Israel e a aliança

Lições da Bíblia1

“Mas eles não quiseram ouvir, nem atenderam. Ao contrário, andaram, cada um, segundo a dureza do seu coração maligno. Por isso, fiz cair sobre eles todas as ameaças desta aliança, a qual lhes ordenei que cumprissem, mas que eles não cumpriram” (Jr 11:8).

Examine o texto acima. O Senhor havia dito que traria sobre eles “todas as ameaças desta aliança”. Veja que Ele estava Se referindo a algo ruim! Embora costumemos pensar na aliança como algo que nos oferece apenas o que é bom, existe o outro lado. Esse princípio foi visto em Noé. Deus ofereceu a Noé algo maravilhoso, isto é, a possibilidade de ser preservado da destruição, mas Noé teve que obedecer a fim de receber as bênçãos da graça de Deus. Caso contrário, teria lugar o outro lado da aliança.

3. Compare o texto acima com Gênesis 6:5, que trata do mundo antediluviano. Qual é o paralelo? É importante controlar os pensamentos? Assinale a alternativa correta:

Gênesis 6:5 (ARA)2: “Viu o Senhor que a maldade do homem se havia multiplicado na terra e que era continuamente mau todo desígnio do seu coração;”

  1. ( ) Antes das grandes crises, a maldade foi intensificada.
  2. (  ) Diante das grandes calamidades, o ser humano busca a Deus.

Resposta sugestiva: Alternativa A.

Infelizmente, a história de Israel foi, em grande parte, um padrão repetido de apostasia, seguido por juízos divinos, arrependimento e um período de obediência. Apenas por um curto período, no governo de Davi e Salomão, foi controlada toda a extensão do território prometido.

Observe estes textos de Jeremias sobre a apostasia de Israel: “’Se um homem repudiar a sua mulher, e ela o deixar e se tornar esposa de outro homem, será que o primeiro marido poderá voltar para ela? Não seria aquela terra totalmente contaminada por causa disso? Ora, você se prostituiu com muitos amantes e ainda assim quer voltar para mim!’ – diz o Senhor […]. Mas, assim como a mulher que, com traição, se afasta do seu marido, assim você foi infiel para comigo, ó casa de Israel’, diz o Senhor” (Jr 3:1, 20).

Isso traz à mente algo mencionado anteriormente: a aliança que Deus deseja conosco não é apenas um insensível acordo legal feito entre empresários que buscam o melhor negócio, mas um compromisso, tão sério e sagrado quanto o casamento, e por essa razão o Senhor usou essas imagens.

A apostasia de Israel não teve origem na desobediência, mas na quebra do relacionamento com o Senhor, uma ruptura que resultou na desobediência e que trouxe o castigo sobre eles.

Se nosso relacionamento com Deus está rompido, por que somos propensos ao pecado e à desobediência? Como ter um relacionamento profundo e amoroso com Deus?

Terça-feira, 04 de maio de 2021. Saiba mais, faça gratuitamente um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. A promessa: a aliança eterna de Deus. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 504, abr. maio. jun. 2021. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s