Sofrimento, Jesus e salvação

Lições da Bíblia

“1. Leia as seguintes passagens e escreva o que cada uma revela sobre a salvação:”1

1Pe 1:2 – “eleitos, segundo a presciência de Deus Pai, em santificação do Espírito, para a obediência e a aspersão do sangue de Jesus Cristo, graça e paz vos sejam multiplicadas.2

1Pe 1:8, 9 – “8 a quem, não havendo visto, amais; no qual, não vendo agora, mas crendo, exultais com alegria indizível e cheia de glória, 9 obtendo o fim da vossa fé: a salvação da vossa alma.2

1Pe 1:18, 19 –  “18 sabendo que não foi mediante coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados do vosso fútil procedimento que vossos pais vos legaram,  19 mas pelo precioso sangue, como de cordeiro sem defeito e sem mácula, o sangue de Cristo,2

1Pe 2:22-25 –  “22 o qual não cometeu pecado, nem dolo algum se achou em sua boca;  23 pois ele, quando ultrajado, não revidava com ultraje; quando maltratado, não fazia ameaças, mas entregava-se àquele que julga retamente,  24 carregando ele mesmo em seu corpo, sobre o madeiro, os nossos pecados, para que nós, mortos para os pecados, vivamos para a justiça; por suas chagas, fostes sarados.  25 Porque estáveis desgarrados como ovelhas; agora, porém, vos convertestes ao Pastor e Bispo da vossa alma.2

1Pe 3:18 – “Pois também Cristo morreu, uma única vez, pelos pecados, o justo pelos injustos, para conduzir-vos a Deus; morto, sim, na carne, mas vivificado no espírito,2

“Quando Pedro mencionava a salvação, geralmente apresentava esse tema no contexto do sofrimento de Cristo como Substituto dos pecadores. Por exemplo, em 1 Pedro 2:22-24, ao escrever sobre o sofrimento de Jesus, ele utilizou uma linguagem que refletia Isaías 53:5, 6, 9. ‘Carregando Ele mesmo em Seu corpo, sobre o madeiro, os nossos pecados […] por Suas chagas, fostes sarados’ (1Pe 2:24). Essa passagem revela os conceitos de substituição e sacrifício.”1

“Em muitos dos sacrifícios descritos no Antigo Testamento, os pecadores traziam suas ofertas ao templo e impunham as mãos sobre elas. Esse ato transferia simbolicamente o pecado do pecador para o animal, que então morria em seu lugar (Lv 4:29, 30, 33, 34; 14:10-13). A impureza do pecado acumulada sobre o altar era purificada e removida no Dia da Expiação (Lv 16:16-19).”1

“O sangue do sacrifício desempenhava função muito importante na expiação do pecado. Os cristãos foram remidos pelo precioso sangue de Jesus (1Pe 1:18, 19). Paulo também expressou a mesma ideia de substituição ao dizer que Cristo, que não conheceu o pecado, tornou-Se pecado por nós (2Co 5:21). De acordo com 1 Pedro 3:18, Jesus sofreu pelos pecados, o Justo pelos injustos.”1

“Assim como Paulo (Rm 3:21, 22), Pedro enfatizou a necessidade de fé. Ele declarou: ‘Ao qual, não O havendo visto, amais […] alcançando o fim da vossa fé, a salvação da alma’ (1Pe 1:8, 9, ARC). A salvação não é obtida mediante o comportamento piedoso, mas concedida quando cremos no que Jesus fez por nós e O aceitamos como Salvador pessoal. Nossa garantia se encontra nEle, não em nós mesmos.”1

“Por que Jesus, como nosso Substituto, é nossa grande esperança de salvação? Como essa maravilhosa verdade nos conforta?”1

Domingo, 18 de junho de 2017. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 MCLVER, Robert K. Apascenta as Minhas ovelhas: 1 e 2 Pedro. Lições da escola sabatina. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 488, Abr. Mai. Jun. 2017. Adulto, Professor.
2 BIBLÍA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Principais temas de 1 e 2 Pedro

Lições da Bíblia

Carregando Ele mesmo em Seu corpo, sobre o madeiro, os nossos pecados, para que nós, mortos para os pecados, vivamos para a justiça; por Suas chagas, fostes sarados” (1Pe 2:24).1

“As duas epístolas de Pedro foram escritas para fins práticos. Em 1 Pedro, o grande problema combatido pelo apóstolo foi a perseguição enfrentada pelos cristãos. Já em 2 Pedro, o problema foi os falsos mestres. Pedro escreveu com poder e autoridade, à medida que buscava encorajar seus leitores e adverti-los dos desafios que surgiam diante deles.”1

“Pedro combateu ambos os problemas em termos teológicos. Os sofrimentos causados pela perseguição fizeram com que ele refletisse sobre a agonia e morte de Jesus, que nos trouxeram a salvação. Os falsos mestres enfrentarão a realidade do juízo, que ocorrerá depois da segunda vinda de Cristo à Terra. Esses são alguns dos temas abordados por Pedro em suas duas cartas.”1

“A lição desta última semana analisa com mais detalhes cinco temas sobre os quais Pedro escreveu: os sofrimentos de Jesus que resultaram em nossa salvação; nossa resposta prática ao fato de que Deus julgará nossas ações no juízo final; a esperança que temos da breve volta de Jesus; a ordem na sociedade e na igreja; e a função das Escrituras em orientar nossa vida.”1

Incentive os jovens de sua igreja a dedicar as próximas férias à colportagem evangelística e a estudar em nossos internatos.

Sábado, 17 de junho de 2017. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 MCLVER, Robert K. Apascenta as Minhas ovelhas: 1 e 2 Pedro. Lições da escola sabatina. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 488, Abr. Mai. Jun. 2017. Adulto, Professor.

 

2 BIBLÍA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

A certeza da salvação

Lições da Bíblia

“6. Leia 1 João 5:12, 13Romanos 8:15-17 e 2 Coríntios 5:5. Uma vez que aceitamos Cristo como Salvador, por que podemos ter a certeza da vida eterna? Qual é o fundamento dessa certeza?”2

“12 Aquele que tem o Filho tem a vida; aquele que não tem o Filho de Deus não tem a vida. 13 Estas coisas vos escrevi, a fim de saberdes que tendes a vida eterna, a vós outros que credes em o nome do Filho de Deus.” (1 João 5:12, 13 ARA)2. “15 Porque não recebestes o espírito de escravidão, para viverdes, outra vez, atemorizados, mas recebestes o espírito de adoção, baseados no qual clamamos: Aba, Pai. 16 O próprio Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus. 17 Ora, se somos filhos, somos também herdeiros, herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo; se com ele sofremos, também com ele seremos glorificados.” (Romanos 8:15-17 ARA)2. “Ora, foi o próprio Deus quem nos preparou para isto, outorgando-nos o penhor do Espírito.” (2 Coríntios 5:5 ARA)2.

“O Espírito Santo é Aquele que leva os pecadores a Jesus. A morte substitutiva de Cristo nos reconciliou com Deus. Seu perdão nos liberta a fim de que tenhamos nova vida como filhos adotivos do Pai. Agora, já não mais somos inimigos de Deus (Rm 5:10), mas andamos segundo o Espírito (Rm 8:4) e colocamos nosso pensamento nas coisas espirituais (Rm 8:5). Se não tivéssemos o Espírito de Cristo, não seríamos Seus filhos e não pertenceríamos a Ele (Rm 8:9). Mas agora temos o testemunho do Espírito Santo, que habita em nós. Ele testifica que pertencemos a Jesus e somos herdeiros de Deus e coerdeiros com Cristo (Rm 8:17). O mesmo poder que ressuscitou Cristo dos mortos agora atua em nós, que estávamos espiritualmente mortos. Ele nos vivifica (Rm 8:10). E mais do que isso, o Espírito também sela em nosso coração a certeza de que realmente pertencemos a Deus. Tendo ouvido e acreditado no evangelho da nossa salvação, fomos selados em Jesus com o Espírito Santo, que é dado como penhor da nossa herança (Ef 1:13, 14). Todo cristão pode ter essa certeza (1Jo 5:12, 13).”1

“7. Leia Efésios 1:13, 14. O que significa ser selado pelo Espírito?”1

“13 em quem também vós, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação, tendo nele também crido, fostes selados com o Santo Espírito da promessa; 14 o qual é o penhor da nossa herança, até ao resgate da sua propriedade, em louvor da sua glória.” (Efésios 1:13, 14 ARA)2.

“Aqueles que aceitam a Cristo nascem outra vez, são nascidos ‘do Espírito’ (Jo 3:3, 5). O Espírito Santo sela esse fato em nosso coração para que tenhamos a certeza da salvação e experimentemos a alegria de ser filhos de Deus. O Espírito nos identifica como pertencendo a Cristo. ‘Se alguém não tem o Espírito de Cristo, não pertence a Cristo’ (Rm 8:9, NVI). Temos agora consciência de que Deus é nosso Pai amoroso, e nós, Seus filhos amados. O Espírito Santo é o ‘pagamento inicial’, ou o penhor da dádiva suprema da vida eterna e da imortalidade que nos serão dadas na segunda vinda de Jesus (1Co 15:51-54). Essa é a marca da fé genuína. É difícil ver como os cristãos podem testemunhar com poder convincente sem ter essa certeza.”1

“‘Falem de fé, esperança e coragem, e serão luz no Senhor. Continuem a meditar na porta aberta que Cristo colocou diante de vocês, que homem algum pode fechar. Deus fechará a porta a todos os males, se quiserem dar-Lhe uma chance. Quando o inimigo vier como uma inundação, o Espírito do Senhor erguerá por vocês uma bandeira contra ele’ (Ellen G. White, The Advent Review and Herald, 16 de abril de 1889).”1

Quarta-feira, 22 de março de 2017. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1HASEL, Frank. O Espírito Santo e a espiritualiadade. Lições da escola sabatina. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 487, Jan. Fev. Mar. 2017. Adulto, Professor.
2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Quanto alguém precisa saber?

Lições da Bíblia

“Continuando a partir do ponto onde paramos no domingo, podemos ver que, embora a obra de Cristo ofereça o único meio de salvação, alguns creem que o conhecimento explícito de Cristo não seja necessário para alguém ser salvo.”1

“Isso não significa que a salvação esteja disponível à parte de Cristo, mas que Deus pode aplicar os méritos da obra de Cristo a quem quiser, e está disposto a fazê-lo. Alguns creem que os que não conhecem a Cristo e que nunca tiveram contato com o evangelho, mas que, sob a influência do Espírito Santo, sentem necessidade de libertação e agem de acordo com isso, serão salvos. A citação de Ellen White que se encontra no fim do estudo de ontem sugere isso (pense em Jó e Melquisedeque).”1

“2. Que luz os textos seguintes lançam sobre essa ideia? Salmo 87:4-6; João 10:16; Atos 14:17; Atos 17:26-28; Romanos 2:12-16”1 “4 Dentre os que me conhecem, farei menção de Raabe e da Babilônia; eis aí Filístia e Tiro com Etiópia; lá, nasceram. 5 E com respeito a Sião se dirá: Este e aquele nasceram nela; e o próprio Altíssimo a estabelecerá. 6 O SENHOR, ao registrar os povos, dirá: Este nasceu lá.” (Salmo 87:4-6 ARA)2. “Ainda tenho outras ovelhas, não deste aprisco; a mim me convém conduzi-las; elas ouvirão a minha voz; então, haverá um rebanho e um pastor.” (João 10:16 ARA)2. “contudo, não se deixou ficar sem testemunho de si mesmo, fazendo o bem, dando-vos do céu chuvas e estações frutíferas, enchendo o vosso coração de fartura e de alegria.” (Atos 14:17 ARA)2. “26 de um só fez toda a raça humana para habitar sobre toda a face da terra, havendo fixado os tempos previamente estabelecidos e os limites da sua habitação; 27 para buscarem a Deus se, porventura, tateando, o possam achar, bem que não está longe de cada um de nós; 28 pois nele vivemos, e nos movemos, e existimos, como alguns dos vossos poetas têm dito: Porque dele também somos geração.” (Atos 17:26-28 ARA)2. “Um dia estarão em Sião muitos que não conheceram a Deus junto com aqueles que O conheceram; Jesus disse que tinha muitas ovelhas, não do aprisco de Israel, e que viria a conduzi-las; Deus não Se deixou a Si mesmo sem testemunho diante das nações; Deus não está longe de cada um de nós, foi o que Paulo falou aos gentios; quando os gentios, que não têm a lei escrita, procedem de acordo com a lei, isso será reconhecido no dia do juízo.1

Deus ‘retribuirá a cada um conforme o seu procedimento’. Ele dará vida eterna aos que, persistindo em fazer o bem, buscam glória, honra e imortalidade” (Rm 2:6, 7, NVI).1

“Paulo parece indicar que há alguns, fora do cristianismo, que recebem a vida eterna como resultado de um princípio de ‘obediência para a vida’. A obediência à lei da consciência, na medida em que está em harmonia com a lei de Deus e o conhecimento da diferença fundamental entre o bem e o mal, fará diferença no dia do juízo para aqueles que nunca ouviram falar do plano da salvação. Apesar de tudo, essas pessoas estão respondendo à obra do Espírito em seu coração.”1

“Visto que não conhecermos o coração das pessoas, seja em relação a cristãos professos ou a não cristãos, por que precisamos ter cuidado para não julgá-las quanto à sua salvação?”1

Segunda-feira, 21 setembro de 2015 . Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.

__________________

1 LIÇÕES da escola sabatina. Missionários. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 481, Jul. Ago. Set. 2015. Adulto, Professor.

2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Nenhum outro nome debaixo do Céu

Lições da Bíblia

“Alguns cristãos têm a convicção de que somente os que ouvem e aceitam o evangelho de Cristo podem ser salvos. Essas pessoas, às vezes chamadas de ‘exclusivistas’, consideram todas as religiões não cristãs como teorias de seres humanos caídos que manifestam deliberada rebelião contra Deus. Por essa razão, creem que os não cristãos estão fora da graça salvadora de Jesus Cristo. Outros cristãos ainda vão um passo além e afirmam que fora de sua denominação e estrutura doutrinária específica não há salvação, mesmo para outros professos cristãos. Para eles, outras denominações, com suas crenças divergentes, se colocaram fora do cuidado de Deus e não têm chance de entrar no reino dos Céus. Por exemplo, em 1302, em sua bula papal Unam Sanctam [Única Santa], o papa Bonifácio VIII declarou ‘que é absolutamente necessário para a salvação que toda criatura humana esteja sujeita ao pontífice romano’. Alguns protestantes também têm ensinado algo semelhante a respeito de sua própria denominação.”1

“1. Leia Atos 4:12. O que a passagem está dizendo? Como devemos entender essas palavras?”1 E não há salvação em nenhum outro; porque abaixo do céu não existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos.” (Atos 4:12 ARA)2. “Não há salvação em nenhum outro, exceto Cristo; o texto não diz que é preciso ter conhecido a Cristo para ser salvo por Ele.1

“As palavras da Bíblia são muito claras: a salvação se encontra apenas em Jesus Cristo e em nenhum outro nome debaixo do Céu. É importante, contudo, não vermos nessas palavras mais do que elas dizem especificamente.”1

“Imagine uma pessoa num edifício em chamas; antes de escapar, ela é vencida pela fumaça e cai, inconsciente. Um bombeiro a encontra no chão, agarra-a e a leva para fora, onde os médicos a socorrem. Ela é levada ao hospital, e algumas horas depois recupera a consciência.”1

“O ponto principal é que essa pessoa, que foi salva, não teve nenhuma ideia de quem a havia salvo. Da mesma forma, qualquer pessoa que for salva – seja antes ou depois de Jesus ter vindo em carne – será salva somente através de Jesus, quer ela tenha ou não ouvido falar dEle ou do plano da salvação. ‘Há, entre os pagãos, aqueles que servem a Deus sem o verdadeiro conhecimento, a quem a luz nunca foi levada por agentes humanos; entretanto não se perderão. Embora desconheçam a lei de Deus escrita, ouviram Sua voz a lhes falar por meio da natureza, e praticaram o que a lei requer. Suas obras mostram que o Espírito Santo tocou o coração deles, e são reconhecidos como filhos de Deus’ (Ellen G. White, O Desejado de Todas as Nações, p. 638).”1

Domingo, 20 setembro de 2015 . Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.

__________________

1 LIÇÕES da escola sabatina. Missionários. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 481, Jul. Ago. Set. 2015. Adulto, Professor.

2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

A iniciativa de Deus para nos salvar

Lições da BíbliA

“A Bíblia mostra que, depois da queda de nossos primeiros pais, Deus foi procurá-los, e não eles a Deus. Ao contrário, o homem e a mulher tentaram se esconder da presença do Senhor. Essa é uma poderosa metáfora que retrata a condição de grande parte da humanidade caída: fogem dAquele que vai procurá-los, do Único que poderia salvá-los! Adão e Eva fizeram isso no Éden e, a menos que as pessoas se rendam à atração do Espírito Santo, farão a mesma coisa hoje em dia.”1

“Felizmente, Deus não rejeitou nossos primeiros pais, e também não nos rejeita. Desde o tempo em que Deus perguntou a Adão e Eva no jardim pela primeira vez: ‘Onde estás?’ (Gn 3:9) até hoje, Ele ainda continua a nos chamar. De fato, Ele é o primeiro missionário.”1

“‘No dom incomparável de Seu Filho, Deus envolveu o mundo todo numa atmosfera de graça, tão real como o ar que circula ao redor do globo. Todos os que escolherem respirar essa atmosfera vivificante hão de viver e crescer até à estatura completa de homens e mulheres em Cristo Jesus’ (Ellen G. White, Caminho a Cristo, p. 68).”1

“Logicamente a maior revelação da atividade missionária de Deus pode ser vista na encarnação e no ministério de Jesus. Embora Jesus tenha vindo à Terra para fazer muitas coisas – destruir Satanás, revelar o verdadeiro caráter do Pai, provar que as acusações do inimigo estavam erradas, mostrar que a lei de Deus pode ser guardada – a razão principal foi morrer na cruz em lugar dos seres humanos para nos salvar do resultado final do pecado, a morte eterna.”1

“3. O que cada um dos seguintes textos nos ensina sobre a morte de Jesus?”1

“14 E do modo por que Moisés levantou a serpente no deserto, assim importa que o Filho do Homem seja levantado, 15 para que todo o que nele crê tenha a vida eterna.” (João 3:14-15 ARA)2. “A morte de Jesus tornou possível que todo o que nEle crer tenha a vida eterna;”1

“4 Certamente, ele tomou sobre si as nossas enfermidades e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus e oprimido. 5 Mas ele foi traspassado pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados. 6 Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo caminho, mas o SENHOR fez cair sobre ele a iniqüidade de nós todos.” (Isaías 53:4-6 ARA)2. “Ele morreu pelas nossas transgressões e sofreu o castigo que nós merecíamos;1

Aquele que não conheceu pecado, ele o fez pecado por nós; para que, nele, fôssemos feitos justiça de Deus.” (2 Coríntios 5:21 ARA)2. “Ele Se tornou pecado por nós, a fim de que pudéssemos ser considerados justos nEle.”1

“‘Deus tornou pecado por nós Aquele que não tinha pecado’ (NVI). Isso foi necessário ‘para que nEle nos tornássemos justiça de Deus’ (NVI). Essa ideia tem sido chamada de ‘a grande troca’: O ato de Jesus assumir nossos pecados e sofrer como pecador para que nós, embora pecadores, sejamos considerados tão justos diante de Deus como o próprio Jesus.”1

Quarta-feira, 01 de julho de 2015 . Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.

__________________

1 LIÇÕES da escola sabatina. Missionários. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 481, Jul. Ago. Set. 2015. Adulto, Professor.

2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Salvos pelo acolhimento da Palavra

Lições da Bíblia

“8. Leia Tiago 1:21. Qual é a função da ‘Palavra’ na vida do cristão?” “Portanto, despojando-vos de toda impureza e acúmulo de maldade, acolhei, com mansidão, a palavra em vós implantada, a qual é poderosa para salvar a vossa alma.” (Tiago 1:21 RA)2. A função da Palavra é salvar.

“Esse verso conclui tudo o que foi dito até aqui sobre fé e salvação. É um apelo para pôr de lado toda impureza e separar-nos da maldade. A ordem para que nos ‘despojemos’ [deixar ou rejeitar] é usada em sete de nove vezes no Novo Testamento com referência a se desligar dos maus hábitos que não têm lugar em uma vida submetida a Cristo (Rm 13:12; Ef 4:22, 25; Cl 3:8; Hb 12:1; 1Pe 2:1). Ela pode se referir também a tirar roupas (At 7:58), de modo que a retirada do nosso ‘trapo da imundícia’ do pecado (Is 64:6) pode estar implícita. De fato, a palavra original para imundícia, na carta de Tiago, refere-se às ‘roupas velhas e sujas’ dos pobres (NVI), em contraste com as roupas limpas e luxuosas dos ricos (Tg 2:2). Como Jesus, Tiago reprova a tendência humana de se preocupar muito com a aparência exterior, porque Deus está preocupado, sobretudo, com a condição do nosso coração.”1

“Na tradução grega do Antigo Testamento, a palavra imundo (ryparos) é usada apenas em uma passagem: Zacarias 3:3, 4, onde Josué, o sumo sacerdote, representa o Israel corrompido. Deus tira as vestes imundas do sumo sacerdote e o veste com roupas limpas, simbolizando o perdão e a purificação de Israel.”1

“Essa cena é muito diferente da imagem cristã popular na qual Jesus coloca um manto branco e limpo sobre as roupas sujas, imundas do pecador. Quem faria isso na vida real? Ninguém põe roupas limpas em cima de roupas sujas. Da mesma forma, em Zacarias, as vestes sujas são removidas antes que o manto limpo seja colocado. Isso não significa que devemos estar sem pecado antes de podermos ser vestidos com a justiça de Cristo. Se isso fosse verdade, quem poderia ser salvo? Isso também não quer dizer que, depois de aceitar Jesus, perderemos a salvação se cairmos em pecado. Em vez disso, significa que devemos nos entregar completamente a Ele, escolhendo morrer diariamente para nossos velhos caminhos pecaminosos e permitir que Ele nos crie à Sua imagem. Então, a perfeita veste da justiça de Cristo nos cobrirá.”1

“Leia novamente Tiago 1:21. Você está procurando aplicar profundamente esse texto à sua vida? O que significa ‘enxertar’ [implantar] a Palavra em seu coração, e como você pode fazer isso?”1

Incentive seus amigos a ter a assinatura da lição da Escola Sabatina para toda a família e a adquirir a meditação diária para 2015. Faça seu pedido até 19 de outubro e receba sua lição em casa todos os trimestres.

Quinta-feira, 16 de outubro de 2014. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.

__________________

1 LIÇÕES da escola sabatina. Ensino de Jesus. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 478, Out. Nov. Dez. 2014. Adulto, Professor.

2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.