A reação de Neemias

Lições da Bíblia

“1. Leia Neemias 13:23-25. O que ocorreu e como explicar a reação do servo de Deus diante do problema?”1

Neemias (13:23-25 ARA)2: “23 Vi também, naqueles dias, que judeus haviam casado com mulheres asdoditas, amonitas e moabitas. 24 Seus filhos falavam meio asdodita e não sabiam falar judaico, mas a língua de seu respectivo povo. 25 Contendi com eles, e os amaldiçoei, e espanquei alguns deles, e lhes arranquei os cabelos, e os conjurei por Deus, dizendo: Não dareis mais vossas filhas a seus filhos e não tomareis mais suas filhas, nem para vossos filhos nem para vós mesmos.

“Como os filhos não falavam aramaico (a língua usada durante o exílio) nem o hebraico, eles não conseguiam entender os ensinamentos das Escrituras. Esse era um problema real, pois o conhecimento da revelação de Deus podia ser distorcido ou até mesmo desaparecer. Os escribas e sacerdotes explicavam a Torá principalmente em aramaico, a fim de tornar a pregação clara para o povo. No entanto, uma vez que as mães eram de Amom, Asdode e Moabe, e geralmente eram as principais cuidadoras dos filhos, não é de surpreender que os filhos não falassem também a língua dos pais. A língua que falamos influencia a maneira como formamos nossos conceitos, pois usamos o vocabulário dessa cultura. A perda da língua bíblica significava a perda da identidade. Por isso, Neemias julgava impensável que as famílias perdessem o contato com a Palavra de Deus e, consequentemente, sua conexão com o Deus vivo, o Senhor dos hebreus.”1

“Estudiosos da Bíblia destacam que as ações de Neemias provavelmente humilhassem publicamente o povo como parte dos castigos prescritos naquele tempo. Quando é dito que ele os repreendeu e os amaldiçoou, não devemos pensar que o servo de Deus usou linguagem suja ou ofensiva, mas que ele proferiu as maldições descritas em Deuteronômio 28 sobre aqueles que quebraram a aliança. Muito possivelmente Neemias escolheu as palavras da Bíblia para levá-los à compreensão de suas ações erradas e das consequências de suas más escolhas.”1

“Além disso, quando o texto diz que Neemias espancou alguns deles e lhes arrancou os cabelos (Ne 13:25), em vez de vê-lo indignado e reagindo com fúria, devemos observar que uma surra era uma punição pública prevista. Essa conduta foi aplicada apenas a alguns deles, ou seja, aos líderes que causaram ou promoveram a conduta errada. Essas ações deveriam servir como métodos de humilhação pública. Neemias desejava assegurar que as pessoas entendessem a gravidade de suas escolhas e as consequências delas.”1

“Como devemos reagir quando nos deparamos com o que acreditamos ser um mau procedimento na igreja?”1

Domingo, 15 de dezembro de 2019. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Esdras e Neemias. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 498, out. nov. dez. 2019. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s