Guerra dos profetas

Lições da Bíblia

“‘Uma notícia ruim é uma notícia ruim, e muitas vezes não queremos ouvi-la, ou então queremos descartá-la, racionalizando-a. Esse foi o caso em Judá, com Jeremias e com o jugo que ele carregava, que constituía uma mensagem inequívoca de advertência ao povo. ‘O assombro do concílio de nações reunido não teve limites quando Jeremias, levando o jugo da sujeição em torno de seu pescoço, fez-lhes conhecida a vontade de Deus’ (Ellen G. White,Profetas e Reis, p. 444).”1

“4. Leia Jeremias 28:1-9. Imagine que você habitasse na Judeia e presenciasse o duelo dos profetas. Em quem acreditaria? Em quem desejaria acreditar? Teria razão para acreditar em Hananias?”1 “1 No mesmo ano, no princípio do reinado de Zedequias, rei de Judá, isto é, no ano quarto, no quinto mês, Hananias, filho de Azur e profeta de Gibeão, me falou na Casa do SENHOR, na presença dos sacerdotes e de todo o povo, dizendo: 2 Assim fala o SENHOR dos Exércitos, o Deus de Israel, dizendo: Quebrei o jugo do rei da Babilônia. 3 Dentro de dois anos, eu tornarei a trazer a este lugar todos os utensílios da Casa do SENHOR, que daqui tomou Nabucodonosor, rei da Babilônia, levando-os para a Babilônia. 4 Também a Jeconias, filho de Jeoaquim, rei de Judá, e a todos os exilados de Judá, que entraram na Babilônia, eu tornarei a trazer a este lugar, diz o SENHOR; porque quebrei o jugo do rei da Babilônia. 5 Então, respondeu Jeremias, o profeta, ao profeta Hananias, na presença dos sacerdotes e perante todo o povo que estava na Casa do SENHOR. 6 Disse, pois, Jeremias, o profeta: Amém! Assim faça o SENHOR; confirme o SENHOR as tuas palavras, com que profetizaste, e torne ele a trazer da Babilônia a este lugar os utensílios da Casa do SENHOR e todos os exilados. 7 Mas ouve agora esta palavra, que eu falo a ti e a todo o povo para que ouçais: 8 Os profetas que houve antes de mim e antes de ti, desde a antiguidade, profetizaram guerra, mal e peste contra muitas terras e grandes reinos. 9 O profeta que profetizar paz, só ao cumprir-se a sua palavra, será conhecido como profeta, de fato, enviado do SENHOR.” (Jeremias 28:1-9 ARA)2. “A tentação para crer na mentira foi e ainda é muito forte. Embora a tendência fosse acreditar em Hananias, a mensagem de Jeremias era a verdadeira, porque ninguém proferiria uma mensagem impopular, que desagradasse as pessoas, se não tivesse forte razão para tanto. Além disso, os profetas do passado haviam pregado essa mensagem que ele estava pregando.1

“Jeremias ergueu a voz em nome de Deus, e Hananias também falou em nome de Deus. Mas quem estava falando como porta-voz de Deus? Não poderiam ser os dois! Para nós, hoje, a resposta é óbvia. Para alguém daquela época pode ter sido mais difícil, embora Jeremias tivesse apresentado um argumento convincente nos versos 8 e 9: os profetas do passado pregaram a mesma mensagem que eu estou pregando, ou seja, de juízo e destruição. ‘Na presença dos sacerdotes e do povo, Jeremias suplicou fervorosamente que se submetessem ao rei de Babilônia pelo tempo que o Senhor havia especificado. Ele mencionou aos homens de Judá as profecias de Oseias, Habacuque, Sofonias e outros, cujas mensagens de reprovação e advertência haviam sido semelhantes às dele. Referiu-lhes os eventos ocorridos em cumprimento das profecias de retribuição pelos pecados dos quais não houve arrependimento. No passado os juízos de Deus tinham sido derramados sobre os impenitentes em exato cumprimento de Seu propósito conforme revelado por meio de Seus mensageiros’ (Ellen G. White, Profetas e Reis, p. 445).”1

“Em resumo, assim como hoje devemos aprender lições da história sagrada, Jeremias estava procurando fazer com que as pessoas, em sua época, fizessem a mesma coisa: aprender com o passado, para não cometer os mesmos erros que seus antepassados haviam cometido. Se antes já era difícil que o povo ouvisse, então, com o ‘ministério’ de Hananias se opondo ao dele, a tarefa de Jeremias se tornaria muito mais difícil.”1

“Hananias, cujo nome significa ‘Deus tem sido gracioso” parecia estar apresentando uma mensagem de graça, perdão e salvação. Que lições devemos aprender com esse falso pregador da graça?”1

No próximo sábado haverá batismo. Quantos amigos estão se preparando para o batismo em sua igreja?

Terça-feira, 24 nobembro de 2015 . Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.

__________________

1 LIÇÕES da escola sabatina. Jeremias. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 482, Out. Nov. Dez. 2015. Adulto, Professor.

2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s