Junto à árvore

Lições da Bíblia1

5. Adão e Eva foram submetidos a um teste em que tiveram a oportunidade de exercitar seu livre-arbítrio. Qual foi o teste? Gn 2:16, 17

Gênesis 2:16, 17 (ARA)2: “16 E o Senhor Deus lhe deu esta ordem: De toda árvore do jardim comerás livremente, 17 mas da árvore do conhecimento do bem e do mal não comerás; porque, no dia em que dela comeres, certamente morrerás.”

O casal foi desafiado a responder de maneira positiva ou negativa em seu relacionamento com o Criador. O teste mostra que Deus os criou como seres livres e morais. Afinal, se eles não tivessem a oportunidade de desobedecer, por que o Senhor teria Se dado ao trabalho de adverti-los, inicialmente, contra a desobediência?

“Todas as coisas que vêm antes nesse capítulo abriram o caminho para esse clímax [Gn 2:16, 17]. O futuro da humanidade estava centrado nessa proibição única. O ser humano não precisava ser confundido por uma multiplicidade de questões. Somente uma ordenança divina deveria ser mantida em mente. Ao limitar, assim, o número de ordens a uma só, Yaweh deu sinais de Sua misericórdia. Além disso, para indicar que esse único mandamento não era penoso, o Senhor o colocou no contexto de uma ampla permissão: ‘De toda árvore do jardim comerás livremente’” (H. C. ­Leupold, Exposition of Genesis [Exposição de Gênesis]. Columbus, OH: ­Wartburg Press, 1942, v. 1, p. 127).

Ao chamar o casal a obedecer à Sua vontade, Deus estava dizendo: Eu sou seu Criador e fiz vocês à Minha imagem. Sua vida é sustentada por Mim, pois por Mim vocês vivem, movem-se e existem. Eu providenciei tudo para seu bem-estar e felicidade (sustento, lar e companheirismo) e os estabeleci como governantes deste mundo abaixo da Minha autoridade. Se vocês estiverem dispostos a confirmar esse relacionamento Comigo porque Me amam, Eu serei seu Deus e vocês serão Meus filhos. E vocês podem confirmar esse relacionamento e a confiança implícita nele simplesmente obedecendo a esse mandamento específico.

Portanto, nosso relacionamento com Deus pode ser eficaz e duradouro apenas se escolhermos livremente aceitar Sua vontade, que é o melhor para nós. Rejeitá-la é, em essência, declarar independência Dele. Indica que acreditamos que não precisamos Dele. Essa escolha resulta no conhecimento do mal, que leva à alienação, solidão, frustração e morte.

O Criador deu a Adão e Eva um teste de lealdade e fé. Seriam eles leais Àquele que lhes havia concedido tudo de que precisavam, em um mundo de delícias, ou seguiriam seu próprio caminho, independentemente da vontade de Deus? Teriam fé suficiente em Sua palavra? O teste foi a árvore do conhecimento do bem e do mal. Enfrentamos testes semelhantes todos os dias? A lei de Deus funciona como um paralelo ao mandamento de Gênesis 2:16, 17?

Quarta-feira, 31 de março de 2021. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. A promessa: a aliança eterna de Deus. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 504, abr. maio. jun. 2021. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s