Recebendo um reino inabalável

Lições da Bíblia1

“Por isso, recebendo nós um reino inabalável, retenhamos a graça, pela qual sirvamos a Deus de modo agradável, com reverência e temor” (Hb 12:28).

Hebreus 12:18-29, a passagem desta semana, é o ápice da epístola e resume sua preocupação principal, repetindo a ideia com a qual começou: Deus nos falou na pessoa de Seu Filho, e devemos dar muita atenção (Hb 1:1, 2; 12:25) a Ele. A descrição de Jesus em Hebreus 12:22-24 resume as afirmações da carta: Jesus é o Mediador da nova aliança, e Seu sangue provê salvação para os crentes. Seu ministério sacerdotal e real em nosso favor é um motivo de celebração para as hostes celestiais. E, finalmente, Hebreus 12:25-29 contém a última e culminante exortação: o juízo de Deus se aproxima e trará destruição para Seus inimigos, mas vindicação e um reino para Seu povo (Hb 12:28, 29).

O final reafirma a importância das conquistas de Jesus na cruz e direciona os crentes à consumação da vitória de Cristo. Paulo usou Daniel 7 para lembrar aos leitores que Jesus recebeu um reino de Deus, o Juiz (Dn 7:9-14), e vai compartilhá-lo com os crentes, “os santos do Altíssimo”, que o possuirão para todo o sempre (Dn 7:18).

Somos os “primogênitos” porque compartilhamos a herança do Primogênito por excelência, Jesus (Hb 1:6). Portanto, não somos hóspedes, mas cidadãos (compare com Fp 3:20). Também somos descritos como “espíritos dos justos aperfeiçoados” (Hb 12:23). Essa expressão é uma figura de linguagem em que uma dimensão da nossa natureza humana representa o todo. É análoga à expressão “Pai espiritual” em Hebreus 12:9, que se refere a Deus como o Pai de todos nós.

A reunião festiva celebra a inauguração do governo de Jesus, de Seu sacerdócio e da nova aliança. Em Hebreus, é no Monte Sião que esses eventos acontecem. Três dos salmos citados em Hebreus 1:5-14 descrevem a entronização do Filho e o Monte Sião como o lugar em que isso ocorre (Sl 2:6, 7; 110:1, 2; 102:21-27).

Ali também é o lugar em que o Filho foi nomeado “sacerdote para sempre” (Hb 5:6), uma citação do Salmo 110:4. De acordo com o Salmo 110, a nomeação do Filho como Sumo Sacerdote ocorre também no Monte Sião (Sl 110:2). Finalmente, Hebreus argumenta que a inauguração do sacerdócio de Jesus marca a inauguração da nova aliança (Hb 7:11-22). Portanto, o Monte Sião também é o lugar em que a nova aliança foi ratificada. Hebreus 12:22-24 descreve a reunião festiva que ocorreu no Céu quando Jesus ascendeu.

Sábado, 11 de março de 2022. Saiba mais, faça gratuitamente um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Hebreus mensagem para os últimos dias. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 507, jan. fev. mar. 2022. Adulto, Professor. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s