O pecado de Moisés: parte 1

Lições da Bíblia1

Vez após vez, mesmo em meio à apostasia e peregrinação no deserto, Deus proveu milagrosamente para os filhos de Israel. Isto é, por mais indignos que fossem, a graça fluía para eles. No presente, somos igualmente recipientes de Sua graça, por mais que sejamos indignos dela. Afinal, não seria graça se a merecêssemos, não é mesmo?

Além da abundância de alimento que o Senhor milagrosamente ofereceu ao povo no deserto, outra manifestação de Sua graça foi a água, sem a qual teriam morrido, em um deserto seco, quente e desolado. Falando sobre essa experiência, Paulo escreveu: “e beberam da mesma bebida espiritual. Porque bebiam de uma pedra espiritual que os seguia; e a pedra era Cristo” (1Co 10:4). Ellen G. White declarou que “onde quer que em suas jornadas necessitavam de água, esta jorrava ali das fendas da rocha, ao lado de seu acampamento” (Patriarcas e Profetas, p. 411).

1. Leia Números 20:1-13. O que aconteceu e como entendemos a punição do Senhor a Moisés?

Números 20:1-13 (ARA)2: “1 Chegando os filhos de Israel, toda a congregação, ao deserto de Zim, no mês primeiro, o povo ficou em Cades. Ali, morreu Miriã e, ali, foi sepultada. 2 Não havia água para o povo; então, se ajuntaram contra Moisés e contra Arão. 3 E o povo contendeu com Moisés, e disseram: Antes tivéssemos perecido quando expiraram nossos irmãos perante o Senhor! 4 Por que trouxestes a congregação do Senhor a este deserto, para morrermos aí, nós e os nossos animais? 5 E por que nos fizestes subir do Egito, para nos trazer a este mau lugar, que não é de cereais, nem de figos, nem de vides, nem de romãs, nem de água para beber? 6 Então, Moisés e Arão se foram de diante do povo para a porta da tenda da congregação e se lançaram sobre o seu rosto; e a glória do Senhor lhes apareceu. 7 Disse o Senhor a Moisés:Toma o bordão, ajunta o povo, tu e Arão, teu irmão, e, diante dele, falai à rocha, e dará a sua água; assim lhe tirareis água da rocha e dareis a beber à congregação e aos seus animais. 9 Então, Moisés tomou o bordão de diante do Senhor, como lhe tinha ordenado. 10 Moisés e Arão reuniram o povo diante da rocha, e Moisés lhe disse: Ouvi, agora, rebeldes: porventura, faremos sair água desta rocha para vós outros? 11 Moisés levantou a mão e feriu a rocha duas vezes com o seu bordão, e saíram muitas águas; e bebeu a congregação e os seus animais. 12 Mas o Senhor disse a Moisés e a Arão: Visto que não crestes em mim, para me santificardes diante dos filhos de Israel, por isso, não fareis entrar este povo na terra que lhe dei. 13 São estas as águas de Meribá, porque os filhos de Israel contenderam com o Senhor; e o Senhor se santificou neles.”

Por um lado, não é difícil entender a frustração de Moisés. Depois de tudo que o Senhor havia feito pelos israelitas, os sinais, as maravilhas e a libertação milagrosa, finalmente estavam nas fronteiras da terra prometida. E então, o que aconteceu? Faltou água e começaram a conspirar contra Moisés e Arão. Será que o Senhor não podia prover água para eles, como havia feito tantas vezes antes? Claro que sim, e o faria de novo!

Observe, porém, as palavras de Moisés ao bater na rocha duas vezes: “Agora escutem, rebeldes! Será que teremos de fazer com que saia água desta rocha para vocês?” (Nm 20:10). Notamos ira em sua voz, pois ele os chamou de “rebeldes”.

O problema não foi a ira em si, que foi ruim o suficiente, porém compreensível, mas as seguintes palavras: “Teremos de fazer com que saia água desta rocha para vocês?”, como se ele ou outro ser humano pudesse tirar água de uma pedra. No momento da ira, ele pareceu se esquecer de que somente o poder de Deus, atuando entre eles, poderia fazer tal milagre. Ele, mais que todos, deveria saber disso.

Já dissemos ou fizemos coisas em momentos de ira, crendo que isso fosse justificado? Como aprender a parar, orar e buscar o poder divino para não fazer o que é errado?

Domingo, 19 de dezembro de 2021. Saiba mais, faça gratuitamente um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. A verdade presente em Deuteronômio. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 506, out. nov. dez. 2021. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s