A queda

Liçôes da Bíblia

Quando a mulher viu que a árvore parecia agradável ao paladar, era atraente aos olhos e, além disso, desejável para dela se obter discernimento, tomou do seu fruto, comeu-o e o deu a seu marido, que comeu também. Os olhos dos dois se abriram, e perceberam que estavam nus; então juntaram folhas de figueira para cobrir-se” (Gn 3:6, 7, NVI).1

“Comer um pequeno fruto não era um ato pecaminoso. Contudo, temos que considerar as circunstâncias em que esse ato ocorreu. Adão e Eva eram criaturas com livre-arbítrio, feitas por Deus à Sua imagem. Isso incluía a liberdade – mas também o dever – de obedecer à vontade expressa de Deus. Eles comeram do fruto, não por rigorosa necessidade, mas por escolha. Foi um ato de livre-arbítrio por parte de Adão e Eva, em desafio às instruções claras e específicas de Deus.”1

“Semelhantemente, podemos escolher por nós mesmos se seguiremos ou não a Deus, e se nos submeteremos ou não à Sua Palavra. Deus não força ninguém a crer em Sua Palavra. Nunca nos forçará a Lhe obedecer, e não pode forçar-nos a amá-Lo. Ele permite que cada um de nós escolha por si mesmo que caminho seguirá. Mas, no fim, precisamos estar preparados para arcar com as consequências de nossas escolhas.”1

“Ao comer do fruto, Adão e Eva, em realidade, disseram a Deus que Ele não era o governante perfeito. Sua soberania foi desafiada. Eles se demonstraram desobedientes e, como resultado, trouxeram o pecado e a morte para a humanidade.”1

Por isso o Senhor Deus o mandou embora do jardim do Éden para cultivar o solo do qual fora tirado. Depois de expulsar o homem, colocou a leste do jardim do Éden querubins e uma espada flamejante que se movia, guardando o caminho para a árvore da vida” (Gn 3:23, 24, NVI).1

“Adão e Eva tiveram que deixar o paraíso. Foi uma consequência necessária, mas misericordiosa. O Senhor não permitiria a seres humanos rebeldes o acesso à árvore da vida. Com amoroso cuidado, Ele conservou Adão e Eva afastados do fruto que os tornaria imortais e, assim, perpetuaria a terrível condição à qual o pecado os trouxera. (Imagine como seria a vida eterna neste mundo tão cheio de dor, sofrimento e maldade!) Adão e Eva foram expulsos do jardim para cultivar o solo menos fértil do lado de fora (v. 23, 24).”1

“No contexto da lição de hoje, leia 1 João 2:16. [‘porque tudo que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não procede do Pai, mas procede do mundo.’]2 Como foram vistos na queda os elementos contra os quais essa passagem adverte? De que formas, também, temos que lidar com essas mesmas tentações em nossa vida?”1 (1 João 2:16 ARA).

Terça-feira, 30 de junho de 2015 . Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.

__________________

1 LIÇÕES da escola sabatina. Missionários. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 481, Jul. Ago. Set. 2015. Adulto, Professor.

2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s