Dívida ou graça?

Lições da Bíblia

“A questão com a qual Paulo estava lidando era muito mais do que apenas teologia. Ela vai à essência da salvação e do nosso relacionamento com Deus.”1

“Se alguém acredita que deve merecer aceitação, que deve chegar a um certo padrão de santidade antes de ser justificado e perdoado, então é muito natural olhar para si mesmo e para as próprias obras. A religião pode se tornar excessivamente egocêntrica, a última coisa de que alguém precisa.”1

“Em contrapartida, se alguém compreende a grande notícia de que a justificação é um dom de Deus, totalmente imerecido, é muito mais fácil e natural que essa pessoa dirija seu foco para o amor e a misericórdia de Deus, não para si mesmo.”1

“Afinal, quem refletirá mais o amor e o caráter de Deus: o egocêntrico ou aquele que está centrado em Deus?”1

“3. Leia Romanos 4:6-8. Como Paulo expandiu o tema da justificação pela fé?”1

Romanos (4:6-8 ARA)2: “6 E é assim também que Davi declara ser bem-aventurado o homem a quem Deus atribui justiça, independentemente de obras: 7 Bem-aventurados aqueles cujas iniquidades são perdoadas, e cujos pecados são cobertos; 8 bem-aventurado o homem a quem o Senhor jamais imputará pecado.

“‘O pecador tem que ir a Cristo, com fé, apropriar-se de Seus méritos, depor seus pecados sobre o Portador dos pecados e receber Seu perdão. Foi por causa disso que Cristo veio ao mundo. Assim é imputada a justiça de Cristo ao pecador arrependido e crente. Torna-se então membro da família real’ (Ellen G. White, Mensagens Escolhidas, v. 1, p. 215).”1

“Paulo continuou explicando que a salvação pela fé não era apenas para os judeus, mas também para os gentios (Rm 4:9-12). Na verdade, tecnicamente, Abraão não era judeu; ele veio de uma linhagem pagã (Js 24:2). A distinção entre gentios e judeus não existia em seu tempo. Quando Abraão foi justificado (Gn 15:6), ele nem mesmo foi circuncidado. Assim, Abraão se tornou pai de ambos, circuncisos e incircuncisos, bem como um grande exemplo que Paulo pôde usar para apresentar seu argumento sobre a universalidade da salvação. A morte de Cristo foi em favor de todos, independentemente da origem ou nacionalidade (Hb 2:9).”1

“Considerando a universalidade da cruz e o que ela nos revela sobre o valor de cada ser humano, por que é tão terrível o preconceito racial, étnico ou nacional? Somos preconceituosos? Como vencer essa atitude?”1

Fortaleça sua vida por meio do estudo da Palavra de Deus: acesse o site http://reavivadosporsuapalavra.org/

Segunda-feira, 30 de outubro de 2017. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 LIÇÃO da escola sabatina. Salvação somente pela fé: o livro de Romanos. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 490, Out. Nov. Dez. 2017. Adulto, Professor.
2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s