Tolice e sabedoria

Lições da Bíblia

“6. De acordo com Provérbios 1, qual é a essência da verdadeira educação cristã?”1

Provérbios 1 (ARA)2: 1 Provérbios de Salomão, filho de Davi, o rei de Israel. 2 Para aprender a sabedoria e o ensino; para entender as palavras de inteligência; 3 para obter o ensino do bom proceder, a justiça, o juízo e a equidade; 4 para dar aos simples prudência e aos jovens, conhecimento e bom siso. 5 Ouça o sábio e cresça em prudência; e o instruído adquira habilidade 6 para entender provérbios e parábolas, as palavras e enigmas dos sábios. 7 O temor do Senhor é o princípio do saber, mas os loucos desprezam a sabedoria e o ensino. Contra as seduções dos pecadores 8 Filho meu, ouve o ensino de teu pai e não deixes a instrução de tua mãe. 9 Porque serão diadema de graça para a tua cabeça e colares, para o teu pescoço. 10 Filho meu, se os pecadores querem seduzir-te, não o consintas. 11 Se disserem: Vem conosco, embosquemo-nos para derramar sangue, espreitemos, ainda que sem motivo, os inocentes; 12 traguemo-los vivos, como o abismo, e inteiros, como os que descem à cova; 13 acharemos toda sorte de bens preciosos; encheremos de despojos a nossa casa; 14  lança a tua sorte entre nós; teremos todos uma só bolsa. 15 Filho meu, não te ponhas a caminho com eles; guarda das suas veredas os pés; 16 porque os seus pés correm para o mal e se apressam a derramar sangue. 17 Pois debalde se estende a rede à vista de qualquer ave. 18 Estes se emboscam contra o seu próprio sangue e a sua própria vida espreitam. 19 Tal é a sorte de todo ganancioso; e este espírito de ganância tira a vida de quem o possui. 20 Grita na rua a Sabedoria, nas praças, levanta a voz; 21 do alto dos muros clama, à entrada das portas e nas cidades profere as suas palavras: 22 Até quando, ó néscios, amareis a necedade? E vós, escarnecedores, desejareis o escárnio? E vós, loucos, aborrecereis o conhecimento? 23 Atentai para a minha repreensão; eis que derramarei copiosamente para vós outros o meu espírito e vos farei saber as minhas palavras. 24 Mas, porque clamei, e vós recusastes; porque estendi a mão, e não houve quem atendesse; 25 antes, rejeitastes todo o meu conselho e não quisestes a minha repreensão; 26 também eu me rirei na vossa desventura, e, em vindo o vosso terror, eu zombarei, 27  em vindo o vosso terror como a tempestade, em vindo a vossa perdição como o redemoinho, quando vos chegar o aperto e a angústia. 28 Então, me invocarão, mas eu não responderei; procurar-me-ão, porém não me hão de achar. 29 Porquanto aborreceram o conhecimento e não preferiram o temor do Senhor; 30 não quiseram o meu conselho e desprezaram toda a minha repreensão. 31 Portanto, comerão do fruto do seu procedimento e dos seus próprios conselhos se fartarão. 32 Os néscios são mortos por seu desvio, e aos loucos a sua impressão de bem-estar os leva à perdição. 33 Mas o que me der ouvidos habitará seguro, tranquilo e sem temor do mal.

“A Bíblia faz uma constante comparação entre tolice e sabedoria. O livro de Provérbios faz bem em nos lembrar dos perigos do comportamento imprudente e de mantermos a companhia de pessoas tolas. A distinção é clara: Deus deseja que Seu povo busque a sabedoria, a acumule e a tenha em abundância.”

“Os estudantes de artes e ciências utilizam seus talentos para adquirir conhecimento e buscar a excelência em seus estudos. Os professores dessas disciplinas fazem o mesmo. Somos capazes de uma genialidade artística e de empreender avanços científicos por causa do conhecimento e da habilidade.”1

“No entanto, de uma perspectiva cristã, o que realmente significa ter um conhecimento de artes e ciências, se esse conhecimento não envolve saber a diferença entre o certo e o errado, o bem e o mal, a verdade e o erro? Tudo que precisamos fazer, por exemplo, é ler um pouco sobre a vida de alguns dos maiores artistas do mundo para perceber que ter habilidades e talentos maravilhosos não equivale a uma vida virtuosa e justa. Pode-se argumentar, também, que grandes cientistas envolvidos na criação de armas biológicas ou químicas de destruição em massa podem ser altamente instruídos e talentosos, mas quais são os frutos de sua obra? Como afirmamos anteriormente, o conhecimento, por si só, não é necessariamente uma coisa boa.”1

“7. De acordo com Provérbios 1:7, qual é o segredo da verdadeira educação cristã? Assinale a alternativa correta:”1

Provérbios 1:7 (ARA)2: “O temor do Senhor é o princípio do saber, mas os loucos desprezam a sabedoria e o ensino. Contra as seduções dos pecadores”

A. (   ) O temor do Senhor.

B. (   ) O estímulo à sabedoria e ao conhecimento que produzam riqueza e fama.

Resposta sugestiva: Alternativa A.

“Um vencedor do Prêmio Nobel, um ateu, que estuda o Universo e as forças físicas por trás dele, escreveu: ‘Quanto mais o Universo parece compreensível, mais ele parece não ter sentido’. Como o conhecimento, por si só, pode não ser apenas sem sentido, mas ainda pior, levar a um erro grosseiro?”1

Quarta-feira, 02 de dezembro de 2020. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

Leia o livro Em Busca de Esperança,
baixe o seu exemplar gratuitamente

Esperança Viva

UMA ESCOLHA INTELIGENTE

A vida é cheia de alternativas. Diversas profissões e carreiras, variadas opções filosóficas e éticas, múltiplas religiões. O que escolher?

A verdade vai além de doutrinas. Significa conhecer um Ser pessoal, que é a verdade em essência. Por outro lado, a verdade que provém desse Ser divino desperta novas convicções sobre a vida e o futuro. Traz uma esperança viva!

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Educação e redenção. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 502, out. nov. dez. 2020. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Homens e mulheres sábios

Lições da Bíblia

“As palavras para designar escola, estudo e educação são claramente compreendidas em nossos dias, mas não são comuns na Bíblia. As palavras ‘sabedoria’ e ‘sábio’ são muito mais comuns nas Escrituras. Por exemplo, o Antigo Testamento faz menção a homens e mulheres sábios (2Sm 14:2; Pv 16:23).”1

“4. O que 1 Reis 4:29-34 revela sobre a importância da sabedoria?”1

1 Reis 4:29-34 (ARA): “29 Deu também Deus a Salomão sabedoria, grandíssimo entendimento e larga inteligência como a areia que está na praia do mar. 30 Era a sabedoria de Salomão maior do que a de todos os do Oriente e do que toda a sabedoria dos egípcios. 31 Era mais sábio do que todos os homens, mais sábio do que Etã, ezraíta, e do que Hemã, Calcol e Darda, filhos de Maol; e correu a sua fama por todas as nações em redor. 32 Compôs três mil provérbios, e foram os seus cânticos mil e cinco. 33 Discorreu sobre todas as plantas, desde o cedro que está no Líbano até ao hissopo que brota do muro; também falou dos animais e das aves, dos répteis e dos peixes. 34 De todos os povos vinha gente a ouvir a sabedoria de Salomão, e também enviados de todos os reis da terra que tinham ouvido da sua sabedoria.

[A sabedoria é muito importante, pois serve para testemunharmos de Deus. Salomão era muito sábio acerca do mundo natural, vegetal, etc. Sua sabedoria fazia com que outros povos viessem até ele buscar a sabedoria de Deus.]

“O rei Salomão foi apontado como um homem muito sábio, que falava sobre a vida animal e vegetal e proferia provérbios com grande sabedoria, ou seja, como homem da educação (1Rs 4:29-34). Os livros de Provérbios e Eclesiastes contêm muitos ensinamentos sábios sobre diversos assuntos, atribuídos a Salomão e a outros mestres sábios nos tempos antigos (Pv 1:1; 25:1; 30:1; 31:1).”1

“De acordo com a Bíblia, a sabedoria é muito semelhante à nossa educação hoje. É algo que se aprende com os pais e professores, especialmente quando se é jovem (Ec 12:1), mas, na verdade, uma pessoa acumula sabedoria ao longo de toda a vida. Em segundo lugar, a sabedoria geralmente tem um aspecto prático; por exemplo, devemos aprender com as formigas que economizam no verão para ter o suficiente para o inverno (Pv 6:6-8).”1

“No entanto, a sabedoria não é apenas prática; ela também tem um aspecto teórico, pois começa com a fé em Deus e segue certos princípios fundamentais (Pv 1:7). A sabedoria nos ajuda a viver com responsabilidade e para o benefício de outras pessoas, além de nos proteger da infelicidade. Por fim, assim como a educação hoje, a sabedoria não responde a todas as nossas perguntas, mas nos permite ficar satisfeitos com o que sabemos, enquanto continuamos a buscar o que ainda é desconhecido, e essa é uma boa atitude a partir da qual podemos aprender a conhecer a Deus e a confiar em Sua graça. De acordo com Jeremias 18:18 [‘Então, disseram: Vinde, e forjemos projetos contra Jeremias; porquanto não há de faltar a lei ao sacerdote, nem o conselho ao sábio, nem a palavra ao profeta; vinde, firamo-lo com a língua e não atendamos a nenhuma das suas palavras.’], a função do mestre sábio é considerada no mesmo nível das funções de sacerdote e profeta. Os três transmitem mensagens de Deus ao Seu povo, na forma de instruções na Lei, conselhos educacionais e mensagens especiais.”1

“Como podemos aprender a sabedoria e então transmiti-la aos nossos descendentes? Por que é tão importante que, como povo, façamos isso?”1

Quarta-feira, 18 de novembro de 2020. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

Leia o livro O Poder da Esperança,
baixe o seu exemplar gratuitamente

SEGREDOS DO BEM-ESTAR EMOCIONAL

Praticar exercícios físicos e ter uma dieta balanceada são hábitos que trazem bem-estar e melhoram a saúde, como sabemos. Ainda assim, estamos sujeitos a doenças que podem afetar qualquer parte do corpo. Mas o que fazer quando a doença não pode ser localizada? Como agir quando o sofrimento e a angústia estão lá dentro, causando feridas invisíveis e profundas?

Quem não sofre com traumas e perdas irreparáveis? Quem nunca se sentiu esmagado pelo estresse? Quem nunca carregou o terrível peso da culpa ou lutou contra as amarras dos vícios? Quem nunca perdeu noites de sono por causa de uma ansiedade inexplicável? Esses são problemas cada vez mais comuns neste mundo agitado, exigente e confuso. Pessoas sob tensão emocional prolongada sofrem danos à saúde, tornando-se pouco a pouco disfuncionais tanto nos relacionamentos quanto no trabalho.

Se você é uma dessas pessoas ou conhece alguém que vive assim, este livro pode ser o primeiro passo no caminho para uma vida de paz, restauração e cura uma existência plena de sentido.

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Educação e redenção. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 502, out. nov. dez. 2020. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

A prova final

Lições da Bíblia

“5. Leia Daniel 1:17-21. Qual foi o segredo para o sucesso dos quatro jovens? (Veja também Jó 38:36; Pv 2:6; Tg 1:5).”1

Daniel (1:17-21 ARA)2: “17 Ora, a estes quatro jovens Deus deu o conhecimento e a inteligência em toda cultura e sabedoria; mas a Daniel deu inteligência de todas as visões e sonhos. 18 Vencido o tempo determinado pelo rei para que os trouxessem, o chefe dos eunucos os trouxe à presença de Nabucodonosor. 19 Então, o rei falou com eles; e, entre todos, não foram achados outros como Daniel, Hananias, Misael e Azarias; por isso, passaram a assistir diante do rei. 20 Em toda matéria de sabedoria e de inteligência sobre que o rei lhes fez perguntas, os achou dez vezes mais doutos do que todos os magos e encantadores que havia em todo o seu reino. 21 Daniel continuou até ao primeiro ano do rei Ciro.”

Jó (38:36 ARA)2: “Quem pôs sabedoria nas camadas de nuvens? Ou quem deu entendimento ao meteoro?

Provérbios (2:6 ARA)2: “Porque o Senhor dá a sabedoria, e da sua boca vem a inteligência e o entendimento.”

Tiago (1:5 ARA)2: “Se, porém, algum de vós necessita de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e nada lhes impropera; e ser-lhe-á concedida.

“Depois de três anos de treinamento na ‘Universidade da Babilônia’, os quatro hebreus foram levados perante o rei para a prova final. Eles não eram apenas mais saudáveis do que os outros alunos, mas também os superaram em conhecimento e sabedoria. Os quatro foram imediatamente contratados para servir ao rei. Não devemos nos esquecer de que esse conhecimento e sabedoria evidentemente incluíam muito paganismo. No entanto, eles aprenderam mesmo assim, e aprenderam muito bem, ainda que não acreditassem nessas coisas.”1

“Nabucodonosor pode ter pensado que esse sucesso estivesse relacionado com a dieta do palácio e ao programa de treinamento ao qual os quatro alunos haviam sido submetidos. No entanto, Daniel e seus companheiros sabiam (e a narrativa mostra isso claramente) que seu desempenho superior não foi devido ao sistema babilônico. Tudo tinha vindo de Deus. Que exemplo poderoso do que o Senhor pode fazer por aqueles que confiam Nele! Não devemos temer o poder opressor da mídia, dos governos e de outras instituições que ameaçam destruir nossa identidade como filhos de Deus. Quando colocamos nossa confiança em Deus, podemos ter a certeza de que Ele pode nos sustentar em momentos difíceis e nos preservar contra todas as adversidades. O segredo é fazermos escolhas certas quando confrontados com desafios à nossa fé.”1

“Observando Daniel 1, aprendemos algumas lições muito importantes sobre Deus: (1) Ele está no controle da História. (2) O Senhor concede sabedoria para que possamos nos orientar no ambiente hostil de nossa cultura e sociedade. (3) Ele honra os que confiam Nele mediante a convicção interior e o estilo de vida.”1

“O capítulo conclui indicando que ‘Daniel continuou até ao primeiro ano do rei Ciro’ (Dn 1:21). A menção a Ciro nesse verso é significativa: ela apresenta um vislumbre de esperança em meio a uma experiência de exílio. Ciro foi o escolhido por Deus para libertar Seu povo e permitir que ele voltasse para Jerusalém. Embora o capítulo comece com a derrota e o exílio, ele conclui com um vislumbre de esperança e uma volta ao lar. Este é o nosso Deus: nos momentos mais difíceis da nossa vida, Ele sempre abre uma janela de esperança para que vejamos a glória e a alegria que estão além do sofrimento e da dor.”1

“Desconfie sempre do seu poder e capacidade. Isso fará você confiar cada vez mais em Cristo.”1

Quinta-feira, 09 de janeiro de 2020. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Daniel. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 499, jan. fev. mar. 2020. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Vida sábia

Lições da Bíblia

“Uma das histórias mais belas da Bíblia é o relato do pedido de Salomão a Deus, de que lhe desse, acima de tudo, um ‘coração compreensivo para julgar’ Seu ‘povo, para que prudentemente’ discernisse ‘entre o bem e o mal;’ Salomão disse ao Senhor: ‘Quem poderia julgar a este grande povo?’ (1Rs 3:9).”1

“6. Leia 1 Reis 3:14; 1 João 5:3 e 1 Pedro 4:17. Quais palavras importantes Deus disse a Salomão que, se ele as tivesse atendido, o teriam poupado da ruína que suas posses lhe trouxeram? Por que essa orientação divina é tão importante para nós?”1

1 Reis (3:14 ARA)2: “Se andares nos meus caminhos e guardares os meus estatutos e os meus mandamentos, como andou Davi, teu pai, prolongarei os teus dias.

1 João (5:3 ARA)2: “Porque este é o amor de Deus: que guardemos os seus mandamentos; ora, os seus mandamentos não são penosos,”.

1 Pedro (4:17 ARA)2: “Porque a ocasião de começar o juízo pela casa de Deus é chegada; ora, se primeiro vem por nós, qual será o fim daqueles que não obedecem ao evangelho de Deus?

“Salomão tinha grande sabedoria, mas a sabedoria em si mesma, se não for praticada e vivida, torna-se nada mais que uma boa informação. No sentido bíblico da palavra, a sabedoria que não é colocada em prática, não é verdadeiramente sabedoria. Muitos dos que estarão perdidos tiveram muitas informações corretas sobre Deus e Seus requisitos. A falta de obediência de Salomão fez com que ele se desviasse dos caminhos aos quais o Senhor o tinha chamado. Somente mais tarde em sua vida ele recobrou o juízo e escreveu com humildade: ‘Melhor é a sabedoria do que joias, e de tudo o que se deseja nada se pode comparar com ela’ (Pv 8:11).”1

“Sabedoria é a aplicação do conhecimento e da compreensão. O conhecimento representa os fatos; a compreensão representa o discernimento; e a sabedoria surge no processo de aplicar essa compreensão e conhecimento na vida. Um mordomo sábio não precisa apenas de conhecimento e compreensão, mas da experiência resultante da prática desses dois.”1

“O exemplo de Salomão mostra que, quando não se vive o conhecimento recebido, é muito fácil, até mesmo para os mais sábios e inteligentes, envolver-se no vazio de um estilo de vida materialista.”1

“7. Compare 1 Coríntios 3:19 e Provérbios 24:13, 14. Qual é a diferença entre os dois tipos de sabedoria mencionados nesses textos?”1

1 Coríntios (3:19 ARA)2: “Porque a sabedoria deste mundo é loucura diante de Deus; porquanto está escrito: Ele apanha os sábios na própria astúcia deles.”.

Provérbios (24:13, 14 ARA)2: “13 Filho meu, saboreia o mel, porque é saudável, e o favo, porque é doce ao teu paladar. 14 Então, sabe que assim é a sabedoria para a tua alma; se a achares, haverá bom futuro, e não será frustrada a tua esperança.”.

Quarta-feira, 24 de janeiro de 2018. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 LIÇÃO da escola sabatina. Mordomia cristã: motivos do coração. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 491, Jan. Fev. Mar. 2018. Adulto, Professor.
2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Do meio da tempestade – Estudo adicional

Lições da Bíblia

Assista em vídeo a discussão do tema da semana.

Estudo adicional

“‘Deus permitiu que uma inundação de luz fosse derramada sobre o mundo, tanto nas ciências como nas artes; mas quando professos cientistas tratam esses assuntos de um ponto de vista meramente humano, chegam a conclusões errôneas. Pode ser inofensivo pesquisar além do que a Palavra de Deus revelou, se nossas teorias não contradizem fatos encontrados nas Escrituras. Mas aqueles que deixam a Palavra de Deus e procuram explicar Suas obras criadas por meio de princípios científicos, estão vagando sem mapa nem bússola em um oceano desconhecido. Os maiores estudiosos, se não são guiados pela Palavra de Deus em sua pesquisa, desencaminham-se em suas tentativas de traçar as relações entre a ciência e a revelação. Visto acharem-se o Criador e Suas obras tão além de sua compreensão que são incapazes de os explicar pelas leis naturais, consideram a história bíblica como indigna de confiança. Os que duvidam da exatidão dos registros do Antigo e Novo Testamentos, serão levados a um passo a mais, e duvidarão da existência de Deus. Então, tendo perdido sua âncora, são abandonados a bater de um lado para outro nas rochas da incredulidade’ (Ellen G. White, Patriarcas e Profetas, p. 113).”1

Perguntas para reflexão

“1. Alfred North Whitehead, um escritor e matemático influente que viveu no século passado, disse o seguinte: ‘Há cinquenta e sete anos eu era um jovem na Universidade de Cambridge. Aprendi ciência e matemática com homens brilhantes e fui bem-sucedido nessas disciplinas. Desde a virada do século [início do século 20] tenho visto cada um dos pressupostos básicos de ambas serem postos de lado […] No entanto, em face disso, os inventores das novas hipóteses em ciência estão declarando: ‘Agora, finalmente, temos certeza’ (A. N. Whitehead, Diálogos de Alfred North Whitehead). O que isso nos diz sobre o cuidado que precisamos ter em aceitar o que ‘grandes homens’ do mundo nos ensinam, especialmente quando seus ensinamentos contradizem ostensivamente a Palavra de Deus?’’1

“2. Quais maravilhas da criação, reveladas pela ciência moderna, as pessoas nos dias de Jó (ou mesmo as de 200 anos atrás) não podiam entender? Como essas coisas mostram ainda mais o maravilhoso poder criador do nosso Senhor?”1

Sexta-feira, 09 de dezembro de 2016. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
__________________
1 LIÇÕES da escola sabatina. O livro de Jó. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 486, Out. Nov. Dez. 2016. Adulto, Professor.

A sabedoria dos sábios

Lições da Bíblia

“A partir da nossa perspectiva hoje, é fácil olhar para as perguntas que Deus fez a Jó e perceber que um homem como ele, que viveu há milhares de anos, entendia bem pouco sobre o mundo criado! Foi somente em 1500 d.C., por exemplo, que o homem finalmente compreendeu que o movimento do Sol no céu era o resultado da rotação da Terra sobre o próprio eixo, e não a órbita do Sol em torno da Terra. Essa é uma verdade que a maioria de nós vê com a maior naturalidade hoje.”1

“Graças, principalmente, à ciência moderna, temos hoje uma compreensão do mundo natural que as pessoas nos tempos bíblicos sequer poderiam começar a obter. No entanto, mesmo com todo esse conhecimento adquirido, ainda somos muito limitados em nossa percepção do mundo natural e de suas origens!”1

“6. Leia as perguntas que Deus fez a Jó nos capítulos 38 e 39. As pessoas hoje poderiam respondê-las de maneira mais satisfatória? Assinale V para verdadeiro ou F para falso:”1

(   ) Algumas perguntas poderiam ser respondidas com mais detalhes, mas ainda assim, muitas delas continuam além da nossa compreensão.

(   ) Poderíamos responder a todas as perguntas do livro de Jó, pois a ciência avançou tanto que tornou isso possível.

Resposta: V; F.

“É evidente que a ciência tem nos revelado facetas da realidade que estavam anteriormente ocultas. No entanto, ainda temos muito o que descobrir. A ciência não pôs um fim à majestade e ao mistério da criação de Deus. Longe disso! De muitas maneiras, ela os tornou ainda mais impressionantes, revelando uma profundidade e complexidade do mundo natural sobre as quais as gerações anteriores não faziam ideia.”1

“‘As coisas encobertas são para o Senhor nosso Deus, porém as reveladas são para nós e para nossos filhos para sempre’ (Dt 29:29, ARC). Precisamente como Deus realizou a obra da criação, jamais Ele o revelou ao homem. A ciência humana não pode descobrir os segredos do Altíssimo. Seu poder criador é tão incompreensível quanto Sua existência’ (Ellen G. White, Patriarcas e Profetas, p. 113).”1

“7. Que advertência recebemos a respeito dos grandes limites do conhecimento humano? 1Co 3:19; 1Co 1:18-271

Porque a sabedoria deste mundo é loucura diante de Deus; porquanto está escrito: Ele apanha os sábios na própria astúcia deles.” (1 Coríntios 3:19 ARA)2.

18 Certamente, a palavra da cruz é loucura para os que se perdem, mas para nós, que somos salvos, poder de Deus. 19 Pois está escrito: Destruirei a sabedoria dos sábios e aniquilarei a inteligência dos instruídos. 20 Onde está o sábio? Onde, o escriba? Onde, o inquiridor deste século? Porventura, não tornou Deus louca a sabedoria do mundo? 21 Visto como, na sabedoria de Deus, o mundo não o conheceu por sua própria sabedoria, aprouve a Deus salvar os que crêem pela loucura da pregação. 22 Porque tanto os judeus pedem sinais, como os gregos buscam sabedoria; 23 mas nós pregamos a Cristo crucificado, escândalo para os judeus, loucura para os gentios; 24 mas para os que foram chamados, tanto judeus como gregos, pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus. 25 Porque a loucura de Deus é mais sábia do que os homens; e a fraqueza de Deus é mais forte do que os homens. 26 Irmãos, reparai, pois, na vossa vocação; visto que não foram chamados muitos sábios segundo a carne, nem muitos poderosos, nem muitos de nobre nascimento; 27 pelo contrário, Deus escolheu as coisas loucas do mundo para envergonhar os sábios e escolheu as coisas fracas do mundo para envergonhar as fortes;” (1 Coríntios 1:18-27 ARA)2.

“Mesmo com todo o conhecimento que o ser humano tem acumulado nos últimos séculos, a criação continua repleta de mistérios e maravilhas que mal podemos sondar. Quanto mais descobrimos sobre o mundo criado, mais surpreendente e misterioso ele parece para nós. Em quais aspectos o mundo criado deixa você maravilhado diante do poder do nosso Deus?”1

Quarta-feira, 07 de dezembro de 2016. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
__________________
1 LIÇÕES da escola sabatina. O livro de Jó. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 486, Out. Nov. Dez. 2016. Adulto, Professor.

2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Consoladores miseráveis

Lições da Bíblia

“Mesmo após a poderosa declaração de fé feita por Jó (Jó 13:15, 16), a discussão continuava. Ao longo de muitos capítulos, aqueles homens debateram questões profundas e importantes sobre Deus, o pecado, a morte, a justiça, os ímpios, a sabedoria, e a natureza transitória da humanidade.”1

1. Que verdades são expressas nos seguintes textos?

Jó 13:28 – “apesar de eu ser como uma coisa podre que se consome e como a roupa que é comida da traça.2

Jó 15:14-16 – “14 Que é o homem, para que seja puro? E o que nasce de mulher, para ser justo? 15 Eis que Deus não confia nem nos seus santos; nem os céus são puros aos seus olhos, 16 quanto menos o homem, que é abominável e corrupto, que bebe a iniqüidade como a água!2

Jó 19:25-27 – “25 Porque eu sei que o meu Redentor vive e por fim se levantará sobre a terra. 26 Depois, revestido este meu corpo da minha pele, em minha carne verei a Deus. 27 Vê-lo-ei por mim mesmo, os meus olhos o verão, e não outros; de saudade me desfalece o coração dentro de mim.2

Jó 28:28 – “E disse ao homem: Eis que o temor do Senhor é a sabedoria, e o apartar-se do mal é o entendimento.2

“O debate continuou por todos esses capítulos e nenhum lado se rendia. Elifaz, Bildade e Zofar, cada um em sua própria maneira, com seus próprios objetivos, não arrefeciam em seu argumento de que as pessoas recebiam o que mereciam na vida. Portanto, o que havia acontecido com Jó só podia ser um castigo justo pelos seus pecados. Enquanto isso, Jó continuava a lamentar seu destino cruel, certo de que ele não merecia aquele sofrimento. Eles discutiam sem cessar; cada ‘consolador’ acusava Jó de dizer palavras vãs e inúteis e Jó também os acusava.”1

“No fim das contas, nenhum deles, nem Jó, compreendia o que estava acontecendo. Como podiam compreender? Eles falavam a partir da perspectiva limitada que todos os seres humanos têm. Se podemos aprender uma lição do livro de Jó (que deveria ser óbvia neste momento, especialmente depois de todos os discursos daqueles homens), é que nós, seres humanos, precisamos ter humildade quando professamos falar de Deus e de Sua atuação. Podemos ter algum conhecimento da verdade, talvez até muito, mas às vezes, como no caso daqueles três homens, pode ser que não saibamos necessariamente a melhor forma de aplicar as verdades que conhecemos.”1

“Olhe para o mundo natural. Por que só esse fato já nos revela quanto nosso conhecimento é limitado, até mesmo em relação às coisas mais simples?”1

Domingo, 27 de novembro de 2016. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
__________________
1 LIÇÕES da escola sabatina. O livro de Jó. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 486, Out. Nov. Dez. 2016. Adulto, Professor.

2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Ela se importa

Lições da Bíblia

“6. Leia Provérbios 31:26-31. Que outras características importantes são vistas nessa mulher? Por que essas características são importantes para todos nós?”1 “26 Fala com sabedoria, e a instrução da bondade está na sua língua. 27 Atende ao bom andamento da sua casa e não come o pão da preguiça. 28 Levantam-se seus filhos e lhe chamam ditosa; seu marido a louva, dizendo: 29 Muitas mulheres procedem virtuosamente, mas tu a todas sobrepujas. 30 Enganosa é a graça, e vã, a formosura, mas a mulher que teme ao SENHOR, essa será louvada. 31 Dai-lhe do fruto das suas mãos, e de público a louvarão as suas obras.” (Provérbios 31:26-31 ARA)2. “Falar com sabedoria e bondade; ser diligente; temer ao Senhor.”1

“Vimos, em todo este trimestre, uma ênfase nas palavras, naquilo que dizemos. A mulher é conhecida por sua sabedoria e por sua bondade. Essas coisas estão inter-relacionadas. Afinal de contas, não se poderia argumentar que a bondade seja outra forma de sabedoria, especialmente quando compreendemos que sabedoria não é apenas o que sabemos, mas também o que dizemos e fazemos?”1

“Note, igualmente, a expressão ‘a instrução da bondade’. Isto é, a bondade não é apenas um atributo efêmero que escapa dos seus lábios de vez em quando. É uma lei, um princípio de sua própria existência. Como seria impressionante se a “instrução da bondade” guiasse tudo o que sai da nossa boca!”1

“7. Leia Provérbios 31:30. Que importante ponto é revelado, o qual é esquecido com tanta frequência?”1Enganosa é a graça, e vã, a formosura, mas a mulher que teme ao SENHOR, essa será louvada.” (Provérbios 31:30 ARA)2. “A beleza passa, mas o caráter permanece.”1

“Com demasiada frequência, as mulheres são avaliadas apenas em termos da aparência exterior; esse é um indicativo tão frívolo e superficial! A Bíblia destaca exatamente quanto é inútil, quanto é vazia essa atitude. A verdadeira beleza dessa mulher se encontra em seu caráter e na maneira pela qual esse caráter se manifesta em sua vida e em seus atos. A beleza irá passar, mas o caráter pode permanecer para sempre. “Um grande nome entre os homens é como letras traçadas na areia; mas um caráter impoluto é de duração eterna” (Ellen G. White, Maravilhosa Graça, p. 79).”1

“Em que áreas da sua vida você precisa ver melhoras em seu caráter? Orar sobre isso está certo, mas que passos concretos você precisa dar em direção ao crescimento?”1

Quinta-feira, 26 de março de 2015 . Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.

__________________

1 LIÇÕES da escola sabatina. Provérbios. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 479, Jan. Fev. Mar. 2015. Adulto, Professor.

2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.