Retenha o que é bom

Lições da Bíblia

“À medida que o evangelho circula o mundo, os cristãos se deparam com diferentes culturas e práticas, muitas das quais se referem às relações familiares e sociais. Uma das grandes questões para os missionários cristãos é como eles devem se relacionar com as normas culturais.”1

“1. Leia Atos 10:1-28, 34, 35. O que essa história ensina sobre a necessidade de superarmos nossas barreiras e preconceitos ao lidarmos com outras culturas? Assinale a alternativa correta:”1

Atos (10:1-28, 34, 35 ARA)2: 1 Morava em Cesaréia um homem de nome Cornélio, centurião da coorte chamada Italiana, 2 piedoso e temente a Deus com toda a sua casa e que fazia muitas esmolas ao povo e, de contínuo, orava a Deus. 3 Esse homem observou claramente durante uma visão, cerca da hora nona do dia, um anjo de Deus que se aproximou dele e lhe disse: 4 Cornélio! Este, fixando nele os olhos e possuído de temor, perguntou: Que é, Senhor? E o anjo lhe disse: As tuas orações e as tuas esmolas subiram para memória diante de Deus. 5 Agora, envia mensageiros a Jope e manda chamar Simão, que tem por sobrenome Pedro. 6 Ele está hospedado com Simão, curtidor, cuja residência está situada à beira-mar. 7 Logo que se retirou o anjo que lhe falava, chamou dois dos seus domésticos e um soldado piedoso dos que estavam a seu serviço 8 e, havendo-lhes contado tudo, enviou-os a Jope. 9 No dia seguinte, indo eles de caminho e estando já perto da cidade, subiu Pedro ao eirado, por volta da hora sexta, a fim de orar. 10 Estando com fome, quis comer; mas, enquanto lhe preparavam a comida, sobreveio-lhe um êxtase; 11 então, viu o céu aberto e descendo um objeto como se fosse um grande lençol, o qual era baixado à terra pelas quatro pontas, 12 contendo toda sorte de quadrúpedes, répteis da terra e aves do céu. 13 E ouviu-se uma voz que se dirigia a ele: Levanta-te, Pedro! Mata e come. 14 Mas Pedro replicou: De modo nenhum, Senhor! Porque jamais comi coisa alguma comum e imunda. 15 Segunda vez, a voz lhe falou: Ao que Deus purificou não consideres comum. 16 Sucedeu isto por três vezes, e, logo, aquele objeto foi recolhido ao céu. 17 Enquanto Pedro estava perplexo sobre qual seria o significado da visão, eis que os homens enviados da parte de Cornélio, tendo perguntado pela casa de Simão, pararam junto à porta; 18 e, chamando, indagavam se estava ali hospedado Simão, por sobrenome Pedro. 19 Enquanto meditava Pedro acerca da visão, disse-lhe o Espírito: Estão aí dois homens que te procuram; 20 levanta-te, pois, desce e vai com eles, nada duvidando; porque eu os enviei. 21 E, descendo Pedro para junto dos homens, disse: Aqui me tendes; sou eu a quem buscais? A que viestes? 22 Então, disseram: O centurião Cornélio, homem reto e temente a Deus e tendo bom testemunho de toda a nação judaica, foi instruído por um santo anjo para chamar-te a sua casa e ouvir as tuas palavras. 23 Pedro, pois, convidando-os a entrar, hospedou-os. No dia seguinte, levantou-se e partiu com eles; também alguns irmãos dos que habitavam em Jope foram em sua companhia. 24 No dia imediato, entrou em Cesaréia. Cornélio estava esperando por eles, tendo reunido seus parentes e amigos íntimos. 25 Aconteceu que, indo Pedro a entrar, lhe saiu Cornélio ao encontro e, prostrando-se-lhe aos pés, o adorou. 26 Mas Pedro o levantou, dizendo: Ergue-te, que eu também sou homem. 27 Falando com ele, entrou, encontrando muitos reunidos ali, 28 a quem se dirigiu, dizendo: Vós bem sabeis que é proibido a um judeu ajuntar-se ou mesmo aproximar-se a alguém de outra raça; mas Deus me demonstrou que a nenhum homem considerasse comum ou imundo; […] 34 Então, falou Pedro, dizendo: Reconheço, por verdade, que Deus não faz acepção de pessoas; 35 pelo contrário, em qualquer nação, aquele que o teme e faz o que é justo lhe é aceitável.

A (   ) Não devemos considerar as pessoas imundas nem indignas do nosso amor.
B (   ) Devemos preservar nossa cultura e evitar pessoas de culturas inferiores.

Resposta sugestiva: Alternativa A.

“Cristo morreu pelos pecados de todos em todos os lugares. Muitas pessoas simplesmente ainda não conhecem essa maravilhosa verdade. A missão evangelística do cristão é levar essa notícia juntamente com um convite que deve ser respondido. Visto que Deus não manifesta parcialidade, o cristão é chamado a tratar todos com respeito e integridade, dando-lhes a chance de aceitar as boas-novas que são para eles também.”1

“2. O que os primeiros missionários cristãos concluíram em relação à apresentação do evangelho a outras culturas? Qual princípio podemos extrair dos textos a seguir? At 15:19, 20, 28, 29; 1Co 2:2; 1Ts 5:21, 22”1

Atos (15:19, 20, 28, 29 ARA)2: “19 Pelo que, julgo eu, não devemos perturbar aqueles que, dentre os gentios, se convertem a Deus, 20 mas escrever-lhes que se abstenham das contaminações dos ídolos, bem como das relações sexuais ilícitas, da carne de animais sufocados e do sangue. […] 28 Pois pareceu bem ao Espírito Santo e a nós não vos impor maior encargo além destas coisas essenciais: 29 que vos abstenhais das coisas sacrificadas a ídolos, bem como do sangue, da carne de animais sufocados e das relações sexuais ilícitas; destas coisas fareis bem se vos guardardes. Saúde.”

1 Coríntios (2:2 ARA)2: Porque decidi nada saber entre vós, senão a Jesus Cristo e este crucificado.

1 Tessalonicense (5:21, 22 ARA)2: “21 julgai todas as coisas, retende o que é bom; 22 abstende-vos de toda forma de mal.

“Embora toda cultura reflita a condição caída de seu povo, a cultura também pode possuir crenças compatíveis com as Escrituras, e até úteis para a causa do evangelho. O valor dado à família e à comunidade em muitas partes do mundo é um exemplo. Os cristãos podem apoiar e fortalecer o que é bom e de acordo com os princípios bíblicos.”1

“Ao mesmo tempo, a verdade de Deus não deve ser comprometida. Lamentavelmente a história da igreja mostra que a transigência e a adaptação a culturas produziram uma miscelânea de crenças pseudocristãs que se apresentam como cristianismo. Satanás afirma ser o deus do mundo e espalha alegremente a confusão, mas Jesus redimiu este mundo, e Seu Espírito guia Seus seguidores a toda a verdade (Jo 16:13).”1

“Sua fé é moldada pela cultura ou pela verdade bíblica? Como podemos discernir entre as duas?”1

Domingo, 09 de junho de 2019. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Estações da vida. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 496, abr. maio. jun. 2019. Adulto, Professor.
2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Famílias de fé

Lições da Bíblia

“Portanto, […] corramos, com perseverança, a carreira que nos está proposta, olhando firmemente para o Autor e Consumador da fé, Jesus, o qual, em troca da alegria que Lhe estava proposta, suportou a cruz, não fazendo caso da ignomínia, e está assentado à destra do trono de Deus” (Hb 12:1, 2).1

“Não importa em que estágio da vida estejamos, nem o que temos passado, ou o que enfrentaremos adiante, o fato é que vivemos em um contexto cultural. Nossos pais, filhos, lar, família e até mesmo nossa igreja sofrem grande influência da cultura em que vivem. Embora houvesse outros fatores em jogo, a mudança do sábado para o domingo é um poderoso exemplo de como a cultura influencia a igreja de maneira intensa e negativa. Sempre que passamos por uma igreja e vemos uma placa indicando o horário de culto aos domingos, recebemos um claro lembrete da grande extensão do poder da cultura.”1

“Famílias cristãs enfrentam desafios culturais o tempo todo. Às vezes as influências culturais podem ser boas; contudo, na maioria das vezes, são negativas.”1

“A grande notícia é que o poder do evangelho nos dá luz, conforto e força para lidar com os desafios apresentados pela cultura. Nesta semana, examinaremos como podemos ser ‘famílias de fé’ à medida que buscamos nos tornar ‘irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis no meio de uma geração pervertida e corrupta, na qual’ resplandecemos ‘como luzeiros no mundo’ (Fp 2:15).1

Sábado, 08 de junho de 2019. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

_______________

1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Estações da vida. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 496, abr. maio. jun. 2019. Adulto, Professor.

Momentos difíceis – Estudo adicional

Lições da Bíblia

Assista em vídeo a discussão do tema da semana.

Estudo adicional

“Muitas vezes os pais não estão unidos no governo da família. O pai, que está com os filhos apenas pouco tempo e ignora suas peculiaridades de disposição e temperamento, é ríspido e severo. Não controla o temperamento, mas corrige com ira. A criança sabe disso, e em vez de submeter-se, o castigo enche-a de ira. A mãe permite que a falta passe uma vez sem repreensão quando de outra vez puniu duramente. As crianças nunca sabem o que esperar e são tentadas a ver até onde podem transgredir impunemente. Assim semeiam-se sementes do mal que germinarão e darão fruto” (Ellen G. White, O Lar Adventista, p. 314 e 315).1

“O lar deve ser o centro do amor mais puro e da mais elevada afeição. Paz, harmonia, afeição e felicidade devem ser perseverantemente acalentadas cada dia, até que essas preciosas virtudes habitem no coração dos que compõem a família. A planta do amor deve ser cuidadosamente alimentada; caso contrário morrerá. Todo bom princípio deve ser cultivado se quisermos que ele floresça no coração. O que Satanás planta no coração, ruins suspeitas, inveja, ciúmes, maledicência, impaciência, preconceito, egoísmo e cobiça, deve ser desarraigado. Se for permitido que essas más qualidades permaneçam no coração, produzirão frutos pelos quais muitos serão corrompidos. Oh, quantos cultivam as venenosas plantas que matam os preciosos frutos do amor e pervertem o caráter!” (p. 195, 196).1

Perguntas para discussão

“1. Leia esta citação de um artigo sobre casamento. ‘Porque não temos Sumo Sacerdote que não possa compadecer-Se das nossas fraquezas; antes, foi Ele tentado em todas as coisas, à nossa semelhança, mas sem pecado’ (Hb 4:15). Assim como Cristo Se colocou em nosso lugar, a fim de Se identificar melhor conosco, devemos fazer o mesmo com nosso cônjuge. Visualize toda situação ou crise não apenas da sua perspectiva, mas do ponto de vista dele. Veja como ele enxerga a situação e por que ele se sente assim. Esse princípio ameniza dificuldades. Como aplicar esse princípio a todas as áreas de potencial conflito com outras pessoas?”1

“2. Pergunte à classe: ‘A ira é sempre um pecado?’ Ouça a opinião dos alunos.”1

Sexta-feira, 07 de junho de 2019. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

_______________

1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Estações da vida. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 496, abr. maio. jun. 2019. Adulto, Professor.

Perdão e paz

Lições da Bíblia

“7. ‘Tudo quanto, pois, quereis que os homens vos façam, assim fazei-o vós também a eles; porque esta é a Lei e os Profetas’ (Mt 7:12). Pense na necessidade de aplicar esse princípio e, nas linhas abaixo, escreva em quais situações da sua vida essa aplicação é necessária.”

“O escritor de Hebreus aconselhou: ‘Segui a paz com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor’ (Hb 12:14). Mesmo quando tomamos todas as medidas necessárias, algumas pessoas que nos feriram não ouvirão nem mudarão. Talvez algumas apresentem um pedido de desculpas, mas outras não. De qualquer maneira, a jornada do perdão mencionada anteriormente, especialmente quando se trata de um membro da família, é para o nosso bem.”1

“Na verdade, o perdão é essencial na resolução de conflitos, especialmente na família. Quando alguém peca contra nós, o inimigo de Deus gosta de erguer um muro entre nós e essa pessoa, um obstáculo que nos impede de amá-la como Cristo nos amou. O perdão é uma escolha que fazemos para contornar esse obstáculo.”1

“Não somos perdoados porque perdoamos, porém, como perdoamos. A base de todo perdão acha-se no imerecido amor de Deus; mas, por nossa atitude para com os outros denotamos se nos apropriamos desse amor. Por isso Cristo diz: ‘Com o juízo com que julgardes sereis julgados, e com a medida com que tiverdes medido vos hão de medir a vós’” (Mt 7:2; Ellen G. White, Parábolas de Jesus, p. 251).1

“Ao mesmo tempo, quando somos os culpados, precisamos tentar restaurar o relacionamento rompido, o que envolve ir até a outra pessoa, dizer a ela que nos arrependemos do que fizemos e pedir o seu perdão. Isso é o que Jesus disse: ‘Se, pois, ao trazeres ao altar a tua oferta, ali te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti, deixa perante o altar a tua oferta, vai primeiro reconciliar-te com teu irmão; e, então, voltando, faze a tua oferta’ (Mt 5:23, 24). É bom quando alguém que nos machucou nos pede perdão. Da mesma forma, é bom dispensar aos outros o mesmo tratamento.”1

“Pensar nas coisas a respeito das quais precisamos pedir perdão nos ajuda a perdoar os outros?”1

Quinta-feira, 06 de junho de 2019. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Estações da vida. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 496, abr. maio. jun. 2019. Adulto, Professor.
2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Momentos difíceis – Estudo adicional

Lições da Bíblia

Assista em vídeo a discussão do tema da semana.

Estudo adicional

“Muitas vezes os pais não estão unidos no governo da família. O pai, que está com os filhos apenas pouco tempo e ignora suas peculiaridades de disposição e temperamento, é ríspido e severo. Não controla o temperamento, mas corrige com ira. A criança sabe disso, e em vez de submeter-se, o castigo enche-a de ira. A mãe permite que a falta passe uma vez sem repreensão quando de outra vez puniu duramente. As crianças nunca sabem o que esperar e são tentadas a ver até onde podem transgredir impunemente. Assim semeiam-se sementes do mal que germinarão e darão fruto” (Ellen G. White, O Lar Adventista, p. 314 e 315).1

“O lar deve ser o centro do amor mais puro e da mais elevada afeição. Paz, harmonia, afeição e felicidade devem ser perseverantemente acalentadas cada dia, até que essas preciosas virtudes habitem no coração dos que compõem a família. A planta do amor deve ser cuidadosamente alimentada; caso contrário morrerá. Todo bom princípio deve ser cultivado se quisermos que ele floresça no coração. O que Satanás planta no coração, ruins suspeitas, inveja, ciúmes, maledicência, impaciência, preconceito, egoísmo e cobiça, deve ser desarraigado. Se for permitido que essas más qualidades permaneçam no coração, produzirão frutos pelos quais muitos serão corrompidos. Oh, quantos cultivam as venenosas plantas que matam os preciosos frutos do amor e pervertem o caráter!” (p. 195, 196).1

Perguntas para discussão

“1. Leia esta citação de um artigo sobre casamento. ‘Porque não temos Sumo Sacerdote que não possa compadecer-Se das nossas fraquezas; antes, foi Ele tentado em todas as coisas, à nossa semelhança, mas sem pecado’ (Hb 4:15). Assim como Cristo Se colocou em nosso lugar, a fim de Se identificar melhor conosco, devemos fazer o mesmo com nosso cônjuge. Visualize toda situação ou crise não apenas da sua perspectiva, mas do ponto de vista dele. Veja como ele enxerga a situação e por que ele se sente assim. Esse princípio ameniza dificuldades. Como aplicar esse princípio a todas as áreas de potencial conflito com outras pessoas?”1

“2. Pergunte à classe: ‘A ira é sempre um pecado?’ Ouça a opinião dos alunos.”1

Sexta-feira, 07 de junho de 2019. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Estações da vida. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 496, abr. maio. jun. 2019. Adulto, Professor.
2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Conflito, abuso, poder e controle

Lições da Bíblia

“Às vezes, o conflito e a ira não resolvidos podem se transformar em uma dinâmica muito negativa e destrutiva, fazendo com que um relacionamento se torne até mesmo abusivo. O abuso pode assumir diversas formas: física, verbal, emocional, psicológica, sexual, etc. Mas toda forma de abuso é contrária ao princípio central do reino de Deus: o amor abnegado.”1

“6. Quais ensinamentos fundamentais sobre relacionamentos encontramos em 1 João 4:7, 8 e Colossenses 3:19?”1

1 João (4:7, 8 ARA)2: “7 Amados, amemo-nos uns aos outros, porque o amor procede de Deus; e todo aquele que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. 8 Aquele que não ama não conhece a Deus, pois Deus é amor.”

Colossenses (3:19 ARA)2:Maridos, amai vossa esposa e não a trateis com amargura.”

“‘Maridos, amai vossa esposa e não a trateis com amargura’ (Cl 3:19). No texto grego, a palavra ‘amargura’ se refere a alguém que está irado ou que trata com amargura o parceiro, causando dor constante, hostilidade intensa e expressões de ódio contra o outro. Paulo foi muito claro ao dizer que o cônjuge não deve ser hostil nem violento. O abuso emocional, sexual e físico não é um comportamento aceitável para um marido cristão. Em vez disso, aceitável é amar o cônjuge. Paulo também deixou claro que o amor é paciente e bondoso, não é ciumento, não se vangloria, não é orgulhoso, rude, egoísta, nem se irrita facilmente; não guarda rancor, não se alegra com o mal, mas com a verdade. O amor sempre protege, confia, espera e persevera. Nenhum dos atributos do amor tolera o abuso, nem mesmo remotamente, e não o aceita de nenhuma forma e em nenhum aspecto.”1

“Um relacionamento saudável é aquele em que ambos os cônjuges se sentem protegidos e seguros, em que a ira é controlada de maneira saudável e em que a norma é servir um ao outro. Muitas vezes, as vítimas de abuso se sentem culpadas, como se fossem responsáveis por provocar aquele que abusa, ou sentem que, de alguma forma, merecem o abuso que recebem. O abusador pode ser bastante controlador e, muitas vezes, habilidoso em fazer com que suas vítimas se sintam responsáveis. A verdade é que ninguém merece ser abusado, e o abusador é responsável por suas próprias escolhas e ações. A boa notícia é que a Bíblia oferece conforto às vítimas e não as culpa. Nas situações em que o problema se torna incontrolável não devemos ter medo de procurar ajuda externa.”1

“É lamentável que algumas culturas tolerem o abuso de mulheres. Por que nenhum cristão deve cair nesse tipo de comportamento, independentemente do que sua cultura lhe permita?”1

Quarta-feira, 05 de junho de 2019. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Estações da vida. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 496, abr. maio. jun. 2019. Adulto, Professor.
2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

A função da ira no conflito

Lições da Bíblia

“Quem já não ficou irado em algum momento? Quando essa ira é direcionada a um membro da família, ela se torna ainda mais difícil. Além da recusa em perdoar, a ira pode se transformar em um veneno que causa grande dor e sofrimento no lar, na família e nos relacionamentos em geral.”1

“4. Leia Efésios 4:26, 27 e Eclesiastes 7:9. Como podemos equilibrar nossa compreensão da ira como uma emoção e também como um pecado? Qual é a diferença?”1

Efésios (4:26, 27 ARA)2: “26 Irai-vos e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira, 27 nem deis lugar ao diabo.”

Eclesiastes (7:9 ARA)2:Não te apresses em irar-te, porque a ira se abriga no íntimo dos insensatos.”

“5. Segundo Tiago 1:19, 20, como devemos agir, especialmente quando lidamos com membros da família cujas ações, atitudes e palavras nos irritam? Complete as lacunas:”1

Tiago (1:19, 20 ARA): “19 Sabeis estas coisas, meus amados irmãos. Todo homem, pois, seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar. 20 Porque a ira do homem não produz a justiça de Deus.”

“Se você está irado com alguma coisa, em vez de deixar essa ira pairar como uma nuvem negra sobre sua vida, transforme-a em algo positivo. Ore por aqueles que o ferem e o maltratam, perdoe-os e se torne uma bênção para eles. Provavelmente não será fácil no início, mas quando você tomar a decisão e a mantiver, Deus cuidará do restante.”1

“Às vezes, a origem da ira está no lar em que crescemos. Pessoas iradas muitas vezes vêm de famílias iradas, pois aprendem a partir de seus modelos e seguem o mesmo comportamento em sua vida, consequentemente transmitindo-o a seus filhos. Às vezes, a ira é o resultado de necessidades não satisfeitas ou de inveja, como foi o caso de Caim, o que o levou a assassinar seu irmão.”1

“Você pode ter um bom motivo para ficar irado, mas não use isso como desculpa para continuar assim. Não negue a sua ira nem tente justificá-la. Em vez disso, peça a ajuda de Deus para lidar com ela de maneira positiva. O apóstolo Paulo deu bons conselhos: ‘Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem’ (Rm 12:21).”1

“Todos temos coisas que nos deixam irados a ponto de nos fazer sofrer. Em alguns casos, provavelmente temos justificativa para essa ira. A questão é: mediante o poder de Deus, como podemos impedir que a ira nos torne miseráveis? De que maneira devemos ajudar os que sofrem com esse problema ao nosso redor?”1

Terça-feira, 04 de junho de 2019. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Estações da vida. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 496, abr. maio. jun. 2019. Adulto, Professor.
2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.