Novos céus e nova Terra (Is 65:17-25)

Lições da Bíblia1

1. Que tipo de restauração o Senhor prometeu em Isaías 65:17-25?

Isaías 65:17-25 (ARA)2: “17 Pois eis que eu crio novos céus e nova terra; e não haverá lembrança das coisas passadas, jamais haverá memória delas. 18 Mas vós folgareis e exultareis perpetuamente no que eu crio; porque eis que crio para Jerusalém alegria e para o seu povo, regozijo. 19 E exultarei por causa de Jerusalém e me alegrarei no meu povo, e nunca mais se ouvirá nela nem voz de choro nem de clamor. 20 Não haverá mais nela criança para viver poucos dias, nem velho que não cumpra os seus; porque morrer aos cem anos é morrer ainda jovem, e quem pecar só aos cem anos será amaldiçoado. 21 Eles edificarão casas e nelas habitarão; plantarão vinhas e comerão o seu fruto. 22 Não edificarão para que outros habitem; não plantarão para que outros comam; porque a longevidade do meu povo será como a da árvore, e os meus eleitos desfrutarão de todo as obras das suas próprias mãos. 23 Não trabalharão debalde, nem terão filhos para a calamidade, porque são a posteridade bendita do Senhor, e os seus filhos estarão com eles. 24 E será que, antes que clamem, eu responderei; estando eles ainda falando, eu os ouvirei. 25 O lobo e o cordeiro pastarão juntos, e o leão comerá palha como o boi; pó será a comida da serpente. Não se fará mal nem dano algum em todo o meu santo monte, diz o Senhor.

Deus prometeu uma nova criação: “Eis que Eu crio novos Céus e nova Terra; e não haverá lembrança das coisas passadas, jamais haverá memória delas” (Is 65:17). O Senhor prometeu “criar Jerusalém para regozijo, e Seu povo para alegria” (Is 65:18). Na cidade, não haveria mais choro (Is 65:19). As pessoas normalmente viveriam muito mais de um século antes de morrer (Is 65:20). Elas mesmas desfrutariam de Sua obra e se alegrariam com seus filhos (Is 65:21-23). Deus lhes responderia antes mesmo que clamassem (Is 65:24).

2. Por mais agradável que seja essa descrição, por que ela não é um quadro completo da restauração e esperança final? Assinale a alternativa correta:

A. ( ) Porque a esperança será mais grandiosa do que essa descrição.
B. ( ) Porque, apesar da vida longa, a morte ainda existirá.

Resposta sugestiva: Alternativa A.

Até o momento, o texto apresenta uma imagem de uma vida longeva e tranquila na terra prometida. Porém, embora as pessoas pudessem viver mais ali, elas ainda morreriam. Onde estaria a transformação radical da natureza tão esperada com a criação dos “novos céus” e da “nova Terra”? O verso seguinte revela: “O lobo e o cordeiro pastarão juntos, e o leão comerá palha como o boi; pó será a comida da serpente. Não se fará mal nem dano algum em todo o Meu santo monte, diz o Senhor” (Is 65:25).

Para que carnívoros como os leões se tornem vegetarianos, é necessário muito mais do que uma aula de culinária vegetariana. Isso requer uma recriação para restaurar o mundo ao seu estado ideal, como ele era antes da introdução da morte por meio do pecado no Éden.

Em Isaías 65, Deus apresenta a criação de “novos céus” e de uma “nova Terra” como um processo, uma série de etapas, que começaria com a recriação de Jerusalém. Compare com Isaías 11, em que o Messias traria justiça (Is 11:1-5 [“1 Do tronco de Jessé sairá um rebento, e das suas raízes, um renovo. 2 Repousará sobre ele o Espírito do Senhor, o Espírito de sabedoria e de entendimento, o Espírito de conselho e de fortaleza, o Espírito de conhecimento e de temor do Senhor. 3 Deleitar-se-á no temor do Senhor; não julgará segundo a vista dos seus olhos, nem repreenderá segundo o ouvir dos seus ouvidos; 4 mas julgará com justiça os pobres e decidirá com equidade a favor dos mansos da terra; ferirá a terra com a vara de sua boca e com o sopro dos seus lábios matará o perverso. 5 A justiça será o cinto dos seus lombos, e a fidelidade, o cinto dos seus rins.”]). Em seguida, haveria paz no “santo monte” mundial de Deus; as imagens usadas em Isaías 11 são semelhantes às encontradas em Isaías 65: “O lobo habitará com o cordeiro […] o leão comerá palha como o boi” (Is 11:6, 7) Embora o “santo monte” do Senhor começasse com o Monte Sião em Jerusalém, este era apenas um precursor, um símbolo do que Deus prometeu fazer, em última análise, em um novo mundo com Seu povo redimido

E se as pessoas vivessem um milhão de anos? Por que, ainda assim, o problema não seria resolvido? Por que a vida eterna é a única resposta para nossas mais profundas necessidades?

Domingo, 21 de março de 2021. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Isaías: Consolo para o povo de Deus. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 503, jan. fev. mar. 2021. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s