Generosidade

Lições da Bíblia

“‘Deus ama a quem dá com alegria’ (2Co 9:7), e a doação generosa é um aspecto importante da vida cristã. Embora devamos permitir que a Bíblia desafie nossas prioridades quanto às finanças e doações, a generosidade é mais do que apenas investir dinheiro em uma causa, não importa quanto ela seja digna.”

“Em vez disso, a generosidade é uma das maiores atitudes da vida e uma qualidade essencial daqueles que temem ao Senhor, conforme observado diversas vezes no Salmo 112: ‘Feliz é o homem que empresta com generosidade e que com honestidade conduz os seus negócios’ (Sl 112:5; NVI).”1

“2. O que os seguintes textos ensinam sobre generosidade para com os necessitados? Lv 25:35-37; Sl 119:36; 2Co 8:12-15; 1Jo 3:16-18; 1Tm 6:17-19”1

Levítico (25:35-37 ARA)2: “35 Se teu irmão empobrecer, e as suas forças decaírem, então, sustentá-lo-ás. Como estrangeiro e peregrino ele viverá contigo. 36 Não receberás dele juros nem ganho; teme, porém, ao teu Deus, para que teu irmão viva contigo. 37 Não lhe darás teu dinheiro com juros, nem lhe darás o teu mantimento por causa de lucro.

Salmo (119:36 ARA)2: “Inclina-me o coração aos teus testemunhos e não à cobiça.”

2 Coríntios (8:12-15 ARA): “12 Porque, se há boa vontade, será aceita conforme o que o homem tem e não segundo o que ele não tem. 13 Porque não é para que os outros tenham alívio, e vós, sobrecarga; mas para que haja igualdade, 14 suprindo a vossa abundância, no presente, a falta daqueles, de modo que a abundância daqueles venha a suprir a vossa falta, e, assim, haja igualdade, 15 como está escrito:   O que muito colheu não teve demais; e o que pouco, não teve falta.”

1 João (ARA 3:16-18): “16 Nisto conhecemos o amor: que Cristo deu a sua vida por nós; e devemos dar nossa vida pelos irmãos. 17 Ora, aquele que possuir recursos deste mundo, e vir a seu irmão padecer necessidade, e fechar-lhe o seu coração, como pode permanecer nele o amor de Deus? 18 Filhinhos, não amemos de palavra, nem de língua, mas de fato e de verdade.”

1Timóteo (6:17-19 ARA): “17 Exorta aos ricos do presente século que não sejam orgulhosos, nem depositem a sua esperança na instabilidade da riqueza, mas em Deus, que tudo nos proporciona ricamente para nosso aprazimento; 18 que pratiquem o bem, sejam ricos de boas obras, generosos em dar e prontos a repartir; 19 que acumulem para si mesmos tesouros, sólido fundamento para o futuro, a fim de se apoderarem da verdadeira vida.”

“Em suas cartas no Novo Testamento, Paulo citou regularmente a generosidade de Deus, expressa mais plenamente em Jesus, ao dar Sua vida por nós, como a fonte da esperança cristã. Por sua vez, Sua morte por nós é também a motivação para vivermos com generosidade para com os outros: ‘Oro para que a comunhão que procede da sua fé seja eficaz no pleno conhecimento de todo o bem que temos em Cristo’ (Fm 6, NVI).”1

“A generosidade é uma atitude abundante, ousada e abrangente em relação à vida. Muitas coisas em nossa vida individual, na sociedade e na cultura nos levam a focalizar a nós mesmos, e a reter o máximo que podemos.”1

“Porém, se nossa fé é real, ela nos levará a morrer para nós mesmos e viver mais para os outros. Nossa fé nos faz imaginar o mundo e seu povo como Deus os vê, em seus aspectos bons e ruins, e nos impele a ajudar os necessitados, seja qual for sua condição.”1

“Como característica da vida, a generosidade é prontamente apreciada por angariadores de recursos e instituições de caridade. Essa qualidade é mensurável e diretamente prática. Mas grandes doações não indicam necessariamente uma vida generosa

(veja Mc 12:41-44 [‘41 Assentado diante do gazofilácio, observava Jesus como o povo lançava ali o dinheiro. Ora, muitos ricos depositavam grandes quantias. 42 Vindo, porém, uma viúva pobre, depositou duas pequenas moedas correspondentes a um quadrante. 43 E, chamando os seus discípulos, disse-lhes: Em verdade vos digo que esta viúva pobre depositou no gazofilácio mais do que o fizeram todos os ofertantes. 44 Porque todos eles ofertaram do que lhes sobrava; ela, porém, da sua pobreza deu tudo quanto possuía, todo o seu sustento.’]).

Esta, sim, é maior e mais valiosa do que qualquer doação. Precisamos apreciar e cultivar mais um espírito generoso em tudo o que fazemos. Para a maioria das pessoas, a generosidade não vem naturalmente; é uma graça que precisamos cultivar e expressar em nossa vida de maneira proativa e intencional, independentemente da influência da nossa condição humana pecaminosa e egoísta.”1

“Além de doarmos dinheiro, ainda que generosamente, de que maneira devemos manifestar um espírito generoso?”1

Terça-feira, 17 de setembro de 2019. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. “Meus pequeninos irmãos”: servindo aos necessitados. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 496, jul. ago. set. 2019. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s