As Escrituras interpretam as Escrituras

Lições da Bíblia

“Unicamente porque existe uma unidade fundamental na Bíblia, ela pode funcionar como sua própria intérprete. Sem essa unidade, as Escrituras não poderiam ser a luz que revela seu próprio significado, em que uma parte da Bíblia interpreta outras partes e, portanto, torna-se indispensável para entender as passagens relacionadas.”1

“4. Leia Lucas 24:27, 44, 45. Como Jesus Se referiu às Escrituras para explicar quem Ele é? Como podemos usar as Escrituras?”1

Lucas 24:27, 44, 45 (ARA)2: “27 E, começando por Moisés, discorrendo por todos os Profetas, expunha-lhes o que a seu respeito constava em todas as Escrituras. […] 44 A seguir, Jesus lhes disse: São estas as palavras que eu vos falei, estando ainda convosco: importava se cumprisse tudo o que de mim está escrito na Lei de Moisés, nos Profetas e nos Salmos. 45 Então, lhes abriu o entendimento para compreenderem as Escrituras;

“A beleza de deixar as Escrituras interpretarem a si mesmas é que elas esclarecem ainda mais seu significado. Ao fazê-lo, não reunimos indiscriminadamente várias passagens para provar nossa opinião. Em vez disso, cuidadosamente levamos em consideração o contexto de cada passagem. Além do contexto imediato antes e após uma passagem sob investigação, devemos considerar o contexto do livro no qual a passagem se encontra. Além disso, uma vez que, de acordo com Paulo, ‘tudo quanto, outrora, foi escrito para o nosso ensino foi escrito’ (Rm 15:4), devemos estudar tudo o que as Escrituras declaram sobre determinado assunto.”1

“A Bíblia se autoexplica. Textos devem ser comparados com textos. O estudante deve aprender a ver a Palavra como um todo, e também a relação entre suas partes. Deve obter conhecimento de seu grandioso tema central, do propósito original de Deus em relação a este mundo, da origem do grande conflito, e da obra da redenção” (Ellen G. White, Educação, p. 190).1

“Ao compararmos as Escrituras com elas mesmas, é importante estudá-las completamente. Se possível, devemos fazê-lo em suas línguas originais, ou pelo menos com uma tradução bíblica apropriada, fiel ao significado contido nos originais hebraico e grego. Embora o conhecimento das línguas originais não seja necessário para se ter uma boa compreensão da Bíblia, certamente ajuda quando possível. Caso não haja essa possibilidade, estudar a Palavra fielmente e em espírito de oração, com atitude de humildade e submissão, certamente ainda renderá grandes frutos.”1

Ao pensar em uma doutrina, como o estado dos mortos, concentrar-se em poucas passagens escolhidas poderia levar ao erro. Por que é importante ler tudo o que a Bíblia diz sobre um assunto para entender melhor o que ela ensina?

Ore muitas vezes. Era assim que Enoque andava com Deus (Caminho a Cristo, p. 97).

Quarta-feira, 29 de abril de 2020. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Com interpretar as Escrituras Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 500, abr. mai. jun. 2020. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s