O poder transformador do Espírito Santo

Lições da Bíblia

“Um estudo cuidadoso do livro de Atos revela Deus, mediante Seu Espírito, operando milagres na vida humana. O livro de Atos exemplifica a vitória do evangelho sobre preconceitos culturais, transformando hábitos duradouros e profundamente arraigados e ensinando à humanidade a graça e a verdade de Cristo. O Espírito Santo encontra pessoas onde elas estão, mas Ele não as deixa ali. Em Sua presença, elas são transformadas.”1

“6. Leia Atos 16:11-15, 23-34; 17:33, 34; 18:8. Essas são apenas algumas histórias de conversão na Bíblia. O que esses relatos nos ensinam sobre o poder de Deus para mudar a vida de pessoas de diferentes origens?”1

Atos 16:11-15, 23-34 (ARA)2: 11 Saudai meu parente Herodião. Saudai os da casa de Narciso, que estão no Senhor. 12 Saudai Trifena e Trifosa, as quais trabalhavam no Senhor. Saudai a estimada Pérside, que também muito trabalhou no Senhor. 13 Saudai Rufo, eleito no Senhor, e igualmente a sua mãe, que também tem sido mãe para mim. 14 Saudai Asíncrito, Flegonte, Hermes, Pátrobas, Hermas e os irmãos que se reúnem com eles. 15 Saudai Filólogo, Júlia, Nereu e sua irmã, Olimpas e todos os santos que se reúnem com eles. […] 23 Saúda-vos Gaio, meu hospedeiro e de toda a igreja. Saúda-vos Erasto, tesoureiro da cidade, e o irmão Quarto. 24 [A graça de nosso Senhor Jesus Cristo seja com todos vós. Amém!]”

Atos 17:33, 34 (ARA)2: “33 A essa altura, Paulo se retirou do meio deles. 34 Houve, porém, alguns homens que se agregaram a ele e creram; entre eles estava Dionísio, o areopagita, uma mulher chamada Dâmaris e, com eles, outros mais.”

Atos 18:8 (ARA)2: “Mas Crispo, o principal da sinagoga, creu no Senhor, com toda a sua casa; também muitos dos coríntios, ouvindo, criam e eram batizados.”

“Que incrível variedade de pessoas! Lídia era uma próspera empresária judia, e o carcereiro de Filipos era um funcionário público romano de classe média. O Espírito Santo pode alcançar todas as classes da sociedade. Seu poder transformador atinge homens e mulheres, ricos e pobres, instruídos e incultos.”1

“Os dois últimos personagens da nossa lista são igualmente notáveis. Atos 17:34 se refere à conversão de Dionísio, o areopagita. Os areopagitas atenienses faziam parte do conselho de juízes que julgavam casos no tribunal. Eles eram membros preeminentes e respeitados da sociedade grega.”1

“Pelo poder do Espírito Santo, o ministério do apóstolo Paulo alcançou até o mais alto escalão da sociedade. Crispo era o chefe da sinagoga judaica (At 18:8). Ele era um líder religioso imerso no pensamento judaico do Antigo Testamento, e o Espírito Santo entrou em seu coração e mudou sua vida. Esses relatos de casos revelam que, ao testemunharmos de Cristo e compartilharmos Sua Palavra, o Espírito Santo fará coisas notáveis na vida das pessoas, de qualquer origem, cultura, educação e crença. Não podemos nem devemos fazer suposições sobre quem pode ou não ser alcançado. Nossa obra é testemunhar a todos os que entrarem em nosso caminho. O Senhor fará o restante.”1

“A morte de Cristo foi universal; isto é, foi em benefício de todos os seres humanos. Por que nunca devemos supor que alguém tenha ultrapassado a esperança de salvação?”1

Quinta-feira, 30 de julho de 2020. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Fazendo amigos para Deus: A alegria de participar de Sua missão. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 501, jul. ago. set. 2020. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

O Espírito Santo, a Palavra e o testemunho

Lições da Bíblia

“A Palavra de Deus estava no centro do testemunho da igreja do Novo Testamento. O sermão de Pedro no dia de Pentecostes foi, em grande parte, retirado do Antigo Testamento para provar que Cristo era o Messias. O testemunho de Estevão antes de sua morte recapitulava a história de Israel. Pedro se referiu à ‘Palavra que Deus enviou aos filhos de Israel’ (At 10:36) e em seguida compartilhou com Cornélio o relato da ressurreição. Paulo se referiu às grandes profecias messiânicas, e Filipe explicou ao etíope o significado da profecia de Isaías 53. Os discípulos proclamaram a Palavra de Deus, não a palavra deles. A Palavra inspirada era o fundamento de sua autoridade.”1

“4. Leia Atos 4:4, 31; 8:4; 13:48, 49; 17:2; 18:24, 25. O que essas passagens revelam sobre a relação entre o Espírito Santo, a Palavra de Deus e o testemunho da igreja do Novo Testamento?”1

Atos 4:4, 31 (ARA): “4 Muitos, porém, dos que ouviram a palavra a aceitaram, subindo o número de homens a quase cinco mil. […] 31 Tendo eles orado, tremeu o lugar onde estavam reunidos; todos ficaram cheios do Espírito Santo e, com intrepidez, anunciavam a palavra de Deus.”

Atos 8:4 (ARA): “Entrementes, os que foram dispersos iam por toda parte pregando a palavra.”

Atos 13:48, 49 (ARA): “48 Os gentios, ouvindo isto, regozijavam-se e glorificavam a palavra do Senhor, e creram todos os que haviam sido destinados para a vida eterna. 49 E divulgava-se a palavra do Senhor por toda aquela região.”

Atos 17:2 (ARA): “Paulo, segundo o seu costume, foi procurá-los e, por três sábados, arrazoou com eles acerca das Escrituras,”

Atos 18:24, 25 (ARA): “24 Nesse meio tempo, chegou a Éfeso um judeu, natural de Alexandria, chamado Apolo, homem eloquente e poderoso nas Escrituras. 25 Era ele instruído no caminho do Senhor; e, sendo fervoroso de espírito, falava e ensinava com precisão a respeito de Jesus, conhecendo apenas o batismo de João.”

“O Espírito Santo que inspirou as Escrituras atua mediante a Palavra para transformar vidas. Há poder vivificante na Bíblia, pois, por meio do Espírito, ela é a Palavra viva de Cristo.”1

“5. Leia 2 Pedro 1:21 e Hebreus 4:12. Por que a Palavra de Deus é tão poderosa para transformar vidas? Assinale a alternativa correta:”1

2 Pedro 1:21 (ARA): “porque nunca jamais qualquer profecia foi dada por vontade humana; entretanto, homens [santos] falaram da parte de Deus, movidos pelo Espírito Santo.”1

Hebreus 4:12 (ARA): “Porque a palavra de Deus é viva, e eficaz, e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até ao ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e propósitos do coração.

A. (  ) Porque ela é um meio de atuação do Espírito Santo, que a inspirou.
B.(  ) Porque ela nos traz prosperidade financeira e nos dá liberdade no pecado.

Resposta sugestiva: Alternativa A.

“A energia criadora que trouxe os mundos à existência está na Palavra de Deus. Essa Palavra comunica poder e gera vida. Cada ordenança é uma promessa; quando é aceita voluntariamente e recebida no coração, traz consigo a vida do Ser infinito. Transforma a natureza, ­restaurando-a à imagem de Deus” (Ellen G. White, Educação, p. 126).1

“A Bíblia tem poder para transformar porque o mesmo Espírito que a inspirou muda nossa vida quando a lemos. Quando compartilhamos a Palavra, o Espírito atua para transformar vidas mediante a Palavra que Ele inspirou. O Senhor prometeu abençoar Sua Palavra, não as nossas palavras. O poder está na Bíblia, não na especulação humana.”1

Quarta-feira, 29 de julho de 2020. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Fazendo amigos para Deus: A alegria de participar de Sua missão. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 501, jul. ago. set. 2020. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

O Espírito Santo e o testemunho

Lições da Bíblia

“Em todo o livro de Atos, o Espírito Santo estava poderosamente presente. Ele ministrou aos cristãos e por meio deles enquanto eles testemunhavam de várias maneiras sobre seu Senhor. Ele os fortaleceu para que enfrentassem as provações e os desafios de testemunhar em uma cultura hostil. Ele os guiou às pessoas que buscavam sinceramente a verdade e preparou o coração das pessoas em cidades inteiras antes que os cristãos chegassem a esses locais. O Espírito Santo abriu portas de oportunidade com as quais aqueles cristãos nunca sonharam e deu poder às suas palavras e ações.”1

“3. Leia Atos 7:55; 8:29; 11:15; 15:28, 29; 16:6-10. Em cada uma das experiências relatadas nessas passagens, como o Espírito Santo ministrou aos discípulos que testemunhavam? Em outras palavras, o que o Espírito Santo fez nessas situações?”1

Atos 7:55 (ARA): “Mas Estêvão, cheio do Espírito Santo, fitou os olhos no céu e viu a glória de Deus e Jesus, que estava à sua direita,”

Atos 8:29 (ARA): “Então, disse o Espírito a Filipe: Aproxima-te desse carro e acompanha-o. 30 Correndo Filipe, ouviu-o ler o profeta Isaías e perguntou: Compreendes o que vens lendo?”

Atos 11:15 (ARA): “Quando, porém, comecei a falar, caiu o Espírito Santo sobre eles, como também sobre nós, no princípio.”

Atos 15:28, 29 (ARA): “28 Pois pareceu bem ao Espírito Santo e a nós não vos impor maior encargo além destas coisas essenciais: 29 que vos abstenhais das coisas sacrificadas a ídolos, bem como do sangue, da carne de animais sufocados e das relações sexuais ilícitas; destas coisas fareis bem se vos guardardes. Saúde.”

Atos 16:6-10 (ARA)2: “6 E, percorrendo a região frígio-gálata, tendo sido impedidos pelo Espírito Santo de pregar a palavra na Ásia,defrontando Mísia, tentavam ir para Bitínia, mas o Espírito de Jesus não o permitiu. 8 E, tendo contornado Mísia, desceram a Trôade. 9 À noite, sobreveio a Paulo uma visão na qual um varão macedônio estava em pé e lhe rogava, dizendo: Passa à Macedônia e ajuda-nos. 10 Assim que teve a visão, imediatamente, procuramos partir para aquele destino, concluindo que Deus nos havia chamado para lhes anunciar o evangelho.”

“O diversificado ministério do Espírito Santo no primeiro século foi realmente maravilhoso. As experiências mencionadas são apenas uma amostra de Sua atuação. Ele fortaleceu Estevão para que testemunhasse de Seu Senhor diante de uma multidão implacável e descontrolada que o apedrejou até a morte. Ele guiou Filipe miraculosamente a um etíope influente, que buscava a verdade, a fim de abrir o continente africano para o evangelho. Ele deu a Pedro um sinal de confirmação quando os cristãos gentios também receberam o dom do Espírito Santo. Ele uniu a igreja numa época em que ela poderia facilmente ter se dividido acerca da questão da circuncisão e, por meio do apóstolo Paulo, abriu todo o continente europeu à pregação do evangelho.”1

“O Espírito Santo atuou na igreja do Novo Testamento e está também atuando na vida da igreja hoje. Ele deseja nos capacitar, fortalecer, ensinar, guiar, unificar e enviar à missão mais importante do mundo, que é levar homens e mulheres a Jesus e à Sua verdade. Devemos nos lembrar de que o Espírito ainda está ativo e atuando hoje, exatamente como estava no tempo dos apóstolos e da igreja primitiva.”1

“Como podemos nos tornar mais abertos e receptivos ao poder do Espírito Santo em nossa vida? Quais escolhas nossas O habilitarão a atuar em nós e por meio de nós?”1

Terça-feira, 28 de julho de 2020. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Fazendo amigos para Deus: A alegria de participar de Sua missão. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 501, jul. ago. set. 2020. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Uma igreja capacitada

Lições da Bíblia

“O livro de Atos tem sido corretamente chamado de ‘Atos do Espírito Santo’. Ele é uma aventura emocionante relacionada ao testemunho, à proclamação evangelística e ao crescimento da igreja. O livro de Atos é a história de cristãos consagrados, cheios do Espírito Santo, impactando o mundo em favor de Cristo. Eles foram completamente dependentes do Espírito Santo para alcançar resultados miraculosos. A história deles é um exemplo do que o Santo Espírito pode realizar por meio de homens e mulheres totalmente consagrados a Ele.”

“2. Leia Atos 2:41, 42; 4:4, 31; 5:14, 42; 6:7; 16:5. O que mais o impressiona nessas passagens? Qual mensagem Lucas, o autor de Atos, desejava compartilhar ao registrar um crescimento tão rápido?”1

Atos 2:41, 42 (ARA)2: “41 Então, os que lhe aceitaram a palavra foram batizados, havendo um acréscimo naquele dia de quase três mil pessoas. 42 E perseveravam na doutrina dos apóstolos e na comunhão, no partir do pão e nas orações.”

Atos 4:4, 31 (ARA)2: “4 Muitos, porém, dos que ouviram a palavra a aceitaram, subindo o número de homens a quase cinco mil. […] 31 Tendo eles orado, tremeu o lugar onde estavam reunidos; todos ficaram cheios do Espírito Santo e, com intrepidez, anunciavam a palavra de Deus.”

Atos 5:14, 42 (ARA)2: “14 E crescia mais e mais a multidão de crentes, tanto homens como mulheres, agregados ao Senhor, […] 42 E todos os dias, no templo e de casa em casa, não cessavam de ensinar e de pregar Jesus, o Cristo.”

Atos 6:7 (ARA)2: “7 Crescia a palavra de Deus, e, em Jerusalém, se multiplicava o número dos discípulos; também muitíssimos sacerdotes obedeciam à fé.”

Atos 16:5 (ARA): “Assim, as igrejas eram fortalecidas na fé e, dia a dia, aumentavam em número.”

“A intenção de Lucas ao escrever o livro de Atos era compartilhar com cada leitor o ministério do Espírito Santo na igreja primitiva.”1

“Observe também que ele não hesitou em usar números para medir a atuação do Espírito no primeiro século. Isto é, ele estava contando batismos. Em Atos 2:41, Lucas destacou o fato de que três mil pessoas foram batizadas em um único dia em um só local. Em Atos 4:4, ele falou em cinco mil pessoas batizadas. Em Atos 5:14, multidões se uniram ao Senhor e foram batizadas.”1

“Quer fosse uma única pessoa como Lídia, o carcereiro de Filipos, uma escrava possuída por demônios ou o eunuco etíope, Lucas percebeu e registrou a atuação do Espírito Santo no coração das pessoas. O ponto importante aqui é que, por trás dos grandes números, havia indivíduos; cada um era um filho de Deus por quem Jesus Cristo havia morrido. Certamente, gostamos de grandes números, mas, no fim, testemunhar é geralmente um esforço individual, de coração a coração.”1

“A fim de facilitar o rápido crescimento da igreja do Novo Testamento, novas igrejas foram plantadas. Uma das razões pelas quais a igreja primitiva cresceu tão rapidamente é que ela era constantemente renovada por meio do plantio de igrejas. Que mensagem importante para nós hoje!”1

“O foco da igreja do Novo Testamento era a missão. Como podemos assegurar que a missão esteja sempre no centro de tudo o que fazemos?”1

Segunda-feira, 27 de julho de 2020. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Fazendo amigos para Deus: A alegria de participar de Sua missão. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 501, jul. ago. set. 2020. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Jesus e a promessa do Espírito Santo

Lições da Bíblia

“Com a promessa do Espírito Santo, Jesus respondeu à inquietação dos discípulos, que estavam sofrendo porque o Mestre iria deixá-los sós e retornaria ao Céu. ‘Convém-vos que Eu vá, porque, se Eu não for, o Consolador não virá para vós outros; se, porém, Eu for, Eu vo-Lo enviarei’ (Jo 16:7). A palavra grega para ‘consolador’ é parakletos. Ela se refere a ‘alguém que vem ao lado de’ uma pessoa com o propósito de ajudá-la. Uma das principais funções do Espírito Santo é estar ao lado dos cristãos a fim de capacitá-los e guiá-los em seu testemunho. Quando testemunhamos de Jesus, não estamos sozinhos. O Espírito Santo está ao nosso lado para nos guiar às pessoas que buscam com sinceridade a salvação. Ele prepara o coração delas antes mesmo de nós as encontrarmos. Ele guia nossas palavras, traz convicção à mente dos pecadores que buscam o perdão e os fortalece para corresponder à Sua influência.”1

“1. Leia João 15:26, 27; 16:8. O que esses versos revelam sobre a função do ­Espírito Santo no testemunho? Assinale a alternativa correta:”1

João 15:26, 27 (ARA)2: “26 Quando, porém, vier o Consolador, que eu vos enviarei da parte do Pai, o Espírito da verdade, que dele procede, esse dará testemunho de mim; 27 e vós também testemunhareis, porque estais comigo desde o princípio.”

João 16:8 (ARA)2: “Quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo:”

A.(  ) Ele tem a função de convencer e testemunhar às pessoas.
B.(  ) A função do Espírito Santo é emocionar as pessoas e empolgá-las.

Resposta sugestiva: Alternativa A.

“O Espírito Santo testifica ou testemunha de Jesus. Seu objetivo final é levar a Jesus o maior número possível de pessoas. Sua missão é glorificar a Cristo. Nessa função, Ele convence os cristãos de sua responsabilidade de testemunhar. Ele abre nossos olhos para que vejamos as possibilidades nas pessoas e atua nos bastidores para criar receptividade à mensagem do evangelho.”1

“João declarou que Ele ‘convencerá o mundo do pecado’ (Jo 16:8). Em outras palavras, Ele impressiona o coração das pessoas para gerar um profundo sentimento de alienação de Deus e a necessidade de arrependimento. Ele também convence o mundo ‘da justiça’. O Espírito Santo não apenas revela o pecado, mas nos instrui na justiça. Ele revela a grandeza da justiça de Jesus em contraste com nossa imundície. A função Dele não é apenas destacar o tamanho da nossa maldade, mas revelar a grande bondade, benignidade, compaixão e amor de Jesus e nos moldar à Sua imagem.”1

“Testemunhar é simplesmente cooperar com o Espírito Santo para glorificar Jesus. No poder do Espírito e sob Sua orientação, testemunhamos do Cristo maravilhoso que transformou nossa vida.”1

“Em nosso desejo de trabalhar pelas pessoas, por que devemos sempre nos lembrar de que não podemos converter ninguém, mas somente o Espírito Santo pode fazê-lo?”1

Domingo, 26 de julho de 2020. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Fazendo amigos para Deus: A alegria de participar de Sua missão. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 501, jul. ago. set. 2020. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Capacitação do Espírito para testemunhar

Lições da Bíblia

“Tendo eles orado, tremeu o lugar onde estavam reunidos; todos ficaram cheios do Espírito Santo e, com intrepidez, anunciavam a Palavra de Deus” (At 4:31).

“Quando Jesus ordenou aos primeiros cristãos: ‘Ide por todo o mundo e pregai o evangelho’, essa ordem deve ter parecido uma missão impossível (Mc 16:15). Como eles poderiam cumprir um desafio tão grande? Eles estavam em número tão reduzido! Seus recursos eram limitados. Aqueles homens e mulheres eram, em grande medida, um grupo de cristãos incultos. Mas eles tinham um Deus extraordinário que os capacitaria para sua missão extraordinária!”1

“Porém, Jesus havia declarado: ‘Recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis Minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judeia e Samaria e até aos confins da Terra’ (At 1:8). O Espírito Santo os habilitaria a compartilhar a mensagem da cruz com um poder que transformaria pessoas e mudaria o mundo. Ele tornou eficaz o testemunho daqueles homens. Em poucas décadas, o evangelho impactou o mundo todo. O livro de Atos declara que aqueles primeiros cristãos alvoroçaram o mundo (At 17:6, ARC). O apóstolo Paulo acrescentou que o evangelho ‘foi pregado a toda criatura que há debaixo do Céu’ (Cl 1:23). Na lição desta semana, enfatizaremos especialmente a função do Espírito Santo em nos capacitar para testemunhar por Cristo.”1

Sábado, 25 de julho de 2020. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Fazendo amigos para Deus: A alegria de participar de Sua missão. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 501, jul. ago. set. 2020. Adulto, Professor. 

O poder da oração intercessória – Estudo adicional

Lições da Bíblia

Textos de Ellen G. White: Caminho a Cristo, p. 93-104 (“O Privilégio de Falar com Deus”); Testemunhos Para a Igreja, v. 7, p. 18-24 (“Trabalho Para os Membros da Igreja”).1

“Quando oramos pelos outros, Deus honra nosso compromisso com Ele e nossa dependência de Seu poder, empregando todos os recursos do Céu para transformar a vida de pessoas. À medida que nossas orações sobem ao Seu trono, seres angelicais entram em ação sob Seu comando. ‘Anjos ministradores aguardam ao pé do trono para obedecer instantaneamente ao mando de Jesus Cristo no responder a toda oração feita em sinceridade, com fé viva’ (Ellen G. White, Mensagens Escolhidas, v. 2, p. 377). Nenhuma oração é perdida nem esquecida por Deus. Cada prece é guardada no Céu para ser respondida no momento e no lugar que Ele sabe serem os melhores. ‘A oração da fé nunca se perde; mas dizer que será sempre atendida do modo exato e de acordo com aquilo que esperamos especificamente é presunção’ (Ellen G. White, Testemunhos Para a Igreja, v. 1, p. 231). Que incentivo isso nos dá ao interceder pelo nosso cônjuge que não conhece a Cristo ou por nossos filhos e filhas, parentes, amigos e colegas de trabalho! Nenhuma oração sincera é perdida. Nem sempre vemos respostas nas pessoas pelas quais oramos, mas Deus move o coração delas de maneiras que saberemos somente na eternidade.”1

Perguntas para consideração

“1. Leia Filipenses 1:19 ‘Porque estou certo de que isto mesmo, pela vossa súplica e pela provisão do Espírito de Jesus Cristo, me redundará em libertação,’; Colossenses 4:2, 3 ‘2 Perseverai na oração, vigiando com ações de graças. 3 Suplicai, ao mesmo tempo, também por nós, para que Deus nos abra porta à palavra, a fim de falarmos do mistério de Cristo, pelo qual também estou algemado;’; e 2 Tessalonicenses 3:1, 2 ‘1 Finalmente, irmãos, orai por nós, para que a palavra do Senhor se propague e seja glorificada, como também está acontecendo entre vós; 2 e para que sejamos livres dos homens perversos e maus; porque a fé não é de todos.’. Durante sua prisão, que certeza Paulo teve por causa das orações dos filipenses? Pelo que ele pediu aos colossenses e tessalonicenses que orassem em seu favor? Qual é a relação entre essas solicitações por oração intercessória e a conquista de pessoas para Cristo?”1

“2. O grande conflito forma a grande narrativa por trás do mundo em que vivemos. Seu conhecimento sobre esse conflito o ajuda a perceber a importância da oração? Jesus venceu a guerra, e Seu lado vencerá no fim. Mas, enquanto isso, por que é importante orar e fazer o que podemos para permanecer fiéis e trabalhar pela salvação de pessoas?”1

“3. Quais são alguns obstáculos para uma vida mais eficaz de oração intercessória? Quais desculpas você usa para deixar de orar mais por outras pessoas que precisam?”1

Sexta-feira, 24 de julho de 2020. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Fazendo amigos para Deus: A alegria de participar de Sua missão. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 501, jul. ago. set. 2020. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

O foco da oração

Lições da Bíblia

“Em toda a Bíblia, há uma ênfase na especificidade da oração, que não é um vago desejo do coração. Apresentamos a Deus pedidos específicos. Jesus orou especificamente por Seus discípulos. O apóstolo Paulo orou especificamente pelos cristãos efésios, filipenses e colossenses e por seus jovens colegas, como Timóteo, Tito e João Marcos.”1

“7. Leia 1 Samuel 12:22-24 e Jó 16:21. O que essas duas passagens têm em comum? O que elas revelam sobre a oração intercessória? Assinale a alternativa correta:”1

1 Samuel 12:22-24 (ARA)2: “22 Pois o Senhor, por causa do seu grande nome, não desamparará o seu povo, porque aprouve ao Senhor fazer-vos o seu povo. 23 Quanto a mim, longe de mim que eu peque contra o Senhor, deixando de orar por vós; antes, vos ensinarei o caminho bom e direito. 24 Tão somente, pois, temei ao Senhor e servi-o fielmente de todo o vosso coração; pois vede quão grandiosas coisas vos fez.”

Jó 16:21 (ARA)2: “para que ele mantenha o direito do homem contra o próprio Deus e o do filho do homem contra o seu próximo.”

A.(  ) A grande necessidade da oração intercessória e súplica em favor do homem.
B.(  ) A oração intercessória é dispensável.

Resposta sugestiva: Alternativa A.

“Tanto Samuel quanto Jó enfatizaram a necessidade de intercessão fervorosa, sincera e específica. As palavras de Samuel são bastante fortes: ‘Quanto a mim, longe de mim que eu peque contra o Senhor, deixando de orar por vós’ (1Sm 12:23). Quase ouvimos o eco da oração de Samuel nas palavras de Jó: ‘Se alguém pudesse contender com Deus pelo homem, como o filho do homem pelo seu amigo!’ (Jó 16:21, ARC). Suplicar a Deus por homens e mulheres que não conhecem a Cristo é a nossa obra.”1

“8. Leia 1 João 5:14-16. O que acontece quando intercedemos pelos outros? Assinale ‘V’ para verdadeiro ou ‘F’ para falso:”1

1 João 5:14-16 (ARA)2: “14 E esta é a confiança que temos para com ele: que, se pedirmos alguma coisa segundo a sua vontade, ele nos ouve. 15 E, se sabemos que ele nos ouve quanto ao que lhe pedimos, estamos certos de que obtemos os pedidos que lhe temos feito. 16 Se alguém vir a seu irmão cometer pecado não para morte, pedirá, e Deus lhe dará vida, aos que não pecam para morte. Há pecado para morte, e por esse não digo que rogue.”

A. (  ) Deus salva a vida das pessoas por quem oramos.
B. (  ) Deus força o coração das pessoas por quem oramos.

Resposta sugestiva: V; F.

“Quando oramos pelos outros, tornamo-nos um canal da bênção de Deus para eles. Ele derrama o rio da água da vida do trono do Céu através de nós para essas pessoas. O exército de Satanás treme ao som de uma fervorosa intercessão. Ellen G. White descreveu o poder da oração com estas palavras: ‘Satanás não suporta que se apele para seu poderoso Rival, pois teme e treme diante de Sua força e majestade. Ao som da fervorosa oração todo o exército de Satanás treme’ (Testemunhos Para a Igreja, v. 1, p. 346). A oração nos conecta com a Fonte do poder divino na luta por homens e mulheres perdidos.”1

“Leia Mateus 18:18, 19 [‘18 Em verdade vos digo que tudo o que ligardes na terra terá sido ligado nos céus, e tudo o que desligardes na terra terá sido desligado nos céus. 19 Em verdade também vos digo que, se dois dentre vós, sobre a terra, concordarem a respeito de qualquer coisa que, porventura, pedirem, ser-lhes-á concedida por meu Pai, que está nos céus.’]. Qual é a relação dessa passagem com a oração intercessória? Esse texto nos incentiva a orar com outras pessoas pela salvação dos que não conhecem o Senhor?”1

Quinta-feira, 23 de julho de 2020. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Fazendo amigos para Deus: A alegria de participar de Sua missão. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 501, jul. ago. set. 2020. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.