A esperança do juízo

Lições da Bíblia

“4. Leia Eclesiastes 8:14. Qual é a dura e poderosa realidade descrita nesse verso? Assinale ‘V’ para verdadeiro ou ‘F’ para falso:”

Eclesiastes (8:14 ARA)2: “Ainda há outra vaidade sobre a terra: justos a quem sucede segundo as obras dos perversos, e perversos a quem sucede segundo as obras dos justos. Digo que também isto é vaidade.”

A. (   ) Todos somos pecadores.
B. (   ) Às vezes, os ímpios recebem o que os justos merecem, e os justos recebem o que os ímpios merecem.

Resposta sugestiva: F; V.

“Embora o sofrimento, a opressão e a tragédia sejam suficientemente difíceis de suportar, a injúria ou insulto são ainda mais difíceis se parecem sem sentido ou se passam despercebidos. A possível falta de significado da aflição é mais pesada que seu fardo inicial. Um mundo sem um livro de registro nem justiça final é um absurdo cruel em nível máximo. Não é de admirar que os escritores ateus do século 20 lamentassem o que acreditavam ser o ‘absurdo’ da condição humana. Sem esperança de justiça, de juízo, de que as coisas fossem corrigidas, nosso mundo seria de fato absurdo.”1

“Mas o clamor de Eclesiastes 8:14 não é o fim da História. No fim de seus protestos, Salomão fez uma reviravolta repentina. Em meio aos seus lamentos sobre falta de sentido, ele disse, essencialmente: Espere um minuto, Deus julgará a fim de que todas as coisas não sejam sem sentido; na verdade, tudo e todos têm significado.”1

“5. Leia Eclesiastes 12:13, 14. Por que tudo que fazemos na Terra é muito importante?”1

Eclesiastes (12:13, 14 ARA)2: “13 De tudo o que se tem ouvido, a suma é: Teme a Deus e guarda os seus mandamentos; porque isto é o dever de todo homem. 14 Porque Deus há de trazer a juízo todas as obras, até as que estão escondidas, quer sejam boas, quer sejam más.”

“A esperança do juízo resume-se à nossa crença sobre a essência da natureza de Deus, da vida e do mundo em que vivemos. Como vimos, a Bíblia insiste em declarar que vivemos em um mundo criado e amado por Deus, mas que foi arruinado pelo pecado, um mundo em que Deus está executando Seu plano de recriação mediante a vida e a morte de Jesus. O juízo divino é uma parte fundamental de Sua correção do nosso planeta. Para os que são alvos de muitas injustiças na Terra, os que são marginalizados, tratados brutalmente, oprimidos e explorados, a promessa do juízo é certamente uma boa notícia.”1

“O que significa para você o fato de saber que, um dia, e de maneiras inimagináveis, a justiça que tanto desejamos hoje finalmente será feita? Como essa promessa pode nos dar esperança?”1

Quarta-feira, 11 de setembro de 2019. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. “Meus pequeninos irmãos”: servindo aos necessitados. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 496, jul. ago. set. 2019. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Juízo sobre Babilônia

Lições da Bíblia

Ouvi outra voz do Céu, dizendo: Retirai-vos dela, povo Meu, para não serdes cúmplices em seus pecados e para não participardes dos seus flagelos; porque os seus pecados se acumularam até ao Céu, e Deus Se lembrou dos atos iníquos que ela praticou” (Ap 18:4, 5).1

“A sexta praga provocará o secamento simbólico do rio Eufrates, à medida que o mundo desiludido retirar seu apoio popular à Babilônia do tempo do fim. A destruição de seu poder será precedida por extensivas ações demoníacas que falsificarão a obra de Deus (Ap 16:13, 14). A atuação demoníaca será bem-sucedida em unir os ímpios na preparação para a batalha do Armagedom.”1

“No início da batalha final, ocorrerá um grande terremoto como parte da sétima praga. O terremoto destruirá a unidade de Babilônia e a dividirá em três partes (Ap 16:18, 19). A Babilônia do tempo do fim foi descrita como uma cidade, significando a breve união dos poderes políticos e religiosos do mundo em oposição ao povo de Deus. Essa unidade será destruída, causando a ruína da Babilônia do tempo do fim.”1

“Em Apocalipse 16:19, anuncia-se apenas o colapso político da Babilônia do tempo do fim. Os capítulos 17 e 18 revelam como essa queda ocorrerá. Antes de descrever a ruína da Babilônia do tempo do fim e os motivos de sua queda (Ap 17:12–18:24), em Apocalipse 17, descreve-se esse sistema religioso, dessa vez em termos de uma prostituta montada em uma besta escarlate. Em associação com suas filhas, a meretriz Babilônia seduz o mundo contra Deus (Ap 17:1-11).”1

Sábado, 16 de março de 2019. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. O livro do Apocalipse. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 495, jan. fev. mar. 2019. Adulto, Professor.

É chegada a hora do Seu juízo

Lições da Bíblia

“Na primeira mensagem angélica, a ideia de temer a Deus e dar-Lhe glória está relacionada ao juízo (Ap 14:7). Se existe um assunto claro na Bíblia, é o conceito de que o Senhor é um Deus de justiça e de juízo. Um dia, o juízo e a justiça que faltam neste mundo realmente virão.”1

“Não é de admirar que as pessoas necessitem temer a Deus. Por isso, o ‘evangelho eterno’ também inclui a realidade do juízo. Qual é a relação entre esses dois elementos? Se o evangelho significa ‘boas-novas’, isso quer dizer que, embora sejamos pecadores e tenhamos transgredido a lei de Deus, quando o dia do juízo chegar, como o ladrão na cruz, não enfrentaremos a pena e o castigo que merecemos pelos nossos pecados e pela transgressão da lei.”1

“6. Leia os seguintes textos e depois pergunte a si mesmo: Eu me sairia bem confiando em meus próprios méritos? (Mt 12:36; Ec 12:14; Rm 2:6; 1Co 4:5).”1

Mateus (12:36 ARA)2: “Digo-vos que de toda palavra frívola que proferirem os homens, dela darão conta no Dia do Juízo;”.

Eclesiastes (12:14 ARA)2: “Porque Deus há de trazer a juízo todas as obras, até as que estão escondidas, quer sejam boas, quer sejam más.”.

Romanos (2:6 ARA)2: “que retribuirá a cada um segundo o seu procedimento:”.

1 Coríntios (4:5 ARA)2: “Portanto, nada julgueis antes do tempo, até que venha o Senhor, o qual não somente trará à plena luz as coisas ocultas das trevas, mas também manifestará os desígnios dos corações; e, então, cada um receberá o seu louvor da parte de Deus.”.

“O Deus que conhece o número de fios de cabelo da nossa cabeça julgará o mundo. Precisamente por isso, o ‘evangelho eterno’ é uma boa notícia. O juízo virá, mas não há nenhuma condenação’ para os fiéis seguidores de Jesus, lavados, santificados e justificados em Seu nome (veja 1Co 6:11 [‘Tais fostes alguns de vós; mas vós vos lavastes, mas fostes santificados, mas fostes justificados em o nome do Senhor Jesus Cristo e no Espírito do nosso Deus.’]), pois Jesus Cristo é a sua justiça e a justiça Dele os fará vencer nesse juízo.”1

“‘Não pode o homem por si mesmo se defender dessas acusações. Em suas vestes manchadas de pecado, confessando sua culpa, ele está perante Deus. Mas Jesus, nosso Advogado, apresenta uma súplica eficaz em favor de todos os que, mediante arrependimento e fé, a Ele confiaram a guarda de sua vida. Defende-lhes a causa e derrota seu acusador, com os poderosos argumentos do Calvário. Sua perfeita obediência à lei de Deus, mesmo até à morte de cruz, conferiu-Lhe todo o poder no Céu e na Terra, e Ele pleiteia de Seu Pai misericórdia e reconciliação para o homem culpado’ (Ellen G. White, Testemunhos Para a Igreja, v. 5, p. 471).”1

“O que a realidade do juízo ensina sobre nossa absoluta necessidade de perdão? Como você pode oferecer aos que lhe fizeram mal a graça e o perdão que Deus nos oferece por meio de Jesus?”1

Quarta-feira, 23 de maio de 2018. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Preparação para o tempo do fim. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 492, abr. maio jun. 2018. Adulto, Professor.
2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

O Dia do Senhor

Lições da Bíblia

Visto que todas essas coisas hão de ser assim desfeitas, deveis ser tais como os que vivem em santo procedimento e piedade” (2Pe 3:11).

“Nos séculos passados as pessoas que não acreditavam em Deus eram vistas como indignas de confiança e até potencialmente perigosas. Por quê? A ideia era simples: se elas não tinham fé em Deus, então não criam em um juízo futuro no qual teriam que responder diante dEle por seus atos. Sem essa motivação, as pessoas tinham uma tendência maior a cometer erros.”1

“Embora tal pensamento seja hoje bastante antiquado e ‘politicamente incorreto’, não se pode negar a lógica e a razão que há por trás dele. É evidente que muitas pessoas não precisam temer um juízo futuro a fim de fazer o que é certo. Mas, ao mesmo tempo, a perspectiva de ter que responder ao Senhor pode motivar o comportamento correto.”1

“Como vimos, Pedro não tinha medo de alertar sobre o juízo que os malfeitores enfrentariam diante de Deus, pois a Bíblia afirma claramente que tal juízo virá. Nesse contexto, o apóstolo falou explicitamente sobre o fim dos tempos, o juízo, a segunda vinda de Jesus e o tempo em que os ‘elementos se desfarão abrasados’ (2Pe 3:10). Pedro sabia que todos somos pecadores e, portanto, com tais perspectivas diante de nós, ele declarou que devemos ‘ser tais como os que vivem em santo procedimento e piedade’ (2Pe 3:11).”1

Sábado, 10 de junho de 2017. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
MCLVER, Robert K. Apascenta as Minhas ovelhas: 1 e 2 Pedro. Lições da escola sabatina. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 488, Abr. Mai. Jun. 2017. Adulto, Professor.

O juízo e o povo de Deus

Lições da Bíblia

“5. Compare 1 Pedro 4:17-19 com Isaías 10:11, 12 Malaquias 3:1-6. O que essas passagens têm em comum? Assinale a alternativa correta:”

“17 Porque a ocasião de começar o juízo pela casa de Deus é chegada; ora, se primeiro vem por nós, qual será o fim daqueles que não obedecem ao evangelho de Deus? 18 E, se é com dificuldade que o justo é salvo, onde vai comparecer o ímpio, sim, o pecador? 19 Por isso, também os que sofrem segundo a vontade de Deus encomendem a sua alma ao fiel Criador, na prática do bem.” (1 Pedro 4:17-19 ARA)2. “11 Porventura, como fiz a Samaria e aos seus ídolos, não o faria igualmente a Jerusalém e aos seus ídolos? 12 Por isso, acontecerá que, havendo o Senhor acabado toda a sua obra no monte Sião e em Jerusalém, então, castigará a arrogância do coração do rei da Assíria e a desmedida altivez dos seus olhos;” (Isaías 10:11-12 ARA)2. “1 Disse eu: Ouvi, agora, vós, cabeças de Jacó, e vós, chefes da casa de Israel: Não é a vós outros que pertence saber o juízo? 2 Os que aborreceis o bem e amais o mal; e deles arrancais a pele e a carne de cima dos seus ossos; 3 que comeis a carne do meu povo, e lhes arrancais a pele, e lhes esmiuçais os ossos, e os repartis como para a panela e como carne no meio do caldeirão? 4 Então, chamarão ao SENHOR, mas não os ouvirá; antes, esconderá deles a sua face, naquele tempo, visto que eles fizeram mal nas suas obras. 5 Assim diz o SENHOR acerca dos profetas que fazem errar o meu povo e que clamam: Paz, quando têm o que mastigar, mas apregoam guerra santa contra aqueles que nada lhes metem na boca. 6 Portanto, se vos fará noite sem visão, e tereis treva sem adivinhação; pôr-se-á o sol sobre os profetas, e sobre eles se enegrecerá o dia.” (Malaquias 3:1-6 ARA)2.

A. ( ) Mencionam as joias de ouro e prata do povo de Israel.
B. ( ) Falam dos deveres dos levitas.
C. ( ) O fato de que o juízo começará pela casa de Israel.

Resposta sugestiva: Alternativa C.

“Todas essas passagens descrevem que o processo do juízo começaria pelo povo do Senhor. Pedro relacionou até mesmo os sofrimentos de seus leitores ao juízo de Deus. Para ele, os sofrimentos que os cristãos estavam enfrentando poderiam ser pura e simplesmente o juízo do Senhor, que se iniciaria pela casa de Deus. ‘Por isso, também os que sofrem segundo a vontade de Deus encomendem a sua alma ao fiel Criador, na prática do bem’ (1Pe 4:19).”

“6 Como Lucas 18:1-8 auxilia na compreensão do juízo de Deus?”1

“1 Disse-lhes Jesus uma parábola sobre o dever de orar sempre e nunca esmorecer: 2 Havia em certa cidade um juiz que não temia a Deus, nem respeitava homem algum. 3 Havia também, naquela mesma cidade, uma viúva que vinha ter com ele, dizendo: Julga a minha causa contra o meu adversário. 4 Ele, por algum tempo, não a quis atender; mas, depois, disse consigo: Bem que eu não temo a Deus, nem respeito a homem algum; 5 todavia, como esta viúva me importuna, julgarei a sua causa, para não suceder que, por fim, venha a molestar-me. 6 Então, disse o Senhor: Considerai no que diz este juiz iníquo. 7 Não fará Deus justiça aos seus escolhidos, que a ele clamam dia e noite, embora pareça demorado em defendê-los? 8 Digo-vos que, depressa, lhes fará justiça. Contudo, quando vier o Filho do Homem, achará, porventura, fé na terra?” (Lucas 18:1-8 ARA)2.

“Nos tempos bíblicos, o juízo geralmente era algo muito desejado. A imagem da viúva pobre, em Lucas 18:1-8, expressa a mais ampla atitude em relação ao juízo. Aquela mulher sabia que seria vitoriosa somente se encontrasse um juiz que aceitasse seu caso. Ela não tinha dinheiro nem status suficiente para levar seu caso adiante, mas finalmente convenceu o juiz a ouvi-la e a dar-lhe o que merecia. Como disse Jesus em Lucas 18:7: ‘Não fará Deus justiça aos Seus escolhidos, que a Ele clamam dia e noite, embora pareça demorado em defendê-los?‘ O pecado trouxe o mal ao mundo. O povo de Deus tem esperado ao longo dos séculos que Ele conserte as coisas.”1

Quem não temerá e não glorificará o Teu nome, ó Senhor? Pois só Tu és santo; por isso, todas as nações virão e adorarão diante de Ti, porque os Teus atos de justiça se fizeram manifestos” (Ap 15:4).1

“Pense em todo o mal que não recebeu sua punição. Por que os conceitos de justiça e do justo juízo de Deus são tão essenciais para os cristãos? Que esperança temos de que a justiça será feita?

Quarta-feira, 03 de maio de 2017. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.

_______________

1MCLVER, Robert K. Apascenta as Minhas ovelhas: 1 e 2 Pedro. Lições da escola sabatina. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 488, Abr. Mai. Jun. 2017. Adulto, Professor.

2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Convencer do juízo

Lições da Bíblia

4. Leia João 16:8, 11. A que juízo Jesus estava Se referindo? Por que esse juízo é uma boa notícia? Assinale a alternativa correta:

“8 Quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo: […] 11 do juízo, porque o príncipe deste mundo já está julgado.” (João 16:8, 11 ARA)2.

A. ( ) Ao juízo executivo, no qual Jesus executará a sentença sobre os perdidos.
B. ( ) Ao fato de que Satanás seria julgado e condenado na cruz. Portanto, devemos nos alegrar.

Resposta: Alternativa B

“Há um último papel importante que faz parte da obra do Espírito Santo: convencer-nos do juízo. Grande parte da nossa pregação sobre esse assunto parece ir em uma direção errada e perniciosa. Muitas vezes, uma discussão sobre pecado e justiça parece levar muitos professos cristãos a advertir sobre o juízo aqueles que rejeitam a Cristo. Ao fazer isso, eles querem admoestar os pecadores, muitas vezes num tom assustador, sobre o juízo futuro que os aguarda.”1

“Embora esse juízo seja uma realidade, não foi sobre isso que Jesus falou em João 16:11. A linguagem indica que o Senhor não estava falando do juízo futuro, como fez em João 12:48. Em vez disso, o aspecto do juízo ao qual Cristo Se referiu é a boa-nova de que Satanás já foi julgado no Calvário. O diabo, o grande inimigo da verdade, está com os dias contados. O juízo virá, porém, o foco desse verso está na consciência de que o príncipe deste mundo já está condenado (Jo 12:31).”1

“5. Leia 1 Pedro 5:8, 9. Como Pedro descreveu Satanás? Como podemos resistir a ele? Complete as lacunas:”1

“8 Sede sóbrios e vigilantes. O diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge procurando alguém para devorar; 9 resisti-lhe firmes na fé, certos de que sofrimentos iguais aos vossos estão-se cumprindo na vossa irmandade espalhada pelo mundo.” (1 Pedro 5:8, 9 ARA)2.

“Pedro o descreve como um leão que ruge, procurando alguém para devorar. Só podemos resistir se permanecermos firmes na .”1

“O inimigo, mesmo sabendo que seu tempo é curto e que foi inevitávelmente derrotado no Calvário, ainda está vivo. Ele está furioso, tentando devorar tantos quantos puder. Porém, ele é um inimigo vencido. Jesus obteve a vitória. O sangue de Cristo nos libertou!”1

“Durante a Segunda Guerra Mundial, quando as tropas nazistas receberam o golpe decisivo na bem-sucedida invasão dos Aliados à França, em 6 de junho de 1944, ficou claro que Hitler estava derrotado. No entanto, os onze meses entre o Dia D (quando o ataque começou) e o Dia da Vitória na Europa (8 de maio de 1945, quando a guerra terminou na Europa) foram os mais sangrentos de todos. Semelhantemente, Satanás sabe que foi definitivamente derrotado na cruz. No entanto, de maneira obstinada, ele luta e tenta devorar tantos quantos puder. Nestes tempos difíceis, somos chamados a ser sóbrios e vigilantes e a lançar toda a nossa ansiedade sobre Jesus, porque Ele cuida de nós (1Pe 5:7, 8).”1

Terça-feira, 21 de março de 2017. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1HASEL, Frank. O Espírito Santo e a espiritualiadade. Lições da escola sabatina. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 487, Jan. Fev. Mar. 2017. Adulto, Professor.
2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Quando a riqueza se torna inútil

Lições da Bíblia

“2. Leia Tiago 5:2, 3. Qual é a advertência de Tiago? Embora suas palavras sejam muito fortes, sobre que tipo de riqueza ele estava falando? Qual é sua mensagem básica?”1 “2 As vossas riquezas estão corruptas, e as vossas roupagens, comidas de traça; 3 o vosso ouro e a vossa prata foram gastos de ferrugens, e a sua ferrugem há de ser por testemunho contra vós mesmos e há de devorar, como fogo, as vossas carnes. Tesouros acumulastes nos últimos dias. (Tiago 5:2-3 RA)2. “Riquezas apodrecidas, roupas corroídas de traças, ouro e prata enferrujados serão testemunhas contra os ricos. Eles serão destruídos porque acumularam bens de maneira injusta nos últimos dias, quando deveriam estar se preparando para o acerto de contas com o tribunal de Deus.1

“Riquezas apodrecidas [ou corruptas], roupas comidas de traça, e até mesmo prata e ouro enferrujados: essas são imagens para considerarmos seriamente enquanto nosso planeta corre cada vez mais rápido em direção ao seu fim.”1

“A situação econômica do mundo parece estar sempre indo de uma crise para outra. Mesmo os ‘bons’ tempos, quando chegam, raramente perduram e são sempre seguidos por uma recessão. Qualquer aparência de estabilidade econômica e tranquilidade que o mercado global ofereça é passageira e em grande parte imaginária. Descontentamento e instabilidade crescem à medida que a disparidade entre ricos e pobres se alarga. Tal era a situação quando Tiago escreveu que os pobres estavam ficando cada vez mais desesperados e os ricos cada vez mais intolerantes com a situação dos pobres.”1

3. Considere as seguintes pessoas e descreva o efeito que a riqueza (ou a falta dela) teve sobre elas:

1. Nabal (1Sm 25:2-11 RA)2 “2 Havia um homem, em Maom, que tinha as suas possessões no Carmelo; homem abastado, tinha três mil ovelhas e mil cabras e estava tosquiando as suas ovelhas no Carmelo. 3 Nabal era o nome deste homem, e Abigail, o de sua mulher; esta era sensata e formosa, porém o homem era duro e maligno em todo o seu trato. Era ele da casa de Calebe. 4 Ouvindo Davi, no deserto, que Nabal tosquiava as suas ovelhas, 5 enviou dez moços e lhes disse: Subi ao Carmelo, ide a Nabal, perguntai-lhe, em meu nome, como está. 6 Direis àquele próspero: Paz seja contigo, e tenha paz a tua casa, e tudo o que possuis tenha paz! 7 Tenho ouvido que tens tosquiadores. Os teus pastores estiveram conosco; nenhum agravo lhes fizemos, e de nenhuma coisa sentiram falta todos os dias que estiveram no Carmelo. 8 Pergunta aos teus moços, e eles to dirão; achem mercê, pois, os meus moços na tua presença, porque viemos em boa hora; dá, pois, a teus servos e a Davi, teu filho, qualquer coisa que tiveres à mão. 9 Chegando, pois, os moços de Davi e tendo falado a Nabal todas essas palavras em nome de Davi, aguardaram. 10 Respondeu Nabal aos moços de Davi e disse: Quem é Davi, e quem é o filho de Jessé? Muitos são, hoje em dia, os servos que fogem ao seu senhor. 11 Tomaria eu, pois, o meu pão, e a minha água, e a carne das minhas reses que degolei para os meus tosquiadores e o daria a homens que eu não sei donde vêm?Insensatez e arrogância.

2. Ezequias (2Rs 20:12-19 RA)2. “12 Nesse tempo, Merodaque-Baladã, filho de Baladã, rei da Babilônia, enviou cartas e um presente a Ezequias, porque soube que estivera doente. 13 Ezequias se agradou dos mensageiros e lhes mostrou toda a casa do seu tesouro, a prata, o ouro, as especiarias, os óleos finos, o seu arsenal e tudo quanto se achava nos seus tesouros; nenhuma coisa houve, nem em sua casa, nem em todo o seu domínio que Ezequias não lhes mostrasse. 14 Então, Isaías, o profeta, veio ao rei Ezequias e lhe disse: Que foi que aqueles homens disseram e donde vieram a ti? Respondeu Ezequias: De uma terra longínqua vieram, da Babilônia. 15 Perguntou ele: Que viram em tua casa? Respondeu Ezequias: Viram tudo quanto há em minha casa; coisa nenhuma há nos meus tesouros que eu não lhes mostrasse. 16 Então, disse Isaías a Ezequias: Ouve a palavra do SENHOR: 17 Eis que virão dias em que tudo quanto houver em tua casa, com o que entesouraram teus pais até ao dia de hoje, será levado para a Babilônia; não ficará coisa alguma, disse o SENHOR. 18 Dos teus próprios filhos, que tu gerares, tomarão, para que sejam eunucos no palácio do rei da Babilônia. 19 Então, disse Ezequias a Isaías: Boa é a palavra do SENHOR que disseste. Pois pensava: Haverá paz e segurança em meus dias.Orgulho e destruição.

3. Pedro (At 3:1-10 RA)2. “1 Pedro e João subiam ao templo para a oração da hora nona. 2 Era levado um homem, coxo de nascença, o qual punham diariamente à porta do templo chamada Formosa, para pedir esmola aos que entravam. 3 Vendo ele a Pedro e João, que iam entrar no templo, implorava que lhe dessem uma esmola. 4 Pedro, fitando-o, juntamente com João, disse: Olha para nós. 5 Ele os olhava atentamente, esperando receber alguma coisa. 6 Pedro, porém, lhe disse: Não possuo nem prata nem ouro, mas o que tenho, isso te dou: em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, anda! 7 E, tomando-o pela mão direita, o levantou; imediatamente, os seus pés e tornozelos se firmaram; 8 de um salto se pôs em pé, passou a andar e entrou com eles no templo, saltando e louvando a Deus. 9 Viu-o todo o povo a andar e a louvar a Deus, 10 e reconheceram ser ele o mesmo que esmolava, assentado à Porta Formosa do templo; e se encheram de admiração e assombro por isso que lhe acontecera.Pedro não possuía nem ouro nem prata no entanto era um instrumento de Deus para a salvação de homens e mulheres em nome de Jesus Cristo.

“Cedo ou tarde, as riquezas do mundo perdem seu brilho para todos nós. Conhecemos suas limitações e talvez até mesmo seu lado cruel. O dinheiro tem seu lugar; o problema é quando as pessoas o colocam no lugar errado.”1

“Tiago diz que o dinheiro ‘será testemunha contra’ aqueles que fazem mau uso dele (Tg 5:3, NTLH). Embora ele tenha dado essa advertência no contexto do fim dos tempos, um ponto deve ficar claro: nossa maneira de usar o dinheiro é um assunto importante. A imagem do fogo que devora a carne tem a intenção de nos despertar para a seriedade das escolhas que estamos fazendo com nosso dinheiro. Será que estamos acumulando tesouro que acabará sendo queimado, ou estamos juntando para a eternidade? (ver Lc 12:33, 34).”1

“Pense cuidadosamente sobre sua atitude em relação ao dinheiro e como isso afeta seus relacionamentos. O que isso lhe diz sobre sua maneira de usar o dinheiro?”1

Segunda-feira, 01 de dezembro de 2014. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.

__________________

1 LIÇÕES da escola sabatina. Carta de Tiago. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 478, Out. Nov. Dez. 2014. Adulto, Professor.

2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.