A condição humana

Lições da Bíblia

“Todos pecaram e carecem da glória de Deus” (Rm 3:23).

“No início do livro de Romanos, Paulo procurou demonstrar uma verdade crucial e fundamental para o evangelho: o triste estado da condição humana. Essa verdade existe porque, desde a queda, todos foram contaminados pelo pecado. Ele está ligado aos nossos genes assim como a cor de nossos olhos.”1

“Martinho Lutero, em seu comentário sobre o livro de Romanos, escreveu o seguinte: ‘A expressão ‘todos estão debaixo do pecado’ deve ser tomada em um sentido espiritual; ou seja, não como o homem se enxerga nem como os outros o enxergam, mas como ele permanece diante de Deus. Todos estão debaixo do pecado, os transgressores manifestos aos olhos dos homens, bem como os que parecem justos aos seus próprios olhos e diante dos outros. Muitos que realizam boas obras exteriormente o fazem por medo do castigo, por amor ao ganho, pela glória, ou pelo prazer em determinado objetivo, mas não por um espírito voluntário e pronto. Assim, o homem se exercita continuamente na prática das boas obras exteriores, mas interiormente está totalmente imerso em desejos pecaminosos e paixões malignas, que se opõem às boas obras’ (Martinho Lutero, Commentary on Romans [Comentário Sobre Romanos], p. 69).”1

Incentive seus amigos a fazer a assinatura da Lição da Escola Sabatina para toda a família e a adquirir as Meditações Diárias para 2018.

Sábado, 14 de outubro de 2017. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 LIÇÃO da escola sabatina. Salvação somente pela fé: o livro de Romanos. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 490, Out. Nov. Dez. 2017. Adulto, Professor.

O conflito – Estudo adicional

Lições da Bíblia

Assista em vídeo a discussão do tema da semana.

Estudo adicional

“Leia, de Ellen G. White, ‘Judeus e Gentios’, p. 188-192, 194-197; ‘Apostasia na Galácia’, p. 383-388, em Atos dos Apóstolos; ‘Israel Recebe a Lei’, p. 310-312; ‘A Lei e as Alianças’, p. 370-373, em Patriarcas e Profetas; ‘O Povo Escolhido’, p. 27-30, em O Desejado de Todas as Nações.”1

“Sem dúvida, nossa igreja tem enfrentado momentos de conflito e dissensão. Mas isso não é novidade. Satanás sempre esteve em guerra contra a igreja. Mesmo no início do cristianismo, surgiram dissensões e conflitos nas fileiras dos cristãos. E havia um conflito que, se não fosse resolvido, poderia ter destruído a igreja logo em seu surgimento.”1

“‘Por meio da influência de falsos ensinadores que tinham se levantado entre os crentes em Jerusalém, a divisão, a heresia e o sensualismo estavam rapidamente ganhando terreno entre os crentes na Galácia. Esses falsos ensinadores estavam misturando tradições judaicas com as verdades do evangelho. Desconsiderando a decisão do concílio geral em Jerusalém, impuseram aos crentes gentios a observância da lei cerimonial’ (Ellen G. White, Atos dos Apóstolos, p. 383).”

Perguntas para discussão

“1. Sua igreja está colocando sobre os outros fardos desnecessários? Ou estamos em perigo de ir para o outro extremo? Isto é, como reconhecer se nos tornamos muito frouxos em nosso estilo de vida e padrões a ponto de não refletirmos nosso alto chamado em Cristo?”1

“2. Quais são alguns argumentos que as pessoas usam para afirmar que os Dez Mandamentos não são mais obrigatórios para os cristãos? Como respondemos a essas alegações? Por que, na verdade, esses argumentos são tão equivocados?”1

“3. Leia Gálatas 1:1-12. Note como Paulo foi intransigente, dogmático e fervoroso em relação à sua compreensão do evangelho. O que isso revela sobre a necessidade de permanecer absolutamente inabalável em certas crenças, especialmente em uma era pluralista e relativista? Quais ensinamentos precisam ser mantidos?”1

“4. Quais questões provocaram a Reforma Protestante? Quais diferenças básicas não foram resolvidas?”1

Sexta-feira, 13 de outubro de 2017. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 LIÇÃO da escola sabatina. Salvação somente pela fé: o livro de Romanos. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 490, Out. Nov. Dez. 2017. Adulto, Professor.

 

Paulo e os gálatas

Lições da Bíblia

“Por mais claro que o concílio tivesse sido, havia aqueles que procuravam seguir seu próprio caminho e que continuavam a defender que os gentios mantivessem as tradições e leis judaicas. Para Paulo, isso se tornou um assunto muito sério. Os falsos ensinos de alguns judeus não eram simplesmente um desprezo de questões sutis da fé, mas tinham se tornado uma negação do próprio evangelho de Cristo.”1

“8. Leia Gálatas 1:1-12. Paulo via com seriedade a questão que estava enfrentando na Galácia? O que isso revela sobre a importância dessa controvérsia?”1

Gálatas (1:1-12 ARA)2: “1 Paulo, apóstolo, não da parte de homens, nem por intermédio de homem algum, mas por Jesus Cristo e por Deus Pai, que o ressuscitou dentre os mortos, 2 e todos os irmãos meus companheiros, às igrejas da Galácia, 3 graça a vós outros e paz, da parte de Deus, nosso Pai, e do [nosso] Senhor Jesus Cristo, 4 o qual se entregou a si mesmo pelos nossos pecados, para nos desarraigar deste mundo perverso, segundo a vontade de nosso Deus e Pai, 5 a quem seja a glória pelos séculos dos séculos. Amém! 6 Admira-me que estejais passando tão depressa daquele que vos chamou na graça de Cristo para outro evangelho, 7 o qual não é outro, senão que há alguns que vos perturbam e querem perverter o evangelho de Cristo. 8 Mas, ainda que nós ou mesmo um anjo vindo do céu vos pregue evangelho que vá além do que vos temos pregado, seja anátema. 9 Assim, como já dissemos, e agora repito, se alguém vos prega evangelho que vá além daquele que recebestes, seja anátema. 10 Porventura, procuro eu, agora, o favor dos homens ou o de Deus? Ou procuro agradar a homens? Se agradasse ainda a homens, não seria servo de Cristo. 11 Faço-vos, porém, saber, irmãos, que o evangelho por mim anunciado não é segundo o homem, 12 porque eu não o recebi, nem o aprendi de homem algum, mas mediante revelação de Jesus Cristo.

“Como foi dito antes, a situação na Galácia, em grande medida, motivou o conteúdo da carta à igreja de Roma. Na Epístola aos Romanos, Paulo desenvolveu ainda mais o tema da Epístola aos Gálatas. Alguns cristãos judeus estavam afirmando que a lei que Deus lhes havia transmitido por intermédio de Moisés era importante e deveria ser observada pelos gentios convertidos. Paulo estava tentando mostrar o verdadeiro lugar e a verdadeira função da lei. Ele não queria que essas pessoas ganhassem apoio em Roma como tinham feito na Galácia.”1

“É uma simplicidade exagerada perguntar se Paulo estava se referindo às leis cerimoniais ou morais em Gálatas e Romanos. Historicamente, a discussão era se os gentios convertidos deveriam ou não ser obrigados a ser circuncidados e guardar a lei de Moisés. O concílio de Jerusalém já havia decidido essa questão, mas alguns se recusaram a seguir sua decisão.”1

“Alguns ‘descobrem’, nas cartas de Paulo aos Gálatas e aos Romanos, evidências de que a lei moral, os Dez Mandamentos (ou, na verdade, apenas o quarto mandamento), não é mais obrigatória aos cristãos. No entanto, eles não compreendem o sentido das cartas, nem o contexto histórico e os assuntos que Paulo estava abordando. Paulo, como veremos, enfatizou que a salvação era somente pela fé e não pela guarda da lei, nem mesmo da lei moral. No entanto, isso não é o mesmo que dizer que a lei moral não deve ser obedecida. A obediência aos Dez Mandamentos nunca entrou em discussão; aqueles que a tornam um problema estão interpretando nos textos um problema contemporâneo, com o qual Paulo não estava lidando.”

“Qual é sua resposta aos que afirmam que o sábado já não é obrigatório para os cristãos? Como você pode apresentar a verdade do sábado de uma forma que não comprometa a integridade do evangelho?”1

Quinta-feira, 12 de outubro de 2017. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 LIÇÃO da escola sabatina. Salvação somente pela fé: o livro de Romanos. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 490, Out. Nov. Dez. 2017. Adulto, Professor.
2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Os cristãos gentios

Lições da Bíblia

“6. Leia Atos 15:5-29. Qual decisão foi tomada no concílio e qual foi o seu raciocínio?”1

 Atos (15:5-29 ARA)2: 5 Insurgiram-se, entretanto, alguns da seita dos fariseus que haviam crido, dizendo: É necessário circuncidá-los e determinar-lhes que observem a lei de Moisés. 6 Então, se reuniram os apóstolos e os presbíteros para examinar a questão. 7 Havendo grande debate, Pedro tomou a palavra e lhes disse: Irmãos, vós sabeis que, desde há muito, Deus me escolheu dentre vós para que, por meu intermédio, ouvissem os gentios a palavra do evangelho e cressem. 8 Ora, Deus, que conhece os corações, lhes deu testemunho, concedendo o Espírito Santo a eles, como também a nós nos concedera. 9 E não estabeleceu distinção alguma entre nós e eles, purificando-lhes pela fé o coração. 10 Agora, pois, por que tentais a Deus, pondo sobre a cerviz dos discípulos um jugo que nem nossos pais puderam suportar, nem nós? 11 Mas cremos que fomos salvos pela graça do Senhor Jesus, como também aqueles o foram. 12 E toda a multidão silenciou, passando a ouvir a Barnabé e a Paulo, que contavam quantos sinais e prodígios Deus fizera por meio deles entre os gentios. 13 Depois que eles terminaram, falou Tiago, dizendo: Irmãos, atentai nas minhas palavras: 14 expôs Simão como Deus, primeiramente, visitou os gentios, a fim de constituir dentre eles um povo para o seu nome. 15 Conferem com isto as palavras dos profetas, como está escrito: 16 Cumpridas estas coisas, voltarei e reedificarei o tabernáculo caído de Davi; e, levantando-o de suas ruínas, restaurá-lo-ei. 17 Para que os demais homens busquem o Senhor, e também todos os gentios sobre os quais tem sido invocado o meu nome, 18 diz o Senhor, que faz estas coisas conhecidas desde séculos. 19 Pelo que, julgo eu, não devemos perturbar aqueles que, dentre os gentios, se convertem a Deus, 20 mas escrever-lhes que se abstenham das contaminações dos ídolos, bem como das relações sexuais ilícitas, da carne de animais sufocados e do sangue. 21 Porque Moisés tem, em cada cidade, desde tempos antigos, os que o pregam nas sinagogas, onde é lido todos os sábados. 22 Então, pareceu bem aos apóstolos e aos presbíteros, com toda a igreja, tendo elegido homens dentre eles, enviá-los, juntamente com Paulo e Barnabé, a Antioquia: foram Judas, chamado Barsabás, e Silas, homens notáveis entre os irmãos, 23 escrevendo, por mão deles: Os irmãos, tanto os apóstolos como os presbíteros, aos irmãos de entre os gentios em Antioquia, Síria e Cilícia, saudações. 24 Visto sabermos que alguns [que saíram] de entre nós, sem nenhuma autorização, vos têm perturbado com palavras, transtornando a vossa alma, 25 pareceu-nos bem, chegados a pleno acordo, eleger alguns homens e enviá-los a vós outros com os nossos amados Barnabé e Paulo, 26 homens que têm exposto a vida pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo. 27 Enviamos, portanto, Judas e Silas, os quais pessoalmente vos dirão também estas coisas. 28 Pois pareceu bem ao Espírito Santo e a nós não vos impor maior encargo além destas coisas essenciais: 29 que vos abstenhais das coisas sacrificadas a ídolos, bem como do sangue, da carne de animais sufocados e das relações sexuais ilícitas; destas coisas fareis bem se vos guardardes. Saúde.

“A decisão foi contrária à opinião dos judaizantes. Essas pessoas insistiam que os gentios convertidos fossem circuncidados e guardassem toda a lei cerimonial, e que ‘as leis e cerimônias judaicas deviam ser incorporadas aos ritos da religião cristã’ (Ellen G. White, Atos dos Apóstolos, p. 189).”1

“É interessante notar, em Atos 15:10, a maneira pela qual Pedro descreveu essas leis antigas como um ‘jugo’ que eles eram incapazes de suportar. O Senhor, que instituiu essas leis, faria delas um jugo sobre Seu povo? Parece ser pouco provável. Em vez disso, ao longo dos anos, alguns líderes, mediante suas tradições orais, tinham transformado em fardos muitas leis destinadas a ser bênçãos. O concílio procurou poupar os gentios desses fardos.”

“Além disso, não houve referência nem debate que pudesse sugerir que os gentios não precisavam obedecer aos Dez Mandamentos. Afinal, poderíamos imaginar o concílio dizendo-lhes que não comessem sangue, mas que era aceitável ignorar os mandamentos contra o adultério, assassinato e coisas do gênero?”1

“7. Quais regras específicas foram impostas aos cristãos gentios (At 15:20, 29)? Por quê? Assinale a alternativa correta:”1

Atos (15:20, 29 ARA)2: 20 mas escrever-lhes que se abstenham das contaminações dos ídolos, bem como das relações sexuais ilícitas, da carne de animais sufocados e do sangue. […] 29 que vos abstenhais das coisas sacrificadas a ídolos, bem como do sangue, da carne de animais sufocados e das relações sexuais ilícitas; destas coisas fareis bem se vos guardardes. Saúde.

A.( ) Eles não deviam congregar com os judeus, pois tinham costumes muito diferentes. Por isso, deviam viver separados.
B.( ) Deviam se abster de comidas oferecidas aos ídolos, da imoralidade sexual e da carne e sangue de animais estrangulados, pois essas coisas eram ofensivas aos judeus.

Resposta sugestiva: Alternativa B.

“Embora os cristãos judeus não devessem impor suas regras e tradições aos gentios, o concílio queria se certificar de que os gentios não fariam coisas consideradas ofensivas aos judeus que estavam unidos a eles em Jesus. Portanto, os apóstolos e anciãos concordaram em instruir os gentios por carta a se abster das carnes oferecidas aos ídolos, da fornicação, das carnes de animais estrangulados e do sangue. Alguns dizem que, uma vez que a guarda do sábado não foi mencionada especificamente, ela não deve ter sido indicada aos gentios. É evidente que os mandamentos contra a mentira e o assassinato também não foram especificamente mencionados, de modo que essa argumentação não significa nada.”1

“De certa maneira, estamos colocando sobre as pessoas cargas desnecessárias, mais provenientes da tradição do que da ordem divina? Comente com a classe.”1

Quarta-feira, 11 de outubro de 2017. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 LIÇÃO da escola sabatina. Salvação somente pela fé: o livro de Romanos. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 490, Out. Nov. Dez. 2017. Adulto, Professor.
2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Conforme o costume de Moisés

Lições da Bíblia

“4 De acordo com Atos 15:1, o que causava dissensão? Por que alguns acreditavam que isso não era apenas para a nação judaica? Veja Gênesis 17:10 e assinale ‘V’ para verdadeiro ou ‘F’ para falso:”1

Atos (15:1 ARA)2: “Alguns indivíduos que desceram da Judéia ensinavam aos irmãos: Se não vos circuncidardes segundo o costume de Moisés, não podeis ser salvos.”. Gênesis 17:10 ARA)2: “Esta é a minha aliança, que guardareis entre mim e vós e a tua descendência: todo macho entre vós será circuncidado.”.

A.( ) As ofertas de sacrifício, que simbolizavam a salvação.
B.( ) A circuncisão, que fazia parte da aliança feita com Abraão.

“Enquanto os apóstolos se uniam aos ministros e membros leigos em Antioquia num esforço intenso para ganhar muitas pessoas para Cristo, certos cristãos judeus da Judeia, ‘da seita dos fariseus’ (At 15:5), conseguiram introduzir uma questão que logo levou a um conflito generalizado na igreja e deixou os cristãos gentios consternados. Com grande convicção, esses mestres defendiam que, para ser salvo, era preciso ser circuncidado e guardar toda a lei cerimonial. Os judeus, afinal de contas, sempre se orgulharam de suas cerimônias divinamente estabelecidas. Além disso, muitos dos que tinham sido convertidos à fé de Cristo ainda sentiam que, uma vez que Deus havia claramente delineado o modo hebraico de adoração, era improvável que Ele autorizasse uma alteração em qualquer uma de suas especificações. Eles insistiam que as leis e cerimônias judaicas deveriam ser incorporadas aos ritos da religião cristã. Demoraram para compreender que todas as ofertas de sacrifício haviam prefigurado a morte do Filho de Deus, na qual o tipo encontrou o antítipo, e que, depois dela, os ritos e cerimônias da dispensação mosaica não eram mais obrigatórios.”1

“5 Leia Atos 15:2-12. Como esse debate foi resolvido?”1

Atos 15:2-12 ARA)2: 2 Tendo havido, da parte de Paulo e Barnabé, contenda e não pequena discussão com eles, resolveram que esses dois e alguns outros dentre eles subissem a Jerusalém, aos apóstolos e presbíteros, com respeito a esta questão. 3 Enviados, pois, e até certo ponto acompanhados pela igreja, atravessaram as províncias da Fenícia e Samaria e, narrando a conversão dos gentios, causaram grande alegria a todos os irmãos. 4 Tendo eles chegado a Jerusalém, foram bem recebidos pela igreja, pelos apóstolos e pelos presbíteros e relataram tudo o que Deus fizera com eles. 5 Insurgiram-se, entretanto, alguns da seita dos fariseus que haviam crido, dizendo: É necessário circuncidá-los e determinar-lhes que observem a lei de Moisés. 6 Então, se reuniram os apóstolos e os presbíteros para examinar a questão. 7 Havendo grande debate, Pedro tomou a palavra e lhes disse: Irmãos, vós sabeis que, desde há muito, Deus me escolheu dentre vós para que, por meu intermédio, ouvissem os gentios a palavra do evangelho e cressem. 8 Ora, Deus, que conhece os corações, lhes deu testemunho, concedendo o Espírito Santo a eles, como também a nós nos concedera. 9 E não estabeleceu distinção alguma entre nós e eles, purificando-lhes pela fé o coração. 10 Agora, pois, por que tentais a Deus, pondo sobre a cerviz dos discípulos um jugo que nem nossos pais puderam suportar, nem nós? 11 Mas cremos que fomos salvos pela graça do Senhor Jesus, como também aqueles o foram. 12 E toda a multidão silenciou, passando a ouvir a Barnabé e a Paulo, que contavam quantos sinais e prodígios Deus fizera por meio deles entre os gentios.

“‘Embora buscando de Deus a orientação direta, [Paulo] estava sempre pronto a reconhecer a autoridade conferida ao corpo de crentes unidos como igreja. Sentia a necessidade de se aconselhar; e, quando surgiam assuntos de importância, alegrava-se em poder apresentá-los perante a igreja, e em unir-se com os irmãos para buscar de Deus sabedoria para fazer decisões acertadas’ (Ellen G. White, Atos dos Apóstolos, p. 200).”1

“Paulo, que muitas vezes falou sobre seu chamado profético e de como Jesus lhe deu sua missão, estava muito disposto a trabalhar com o corpo maior da igreja. Ou seja, qualquer que fosse sua vocação, ele percebeu que fazia parte da igreja como um todo e que precisava trabalhar com ela o máximo possível.”1

“Qual é sua atitude em relação à liderança da igreja? Você é cooperativo? Por que a cooperação é tão importante? Como a igreja poderia funcionar se todos fizessem apenas o que desejam, independentemente do corpo maior?”1

Terça-feira, 10 de outubro de 2017. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 LIÇÃO da escola sabatina. Salvação somente pela fé: o livro de Romanos. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 490, Out. Nov. Dez. 2017. Adulto, Professor.
2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Leis e regulamentos judaicos

Lições da Bíblia

“3. Se o tempo permitir, folheie o livro de Levítico (veja, por exemplo, os capítulos 12, 16 e 23). Quais pensamentos vêm à sua mente ao ler essas regras, regulamentos e rituais? Por que muitos deles seriam quase impossíveis de seguir nos tempos do Novo Testamento?”1

Levíticos (12 ARA)2: “1 Disse mais o SENHOR a Moisés: 2 Fala aos filhos de Israel: Se uma mulher conceber e tiver um menino, será imunda sete dias; como nos dias da sua menstruação, será imunda. 3 E, no oitavo dia, se circuncidará ao menino a carne do seu prepúcio. 4 Depois, ficará ela trinta e três dias a purificar-se do seu sangue; nenhuma coisa santa tocará, nem entrará no santuário até que se cumpram os dias da sua purificação. 5 Mas, se tiver uma menina, será imunda duas semanas, como na sua menstruação; depois, ficará sessenta e seis dias a purificar-se do seu sangue. 6 E, cumpridos os dias da sua purificação por filho ou filha, trará ao sacerdote um cordeiro de um ano, por holocausto, e um pombinho ou uma rola, por oferta pelo pecado, à porta da tenda da congregação; 7 o sacerdote o oferecerá perante o SENHOR e, pela mulher, fará expiação; e ela será purificada do fluxo do seu sangue; esta é a lei da que der à luz menino ou menina. 8 Mas, se as suas posses não lhe permitirem trazer um cordeiro, tomará, então, duas rolas ou dois pombinhos, um para o holocausto e o outro para a oferta pelo pecado; assim, o sacerdote fará expiação pela mulher, e será limpa.”.

Levíticos (16 ARA)2: 1 Falou o SENHOR a Moisés, depois que morreram os dois filhos de Arão, tendo chegado aqueles diante do SENHOR. 2 Então, disse o SENHOR a Moisés: Dize a Arão, teu irmão, que não entre no santuário em todo tempo, para dentro do véu, diante do propiciatório que está sobre a arca, para que não morra; porque aparecerei na nuvem sobre o propiciatório. 3 Entrará Arão no santuário com isto: um novilho, para oferta pelo pecado, e um carneiro, para holocausto. 4 Vestirá ele a túnica de linho, sagrada, terá as calças de linho sobre a pele, cingir-se-á com o cinto de linho e se cobrirá com a mitra de linho; são estas as vestes sagradas. Banhará o seu corpo em água e, então, as vestirá. 5 Da congregação dos filhos de Israel tomará dois bodes, para a oferta pelo pecado, e um carneiro, para holocausto. 6 Arão trará o novilho da sua oferta pelo pecado e fará expiação por si e pela sua casa. 7 Também tomará ambos os bodes e os porá perante o SENHOR, à porta da tenda da congregação. 8 Lançará sortes sobre os dois bodes: uma, para o SENHOR, e a outra, para o bode emissário. 9 Arão fará chegar o bode sobre o qual cair a sorte para o SENHOR e o oferecerá por oferta pelo pecado. 10 Mas o bode sobre que cair a sorte para bode emissário será apresentado vivo perante o SENHOR, para fazer expiação por meio dele e enviá-lo ao deserto como bode emissário. 11 Arão fará chegar o novilho da sua oferta pelo pecado e fará expiação por si e pela sua casa; imolará o novilho da sua oferta pelo pecado. 12 Tomará também, de sobre o altar, o incensário cheio de brasas de fogo, diante do SENHOR, e dois punhados de incenso aromático bem moído e o trará para dentro do véu. 13 Porá o incenso sobre o fogo, perante o SENHOR, para que a nuvem do incenso cubra o propiciatório, que está sobre o Testemunho, para que não morra. 14 Tomará do sangue do novilho e, com o dedo, o aspergirá sobre a frente do propiciatório; e, diante do propiciatório, aspergirá sete vezes do sangue, com o dedo. 15 Depois, imolará o bode da oferta pelo pecado, que será para o povo, e trará o seu sangue para dentro do véu; e fará com o seu sangue como fez com o sangue do novilho; aspergi-lo-á no propiciatório e também diante dele. 16 Assim, fará expiação pelo santuário por causa das impurezas dos filhos de Israel, e das suas transgressões, e de todos os seus pecados. Da mesma sorte, fará pela tenda da congregação, que está com eles no meio das suas impurezas. 17 Nenhum homem estará na tenda da congregação quando ele entrar para fazer propiciação no santuário, até que ele saia depois de feita a expiação por si mesmo, e pela sua casa, e por toda a congregação de Israel. 18 Então, sairá ao altar, que está perante o SENHOR, e fará expiação por ele. Tomará do sangue do novilho e do sangue do bode e o porá sobre os chifres do altar, ao redor. 19 Do sangue aspergirá, com o dedo, sete vezes sobre o altar, e o purificará, e o santificará das impurezas dos filhos de Israel. 20 Havendo, pois, acabado de fazer expiação pelo santuário, pela tenda da congregação e pelo altar, então, fará chegar o bode vivo. 21 Arão porá ambas as mãos sobre a cabeça do bode vivo e sobre ele confessará todas as iniquidades dos filhos de Israel, todas as suas transgressões e todos os seus pecados; e os porá sobre a cabeça do bode e enviá-lo-á ao deserto, pela mão de um homem à disposição para isso. 22 Assim, aquele bode levará sobre si todas as iniquidades deles para terra solitária; e o homem soltará o bode no deserto. 23 Depois, Arão virá à tenda da congregação, e despirá as vestes de linho, que havia usado quando entrara no santuário, e ali as deixará. 24 Banhará o seu corpo em água no lugar santo e porá as suas vestes; então, sairá, e oferecerá o seu holocausto e o holocausto do povo, e fará expiação por si e pelo povo. 25 Também queimará a gordura da oferta pelo pecado sobre o altar. 26 E aquele que tiver levado o bode emissário lavará as suas vestes, banhará o seu corpo em água e, depois, entrará no arraial. 27 Mas o novilho e o bode da oferta pelo pecado, cujo sangue foi trazido para fazer expiação no santuário, serão levados fora do arraial; porém as suas peles, a sua carne e o seu excremento se queimarão. 28 Aquele que o queimar lavará as suas vestes, banhará o seu corpo em água e, depois, entrará no arraial. 29 Isso vos será por estatuto perpétuo: no sétimo mês, aos dez dias do mês, afligireis a vossa alma e nenhuma obra fareis, nem o natural nem o estrangeiro que peregrina entre vós. 30 Porque, naquele dia, se fará expiação por vós, para purificar-vos; e sereis purificados de todos os vossos pecados, perante o SENHOR. 31 É sábado de descanso solene para vós outros, e afligireis a vossa alma; é estatuto perpétuo. 32 Quem for ungido e consagrado para oficiar como sacerdote no lugar de seu pai fará a expiação, havendo posto as vestes de linho, as vestes santas; 33 fará expiação pelo santuário, pela tenda da congregação e pelo altar; também a fará pelos sacerdotes e por todo o povo da congregação. 34 Isto vos será por estatuto perpétuo, para fazer expiação uma vez por ano pelos filhos de Israel, por causa dos seus pecados. E fez Arão como o SENHOR ordenara a Moisés.”.

Levítico (23 ARA)2: 1 Disse o SENHOR a Moisés: 2 Fala aos filhos de Israel e dize-lhes: As festas fixas do SENHOR, que proclamareis, serão santas convocações; são estas as minhas festas. 3 Seis dias trabalhareis, mas o sétimo será o sábado do descanso solene, santa convocação; nenhuma obra fareis; é sábado do SENHOR em todas as vossas moradas. 4 São estas as festas fixas do SENHOR, as santas convocações, que proclamareis no seu tempo determinado: 5 no mês primeiro, aos catorze do mês, no crepúsculo da tarde, é a Páscoa do SENHOR. 6 E aos quinze dias deste mês é a Festa dos Pães Asmos do SENHOR; sete dias comereis pães asmos. 7 No primeiro dia, tereis santa convocação; nenhuma obra servil fareis; 8 mas sete dias oferecereis oferta queimada ao SENHOR; ao sétimo dia, haverá santa convocação; nenhuma obra servil fareis. 9 Disse mais o SENHOR a Moisés: 10 Fala aos filhos de Israel e dize-lhes: Quando entrardes na terra, que vos dou, e segardes a sua messe, então, trareis um molho das primícias da vossa messe ao sacerdote; 11 este moverá o molho perante o SENHOR, para que sejais aceitos; 12 no dia imediato ao sábado, o sacerdote o moverá. No dia em que moverdes o molho, oferecereis um cordeiro sem defeito, de um ano, em holocausto ao SENHOR. 13 A sua oferta de manjares serão duas dízimas de um efa de flor de farinha, amassada com azeite, para oferta queimada de aroma agradável ao SENHOR, e a sua libação será de vinho, a quarta parte de um him. 14 Não comereis pão, nem trigo torrado, nem espigas verdes, até ao dia em que trouxerdes a oferta ao vosso Deus; é estatuto perpétuo por vossas gerações, em todas as vossas moradas. 15 Contareis para vós outros desde o dia imediato ao sábado, desde o dia em que trouxerdes o molho da oferta movida; sete semanas inteiras serão. 16 Até ao dia imediato ao sétimo sábado, contareis cinquenta dias; então, trareis nova oferta de manjares ao SENHOR. 17 Das vossas moradas trareis dois pães para serem movidos; de duas dízimas de um efa de farinha serão; levedados se cozerão; são primícias ao SENHOR. 18 Com o pão oferecereis sete cordeiros sem defeito de um ano, e um novilho, e dois carneiros; holocausto serão ao SENHOR, com a sua oferta de manjares e as suas libações, por oferta queimada de aroma agradável ao SENHOR. 19 Também oferecereis um bode, para oferta pelo pecado, e dois cordeiros de um ano, por oferta pacífica. 20 Então, o sacerdote os moverá, com o pão das primícias, por oferta movida perante o SENHOR, com os dois cordeiros; santos serão ao SENHOR, para o uso do sacerdote. 21 No mesmo dia, se proclamará que tereis santa convocação; nenhuma obra servil fareis; é estatuto perpétuo em todas as vossas moradas, pelas vossas gerações. 22 Quando segardes a messe da vossa terra, não rebuscareis os cantos do vosso campo, nem colhereis as espigas caídas da vossa sega; para o pobre e para o estrangeiro as deixareis. Eu sou o SENHOR, vosso Deus. 23 Disse mais o SENHOR a Moisés: 24 Fala aos filhos de Israel, dizendo: No mês sétimo, ao primeiro do mês, tereis descanso solene, memorial, com sonidos de trombetas, santa convocação. 25 Nenhuma obra servil fareis, mas trareis oferta queimada ao SENHOR. 26 Disse mais o SENHOR a Moisés: 27 Mas, aos dez deste mês sétimo, será o Dia da Expiação; tereis santa convocação e afligireis a vossa alma; trareis oferta queimada ao SENHOR. 28 Nesse mesmo dia, nenhuma obra fareis, porque é o Dia da Expiação, para fazer expiação por vós perante o SENHOR, vosso Deus. 29 Porque toda alma que, nesse dia, se não afligir será eliminada do seu povo. 30 Quem, nesse dia, fizer alguma obra, a esse eu destruirei do meio do seu povo. 31 Nenhuma obra fareis; é estatuto perpétuo pelas vossas gerações, em todas as vossas moradas. 32 Sábado de descanso solene vos será; então, afligireis a vossa alma; aos nove do mês, de uma tarde a outra tarde, celebrareis o vosso sábado. 33 Disse mais o SENHOR a Moisés: 34 Fala aos filhos de Israel, dizendo: Aos quinze dias deste mês sétimo, será a Festa dos Tabernáculos ao SENHOR, por sete dias. 35 Ao primeiro dia, haverá santa convocação; nenhuma obra servil fareis. 36 Sete dias oferecereis ofertas queimadas ao SENHOR; ao dia oitavo, tereis santa convocação e oferecereis ofertas queimadas ao SENHOR; é reunião solene, nenhuma obra servil fareis. 37 São estas as festas fixas do SENHOR, que proclamareis para santas convocações, para oferecer ao SENHOR oferta queimada, holocausto e oferta de manjares, sacrifício e libações, cada qual em seu dia próprio, 38 além dos sábados do SENHOR, e das vossas dádivas, e de todos os vossos votos, e de todas as vossas ofertas voluntárias que dareis ao SENHOR. 39 Porém, aos quinze dias do mês sétimo, quando tiverdes recolhido os produtos da terra, celebrareis a festa do SENHOR, por sete dias; ao primeiro dia e também ao oitavo, haverá descanso solene. 40 No primeiro dia, tomareis para vós outros frutos de árvores formosas, ramos de palmeiras, ramos de árvores frondosas e salgueiros de ribeiras; e, por sete dias, vos alegrareis perante o SENHOR, vosso Deus. 41 Celebrareis esta como festa ao SENHOR, por sete dias cada ano; é estatuto perpétuo pelas vossas gerações; no mês sétimo, a celebrareis. 42 Sete dias habitareis em tendas de ramos; todos os naturais de Israel habitarão em tendas, 43 para que saibam as vossas gerações que eu fiz habitar os filhos de Israel em tendas, quando os tirei da terra do Egito. Eu sou o SENHOR, vosso Deus. 44 Assim, declarou Moisés as festas fixas do SENHOR aos filhos de Israel.”.

“É conveniente classificar as leis do Antigo Testamento em várias categorias: (1) lei moral, (2) leis cerimoniais, (3) leis civis, (4) estatutos e juízos e (5) leis de saúde.”1

“Essa classificação é, em parte, artificial. Na realidade, algumas dessas categorias estão inter-relacionadas e há uma considerável coincidência entre elas. Os antigos não as consideravam separadas nem distintas.”1

“A lei moral é resumida pelos Dez Mandamentos (Êx 20:1-17). Ela é uma síntese dos requisitos morais da humanidade. Esses dez preceitos são exemplificados e aplicados em vários estatutos e juízos nos primeiros cinco livros da Bíblia. Esses exemplos mostram o que significava guardar a lei de Deus em diversas situações.”1

“As leis civis estão relacionadas à lei moral, pois também são fundamentadas nela. Elas definem a relação do cidadão com as autoridades civis e com outros cidadãos. Indicam as penalidades para diversas infrações.”1

“As leis cerimoniais regulamentavam o ritual do santuário, descrevendo as várias ofertas e responsabilidades de cada cidadão. Os dias de festa são especificados e sua observância, definida.”1

“As leis de saúde se sobrepõem às outras leis. As diversas leis relacionadas à impureza definem a impureza cerimonial, mas ainda vão além disso, incluindo princípios de higiene e saúde. As leis sobre carnes puras e impuras estão fundamentadas em considerações físicas.”1

“Embora os judeus provavelmente pensassem, de modo geral, em todas essas leis como um único pacote, pelo fato de que todas vieram de Deus, eles devem ter feito certas distinções mentalmente. Os Dez Mandamentos haviam sido pronunciados por Deus diretamente ao povo. Isso os colocava à parte, tornando-os especialmente importantes. As outras leis tinham sido transmitidas por meio de Moisés. O ritual do santuário só poderia ser cumprido enquanto houvesse um santuário em funcionamento.”1

“As leis civis, pelo menos em grande parte, não podiam mais ser impostas depois que os judeus perderam sua independência e passaram a estar sob o domínio civil de outra nação. Muitos preceitos cerimoniais já não podiam ser observados depois da destruição do templo. Além disso, depois que o Messias veio, muitos tipos tinham encontrado seus antítipos, e não tinham mais validade.”1

Segunda-feira, 09 de outubro de 2017. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 LIÇÃO da escola sabatina. Salvação somente pela fé: o livro de Romanos. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 490, Out. Nov. Dez. 2017. Adulto, Professor.
2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Uma aliança superior

Lições da Bíblia

“1. De acordo com Hebreus 8:6, o que são as ‘promessas superiores’ e a aliança superior? Por que o ministério de Jesus é mais excelente?”1

Hebreus (8:6 ARA)2: “Agora, com efeito, obteve Jesus ministério tanto mais excelente, quanto é ele também Mediador de superior aliança instituída com base em superiores promessas.”.

“Talvez a maior diferença entre a religião do Antigo Testamento e a do Novo seja o fato de que a era do Novo Testamento teve início com a vinda do Messias, Jesus de Nazaré. Ele foi enviado por Deus para ser o Salvador. Os seres humanos não poderiam ignorá-Lo e esperar ser salvos. Somente pela expiação que Ele proveu, os pecados da humanidade poderiam ser perdoados. Unicamente pela imputação de Sua vida perfeita poderiam permanecer diante de Deus sem condenação. Em outras palavras, a salvação era por meio da justiça de Jesus, e nada mais.”1

“Os santos do Antigo Testamento aguardavam com expectativa as bênçãos da era messiânica e a promessa de salvação. Na época do Novo Testamento, as pessoas foram confrontadas com a seguinte pergunta: ‘Vocês aceitam Jesus de Nazaré a quem Deus enviou como Messias, seu Salvador?’ Se acreditassem nEle, isto é, se O aceitassem como Redentor, o que Ele realmente era, e se entregassem a Ele, seriam salvas por meio da justiça que Ele lhes oferecia gratuitamente.”1

“Entretanto, os requisitos morais permanecem inalterados no Novo Testamento, pois foram fundamentados no caráter de Deus e de Cristo. A obediência à lei moral de Deus faz parte tanto da nova aliança como fez parte da antiga.”1

“2. Leia Mateus 19:17, Apocalipse 12:17, 14:12 e Tiago 2:10, 11. O que esses textos revelam sobre a lei moral no Novo Testamento? Assinale a alternativa correta:”1

Mateus (19:17 ARA)2: “Respondeu-lhe Jesus: Por que me perguntas acerca do que é bom? Bom só existe um. Se queres, porém, entrar na vida, guarda os mandamentos.”. Apocalipse (12:17, 14:12 ARA)2: “17 Irou-se o dragão contra a mulher e foi pelejar com os restantes da sua descendência, os que guardam os mandamentos de Deus e têm o testemunho de Jesus; e se pôs em pé sobre a areia do mar. […] 12 Aqui está a perseverança dos santos, os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus.”. Tiago (2:10, 11 ARA)2: “10 Pois qualquer que guarda toda a lei, mas tropeça em um só ponto, se torna culpado de todos. 11 Porquanto, aquele que disse: Não adulterarás também ordenou: Não matarás. Ora, se não adulteras, porém matas, vens a ser transgressor da lei.”.

A.( ) Ela continua valendo, pois é atemporal.
B.( ) Ela não é mencionada no Novo Testamento, pois perdeu a validade.

Resposta sugestiva: Alternativa A.

“Ao mesmo tempo, foi interrompido todo o conjunto de leis rituais e cerimoniais distintamente israelitas, que estavam claramente ligadas à antiga aliança, e que apontavam para Jesus e para Sua morte e ministério como Sumo Sacerdote. Teve início uma nova ordem com base em ‘promessas superiores’.”1

“Um dos principais objetivos de Paulo no livro de Romanos foi ajudar os judeus e gentios a compreender o que estava envolvido nessa transição do judaísmo para o cristianismo. Levaria tempo para fazer essa transição. Muitos judeus que tinham aceitado Jesus ainda não estavam preparados para as grandes mudanças que estavam por vir.”

“Quais são suas promessas bíblicas favoritas? Você costuma reivindicá-las? As escolhas que você tem feito podem atrapalhar o cumprimento dessas promessas em sua vida?”1

Fortaleça sua vida por meio do estudo da Palavra de Deus: acesse o site http://reavivadosporsuapalavra.org/

Domingo, 08 de outubro de 2017. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 LIÇÃO da escola sabatina. Salvação somente pela fé: o livro de Romanos. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 490, Out. Nov. Dez. 2017. Adulto, Professor.
2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.