As raízes de Abraão

Lições da Bíblia1

“Pela fé, Abraão, quando chamado, obedeceu, a fim de ir para um lugar que devia receber como herança; e partiu sem saber para onde ia” (Hb 11:8).

Chegamos ao centro do livro de Gênesis. A seção central (Gn 12–22) contempla a jornada de Abraão, desde o primeiro chamado divino, “Vá!” [lekh lekha] (Gn 12:1), o que fez com que deixasse seu passado, até o segundo chamado divino, “Vá!” [lekh lekha] (Gn 22:2), o que o levou a deixar seu futuro (como esse futuro existiria em seu filho). Como resultado, Abraão esteve sempre em movimento, sendo sempre um migrante, razão pela qual também foi chamado de “estrangeiro” (Gn 17:8).

Em sua jornada, esteve suspenso no vazio, sem seu passado, que ele havia perdido, e sem seu futuro, que ele ainda não via. Entre esses dois chamados, que estruturam sua jornada de fé, Abraão ouvia a voz divina, que o tranquilizava: “Não tenha medo” (Gn 15:1). Essas três palavras marcam as três seções da jornada abraâmica, que serão estudadas nas semanas 6, 7 e 8.

Abraão exemplifica a fé (Gn 15:6) e é lembrado nas Escrituras hebraicas como o homem de fé (Ne 9:7, 8). No NT, ele é uma das figuras mais citadas do AT, e nesta semana começaremos a entender o porquê.

Sábado 30 de abril de 2022. Saiba mais, faça gratuitamente um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Gênesis. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 508, abr. maio jun. 2022. Adulto, Professor. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s