O sábado e a criação


Lições da Bíblia1

De todos os Dez Mandamentos, somente o quarto começa com o verbo “lembrar”. Não está escrito: “Lembre-se de que você não deve furtar” ou “Lembre-se de que você não deve cobiçar”. Existe apenas “Lembre-se do dia de sábado […]”. A ideia de “lembrar” pressupõe história; implica que algo aconteceu no passado do qual precisamos nos lembrar. Quando nos lembramos, fazemos conexões com o passado, e “lembre-se do dia de sábado, para o santificar”, marca um retorno direto à semana da criação.

1. Por que o ser humano é especial e radicalmente diferente do restante da criação de Deus? Por que é tão importante entender essa distinção? Gn 1:26, 27; 9:6

Gn 1:26, 27 (ARA)2: “26 Também disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; tenha ele domínio sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus, sobre os animais domésticos, sobre toda a terra e sobre todos os répteis que rastejam pela terra. 27 Criou Deus, pois, o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou.”

Gn 9:6 (ARA)2: “Se alguém derramar o sangue do homem, pelo homem se derramará o seu; porque Deus fez o homem segundo a sua imagem

Quando nos lembramos da criação, vemos que fomos criados à imagem de Deus, algo que não é dito a respeito de nenhuma outra criatura. Os seres humanos são radicalmente diferentes de qualquer outra criatura no planeta, independentemente do quanto nosso DNA tenha algo em comum com outros animais. E, ao contrário da mitologia popular, não somos meros macacos avançados nem versões mais evoluídas de algum primata primitivo. Como seres humanos, feitos à imagem de Deus, somos singulares entre tudo o que Deus criou neste mundo.

2. Como a história da criação nos lembra de nosso relacionamento com as coisas criadas? Gn 2:15, 19

Gn 2:15, 19 (ARA)2: “15 Tomou, pois, o Senhor Deus ao homem e o colocou no jardim do Éden para o cultivar e o guardar. […] 19 Havendo, pois, o Senhor Deus formado da terra todos os animais do campo e todas as aves dos céus, trouxe-os ao homem, para ver como este lhes chamaria; e o nome que o homem desse a todos os seres viventes, esse seria o nome deles.”

Perceber que Deus também criou nosso mundo nos lembra de nossa responsabilidade para com as coisas criadas. Devemos “ter domínio” sobre as criaturas. Ter domínio não significa abusar. Temos que governar como regentes de Deus. Precisamos interagir com o mundo natural como Deus o faria.

O pecado estragou e desordenou tudo, mas a Terra ainda é criação de Deus, e nada nos dá o direito de explorá-la em detrimento de outros seres humanos, o que tantas vezes acontece.

Além de ser um memorial de Deus como Criador, como a guarda do sábado nos ajuda a ter mais consciência de nossa necessidade de sermos bons mordomos do meio ambiente?

Domingo, 29 de agosto de 2021. Saiba mais, faça gratuitamente um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Descanso em Cristo. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 505, jul. ago. set. 2021. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s