Para converter o coração deles

Lições da Bíblia

“Elias, o tesbita, deve ser um dos personagens mais marcantes da Bíblia. Inicialmente o encontramos diante de um rei alarmado, dizendo-lhe que não haveria chuva nos três anos seguintes (1Rs 17:1). Não era fácil chegar até um rei nem escapar de sua presença, mas esse homem vestido de pelos, que usava um cinto de couro (ver 2Rs 1:8), simplesmente passou por entre os guardas, comunicou a mensagem de Deus e depois foi correndo até as montanhas, que ficavam a cerca de 12 km.”1

“Essa foi uma época triste para o reino do norte de Israel. A maioria das pessoas havia abandonado o Senhor (1Rs 19:10) e estava adorando os deuses da fertilidade. Dizer que não choveria era um desafio direto a Baal que, segundo se pensava, trazia chuva para assegurar colheitas e rebanhos abundantes, que tornavam ricos os fazendeiros. Os ritos religiosos prevalecentes se concentravam na fertilidade e nos ganhos financeiros.”1

“Durante os três anos seguintes, os deuses da fertilidade ficaram impotentes. Então, Elias foi novamente até o rei e pediu um confronto entre ele, Elias, e todos os profetas de Baal e da deusa Aserá (a deusa da fertilidade), ou seja, um homem contra 850 (1Rs 18:17-20).”1

“Quando chegou o dia e as multidões se reuniram no topo do monte Carmelo, Elias se dirigiu ao povo: ‘Até quando coxeareis entre dois pensamentos?’ (1Rs 18:21). Novilhos foram escolhidos e preparados para o sacrifício, e o povo esperou para ver qual deus seria poderoso o suficiente para responder com fogo do céu. O novilho era o objeto mais poderoso das antigas religiões da fertilidade, e eles acreditavam que os deuses da fertilidade mostrariam sua força.”1

“2. Leia 1 Reis 18:21-39. Apesar da óbvia realidade do grande conflito ali, o que Elias realmente desejava que acontecesse em Israel, e por que isso é tão relevante para nós hoje?”1 “21 Então, Elias se chegou a todo o povo e disse: Até quando coxeareis entre dois pensamentos? Se o SENHOR é Deus, segui-o; se é Baal, segui-o. Porém o povo nada lhe respondeu. 22 Então, disse Elias ao povo: Só eu fiquei dos profetas do SENHOR, e os profetas de Baal são quatrocentos e cinqüenta homens. 23 Dêem-se-nos, pois, dois novilhos; escolham eles para si um dos novilhos e, dividindo-o em pedaços, o ponham sobre a lenha, porém não lhe metam fogo; eu prepararei o outro novilho, e o porei sobre a lenha, e não lhe meterei fogo. 24 Então, invocai o nome de vosso deus, e eu invocarei o nome do SENHOR; e há de ser que o deus que responder por fogo esse é que é Deus. E todo o povo respondeu e disse: É boa esta palavra. 25 Disse Elias aos profetas de Baal: Escolhei para vós outros um dos novilhos, e preparai-o primeiro, porque sois muitos, e invocai o nome de vosso deus; e não lhe metais fogo. 26 Tomaram o novilho que lhes fora dado, prepararam-no e invocaram o nome de Baal, desde a manhã até ao meio-dia, dizendo: Ah! Baal, responde-nos! Porém não havia uma voz que respondesse; e, manquejando, se movimentavam ao redor do altar que tinham feito. 27 Ao meio-dia, Elias zombava deles, dizendo: Clamai em altas vozes, porque ele é deus; pode ser que esteja meditando, ou atendendo a necessidades, ou de viagem, ou a dormir e despertará. 28 E eles clamavam em altas vozes e se retalhavam com facas e com lancetas, segundo o seu costume, até derramarem sangue. 29 Passado o meio-dia, profetizaram eles, até que a oferta de manjares se oferecesse; porém não houve voz, nem resposta, nem atenção alguma. 30 Então, Elias disse a todo o povo: Chegai-vos a mim. E todo o povo se chegou a ele; Elias restaurou o altar do SENHOR, que estava em ruínas. 31 Tomou doze pedras, segundo o número das tribos dos filhos de Jacó, ao qual viera a palavra do SENHOR, dizendo: Israel será o teu nome. 32 Com aquelas pedras edificou o altar em nome do SENHOR; depois, fez um rego em redor do altar tão grande como para semear duas medidas de sementes. 33 Então, armou a lenha, dividiu o novilho em pedaços, pô-lo sobre a lenha 34 e disse: Enchei de água quatro cântaros e derramai-a sobre o holocausto e sobre a lenha. Disse ainda: Fazei-o segunda vez; e o fizeram. Disse mais: Fazei-o terceira vez; e o fizeram terceira vez. 35 De maneira que a água corria ao redor do altar; ele encheu também de água o rego. 36 No devido tempo, para se apresentar a oferta de manjares, aproximou-se o profeta Elias e disse: Ó SENHOR, Deus de Abraão, de Isaque e de Israel, fique, hoje, sabido que tu és Deus em Israel, e que eu sou teu servo e que, segundo a tua palavra, fiz todas estas coisas. 37 Responde-me, SENHOR, responde-me, para que este povo saiba que tu, SENHOR, és Deus e que a ti fizeste retroceder o coração deles. 38 Então, caiu fogo do SENHOR, e consumiu o holocausto, e a lenha, e as pedras, e a terra, e ainda lambeu a água que estava no rego. 39 O que vendo todo o povo, caiu de rosto em terra e disse: O SENHOR é Deus! O SENHOR é Deus!” (1 Reis 18:21-39 ARA)2. “Elias desejava que o povo restaurasse sua aliança com o Senhor e abandonasse o culto a Baal. Só Deus pode manter o desejo de permanecer fiel aos Seus ensinos.1

“O texto de 1 Reis 18:37 diz tudo. O milagre, por mais impressionante que tenha sido, não era a verdadeira questão: o importante era a fidelidade de Israel à aliança. Note, igualmente, quem havia convertido o coração deles: tinha sido o próprio Senhor, antes mesmo que o milagre acontecesse. Mas Deus não forçou os corações a se voltarem para Ele. Enviou Seu Santo Espírito, e o povo, respondendo ao Espírito, primeiro teve que fazer a escolha de voltar para Deus; só então, em Sua força, eles conseguiram agir de acordo com essa escolha. Não é diferente hoje. Somente o poder de Deus mantém o pulsar de cada coração, mas nenhum dos corações que pulsam é forçado a segui-Lo.”1

Segunda-feira, 25 e janeiro de 2016. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se pref//8ça um Curso Bíblico.

__________________

1 LIÇÕES da escola sabatina. Rebelião e redenção. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 484, Jan. Fev. Mar. 2016. Adulto, Professor.

2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s