Amem o estrangeiro

Lições da Bíblia1

Em meio às admoestações, Moisés declarou: “Eis que os céus e os céus dos céus são do Senhor, o Deus de vocês; a Ele pertencem a Terra e tudo o que nela há” (Dt 10:14). Que expressão poderosa da soberania divina, ideia encontrada em outros lugares da Bíblia: “Ao Senhor pertence a Terra e a sua plenitude, o mundo e os que nele habitam” (Sl 24:1).

3. Leia Deuteronômio 10:17-19. Que outra declaração Moisés fez sobre o Senhor? O que Deus ordena ao Seu povo como resultado dessa declaração?

Deuteronômio 10:17-19 (ARA)2: “17 Pois o Senhor, vosso Deus, é o Deus dos deuses e o Senhor dos senhores, o Deus grande, poderoso e temível, que não faz acepção de pessoas, nem aceita suborno; 18 que faz justiça ao órfão e à viúva e ama o estrangeiro, dando-lhe pão e vestes. 19 Amai, pois, o estrangeiro, porque fostes estrangeiros na terra do Egito.

Yahweh não é apenas o soberano do céu e da Terra, Ele também é o “Deus dos deuses e o Senhor dos senhores” (Dt 10:17). Isso não significa que existam outros deuses menores, como os supostos deuses que os pagãos adoravam. Em vez disso, mais do que apenas ser o único Deus (“Vejam, agora, que Eu, sim, Eu sou Ele, e que não há nenhum deus além de Mim” [Dt 32:39]), o Senhor afirma Sua supremacia sobre todos os outros poderes, reais ou imaginários, no céu e na Terra.

O texto diz também que Ele é “o Deus grande, poderoso e temível, que não trata as pessoas com parcialidade nem aceita suborno”. Tudo isso faz parte da mensagem maior: Yahweh é o seu Deus, e você, o Seu povo, Lhe deve obediência.

Que contraste poderoso! Sim, Yahweh é o Deus dos deuses e Senhor dos senhores, o Governante soberano e Sustentador da criação (Cl 1:16, 17), mas também Se preocupa com os órfãos, com a viúva e o estrangeiro e mostra Seu cuidado ministrando às suas necessidades físicas imediatas. O Deus que observa um pardal que cai ao chão (Mt 10:29) conhece a situação daqueles que estão à margem da sociedade. Em outras palavras, o Senhor está dizendo ao povo: “Vocês são especiais, e Eu os amo, mas amo a outros também, incluindo os necessitados e desamparados entre vocês. E, assim como Eu os amo, vocês devem amá-los. Essa é uma das obrigações da aliança”.

Leia Salmo 146:5-10 [“5 Bem-aventurado aquele que tem o Deus de Jacó por seu auxílio, cuja esperança está no Senhor, seu Deus, 6 que fez os céus e a terra, o mar e tudo o que neles há e mantém para sempre a sua fidelidade. 7 Que faz justiça aos oprimidos e dá pão aos que têm fome. O Senhor liberta os encarcerados. 8 O Senhor abre os olhos aos cegos, o Senhor levanta os abatidos, o Senhor ama os justos. 9 O Senhor guarda o peregrino, ampara o órfão e a viúva, porém transtorna o caminho dos ímpios. 10 O Senhor reina para sempre; o teu Deus, ó Sião, reina de geração em geração. Aleluia!”]. Que mensagem do Salmo reflete o que Deus diz acima, e o que isso deve significar para nós no presente, como cristãos?

Sugunda-feira, 25 de outubro de 2021. Saiba mais, faça gratuitamente um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. A verdade presente em Deuteronômio. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 506, out. nov. dez. 2021. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Circuncidem seu coração

Lições da Bíblia1

Deuteronômio 10, que é a continuação do capítulo 9, traz basicamente a reafirmação da aliança que Deus fez com Israel. Grande parte desse livro é uma espécie de renovação da aliança que havia sido quebrada no terrível pecado em Horebe, logo depois que Moisés se ausentou, quando o povo caiu na idolatria. Mesmo depois disso, o Senhor não o rejeitou.

1. Leia Deuteronômio 10:1-11. Quais fatos nos mostram que Deus perdoou os pecados de Seu povo e reafirmou a promessa da aliança feita a ele e a seus pais?

Deuteronômio 10:1-11 (ARA)2: “1 Naquele tempo, me disse o Senhor: Lavra duas tábuas de pedra, como as primeiras, e sobe a mim ao monte, e faze uma arca de madeira. Escreverei nas duas tábuas as palavras que estavam nas primeiras que quebraste, e as porás na arca. 3 Assim, fiz uma arca de madeira de acácia, lavrei duas tábuas de pedra, como as primeiras, e subi ao monte com as duas tábuas na mão. 4 Então, escreveu o Senhor nas tábuas, segundo a primeira escritura, os dez mandamentos que ele vos falara no dia da congregação, no monte, no meio do fogo; e o Senhor mas deu a mim. 5 Virei-me, e desci do monte, e pus as tábuas na arca que eu fizera; e ali estão, como o Senhor me ordenou. 6 Partiram os filhos de Israel de Beerote-Benê-Jaacã para Mosera. Ali faleceu Arão e ali foi sepultado. Eleazar, seu filho, oficiou como sacerdote em seu lugar. 7 Dali partiram para Gudgoda e de Gudgoda para Jotbatá, terra de ribeiros de águas. 8 Por esse mesmo tempo, o Senhor separou a tribo de Levi para levar a arca da Aliança do Senhor, para estar diante do Senhor, para o servir e para abençoar em seu nome até ao dia de hoje. 9 Pelo que Levi não tem parte nem herança com seus irmãos; o Senhor é a sua herança, como o Senhor, teu Deus, lhe tem prometido. 10 Permaneci no monte, como da primeira vez, quarenta dias e quarenta noites; o Senhor me ouviu ainda por esta vez; não quis o Senhor destruir-te. 11 Porém o Senhor me disse: Levanta-te, põe-te a caminho diante do povo, para que entre e possua a terra que, sob juramento, prometi dar a seus pais.”

Moisés quebrou as tábuas dos Dez Mandamentos (Dt 9:17) – um sinal da quebra da aliança (Dt 32:19). “Para mostrar aversão pelo crime do povo, atirou ao chão as tábuas de pedra, que se quebraram à vista de todos, dando a entender que, assim como haviam quebrado seu concerto com Deus, da mesma forma Deus estava rompendo Seu concerto com eles” (Ellen G. White, Patriarcas e Profetas, p. 320).

Assim, o fato de Deus ter dito a Moisés que cortasse novas tábuas “como as primeiras” para que o Senhor escrevesse nelas as palavras que antes estavam ali mostrou que o Criador perdoou o povo e não o rejeitou.

2. Leia Deuteronômio 10:14-16. O que Deus disse ao povo? Qual é o significado das imagens que o Senhor usou nesses versos?

Deuteronômio 10:14-16 (ARA)2: “14 Eis que os céus e os céus dos céus são do Senhor, teu Deus, a terra e tudo o que nela há. 15 Tão somente o Senhor se afeiçoou a teus pais para os amar; a vós outros, descendentes deles, escolheu de todos os povos, como hoje se vê. 16 Circuncidai, pois, o vosso coração e não mais endureçais a vossa cerviz.

A circuncisão era um sinal da aliança, mas era apenas um sinal externo. Deus queria o coração de seu povo, isto é, mente, afeições, amor. A obstinação indicava que eles eram muito teimosos e relutantes em obedecer ao Senhor. Basicamente, nessa passagem e em outras mais, Deus lhes disse que parassem com a lealdade dividida e que O servissem de todo coração e toda alma.

Domingo, 24 de outubro de 2021. Saiba mais, faça gratuitamente um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. A verdade presente em Deuteronômio. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 506, out. nov. dez. 2021. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Os estrangeiros no meio de vocês

Lições da Bíblia1

“Portanto, amem os estrangeiros, porque vocês foram estrangeiros na terra do Egito” (Dt 10:19).

Como vimos na semana passada, ao ser questionado por um escriba sobre “o principal de todos os mandamentos” (Mc 12:28), Jesus respondeu com a afirmação de que Deus é Um, e disse: “Ame o Senhor, seu Deus, de todo o seu coração, de toda a sua alma, de todo o seu entendimento e com toda a sua força” (Mc 12:30).

Em seguida falou também sobre o segundo principal mandamento (Mc 12:31), algo que o escriba não havia perguntado. No entanto, sabendo como isso era importante, Jesus disse: “O segundo é: Ame o seu próximo como você ama a si mesmo. Não há outro mandamento maior do que estes” (Mc 12:31). Jesus vinculou os mandamentos do amor a Deus e do amor ao próximo como sendo o maior de todos os mandamentos.

Ele não inventou algo novo, que os judeus não tivessem ouvido antes. O chamado para amá-Lo de forma suprema, a ideia de amar o próximo e de amar outras pessoas como uma forma de expressar nosso amor a Deus, foi tirado do livro de Deuteronômio.

Sábado, 23 de outubro de 2021. Saiba mais, faça gratuitamente um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. A verdade presente em Deuteronômio. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 506, out. nov. dez. 2021. Adulto, Professor. 

Ame o Senhor, seu Deus – Estudo adicional

Lições da Bíblia1

“A cruz de Cristo será a ciência e o cântico dos remidos por toda a eternidade. No Cristo glorificado, eles contemplarão o Cristo crucificado. Jamais será esquecido que Aquele cujo poder criou e manteve os inumeráveis mundos através dos vastos domínios do espaço, o Amado de Deus, a Majestade do Céu, Aquele a quem querubins e resplendentes serafins têm prazer em adorar, humilhou-Se para reerguer a humanidade decaída. Nunca será esquecido que Ele suportou a culpa e a vergonha do pecado e a ocultação da face de Seu Pai, até que as misérias de um mundo perdido Lhe quebrantaram o coração e aniquilaram Sua vida na cruz do Calvário. O fato de o Criador de todos os mundos, o Árbitro de todos os destinos, deixar Sua glória e Se humilhar por amor ao ser humano despertará eternamente a admiração e a adoração do universo. Quando as nações dos salvos olham para seu Redentor e contemplam a glória eterna do Pai resplandecendo em Seu semblante; ao verem Seu trono, que existe de eternidade a eternidade, e saber que Seu reino não terá fim, irrompem num hino arrebatador: ‘Digno, digno é o Cordeiro que foi morto e nos remiu para Deus com Seu preciosíssimo sangue!’” (Ellen G. White, O Grande Conflito, p. 651).

Perguntas para consideração:

1. Segundo Ellen G. White, por que nosso amor a Deus deve ser supremo? Aquele que “manteve os inumeráveis mundos através dos vastos domínios do espaço” foi à cruz por nós. Essa verdade deve ser a base do nosso relacionamento com Ele?

2. Devemos amar e temer a Deus ao mesmo tempo? Como fazer isso?

3. Uma coisa é amar a Deus quando tudo vai bem. E quando ocorrem tragédias? Nessas ocasiões, amar a Deus seria mais importante do que quando estamos bem?

4. Quais abordagens podemos usar para explicar a um incrédulo o que significa amar a Deus? É possível amar Alguém que nunca vimos fisicamente?

Sexta-feira, 22 de outubro de 2021. Saiba mais, faça gratuitamente um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. A verdade presente em Deuteronômio. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 506, out. nov. dez. 2021. Adulto, Professor. 

O principal mandamento

Lições da Bíblia1

Embora alguns, por várias razões, busquem separar o Antigo Testamento NT seu verdadeiro significado. O NT, em sua revelação de Jesus e explicações teológicas de Sua vida, morte, ressurreição e ministério sumo sacerdotal, aponta para o cumprimento de profecias e tipos do AT. Em muitos aspectos, o AT forma o pano de fundo, o contexto, a base para o NT. Ambos revelam a bondade e o amor divinos.

Essa é uma das razões para que o NT, incluindo Jesus, cite o AT vá-rias vezes.

Marcos 12:28-30 (ARA)2: “28 Chegando um dos escribas, tendo ouvido a discussão entre eles, vendo como Jesus lhes houvera respondido bem, perguntou-lhe: Qual é o principal de todos os mandamentos? 29 Respondeu Jesus: O principal é: Ouve, ó Israel, o Senhor, nosso Deus, é o único Senhor! 30 Amarás, pois, o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu entendimento e de toda a tua força.

É interessante que um escriba, alguém que dedicou a vida a entender a lei e a maneira pela qual ela deve ser aplicada, tenha feito essa pergunta. No entanto, visto que ele possivelmente acreditasse que devia obedecer a muitas leis (a tradição judaica dizia que havia 613 leis), não é surpresa que ele quisesse tudo resumido em um mandamento.

E o que Jesus fez? Ele foi direto para Deuteronômio 6: “Escute, Israel, o Senhor, nosso Deus, é o único Senhor” (Dt 6:4), e citou também o verso seguinte, sobre amar a Deus de todo o coração, alma e força. Ele apontou para a afirmação fundamental do Senhor como seu único Deus, e, com base nessa grande verdade, o povo é chamado a amá-Lo sobre todas as coisas.

O que poderia ser mais “verdade presente” do que essa ordem? Nos últimos dias, quando os eventos finais se desenrolarem e todos forem chamados a escolher um lado ou outro de forma dramática, os mandamentos de Deus (Ap 14:12) terão papel crucial.

No final das contas, mesmo diante da perseguição, escolheremos um lado com base na seguinte questão: amamos a Deus, ou não? Essa é a questão decisiva, e só podemos amar a Deus de todo o coração, alma e força se O conhecermos por nós mesmos e tivermos uma experiência individual com Sua bondade, Seu amor e Sua graça. Se for necessário, isso é algo pelo que valerá a pena morrer.

Se lhe perguntassem: Como amar a Deus se nunca O vimos, o que você diria?

Quinta-feira, 21 de outubro de 2021. Saiba mais, faça gratuitamente um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. A verdade presente em Deuteronômio. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 506, out. nov. dez. 2021. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Se Me amam, guardarão os Meus mandamentos

Lições da Bíblia1

Israel foi chamado para amar a Deus, porém isso só poderia acontecer de forma individual. Cada israelita tinha que fazer a escolha de amar a Deus e demonstrar esse amor por meio da obediência.

6. Qual é o tema comum nos textos a seguir?

Dt 5:10 (ARA)2: “e faço misericórdia até mil gerações daqueles que me amam e guardam os meus mandamentos.”

Dt 7:9 (ARA)2: “Saberás, pois, que o Senhor, teu Deus, é Deus, o Deus fiel, que guarda a aliança e a misericórdia até mil gerações aos que o amam e cumprem os seus mandamentos;”

Dt 10:12, 13 (ARA)2: “Agora, pois, ó Israel, que é que o Senhor requer de ti? Não é que temas o Senhor, teu Deus, e andes em todos os seus caminhos, e o ames, e sirvas ao Senhor, teu Deus, de todo o teu coração e de toda a tua alma, 13 para guardares os mandamentos do Senhor e os seus estatutos que hoje te ordeno, para o teu bem?

Dt 11:1 (ARA)2: “Amarás, pois, o Senhor, teu Deus, e todos os dias guardarás os seus preceitos, os seus estatutos, os seus juízos e os seus mandamentos.”

Dt 19:9 (ARA)2: “desde que guardes todos estes mandamentos que hoje te ordeno, para cumpri-los, amando o Senhor, teu Deus, e andando nos seus caminhos todos os dias, então, acrescentarás outras três cidades além destas três,”

A Palavra de Deus não poderia ser mais clara. Deus não apenas diz que nos ama, mas revela esse amor por nós pelo que fez e ainda faz. Portanto, Seu povo também deve mostrar amor por meio de ações. Nesses textos, vemos que o amor a Deus está inseparavelmente ligado à obediência a Ele.

É por isso que, quando João diz: “Este é o amor de Deus: que guarde-mos os Seus mandamentos” (1Jo 5:3), ou quando Jesus diz: “Se vocês Me amam, guardarão os Meus mandamentos” (Jo 14:15), estão meramente expressando esse ensino básico. O amor a Deus sempre deve ser expresso pela obediência, e isso significa obediência à Sua lei, os Dez Mandamentos, que inclui o quarto mandamento, o sábado.

Embora a obediência a qualquer um dos mandamentos possa ser legalismo, esse tipo de obediência não demonstra amor a Deus. Quando de fato O amamos, especialmente por causa do que fez por nós em Cristo Jesus, queremos obedecer-Lhe, porque é isso o que Ele nos pede que façamos.

Quando Moisés disse vez após vez aos israelitas que amassem e obedecessem a Deus, fez isso depois que eles foram libertos do Egito. Ou seja, seu amor e obediência foram uma resposta à redenção que Deus lhes tinha dado. Eles foram redimidos pelo Senhor e responderiam obedecendo fielmente a Seus mandamentos. Hoje seria diferente?

Qual é a sua experiência em obedecer a Deus? Quais são seus motivos para obedecer? Deve ser por amor? Segundo a Bíblia, qual é o papel do temor nessa questão?

Quarta-feira, 20 de outubro de 2021. Saiba mais, faça gratuitamente um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. A verdade presente em Deuteronômio. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 506, out. nov. dez. 2021. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Ele nos amou primeiro

Lições da Bíblia1

O livro de Deuteronômio apresenta regras, regulamentos e admoestações, advertindo que a nação judaica devia obedecer aos mandamentos, estatutos e juízos de Deus. Entretanto, em meio a todas essas leis, os israelitas aprenderam que, antes de tudo vinha o princípio de amar a Deus de todo o coração, alma e força. E eles tinham bons motivos para fazer exatamente isso.

4. Leia Deuteronômio 4:37; 7:7, 8, 13; 10:15; 23:5; 33:3. O que esses versos ensinam sobre o amor de Deus por Seu povo?

Deuteronômio 4:37 (ARA)2: “Porquanto amou teus pais, e escolheu a sua descendência depois deles, e te tirou do Egito, ele mesmo presente e com a sua grande força,”

Deuteronômio 7:7, 8, 13 (ARA)2: “7 Não vos teve o Senhor afeição, nem vos escolheu porque fôsseis mais numerosos do que qualquer povo, pois éreis o menor de todos os povos, 8 mas porque o Senhor vos amava e, para guardar o juramento que fizera a vossos pais, o Senhor vos tirou com mão poderosa e vos resgatou da casa da servidão, do poder de Faraó, rei do Egito. […] 13 ele te amará, e te abençoará, e te fará multiplicar; também abençoará os teus filhos, e o fruto da tua terra, e o teu cereal, e o teu vinho, e o teu azeite, e as crias das tuas vacas e das tuas ovelhas, na terra que, sob juramento a teus pais, prometeu dar-te.”

Deuteronômio 10:15 (ARA)2: “Tão somente o Senhor se afeiçoou a teus pais para os amar; a vós outros, descendentes deles, escolheu de todos os povos, como hoje se vê.”

Deuteronômio 23:5 (ARA)2: “Porém o Senhor, teu Deus, não quis ouvir a Balaão; antes, trocou em bênção a maldição, porquanto o Senhor, teu Deus, te amava.”

Deuteronômio 33:3 (ARA)2: “Na verdade, amas os povos; todos os teus santos estão na tua mão; eles se colocam a teus pés e aprendem das tuas palavras.”

Em Deuteronômio, repetidamente Moisés disse ao povo sobre o amor de Deus por seus pais e por eles. Mais do que apenas palavras, o Senhor revelou esse amor por meio de ações. Apesar das deficiências, falhas e pecados do povo, o amor de Deus foi constante, sendo manifestado poderosamente em Seu tratamento com eles.

5. “Nós amamos porque Ele nos amou primeiro” (1Jo 4:19). Como esse texto nos ajuda a entender por que devemos amar a Deus?

Mesmo antes da fundação do mundo, Deus provou Seu amor por nós com o plano da salvação.

O amor de Deus por nós é anterior à nossa existência, no sentido de que o plano de salvação já existia “antes da fundação do mundo” (Ef 1:4). Como disse Ellen G. White: “O plano da nossa redenção não foi um pensamento posterior, formulado depois da queda de Adão. Ele foi ‘a revelação do mistério guardado em silêncio nos tempos eternos’ (Rm 16:25). Foi um desdobramento dos princípios que, desde os séculos da eternidade, têm sido o fundamento do trono de Deus” (O Desejado de Todas as Nações, p. 22). Somos muito afortunados por ter um Deus tão amoroso que enviou Seu Filho à cruz por nós. Por Seu amor abnegado “Ele Se humilhou, tornando-Se obediente até a morte, e morte de cruz” (Fp 2:8). Temos uma revelação do amor de Deus por nós que os filhos de Israel provavelmente nem poderiam ter imaginado.

E se a essência de Deus fosse ódio ou indiferença, em vez de ser amor? Que tipo de mundo teríamos? A revelação do amor de Deus por nós deve nos alegrar?

Terça-feira, 19 de outubro de 2021. Saiba mais, faça gratuitamente um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. A verdade presente em Deuteronômio. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 506, out. nov. dez. 2021. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Temer o Senhor

Lições da Bíblia1

Além da ordem para amar a Deus com tudo o que possuíam, Moisés ordenou ao povo que temesse o Senhor (Dt 6:2).

2. Leia Deuteronômio 10:12. O que o texto diz sobre amor e temor?

Deuteronômio 10:12 (ARA): “Agora, pois, ó Israel, que é que o Senhor requer de ti? Não é que temas o Senhor, teu Deus, e andes em todos os seus caminhos, e o ames, e sirvas ao Senhor, teu Deus, de todo o teu coração e de toda a tua alma,”

Em um verso, os israelitas são instruídos a temer a Deus, em outro a amá-Lo, e nesse verso são instruídos a temer e amar ao mesmo tempo. Pelo significado comum da palavra “temor”, isso pode parecer uma contradição, mas não é. Temer a Deus – no sentido de reverência e respeito por quem Ele é, por Sua autoridade, poder, justiça e retidão, especialmente em contraste com nossa pecaminosidade, fraqueza e total dependência Dele – deve ser uma reação natural. Somos seres caídos, violamos a lei de Deus e, exceto pela Sua graça, merecemos a condenação e a morte eternas.

3. Leia Efésios 2:1-10. Como temer e amar a Deus ao mesmo tempo?

Efésios 2:1-10 (ARA)2: “1 Ele vos deu vida, estando vós mortos nos vossos delitos e pecados, 2 nos quais andastes outrora, segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe da potestade do ar, do espírito que agora atua nos filhos da desobediência; 3 entre os quais também todos nós andamos outrora, segundo as inclinações da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos, por natureza, filhos da ira, como também os demais. 4 Mas Deus, sendo rico em misericórdia, por causa do grande amor com que nos amou,e estando nós mortos em nossos delitos, nos deu vida juntamente com Cristo, —pela graça sois salvos, e, juntamente com ele, nos ressuscitou, e nos fez assentar nos lugares celestiais em Cristo Jesus;para mostrar, nos séculos vindouros, a suprema riqueza da sua graça, em bondade para conosco, em Cristo Jesus.Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus;não de obras, para que ninguém se glorie. 10 Pois somos feitura dele, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas.

Apesar de sermos “filhos da ira” (é por isso que devemos temer a Deus), Cristo morreu por nós e nos deu uma nova vida Nele, que inclui libertação do pecado e da condenação (é por isso que devemos amá-Lo).

Assim como isso é verdade para nós hoje, esse mesmo princípio se aplicava ao antigo Israel: eles tinham sido cativos no Egito, condenados à escravidão e à opressão, e foi somente o amor de Deus e a Sua misericórdia para com eles que os levou à sua grande redenção. “Lembre-se de que você foi escravo na terra do Egito e que o Senhor, seu Deus, o tirou de lá com mão poderosa e braço estendido. Por isso o Senhor, seu Deus, ordenou que você guardasse o dia de sábado” (Dt 5:15). Não é de admirar, então, que deviam amar e temer a Deus ao mesmo tempo. E se eles deviam fazer assim, quanto mais nós, pela morte de Jesus na cruz!

Leia Apocalipse 14:6, 7 [“6 Vi outro anjo voando pelo meio do céu, tendo um evangelho eterno para pregar aos que se assentam sobre a terra, e a cada nação, e tribo, e língua, e povo, 7 dizendo, em grande voz: Temei a Deus e dai-lhe glória, pois é chegada a hora do seu juízo; e adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas.”]. Por que a ordem “temam a Deus” deve ser a primeira da mensagem do Senhor para os últimos dias? Visto que sabemos o que está por vir, por que essa ordem faz tanto sentido?

Segunda-feira, 18 de outubro de 2021. Saiba mais, faça gratuitamente um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. A verdade presente em Deuteronômio. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 506, out. nov. dez. 2021. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.