O decreto de Artaxerxes

Lições da Bíblia

“4. Leia Esdras 7:11-28. Quais foram os componentes do decreto do rei? Por que essas instruções foram importantes para o povo de Israel?”1

Esdras (7:11-28 ARA)2: 11 Esta é, pois, a cópia da carta que o rei Artaxerxes deu ao sacerdote Esdras, o escriba das palavras, dos mandamentos do Senhor e dos seus estatutos sobre Israel: 12 Artaxerxes, rei dos reis, ao sacerdote Esdras, escriba da Lei do Deus do céu, paz perfeita! 13 Por mim se decreta que, no meu reino, todo aquele do povo de Israel e dos seus sacerdotes e levitas que quiser ir contigo a Jerusalém, vá. 14 Porquanto da parte do rei e dos seus sete conselheiros és mandado, para fazeres inquirição em Judá e em Jerusalém, conforme a Lei do teu Deus, que está na tua mão; 15 e para levares a prata e o ouro que o rei e os seus conselheiros voluntariamente deram ao Deus de Israel, cuja habitação está em Jerusalém; 16 e toda a prata e o ouro que achares em toda a província de Babilônia, com as ofertas voluntárias do povo e dos sacerdotes, que voluntariamente oferecerem, para a Casa de seu Deus, que está em Jerusalém. 17 Portanto, comprarás com este dinheiro novilhos, carneiros, cordeiros, com as suas ofertas de manjares e as suas libações e oferece-as sobre o altar da Casa do vosso Deus, que está em Jerusalém. 18 Também o que a ti e a teus irmãos bem parecer fazerdes do resto da prata e do ouro, o fareis conforme a vontade do vosso Deus. 19 E os utensílios que te foram dados para o serviço da Casa de teu Deus, restitui-os perante o Deus de Jerusalém. 20 E o resto do que for necessário para a Casa de teu Deus, que te convenha dar, o darás da casa dos tesouros do rei. 21 E por mim mesmo, o rei Artaxerxes, se decreta a todos os tesoureiros que estão dalém do rio que tudo quanto vos pedir o sacerdote Esdras, escriba da Lei do Deus dos céus, apressuradamente se faça. 22 Até cem talentos de prata, e até cem coros de trigo, e até cem batos de vinho, e até cem batos de azeite, e sal sem conta. 23 Tudo quanto se ordenar, segundo o mandado do Deus do céu, prontamente se faça para a Casa do Deus dos céus, porque para que haveria grande ira sobre o reino do rei e de seus filhos? 24 Também vos fazemos saber acerca de todos os sacerdotes, levitas, cantores, porteiros, netineus e ministros desta Casa de Deus que se lhes não possa impor nem direito, nem antigo tributo, nem renda. 25 E tu, Esdras, conforme a sabedoria do teu Deus, que está na tua mão, põe regedores e juízes que julguem a todo o povo que está dalém do rio, a todos os que sabem as leis de teu Deus, e ao que as não sabe as fareis saber. 26 E todo aquele que não observar a lei do teu Deus e a lei do rei, logo se faça justiça dele, quer seja morte, quer degredo, quer multa sobre os seus bens, quer prisão. 27 Bendito seja o Senhor, Deus de nossos pais, que tal inspirou ao coração do rei, para ornarmos a Casa do Senhor, que está em Jerusalém; 28 e que estendeu para mim a sua beneficência perante o rei, e os seus conselheiros, e todos os príncipes poderosos do rei. Assim, me esforcei, segundo a mão do Senhor sobre mim, e ajuntei dentre Israel alguns chefes para subirem comigo.”

“O decreto de Artaxerxes se assemelha ao primeiro decreto de Ciro. O rei aconselhou todos os que estavam dispostos, especialmente os da linhagem sacerdotal, a fazer a viagem a Jerusalém. Embora, de acordo com os documentos históricos de Murashu, a maioria dos judeus tivesse permanecido na Pérsia (como demonstrado na história de Ester), havia aqueles que esperavam a oportunidade de começar uma nova vida na terra natal de seus ancestrais. O rei dirigiu a maior parte de seus comentários aos tesoureiros do território Trans-Eufrates. Os tesoureiros deviam conceder a Esdras tudo que fosse preciso para restaurar a cidade e ‘para ornar a Casa do Senhor’ (Ed 7:27). Por fim, o rei comissionou Esdras a assegurar a observância apropriada da Lei de Deus e da lei da terra mediante a criação do sistema judicial. A ordem e a organização resultantes dessa ordenança são aspectos importantes em toda sociedade. Além disso, o rei ofereceu condições para que Esdras e os israelitas restaurassem sua terra natal.”1

“O interesse do rei pela reconstrução da cidade e do templo indica que ele passou a crer no Deus de Esdras? Artaxerxes chamou o Senhor de o ‘Deus de Israel, cuja habitação está em Jerusalém’ (Ed 7:15). A terminologia que o rei usou para designar o Deus de Israel indica que ele via o Senhor apenas como outra divindade local que precisava ser apaziguada por meio de donativos. Ele não queria que esse deus local se zangasse com ele e seus filhos (Ed 7:23). Além do mais, devemos observar que 457 a.C. é também o ano de uma revolta egípcia contra o governo persa; portanto, é provável que as ações favoráveis do rei tenham sido planejadas para obter a lealdade da província de Judá.”1

“Infelizmente, apesar do envolvimento que o rei tinha com Esdras e Neemias, isso não fez dele um crente em Deus. Não há nada nos textos que indique sua conversão, o que significa que o Senhor pode usar até mesmo pessoas descrentes para cumprir Seus propósitos na Terra.”1

“Mesmo em meio a tanta dor e sofrimento, como podemos confiar na soberania de Deus sobre o mundo?”1

Quarta-feira, 02 de setembro de 2019. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Esdras e Neemias. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 498, out. nov. dez. 2019. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s