Algo novo

Lições da Bíblia1

7. Davi confessou seu pecado sem tentar desculpá-lo nem encobri-lo. Depois, o que ele pediu a Deus? Sl 51:7-12

Sl 51:7-12 (ARA)2: “7 Purifica-me com hissopo, e ficarei limpo; lava-me, e ficarei mais alvo que a neve. 8 Faze-me ouvir júbilo e alegria, para que exultem os ossos que esmagaste. 9 Esconde o rosto dos meus pecados e apaga todas as minhas iniquidades. 10 Cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova dentro de mim um espírito inabalável. 11 Não me repulses da tua presença, nem me retires o teu Santo Espírito. 12 Restitui-me a alegria da tua salvação e sustenta-me com um espírito voluntário.

Ao se referir à purificação com hissopo, Davi utilizou a terminologia conhecida pelos israelitas que visitavam o santuário. Ao se referir aos rituais de purificação descritos na Lei de Moisés (Lv 14:4), ele reconheceu o poder do Sacrifício que viria para tirar os pecados do mundo. Davi também pediu “júbilo” e “alegria”. Diante da enormidade de seu pecado, esse pedido não era um pouco audacioso?

Talvez seja proveitoso observar esta paráfrase: “Diga-me que estou perdoado para que eu possa entrar novamente no santuário, onde possa ouvir o júbilo e a alegria daqueles que Te adoram”.

8. Quando Adão e Eva pecaram, eles se esconderam de Deus (Gn 3:8). Por que o pedido de Davi, mesmo depois de seu pecado, foi tão diferente? Sl 51:11, 12

Sl 51:11, 12 (ARA)2: “11 Não me repulses da tua presença, nem me retires o teu Santo Espírito. 12 Restitui-me a alegria da tua salvação e sustenta-me com um espírito voluntário.”

Davi não desejava perder a consciência de viver na presença de Deus. Ele percebia que sem o Espírito Santo, ele era fraco. Sabia que, com a mesma facilidade com que tinha caído em pecado com Bate-Seba, poderia pecar novamente. Sua autoconfiança foi destruída.

Davi entendia que as vitórias futuras não viriam dele, mas apenas de Deus, à medida que ele dependesse totalmente do Senhor.

A essência da vida cristã vitoriosa não está em nós, mas em Jesus. Ansiamos por Sua presença; desejamos Seu Espírito; queremos a alegria da salvação. Precisamos de renovação, restauração e descanso – um ato divino de recriação. O descanso da criação não está longe do perdão. “Cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova dentro de mim um espírito inabalável” (Sl 51:10). Esse verso usa a terminologia da criação. No Antigo Testamento, somente Deus podia “criar” (bara’) – e, uma vez que somos recriados, podemos descansar.

Você já experimentou o júbilo e a alegria da libertação de uma consciência culpada? Algo o está impedindo de viver essa bênção? Como essa história pode ajudá-lo?

Terça-feira, 20 de julho de 2021. Saiba mais, faça gratuitamente um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Descanso em Cristo. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 505, jul. ago. set. 2021. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s