Professor.
2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.