A aliança e Israel

Lições da Bíblia1

2. “Não é por causa da justiça de vocês, nem por causa da retidão do seu coração que vocês entrarão para possuir a terra dessas nações, mas o Senhor, o seu Deus, as expulsará de diante de vocês por causa da maldade delas e também para confirmar a palavra que o Senhor, o Seu Deus, jurou aos seus pais, Abraão, Isaque e Jacó” (Dt 9:5; ver também Dt 9:27). Como a realidade das promessas da aliança se manifesta nesse verso?

Dt 9:27 (ARA)2: “Lembra-te dos teus servos Abraão, Isaque e Jacó; não atentes para a dureza deste povo, nem para a sua maldade, nem para o seu pecado,”

Nesse texto também aparece a aliança da graça: Deus trabalhou por eles – apesar dos erros constantes (e é assim que o evangelho opera no presente também). E foi por causa da promessa feita aos pais que a graça divina foi dada às gerações futuras.

No tratamento de Moisés com o povo, a quem as promessas da aliança foram dadas como um todo, ele com frequência se referia às promessas feitas aos patriarcas.

3. Leia Êxodo 2:24; 6:8; Levítico 26:42. Como atuam as promessas da aliança?

Êxodo 2:24 (ARA)2: “Ouvindo Deus o seu gemido, lembrou-se da sua aliança com Abraão, com Isaque e com Jacó.”

Êxodo 6:8 (ARA)2: “E vos levarei à terra a qual jurei dar a Abraão, a Isaque e a Jacó; e vo-la darei como possessão. Eu sou o Senhor.”

Levítico 26:42 (ARA)2: “então, me lembrarei da minha aliança com Jacó, e também da minha aliança com Isaque, e também da minha aliança com Abraão, e da terra me lembrarei.

O êxodo do Egito, grande símbolo da divina graça salvífica, também teve sua base na aliança que o Senhor havia feito com os patriarcas. Ou seja, mesmo antes que os beneficiários da aliança tivessem nascido, as promessas foram feitas em favor deles. Sem nenhum mérito próprio (para dizer o mínimo), receberam a libertação prometida.

E ainda mais: eles foram do Egito para onde? Sim, para o Sinai, onde a aliança com eles foi “oficialmente” estabelecida (Êx 20). O ponto central dessa aliança era o evangelho e a lei, os Dez Mandamentos, aos quais foram chamados a obedecer, uma manifestação de seu relacionamento com o Senhor, que já os redimira (isso é o evangelho). Portanto, repetidas vezes em Deuteronômio, eles foram chamados a obedecer a essa lei como sua parte na aliança, confirmada no Sinai.

Que papel a lei desempenha na vida dos que foram salvos pela graça, e por que essa lei é tão crucial para nossa experiência com Deus?

Segunda-feira, 11 de outubro de 2021. Saiba mais, faça gratuitamente um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. A verdade presente em Deuteronômio. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 506, out. nov. dez. 2021. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s