A repreensão de Neemias

Lições da Bíblia

“2. De acordo com Neemias 13:26, 27, em que medida a história bíblica é importante para nos informar sobre os perigos de nos desviarmos do caminho certo? Assinale a alternativa correta:”1

Neemias (13:26, 27 ARA)2: “26 Não pecou nisto Salomão, rei de Israel? Todavia, entre muitas nações não havia rei semelhante a ele, e ele era amado do seu Deus, e Deus o constituiu rei sobre todo o Israel. Não obstante isso, as mulheres estrangeiras o fizeram cair no pecado. 27 Dar-vos-íamos nós ouvidos, para fazermos todo este grande mal, prevaricando contra o nosso Deus, casando com mulheres estrangeiras?

A. (   ) Ela nos revela os erros do passado e nos adverte para não repeti-los.
B. (   ) A história bíblica apenas servia de lição para o povo do passado.

Resposta sugestiva: Alternativa A.

“As escolhas de Salomão o levaram mais fundo no pecado. Ele causou sua própria ruína ao desobedecer ao mandamento de Deus para os reis de Israel: ‘Tampouco para si multiplicará mulheres, para que o seu coração se não desvie’ (Dt 17:17). Salomão é usado como exemplo negativo: ele não apenas teve mais de uma esposa, mas significativamente, como Neemias destacou, escolheu mulheres que não adoravam a Deus.”1

“3. Por que Neemias estava certo em reprovar a nação por causa dos casamentos com pagãos? Gn 6:1-4; Gn 24:3, 4; Gn 28:1, 2; Dt 7:3, 4; 2Co 6:14”1

Gênesis (6:1-4 ARA)2: “1 Como se foram multiplicando os homens na terra, e lhes nasceram filhas, 2 vendo os filhos de Deus que as filhas dos homens eram formosas, tomaram para si mulheres, as que, entre todas, mais lhes agradaram. 3 Então, disse o Senhor: O meu Espírito não agirá para sempre no homem, pois este é carnal; e os seus dias serão cento e vinte anos. 4 Ora, naquele tempo havia gigantes na terra; e também depois, quando os filhos de Deus possuíram as filhas dos homens, as quais lhes deram filhos; estes foram valentes, varões de renome, na antiguidade.

Gênesis 24:3, 4 ARA): “3 para que eu te faça jurar pelo Senhor, Deus do céu e da terra, que não tomarás esposa para meu filho das filhas dos cananeus, entre os quais habito; 4 mas irás à minha parentela e daí tomarás esposa para Isaque, meu filho.”

Gênesis (28:1, 2 ARA): “1 Isaque chamou a Jacó e, dando-lhe a sua bênção, lhe ordenou, dizendo: Não tomarás esposa dentre as filhas de Canaã. 2 Levanta-te, vai a Padã-Arã, à casa de Betuel, pai de tua mãe, e toma lá por esposa uma das filhas de Labão, irmão de tua mãe.”

Deuteronômio (7:3, 4 ARA): “3 nem contrairás matrimônio com os filhos dessas nações; não darás tuas filhas a seus filhos, nem tomarás suas filhas para teus filhos;pois elas fariam desviar teus filhos de mim, para que servissem a outros deuses; e a ira do Senhor se acenderia contra vós outros e depressa vos destruiria.”

2 Coríntios (6:14 ARA)2: “Não vos ponhais em jugo desigual com os incrédulos; porquanto que sociedade pode haver entre a justiça e a iniquidade? Ou que comunhão, da luz com as trevas?”

“A ordem para não contrair casamento misto não tinha relação com nacionalismo, mas com idolatria. Diversas pessoas na Bíblia se casaram com não israelitas. Moisés se casou com Zípora, midianita; Boaz se casou com Rute, moabita. Mas o problema do casamento misto, de acordo com essas instruções, dizia respeito à união com alguém que professasse uma fé diferente ou que não tivesse nenhuma fé. O problema é que o povo no tempo de Esdras e Neemias escolheu se casar infiéis. Richard M. Davidson, em Flame of Yahweh [Chama de Yahweh] (Peabody, Mass: Hendrickson Publishers, 2007), afirma: ‘O plano edênico para o casamento […] exigia uma integralidade complementar de dois parceiros na fé espiritual, bem como outros valores importantes’ (p. 316). As esposas pagãs não renunciaram à idolatria. Consequentemente, talvez Neemias tenha ficado mais entristecido do que indignado com as escolhas do povo, já que para ele isso demonstrava uma falta de compromisso com Deus.”1

“A Bíblia traz fórmulas para práticas que nos manterão firmados em Deus e que foram planejadas para maximizar nossa felicidade. Da mesma forma, o princípio do jugo igual no casamento deve melhorar a nossa vida e encorajar mutuamente a devoção a Deus.”1

“Quais princípios extraídos desses relatos protegem nossa fé e a da nossa família?”1

Segunda-feira, 16 de dezembro de 2019. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Esdras e Neemias. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 498, out. nov. dez. 2019. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s