Miqueias

Lições da Bíblia

“3. ‘Ele te declarou, ó homem, o que é bom e que é o que o Senhor pede de ti: que pratiques a justiça, e ames a misericórdia, e andes humildemente com o teu Deus’ (Mq 6:8). Como você pode viver essas palavras?”1

O texto de Miqueias 6:8 talvez seja um dos mais conhecidos das Escrituras. No entanto, como muitos versos que transformamos em slogans ou ‘cartazes’, provavelmente estejamos menos familiarizados com o contexto do verso do que admitimos.”1

“4. Leia Miqueias 2:8-11 e 3:8-12. Quais ações do povo o profeta condenou? Assinale a alternativa correta:”1

Miqueias (2:8-11 e 3:8-12 ARA)2: 2:8-11 “8 mas, há pouco, se levantou o meu povo como inimigo; além da roupa, roubais a capa àqueles que passam seguros, sem pensar em guerra. 9 Lançais fora as mulheres de meu povo do seu lar querido; dos filhinhos delas tirais a minha glória, para sempre. 10 Levantai-vos e ide-vos embora, porque não é lugar aqui de descanso; ide-vos por causa da imundícia que destrói, sim, que destrói dolorosamente. 11 Se houver alguém que, seguindo o vento da falsidade, mentindo, diga: Eu te profetizarei do vinho e da bebida forte, será este tal o profeta deste povo.” 3:8-12 “8 Eu, porém, estou cheio do poder do Espírito do SENHOR, cheio de juízo e de força, para declarar a Jacó a sua transgressão e a Israel, o seu pecado. 9 Ouvi, agora, isto, vós, cabeças de Jacó, e vós, chefes da casa de Israel, que abominais o juízo, e perverteis tudo o que é direito, 10 e edificais a Sião com sangue e a Jerusalém, com perversidade. 11 Os seus cabeças dão as sentenças por suborno, os seus sacerdotes ensinam por interesse, e os seus profetas adivinham por dinheiro; e ainda se encostam ao SENHOR, dizendo: Não está o SENHOR no meio de nós? Nenhum mal nos sobrevirá. 12 Portanto, por causa de vós, Sião será lavrada como um campo, e Jerusalém se tornará em montões de ruínas, e o monte do templo, numa colina coberta de mato.”

A. (   ) Corrupção, desonestidade, suborno e idolatria.
B. (   ) O desrespeito deles por seus antepassados.

Resposta sugestiva: Alternativa A.

“No reinado de Acaz, em Judá, o povo de Deus atingiu um nível ainda mais baixo na espiritualidade de sua nação. A idolatria e suas várias práticas perversas estavam aumentando. Ao mesmo tempo, como outros profetas da época também observaram, os pobres continuavam a ser explorados e saqueados.”1

“Miqueias era um profeta da condenação tanto quanto seus contemporâneos. A maior parte dos três primeiros capítulos de seu livro expressa a ira e a tristeza de Deus pelo mal que Seu povo havia feito, bem como a destruição que lhe sobreviria.”1

“Porém, Deus não havia desistido dele. Até mesmo as vozes estridentes e mensagens duras dos profetas indicavam o contínuo interesse de Deus por Seu povo. Ele lhes deu advertências por causa de Seu amor e cuidado para com eles. O Senhor desejava muito perdoá-los e restaurá-los. Sua ira não duraria para sempre

(veja Mq 7:18-20)2 ‘18 Quem, ó Deus, é semelhante a ti, que perdoas a iniquidade e te esqueces da transgressão do restante da tua herança? O SENHOR não retém a sua ira para sempre, porque tem prazer na misericórdia. 19 Tornará a ter compaixão de nós; pisará aos pés as nossas iniquidades e lançará todos os nossos pecados nas profundezas do mar. 20 Mostrarás a Jacó a fidelidade e a Abraão, a misericórdia, as quais juraste a nossos pais, desde os dias antigos.’

Esse é o contexto da conhecida ‘fórmula’: ‘pratiques a justiça, e ames a misericórdia, e andes humildemente’. Pode parecer simples, mas viver essa fé de maneira prática é muito mais desafiador, especialmente quando vivê-la parece estar tão fora de sintonia com a sociedade à nossa volta. Quando os outros lucram com a injustiça, zombam da misericórdia e andam orgulhosamente, a prática da justiça, o amor pela misericórdia e a humildade no comportamento demandam coragem e perseverança. No entanto, não fazemos isso sozinhos. Quando agimos assim, estamos andando com Deus.”1

“Qual é a relação entre praticar a justiça, amar a misericórdia e andar humildemente diante de Deus?”1

Terça-feira, 30 de julho de 2019. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. “Meus pequeninos irmãos”: servindo aos necessitados. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 496, jul. ago. set. 2019. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

O povo especial de Deus (Miqueias) – Vídeo

Lições da Bíblia.

Assista em vídeo a discussão do tema da semana.

“Se Jerusalém tivesse conhecimento do que era seu privilégio saber, e dado ouvidos à luz que o Céu lhe tinha enviado, poderia ter se destacado na alegria de sua prosperidade, tendo sido rainha de reinos, livre na força do poder dado por seu Deus. Não teria havido soldados armados às suas portas […] O glorioso destino que felicitaria Jerusalém, houvesse ela aceitado o Redentor, surgiu aos olhos do Filho de Deus. Viu que, por meio dEle, ela poderia ter sido curada de sua grave enfermidade, libertada da escravidão e estabelecida como poderosa metrópole da Terra. De suas muralhas partiria a pomba da paz, em direção de todas as nações. Ela seria o diadema de glória do mundo” (Ellen G. White, O Desejado de Todas as Nações, p. 577).

Perguntas para reflexão

“1. Se você quer entender em um contexto mais moderno o sofrimento que os profetas de Deus muitas vezes experimentaram, leia o livro Vida e Ensinos, de Ellen G. White. O que esse livro ensina sobre as lutas e provações que fiéis mensageiros de Deus podem enfrentar?”

“2. É tão fácil se envolver com as formas religiosas, tradições e rituais, os quais podem ser bons. Porém, o que acontece quando essas formas e rituais se tornam fins em si mesmos, em vez de nos conduzir para o que realmente significa ser um seguidor do Deus a quem adoramos com essas formas?”

“3. Pense mais na ideia da encarnação, o conceito de que o Deus criador tomou sobre Si a natureza humana. Como um teólogo medieval escreveu: ‘Retendo tudo o que Ele era, Cristo tomou sobre Si o que Ele não era’, isto é, a nossa humanidade. Pense sobre o que essa surpreendente verdade revela acerca do amor de Deus por nós. Por que essa verdade deve nos encher de esperança, gratidão e louvor, independentemente das circunstâncias?”

Sexta-feira, 17 de maio de 2013. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico. Este conteúdo é uma adaptação da LES publicado simultaneamente no Blogspot e WordPress. Para impressão acesse arquivo em PDF

O novo Rei de Belém

Lições da Bíblia.

“No livro de Miqueias, o humor muitas vezes muda drasticamente da tristeza para a esperança sublime. Essa esperança é vista em uma das mais famosas profecias messiânicas.”

“3. Quem foi mencionado em Miqueias 5:2 [‘O SENHOR Deus diz: —Belém-Efrata, você é uma das menores cidades de Judá, mas do seu meio farei sair aquele que será o rei de Israel. Ele será descendente de uma família que começou em tempos antigos, num passado muito distante.’ Miquéias 5:2 NTLH]? O que aprendemos sobre Ele nesse verso?” “Antes de ser criado o mundo, aquele que é a Palavra já existia. Ele estava com Deus e era Deus. Desde o princípio, a Palavra estava com Deus. Por meio da Palavra, Deus fez todas as coisas, e nada do que existe foi feito sem ela.” (João 1:1-3 NTLH); “—Eu afirmo a vocês que isto é verdade: antes de Abraão nascer, “EU SOU”! —respondeu Jesus.” (João 8:58 NTLH);Pois, por meio dele, Deus criou tudo, no céu e na terra, tanto o que se vê como o que não se vê, inclusive todos os poderes espirituais, as forças, os governos e as autoridades. Por meio dele e para ele, Deus criou todo o Universo. Antes de tudo, ele já existia, e, por estarem unidas com ele, todas as coisas são conservadas em ordem e harmonia.” (Colossenses 1:16-17 NTLH). “O Messias, eterno Rei de Israel, que nasceria em Belém para salvar a humanidade; Ele é o Criador e Redentor.”

“De uma pequena cidade da Judeia viria Alguém da eternidade para ser governante em Israel. Miqueias 5:2 é um dos mais preciosos versos bíblicos, escrito para fortalecer a esperança do povo que aguardava ansiosamente o Líder ideal prometido pelos profetas. Seu governo conduziria a um tempo de força, justiça e paz (‘O rei virá e será o pastor do seu povo, governando-o com a força que o SENHOR lhe dará e em nome do SENHOR, o seu glorioso Deus. O seu povo viverá em segurança, pois o seu poder alcançará os lugares mais distantes do mundo. E ele trará a paz. Quando os assírios invadirem o nosso país e conquistarem as nossas fortalezas, nós mandaremos para lutar contra eles os nossos líderes mais importantes. Estes invadirão a terra de Ninrode, isto é, a Assíria, e a conquistarão. E assim, quando os assírios atacarem o nosso país, o rei nos salvará.’ Miquéias 5:4-6 NTLH).”

“Davi era natural de Belém, cidade também chamada de Efrata (Gn 35:19). A menção dessa cidade destaca a origem humilde tanto de Davi quanto de seu futuro sucessor, que seria o verdadeiro Pastor do povo (Mq 5:4). Na humilde cidade de Belém o profeta Samuel ungiu o filho mais novo de Jessé, Davi, que devia ser rei de Israel (1Sm 16:1-13; 17:12). Quando os sábios foram à procura do recém nascido ‘Rei dos judeus’, o rei Herodes perguntou aos especialistas nas Escrituras onde deveriam procurá-Lo (Mt 2:4-6). Eles mencionaram a ele essa passagem, que predizia que o Messias viria da pequena cidade de Belém.”

“Tão incompreensível como isso seja para nossa mente finita e caída, esse bebê era o Deus eterno, Criador dos céus e da Terra. ‘Desde os dias da eternidade o Senhor Jesus Cristo era um com o Pai’ (Ellen G. White, O Desejado de Todas as Nações, p. 19). Por mais incrível que seja a ideia, esta é uma das verdades mais fundamentais do cristianismo: O Deus criador tomou sobre Si a humanidade e nessa humanidade Se ofereceu como sacrifício pelos nossos pecados. Se tomarmos tempo para pensar sobre o que isso nos ensina a respeito do valor de nossa vida e do que significamos para Deus, podemos ter uma experiência que transforma a vida. Quando tantas pessoas lutam para encontrar propósito e significado para sua existência, temos o fundamento da cruz, que não apenas nos firma no significado de nossa vida, mas também nos dá a esperança de algo maior do que aquilo que este mundo pode oferecer.”

Terça-feira, 14 de maio de 2013. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico. Este conteúdo é uma adaptação da LES publicado simultaneamente no Blogspot e WordPress. Para impressão acesse arquivo em PDF

O povo especial de Deus (Miqueias)

Lições da Bíblia.

“Ele te declarou, ó homem, o que é bom e que é o que o Senhor pede de ti: que pratiques a justiça, e ames a misericórdia, e andes humildemente com o teu Deus” (Mq 6:8).

“Pensamento-chave: Mesmo em meio à pior apostasia, o Senhor estava disposto a perdoar e curar Seu povo.”

“O profeta Miqueias ministrou em um dos mais obscuros períodos da história de Israel. Havia muito tempo que o país tinha sido dividido em dois reinos. Finalmente, a Assíria pôs fim ao reino do norte, e Miqueias notava o mal e a violência invadindo Judá, no sul. Ele pregou contra os pecados mortais da desonestidade, injustiça, suborno e desconfiança. Miqueias foi o primeiro profeta bíblico a prever a destruição de Jerusalém (‘Os seus cabeças dão as sentenças por suborno, os seus sacerdotes ensinam por interesse, e os seus profetas adivinham por dinheiro; e ainda se encostam ao SENHOR, dizendo: Não está o SENHOR no meio de nós? Nenhum mal nos sobrevirá.’ Mq 3:12 RA).”

“No entanto, por inspiração divina, o profeta viu luz nesse tempo de escuridão. Com a ajuda da perspectiva de Deus, ele olhou além do castigo iminente. Miqueias proferiu palavras de encorajamento e declarou que o Líder ungido do Senhor viria de Belém. O Messias seria o líder que salvaria Israel e falaria de paz às nações, ensinando-as a converter ‘suas espadas em relhas de arado’ (Mq 4:3). A repreensão divina seria o canal de restauração e bênçãos supremas.”

Sábado, 11 de maio de 2013. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico. Este conteúdo é uma adaptação da LES publicado simultaneamente no Blogspot e WordPress. Para impressão acesse arquivo em PDF