A queixa do povo

Lições da Bíblia

“1. Leia Neemias 5:1-5. O que estava acontecendo? Contra o que o povo estava clamando?”1

Neemias (5:1-5 ARA)2: “1 Foi grande, porém, o clamor do povo e de suas mulheres contra os judeus, seus irmãos. 2 Porque havia os que diziam: Somos muitos, nós, nossos filhos e nossas filhas; que se nos dê trigo, para que comamos e vivamos. 3 Também houve os que diziam: As nossas terras, as nossas vinhas e as nossas casas hipotecamos para tomarmos trigo nesta fome. 4 Houve ainda os que diziam: Tomamos dinheiro emprestado até para o tributo do rei, sobre as nossas terras e as nossas vinhas. 5 No entanto, nós somos da mesma carne como eles, e nossos filhos são tão bons como os deles; e eis que sujeitamos nossos filhos e nossas filhas para serem escravos, algumas de nossas filhas já estão reduzidas à escravidão. Não está em nosso poder evitá-lo; pois os nossos campos e as nossas vinhas já são de outros.”

“Sob a liderança de Neemias, a comunidade judaica parecia estar unida contra as pressões externas. Mas nem tudo estava bem com a nação que enfrentava perseguição e se defendia de ataques estrangeiros. Apesar da aparência externa de força e resistência e dos coerentes esforços contra o inimigo, a comunidade estava destruída por dentro. Os líderes e os ricos estavam usando os pobres e desfavorecidos para seu próprio benefício, e a situação tinha se tornado tão ruim que as famílias estavam clamando por alívio. Algumas delas diziam que não tinham comida para alimentar seus filhos; alguns se queixavam de que, por causa da fome, haviam hipotecado sua propriedade e agora não tinham nada; outras famílias lamentavam que precisavam pedir dinheiro emprestado para pagar o imposto persa. Além disso, seus próprios filhos tinham se tornado escravos.”1

“Parece que as principais causas do problema eram a fome e o pagamento dos impostos, que fizeram com que as famílias mais pobres buscassem ajuda de seus vizinhos. O governo persa exigia anualmente da província de Judá um imposto de 350 talentos de prata (veja nota sobre Neemias 5:1-5 na Bíblia de Estudo Andrews, p. 620). Se uma pessoa não pudesse pagar a parte designada do imposto obrigatório, a família geralmente hipotecava sua propriedade ou tomava dinheiro emprestado. Se, no entanto, eles não obtivessem o dinheiro no ano seguinte, tinham que fazer algo sobre a dívida que agora possuíam. Geralmente, a escravidão era a opção seguinte. Eles já haviam perdido sua propriedade e então tinham que mandar alguém da família, geralmente os filhos, para que prestassem serviço ao credor a fim de liquidar a dívida.”1

“Há momentos na vida em que as consequências das nossas ações nos deixam em apuros; evidentemente, também há momentos em que acabamos ficando doentes ou passamos por dificuldades financeiras sem que tenhamos culpa nenhuma. A história acima fala de uma época em que as políticas governamentais desfavoreciam o povo, levando-o à intensificada pobreza e envolvendo-o numa espiral de pobreza cada vez mais profunda, da qual não se podia escapar.”1

“É impressionante que naquela época as pessoas já tivessem que lutar contra a opressão econômica, assim como hoje. A Bíblia aborda com frequência o assunto da exploração dos pobres. Que mensagem devemos extrair desse fato?”1

Domingo, 27 de outubro de 2019. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Esdras e Neemias. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 498, out. nov. dez. 2019. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s