Miqueias

Lições da Bíblia

“3. ‘Ele te declarou, ó homem, o que é bom e que é o que o Senhor pede de ti: que pratiques a justiça, e ames a misericórdia, e andes humildemente com o teu Deus’ (Mq 6:8). Como você pode viver essas palavras?”1

O texto de Miqueias 6:8 talvez seja um dos mais conhecidos das Escrituras. No entanto, como muitos versos que transformamos em slogans ou ‘cartazes’, provavelmente estejamos menos familiarizados com o contexto do verso do que admitimos.”1

“4. Leia Miqueias 2:8-11 e 3:8-12. Quais ações do povo o profeta condenou? Assinale a alternativa correta:”1

Miqueias (2:8-11 e 3:8-12 ARA)2: 2:8-11 “8 mas, há pouco, se levantou o meu povo como inimigo; além da roupa, roubais a capa àqueles que passam seguros, sem pensar em guerra. 9 Lançais fora as mulheres de meu povo do seu lar querido; dos filhinhos delas tirais a minha glória, para sempre. 10 Levantai-vos e ide-vos embora, porque não é lugar aqui de descanso; ide-vos por causa da imundícia que destrói, sim, que destrói dolorosamente. 11 Se houver alguém que, seguindo o vento da falsidade, mentindo, diga: Eu te profetizarei do vinho e da bebida forte, será este tal o profeta deste povo.” 3:8-12 “8 Eu, porém, estou cheio do poder do Espírito do SENHOR, cheio de juízo e de força, para declarar a Jacó a sua transgressão e a Israel, o seu pecado. 9 Ouvi, agora, isto, vós, cabeças de Jacó, e vós, chefes da casa de Israel, que abominais o juízo, e perverteis tudo o que é direito, 10 e edificais a Sião com sangue e a Jerusalém, com perversidade. 11 Os seus cabeças dão as sentenças por suborno, os seus sacerdotes ensinam por interesse, e os seus profetas adivinham por dinheiro; e ainda se encostam ao SENHOR, dizendo: Não está o SENHOR no meio de nós? Nenhum mal nos sobrevirá. 12 Portanto, por causa de vós, Sião será lavrada como um campo, e Jerusalém se tornará em montões de ruínas, e o monte do templo, numa colina coberta de mato.”

A. (   ) Corrupção, desonestidade, suborno e idolatria.
B. (   ) O desrespeito deles por seus antepassados.

Resposta sugestiva: Alternativa A.

“No reinado de Acaz, em Judá, o povo de Deus atingiu um nível ainda mais baixo na espiritualidade de sua nação. A idolatria e suas várias práticas perversas estavam aumentando. Ao mesmo tempo, como outros profetas da época também observaram, os pobres continuavam a ser explorados e saqueados.”1

“Miqueias era um profeta da condenação tanto quanto seus contemporâneos. A maior parte dos três primeiros capítulos de seu livro expressa a ira e a tristeza de Deus pelo mal que Seu povo havia feito, bem como a destruição que lhe sobreviria.”1

“Porém, Deus não havia desistido dele. Até mesmo as vozes estridentes e mensagens duras dos profetas indicavam o contínuo interesse de Deus por Seu povo. Ele lhes deu advertências por causa de Seu amor e cuidado para com eles. O Senhor desejava muito perdoá-los e restaurá-los. Sua ira não duraria para sempre

(veja Mq 7:18-20)2 ‘18 Quem, ó Deus, é semelhante a ti, que perdoas a iniquidade e te esqueces da transgressão do restante da tua herança? O SENHOR não retém a sua ira para sempre, porque tem prazer na misericórdia. 19 Tornará a ter compaixão de nós; pisará aos pés as nossas iniquidades e lançará todos os nossos pecados nas profundezas do mar. 20 Mostrarás a Jacó a fidelidade e a Abraão, a misericórdia, as quais juraste a nossos pais, desde os dias antigos.’

Esse é o contexto da conhecida ‘fórmula’: ‘pratiques a justiça, e ames a misericórdia, e andes humildemente’. Pode parecer simples, mas viver essa fé de maneira prática é muito mais desafiador, especialmente quando vivê-la parece estar tão fora de sintonia com a sociedade à nossa volta. Quando os outros lucram com a injustiça, zombam da misericórdia e andam orgulhosamente, a prática da justiça, o amor pela misericórdia e a humildade no comportamento demandam coragem e perseverança. No entanto, não fazemos isso sozinhos. Quando agimos assim, estamos andando com Deus.”1

“Qual é a relação entre praticar a justiça, amar a misericórdia e andar humildemente diante de Deus?”1

Terça-feira, 30 de julho de 2019. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. “Meus pequeninos irmãos”: servindo aos necessitados. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 496, jul. ago. set. 2019. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s