A igreja e a educação – Estudo adicional

Lições da Bíblia

“Cristo frustrou essa esperança de grandeza mundana. No Sermão do Monte, procurou desfazer a obra da falsa educação, dando aos ouvintes o conceito correto sobre o significado de Seu reino, bem como de Seu próprio caráter. No entanto, não atacou diretamente os erros do povo. Via as misérias do mundo por causa do pecado, mas não lhes apresentou um quadro vivo de sua desgraça. Ensinou-lhes algo infinitamente melhor do que haviam conhecido. Sem combater suas ideias sobre o reino de Deus, apresentou-lhes as condições para ter acesso a ele, deixando-os tirar as próprias conclusões quanto à natureza desse reino. As verdades que ensinou não são menos importantes para nós do que para a multidão que O seguia. Não menos do que eles, necessitamos aprender os princípios fundamentais do reino de Deus” (Ellen G. White, O Desejado de Todas as Nações, p. 299).1

Perguntas para consideração

“1. Robert Louis Stevenson nasceu em Edimburgo, na Escócia, em 1850. Stevenson relatou que, certa noite, enquanto sua babá o preparava para dormir, ele foi até a janela e viu uma cena encantadora. Era um homem acendendo lampiões a gás, indo de um lampião a outro. Com prazer infantil, ele chamou sua babá e disse: ‘Olhe aquele homem! Ele está abrindo buracos na escuridão!’ Qual função Deus lhe deu para trazer luz e amor à sua comunidade? Converse com os membros da igreja sobre o que vocês podem realizar juntos.”1

“2. Cristo veio a nós, viveu em nosso mundo, lutou, riu e chorou conosco. Isso nos lembra de que somos chamados a cuidar das pessoas. Como envolver os jovens nessa obra?”1

“3. Pense na responsabilidade que temos de ensinar aos outros as maravilhosas verdades reveladas a nós. Como a igreja pode e deve desempenhar um papel fundamental no ensino dessas verdades? Como a igreja pode ser um ambiente seguro para discutir essas verdades com os que fazem perguntas difíceis sobre elas? O que fazer para criar um ambiente em que as questões importantes possam ser abordadas?”1

“4. Fale sobre os preconceitos culturais da sociedade. De que maneira sua igreja pode ensinar as pessoas a superar esse problema e seguir os ensinamentos das Escrituras?”1

Sexta-feira, 27 de novembro de 2020. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

Leia o livro Em Busca de Esperança,
baixe o seu exemplar gratuitamente

O MAIOR RESGATE DE TODOS OS TEMPOS

Como lar dos seres humanos, a Terra tem sido o palco de um conflito milenar, em que o mal parece muitas vezes prevalecer. Guerras, terremotos, devastações, doenças… Até quando tudo isso vai durar?

Este pequeno livro abre uma porta para um mundo melhor. Um futuro glorioso aguarda aqueles que foram resgatados daqui para a eternidade.

Você não pode deixar de conhecer essa fascinante história de resgate. Ao entendê-la, você poderá fazer parte dela e encontrará esperança em meio à tempestade!

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Educação e redenção. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 502, out. nov. dez. 2020. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

A igreja e a educação

Lições da Bíblia

“Também jamais andamos buscando glória de homens, nem de vós, nem de outros. Embora pudéssemos, como enviados de Cristo, exigir de vós a nossa manutenção, todavia, nos tornamos carinhosos entre vós, qual ama que acaricia os próprios filhos; assim, querendo-vos muito, estávamos prontos a oferecer-vos não somente o evangelho de Deus, mas, igualmente, a própria vida; por isso que vos tornastes muito amados de nós” (1Ts 2:6-8).1

“Desde os tempos primitivos, os fiéis se reuniam para adorar a Deus nas sinagogas, nos lares e nas igrejas. Mediante seu estudo das Escrituras e adoração, eles desejavam ardentemente conhecer a Deus e compreender a vontade Dele para sua vida. A Bíblia revela que a igreja é um ambiente em que devem ocorrer discussões importantes e relevantes, e onde as pessoas podem conhecer a Deus e Sua vontade para a vida delas.”1

“Às vezes, temos medo de fazer perguntas. Na Bíblia, porém, vemos que as perguntas levam as pessoas a uma compreensão mais clara de Deus. Além disso, as histórias das Escrituras criam oportunidades para que todos repensem seus compromissos. Jesus Se concentrava nesse tipo de educação com Seus seguidores.”1

“Visto que a igreja deve ser um local de educação, ela deve conceder o espaço para um diálogo genuíno. Muitos alunos ouviram na escola: ‘Todas as perguntas sinceras são importantes e merecem atenção’. Da mesma forma, devemos proporcionar dentro da igreja um ambiente seguro para que as pessoas cresçam na graça e no conhecimento de Deus e de Seu plano para sua vida.”1

Sábado, 21 de novembro de 2020. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

Leia o livro Em Busca de Esperança,
baixe o seu exemplar gratuitamente

O MAIOR RESGATE DE TODOS OS TEMPOS

Como lar dos seres humanos, a Terra tem sido o palco de um conflito milenar, em que o mal parece muitas vezes prevalecer. Guerras, terremotos, devastações, doenças… Até quando tudo isso vai durar?

Este pequeno livro abre uma porta para um mundo melhor. Um futuro glorioso aguarda aqueles que foram resgatados daqui para a eternidade.

Você não pode deixar de conhecer essa fascinante história de resgate. Ao entendê-la, você poderá fazer parte dela e encontrará esperança em meio à tempestade!

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Educação e redenção. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 502, out. nov. dez. 2020. Adulto, Professor. 

Uma igreja capacitada

Lições da Bíblia

“O livro de Atos tem sido corretamente chamado de ‘Atos do Espírito Santo’. Ele é uma aventura emocionante relacionada ao testemunho, à proclamação evangelística e ao crescimento da igreja. O livro de Atos é a história de cristãos consagrados, cheios do Espírito Santo, impactando o mundo em favor de Cristo. Eles foram completamente dependentes do Espírito Santo para alcançar resultados miraculosos. A história deles é um exemplo do que o Santo Espírito pode realizar por meio de homens e mulheres totalmente consagrados a Ele.”

“2. Leia Atos 2:41, 42; 4:4, 31; 5:14, 42; 6:7; 16:5. O que mais o impressiona nessas passagens? Qual mensagem Lucas, o autor de Atos, desejava compartilhar ao registrar um crescimento tão rápido?”1

Atos 2:41, 42 (ARA)2: “41 Então, os que lhe aceitaram a palavra foram batizados, havendo um acréscimo naquele dia de quase três mil pessoas. 42 E perseveravam na doutrina dos apóstolos e na comunhão, no partir do pão e nas orações.”

Atos 4:4, 31 (ARA)2: “4 Muitos, porém, dos que ouviram a palavra a aceitaram, subindo o número de homens a quase cinco mil. […] 31 Tendo eles orado, tremeu o lugar onde estavam reunidos; todos ficaram cheios do Espírito Santo e, com intrepidez, anunciavam a palavra de Deus.”

Atos 5:14, 42 (ARA)2: “14 E crescia mais e mais a multidão de crentes, tanto homens como mulheres, agregados ao Senhor, […] 42 E todos os dias, no templo e de casa em casa, não cessavam de ensinar e de pregar Jesus, o Cristo.”

Atos 6:7 (ARA)2: “7 Crescia a palavra de Deus, e, em Jerusalém, se multiplicava o número dos discípulos; também muitíssimos sacerdotes obedeciam à fé.”

Atos 16:5 (ARA): “Assim, as igrejas eram fortalecidas na fé e, dia a dia, aumentavam em número.”

“A intenção de Lucas ao escrever o livro de Atos era compartilhar com cada leitor o ministério do Espírito Santo na igreja primitiva.”1

“Observe também que ele não hesitou em usar números para medir a atuação do Espírito no primeiro século. Isto é, ele estava contando batismos. Em Atos 2:41, Lucas destacou o fato de que três mil pessoas foram batizadas em um único dia em um só local. Em Atos 4:4, ele falou em cinco mil pessoas batizadas. Em Atos 5:14, multidões se uniram ao Senhor e foram batizadas.”1

“Quer fosse uma única pessoa como Lídia, o carcereiro de Filipos, uma escrava possuída por demônios ou o eunuco etíope, Lucas percebeu e registrou a atuação do Espírito Santo no coração das pessoas. O ponto importante aqui é que, por trás dos grandes números, havia indivíduos; cada um era um filho de Deus por quem Jesus Cristo havia morrido. Certamente, gostamos de grandes números, mas, no fim, testemunhar é geralmente um esforço individual, de coração a coração.”1

“A fim de facilitar o rápido crescimento da igreja do Novo Testamento, novas igrejas foram plantadas. Uma das razões pelas quais a igreja primitiva cresceu tão rapidamente é que ela era constantemente renovada por meio do plantio de igrejas. Que mensagem importante para nós hoje!”1

“O foco da igreja do Novo Testamento era a missão. Como podemos assegurar que a missão esteja sempre no centro de tudo o que fazemos?”1

Segunda-feira, 27 de julho de 2020. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Fazendo amigos para Deus: A alegria de participar de Sua missão. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 501, jul. ago. set. 2020. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Graça dentro da igreja

Lições da Bíblia

“No início do livro de Jó, Deus indica que a fidelidade de Jó para com Ele é uma demonstração da excelência de Seus caminhos e de Seu relacionamento com a humanidade caída

(veja Jó 1:8 [‘Perguntou ainda o Senhor a Satanás: Observaste o meu servo Jó? Porque ninguém há na terra semelhante a ele, homem íntegro e reto, temente a Deus e que se desvia do mal.’]).

É impressionante que Deus permita que Sua reputação dependa da maneira pela qual Seu povo vive na Terra. Mas Paulo estendeu essa fé que Deus tem em alguns de seus ‘santos’ e incluiu nela a comunidade da igreja: ‘A intenção dessa graça era que agora, mediante a igreja, a multiforme sabedoria de Deus se tornasse conhecida dos poderes e autoridades nas regiões celestiais’ (Ef 3:10, NVI).”1

“4. Leia Efésios 2:19. O que está incluído na descrição da igreja como a ‘família’ de Deus? Como essa ideia deve influenciar o funcionamento da igreja?”1

Efésios 2:19 ARA): “Assim, já não sois estrangeiros e peregrinos, mas concidadãos dos santos, e sois da família de Deus,”

“Em toda comunidade ou organização, a maneira como essa entidade trata seus membros reflete os valores fundamentais do grupo. Como família de Deus, corpo de Cristo e comunidade do Espírito, a igreja tem o chamado mais elevado para viver de maneira fiel, seguindo o exemplo divino, ‘Porque Deus não é de confusão, e sim de paz. Como em todas as igrejas dos santos’ (1Co 14:33).”1

“Os valores da justiça, graça e amor devem governar tudo o que acontece na igreja. Esses princípios devem guiar os líderes em sua maneira de liderar, de tomar decisões e de cuidar do ‘menor destes pequeninos irmãos’ da comunidade. Eles também devem nos orientar na resolução das contendas que surgem entre os membros. Se não tratamos com justiça e dignidade os nossos irmãos, como faremos isso com os outros?”1

“Nos lugares em que a organização da igreja emprega pessoas, ela deve fazer isso com generosidade, valorizando-as e trabalhando contra a injustiça. As igrejas devem ser lugares seguros, com todos os cristãos fazendo o que podem para proteger os vulneráveis. E, como vemos na igreja primitiva, os cristãos devem estar especialmente preparados para dar apoio aos necessitados e sofredores da ‘família’ da igreja.”1

“Jesus apresentou isso como um mandamento, afirmando que tal atitude não apenas transformaria a comunidade de fé, como também demonstraria a realidade de sua fé aos que estivessem observando: ‘Novo mandamento vos dou: que vos ameis uns aos outros; assim como Eu vos amei, que também vos ameis uns aos outros. Nisto conhecerão todos que sois Meus discípulos: se tiverdes amor uns aos outros’ (Jo 13:34, 35).”1

Quarta-feira, 25 de setembro de 2019. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. “Meus pequeninos irmãos”: servindo aos necessitados. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 496, jul. ago. set. 2019. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Cristo, o cabeça da igreja

Lições da Bíblia

“Como já vimos em uma lição anterior, a igreja é representada no Novo Testamento pela metáfora do corpo. A igreja é o corpo de Cristo. Essa metáfora faz alusão a vários aspectos da igreja e à relação entre Cristo e Seu povo. Como o corpo de Cristo, a igreja depende Dele para existir. Ele é o cabeça (Cl 1:18; Ef 1:22) e a fonte da vida da igreja. Sem Ele, não haveria igreja.”

“A igreja também deriva de Cristo sua identidade, pois Ele é a fonte, o fundamento e o originador de suas crenças e ensinos. No entanto, por mais cruciais que sejam as crenças e ensinos à identidade da igreja, ela é mais do que isso. Cristo e Sua Palavra revelada nas Escrituras determinam o que é a igreja. Portanto, ela obtém de Cristo sua identidade e significado.”1

“1. Em Efésios 5:23-27, Paulo usou a relação entre Cristo e Sua igreja para ilustrar o relacionamento que deve haver entre marido e mulher. Quais são as principais ideias dessa relação entre Cristo e Sua igreja?”1

Efésios (5:23-27 ARA)2: “23 porque o marido é o cabeça da mulher, como também Cristo é o cabeça da igreja, sendo este mesmo o salvador do corpo. 24 Como, porém, a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo submissas ao seu marido. 25 Maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela, 26 para que a santificasse, tendo-a purificado por meio da lavagem de água pela palavra, 27 para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, porém santa e sem defeito.

“Embora haja resistência ao conceito de submissão, por causa da maneira pela qual os líderes nos séculos passados abusaram dele, a igreja deve estar sujeita ao cabeça, Cristo, e à Sua autoridade. Nosso reconhecimento de Cristo como o cabeça da igreja faz com que nos lembremos de que nossa lealdade suprema deve pertencer ao próprio Senhor e a ninguém mais. A igreja deve ser organizada, mas essa organização deve sempre estar subordinada à autoridade de Jesus, o verdadeiro líder da igreja.”1

“‘A igreja é edificada tendo Cristo como seu fundamento; deve obedecer a Cristo como sua cabeça. Não tem que confiar em homem, nem ser por homem controlada. Muitos pretendem que uma posição de confiança na igreja lhes dá autoridade para ditar o que outros hão de crer e fazer. Essa pretensão não é sancionada por Deus. O Salvador declara: ‘Todos vós sois irmãos’. Todos estão expostos à tentação e sujeitos ao erro. Em nenhum ser finito podemos confiar quanto à direção. A Rocha da fé é a presença viva de Cristo na igreja. Nela pode confiar o mais débil, e os que mais fortes se julgam se demonstrarão os mais fracos, a não ser que façam de Cristo Sua eficiência’ (Ellen G. White, O Desejado de Todas as Nações, p. 414).”1

“É muito fácil depender de seres finitos. Como podemos aprender a depender somente de Cristo?”1

Domingo, 16 de dezembro de 2018. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Unidade em Cristo. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 494, out. nov. dez. 2018. Adulto, Professor.
2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

O evangelho e a igreja

Lições da Bíblia

VERSO PARA MEMORIZAR: “Por isso, enquanto tivermos oportunidade, façamos o bem a todos, mas principalmente aos da família da fé” (Gl 6:10).1

“Alguns produtores de batata decidiram guardar as maiores batatas para si mesmos e plantar as menores como sementes. Depois de algumas colheitas insatisfatórias, eles descobriram que a natureza havia reduzido sua plantação de batata ao tamanho de bolas de gude. Com esse desastre, os agricultores aprenderam uma importante lei da vida.”1

“Eles não poderiam reter para si mesmos as melhores coisas da vida e utilizar as sobras para semente. A lei da vida decretou que a colheita seria o reflexo do plantio.”1

“‘Em outro sentido, plantar batatas pequenas ainda é uma prática comum. Tomamos as grandes coisas da vida para nós mesmos e plantamos as sobras. Esperamos que, por alguma estranha reviravolta das leis espirituais, nosso egoísmo seja recompensado com altruísmo’ (International Student Fellowship Newsletter [Boletim da Sociedade Internacional de Estudantes], março de 2007).”1

“Paulo aplicou esse princípio em Gálatas 6:1-10. Em lugar de membros que ‘se mordem e se devoram uns aos outros’ (Gl 5:15, NVI), a igreja deve ser um lugar em que o Espírito nos leve a colocar os outros antes de nós mesmos. Entender que somos salvos pela graça deve nos tornar humildes, mais pacientes e compassivos em nossa maneira de tratar os outros.”1

Nesta semana, de 19 a 22 de setembro, realizaremos o Evangelismo WEB, com a participação do Pr. Rafael Rossi. As transmissões serão às 11h, 17h e 20h. Convide seus amigos!

Sábado, 16 de setembro de 2017. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 COSAERT, Carl. O evangelho em Gálatas. Lições da escola sabatina. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 489, Jul. Ago. Set. 2017. Adulto, Professor.

Ordem na sociedade e na igreja

Lições da Bíblia

“4. De acordo com 1 Pedro 2:11-21 e 1 Pedro 5:1-5, qual é a importância do governo e da liderança da igreja? Como os cristãos devem se portar diante de ambos? Assinale a alternativa correta:”1

“11 Amados, exorto-vos, como peregrinos e forasteiros que sois, a vos absterdes das paixões carnais, que fazem guerra contra a alma, 12 mantendo exemplar o vosso procedimento no meio dos gentios, para que, naquilo que falam contra vós outros como de malfeitores, observando-vos em vossas boas obras, glorifiquem a Deus no dia da visitação. 13 Sujeitai-vos a toda instituição humana por causa do Senhor, quer seja ao rei, como soberano, 14 quer às autoridades, como enviadas por ele, tanto para castigo dos malfeitores como para louvor dos que praticam o bem. 15 Porque assim é a vontade de Deus, que, pela prática do bem, façais emudecer a ignorância dos insensatos; 16 como livres que sois, não usando, todavia, a liberdade por pretexto da malícia, mas vivendo como servos de Deus. 17 Tratai todos com honra, amai os irmãos, temei a Deus, honrai o rei. 18 Servos, sede submissos, com todo o temor ao vosso senhor, não somente se for bom e cordato, mas também ao perverso; 19 porque isto é grato, que alguém suporte tristezas, sofrendo injustamente, por motivo de sua consciência para com Deus. 20 Pois que glória há, se, pecando e sendo esbofeteados por isso, o suportais com paciência? Se, entretanto, quando praticais o bem, sois igualmente afligidos e o suportais com paciência, isto é grato a Deus. 21 Porquanto para isto mesmo fostes chamados, pois que também Cristo sofreu em vosso lugar, deixando-vos exemplo para seguirdes os seus passos,” (1 Pedro 2:11-21 ARA)2. “1 Rogo, pois, aos presbíteros que há entre vós, eu, presbítero como eles, e testemunha dos sofrimentos de Cristo, e ainda co-participante da glória que há de ser revelada: 2 pastoreai o rebanho de Deus que há entre vós, não por constrangimento, mas espontaneamente, como Deus quer; nem por sórdida ganância, mas de boa vontade; 3 nem como dominadores dos que vos foram confiados, antes, tornando-vos modelos do rebanho. 4 Ora, logo que o Supremo Pastor se manifestar, recebereis a imarcescível coroa da glória. 5 Rogo igualmente aos jovens: sede submissos aos que são mais velhos; outrossim, no trato de uns com os outros, cingi-vos todos de humildade, porque Deus resiste aos soberbos, contudo, aos humildes concede a sua graça.” (1 Pedro 5:1-5)2.

A. ( ) Eles servem apenas para nos oprimir, cobrar impostos abusivos e acabar com nossa liberdade individual. Os cristãos devem rejeitar qualquer autoridade na Terra, seja do governo ou da igreja, pois devem obedecer somente ao Senhor.
B. ( ) Eles são designados por Deus para deter os malfeitores. Os cristãos devem se sujeitar a toda e qualquer autoridade, desde que ela não esteja em oposição à vontade de Deus.
C. ( ) Eles não têm importância alguma. Os cristãos devem manter distância das autoridades e fazer o que lhes convém.

Resposta sugestiva: Alternativa B.

“Na época de Pedro, os cristãos eram eventualmente perseguidos pelo governo e pelas autoridades religiosas. Isso torna ainda mais significativo o que ele e Paulo tinham a dizer sobre a função correta das autoridades governamentais (1Pe 2:13-17; Rm 13:1-7). Ambos acreditavam que os governantes eram constituídos pelo próprio Deus a fim de deter os malfeitores. Todavia, é evidente que em algumas ocasiões o problema pode ser o próprio governo vigente. Os cristãos enfrentaram essa dificuldade nos dias de Pedro, e por muitos anos ela só piorou.”1

“Contudo, por via de regra, a ideia era que um bom governo preservaria a lei, a ordem e a segurança. Ainda hoje existem exemplos em que a lei e a ordem são quebradas. Podemos ver a necessidade desesperada de se ter um governo justo. Um bom governo é uma bênção que Deus concedeu à humanidade.”1

“Pedro compartilhava da convicção de Paulo de que a boa administração da igreja também é importante. Paulo enfatizou que tudo devia ser feito com decência e ordem nos cultos (1Co 14:40). Semelhantemente, Pedro pediu aos líderes da igreja que pastoreassem o rebanho de Deus que lhes havia sido confiado (1Pe 5:2). Eles deviam fazer isso com humildade e cuidado.”1

“As igrejas precisam ser bem conduzidas. Bons líderes apresentam visão e coerência. Eles habilitam outros a exercer seus dons espirituais para a glória de Deus.”1

“Conforme 1 Pedro 5:5, devemos nos revestir de humildade no trato de uns com os outros. Como podemos aplicar esse princípio aos nossos relacionamentos?”1

Quarta-feira, 21 de junho de 2017. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 MCLVER, Robert K. Apascenta as Minhas ovelhas: 1 e 2 Pedro. Lições da escola sabatina. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 488, Abr. Mai. Jun. 2017. Adulto, Professor.
2 BIBLÍA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Igreja e Estado

Lições da Bíblia

“Embora escrita há muito tempo, a Bíblia toca em questões muito relevantes hoje, como a relação entre os cristãos e o governo.”1

“Em alguns casos, ela é bastante óbvia. Apocalipse 13 descreve uma época em que obedecer aos poderes políticos significará desobedecer a Deus. Nesse caso, a escolha é clara. (Veja o estudo de quinta-feira).”1

“1. Leia 1 Pedro 2:13-17. Como o cristão deve se relacionar com o governo? Assinale a alternativa correta:”1

“13 Sujeitai-vos a toda instituição humana por causa do Senhor, quer seja ao rei, como soberano, 14 quer às autoridades, como enviadas por ele, tanto para castigo dos malfeitores como para louvor dos que praticam o bem. 15 Porque assim é a vontade de Deus, que, pela prática do bem, façais emudecer a ignorância dos insensatos; 16 como livres que sois, não usando, todavia, a liberdade por pretexto da malícia, mas vivendo como servos de Deus. 17 Tratai todos com honra, amai os irmãos, temei a Deus, honrai o rei.” (1 Pedro 10:13-17 ARA)

A. ( ) Sujeitando-se às autoridades constituídas na Terra, como bons servos de Deus.
B. ( ) Militando e se envolvendo diretamente nas questões políticas.
C. ( ) Ficando indiferente, pois Jesus está voltando.

Resposta sugestiva: Alternativa A.

“As crueldades do Império Romano eram bem conhecidas por aqueles que viviam em seu território. Ele havia se expandido graças aos caprichos de homens ambiciosos que usavam de força militar implacável. O Império Romano enfrentava com violência qualquer resistência. Tortura e morte por crucificação eram apenas dois horrores que seus soldados infligiam sobre aqueles a quem puniam. O governo romano foi dominado pelo nepotismo e pela corrupção. A elite dominante exercia o poder com arrogância e crueldade. Apesar de tudo isso, Pedro exortou seus leitores a aceitar a autoridade de toda instituição humana no império, desde o imperador aos governantes (1Pe 2:13, 14).”1

“Pedro argumentou que os imperadores e governantes castigam os que fazem o mal e louvam os que praticam o bem (1Pe 2:14). Ao fazer isso, eles desempenham um papel importante na formação da sociedade.”1

“Na verdade, apesar de todas as suas falhas, o Império Romano proporcionou estabilidade e trouxe libertação da guerra. Sua justiça era severa, mas era baseada no Estado de direito. Os governantes romanos construíram estradas e estabeleceram um sistema monetário que atendia às suas necessidades militares. Ao fazer isso, Roma criou um ambiente que possibilitou o crescimento da população e fez com que ela, em muitos casos, prosperasse. Vistos por esse prisma, os comentários de Pedro sobre o governo fazem sentido. Nenhum governo é perfeito, e certamente aquele em que Pedro e seus leitores viveram também não era. Portanto, a lição para nós é que devemos ser bons cidadãos, obedecendo às leis do nosso país tanto quanto pudermos, apesar das imperfeições do governo sob o qual vivemos.”1

“Por que é importante que os cristãos sejam bons cidadãos, mesmo em um contexto político aquém do ideal? O que você pode fazer para melhorar sua sociedade, mesmo que em pequena proporção?”1

Domingo, 16 de abril de 2017. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1MCLVER, Robert K. Apascenta as Minhas ovelhas: 1 e 2 Pedro. Lições da escola sabatina. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 488, Abr. Mai. Jun. 2017. Adulto, Professor.
2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.