Jesus orou por Seus discípulos

Lições da Bíblia

“3. Leia João 17:9-19. Sobre o que Jesus orou especificamente em relação a Seus discípulos? Assinale a alternativa correta:”1

João (17:9-19 ARA)2: “9 É por eles que eu rogo; não rogo pelo mundo, mas por aqueles que me deste, porque são teus; 10 ora, todas as minhas coisas são tuas, e as tuas coisas são minhas; e, neles, eu sou glorificado. 11 Já não estou no mundo, mas eles continuam no mundo, ao passo que eu vou para junto de ti. Pai santo, guarda-os em teu nome, que me deste, para que eles sejam um, assim como nós. 12 Quando eu estava com eles, guardava-os no teu nome, que me deste, e protegi-os, e nenhum deles se perdeu, exceto o filho da perdição, para que se cumprisse a Escritura. 13 Mas, agora, vou para junto de ti e isto falo no mundo para que eles tenham o meu gozo completo em si mesmos. 14 Eu lhes tenho dado a tua palavra, e o mundo os odiou, porque eles não são do mundo, como também eu não sou. 15 Não peço que os tires do mundo, e sim que os guardes do mal. 16 Eles não são do mundo, como também eu não sou. 17 Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade. 18 Assim como tu me enviaste ao mundo, também eu os enviei ao mundo. 19 E a favor deles eu me santifico a mim mesmo, para que eles também sejam santificados na verdade.

A.(   ) Ele orou para que os discípulos prosperassem financeiramente.
B.(   ) Ele orou para que os discípulos fossem protegidos do mal.

Resposta sugestiva: Alternativa B.

“Em seguida, Jesus orou por Seus discípulos, que estavam em grave perigo de perder sua fé Nele nos dias vindouros, quando Ele, Jesus, não mais estivesse com eles fisicamente. Portanto, Ele os confiou ao cuidado de Seu Pai.”1

“Jesus orou pela proteção deles no mundo. Sendo assim, Ele não orou pelo mundo, pois sabia que este, intrinsecamente, se opõe à vontade do Pai (1Jo 5:19). Mas, visto que o mundo era o lugar em que os discípulos realizariam seu serviço, Jesus orou para que eles fossem preservados do mal no mundo. Cristo Se interessa pelo mundo. Na verdade, Ele é seu Salvador. Mas a propagação do evangelho estava ligada ao testemunho daqueles que pregariam as boas-novas. Por essa razão, Jesus precisou interceder por eles para que o maligno não os derrotasse (Mt 6:13).”1

“Contudo, um discípulo foi derrotado. No início daquela noite, Jesus havia mencionado que um deles tinha decidido traí-Lo (Jo 13:18-30). Embora Jesus tenha Se referido ao fato de que as Escrituras haviam predito a traição (Sl 41:9), Judas não foi vítima do destino. Durante a última ceia, Jesus apelou a ele em um gesto de amor e amizade (Jo 13:26-30). ‘À ceia pascoal Jesus provou Sua divindade, ao revelar os desígnios do traidor. Incluiu ternamente Judas no serviço prestado aos discípulos. Mas o último apelo de amor foi desatendido’ (Ellen G. White, O Desejado de Todas as Nações, p. 720).”

“Sabendo que a inveja e os ciúmes poderiam dividir os discípulos, como havia acontecido algumas vezes antes, Jesus orou pela unidade deles. ‘Pai santo, guarda-os em Teu nome, que Me deste, para que eles sejam um, assim como Nós’ (Jo 17:11). Essa unidade está além da realização humana. Ela somente pode ser o resultado e o dom da graça divina. A unidade deles estava fundamentada na unidade do Pai e do Filho, e era um pré-requisito indispensável para o serviço eficaz no futuro.”1

“A santificação ou consagração dos discípulos à verdade também era indispensável para o serviço. A obra da graça de Deus no coração dos discípulos os transformaria. Mas se eles quisessem testemunhar da verdade divina, eles mesmos deviam ser transformados por ela.”1

“O que significa ‘não ser do mundo’? O que faz com que não sejamos deste mundo?”1

Segunda-feira, 15 de outubro de 2018. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Unidade em Cristo. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 494, out. nov. dez. 2018. Adulto, Professor.
2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s