O céu dos céus

Lições da Bíblia1

Deuteronômio deixa bem claro que a lei e a aliança eram centrais, não apenas para o relacionamento de Israel com Deus, mas também para o propósito da nação como povo “escolhido” (Dt 7:6; 14:2; 18:5).

2. Leia Deuteronômio 10:12-15, onde são enfatizadas a lei e a posição de Israel. O que quer dizer a frase “céu dos céus”? Que conceito Moisés quis apresentar com essa expressão?

Deuteronômio 10:12-15 (ARA)2: “12 Agora, pois, ó Israel, que é que o Senhor requer de ti? Não é que temas o Senhor, teu Deus, e andes em todos os seus caminhos, e o ames, e sirvas ao Senhor, teu Deus, de todo o teu coração e de toda a tua alma, 13 para guardares os mandamentos do Senhor e os seus estatutos que hoje te ordeno, para o teu bem? 14 Eis que os céus e os céus dos céus são do Senhor, teu Deus, a terra e tudo o que nela há. 15 Tão somente o Senhor se afeiçoou a teus pais para os amar; a vós outros, descendentes deles, escolheu de todos os povos, como hoje se vê.”

O que “céu dos céus” significa não está absolutamente claro, pelo menos nesse contexto imediato, mas Moisés aponta para a majestade, poder e grandeza de Deus. Ou seja, não apenas o próprio céu, mas “o céu dos céus” pertence a Ele, muito provavelmente uma expressão idiomática que aponta para a soberania de Deus sobre toda a criação. O Deus grandioso, que governa o céu dos céus, olhou com amor para Seu povo Israel e o chamou para uma aliança. Isso mostra o valor do povo de Deus.

3. Leia os seguintes versos, todos fundamentados na expressão que aparece primeiro em Deuteronômio. Em cada caso, que ponto está sendo defendido e como vemos a influência de Deuteronômio?

1Rs 8:27 (ARA)2: “Mas, de fato, habitaria Deus na terra? Eis que os céus e até o céu dos céus não te podem conter, quanto menos esta casa que eu edifiquei.”

Ne 9:6 (ARA)2: “Só tu és Senhor, tu fizeste o céu, o céu dos céus e todo o seu exército, a terra e tudo quanto nela há, os mares e tudo quanto há neles; e tu os preservas a todos com vida, e o exército dos céus te adora.

Sl 148:4 (ARA): “Louvai-o, céus dos céus e as águas que estão acima do firmamento.

Neemias 9 apresenta Deus como Criador e como o Único que deve ser adorado. Ele fez tudo, até mesmo “o céu dos céus e todo o seu exército” (Ne 9:6). Na verdade, Neemias 9:3 diz que “leram no Livro da Lei”, muito provavelmente, como no tempo de Josias, o livro de Deuteronômio, o que explica porque mais tarde os levitas, em meio a louvores e adoração a Deus, usaram a frase “céu dos céus”, que está em Deuteronômio.

Deus é o Criador não só da Terra, mas do “céu dos céus”. E pensar que esse mesmo Soberano foi crucificado! Por que a adoração é uma resposta tão apropriada ao que o Senhor fez por nós?

Segunda-feira, 06 de dezembro de 2021. Saiba mais, faça gratuitamente um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. A verdade presente em Deuteronômio. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 506, out. nov. dez. 2021. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s