Uma testemunha inesperada

Lições da Bíblia

“2. Leia 2 Reis 5:1-7. O que aconteceu nessa passagem? Por que os sírios prestariam atenção ao que uma garota cativa tinha a dizer? Quais poderiam ser as implicações dos fatos mencionados no texto?”1 “1 Naamã, comandante do exército do rei da Síria, era grande homem diante do seu senhor e de muito conceito, porque por ele o SENHOR dera vitória à Síria; era ele herói da guerra, porém leproso. 2 Saíram tropas da Síria, e da terra de Israel levaram cativa uma menina, que ficou ao serviço da mulher de Naamã. 3 Disse ela à sua senhora: Tomara o meu senhor estivesse diante do profeta que está em Samaria; ele o restauraria da sua lepra. 4 Então, foi Naamã e disse ao seu senhor: Assim e assim falou a jovem que é da terra de Israel. 5 Respondeu o rei da Síria: Vai, anda, e enviarei uma carta ao rei de Israel. Ele partiu e levou consigo dez talentos de prata, seis mil siclos de ouro e dez vestes festivais. 6 Levou também ao rei de Israel a carta, que dizia: Logo, em chegando a ti esta carta, saberás que eu te enviei Naamã, meu servo, para que o cures da sua lepra. 7 Tendo lido o rei de Israel a carta, rasgou as suas vestes e disse: Acaso, sou Deus com poder de tirar a vida ou dá-la, para que este envie a mim um homem para eu curá-lo de sua lepra? Notai, pois, e vede que procura um pretexto para romper comigo.” (2 Reis 5:1-7 ARA)2. “Um poderoso líder militar ouviu o que uma menina cativa lhe disse quanto a obter cura, e até o rei levou a sério o que ela disse. Isso deixa implícito que a vida daquela menina deve ter impressionado, de alguma forma, seus senhores.1

“A Bíblia não nos dá detalhes de como essa menina agia na casa de Naamã, mas está claro que havia alguma coisa nela que atraiu a atenção da família. Pense nisto: com base na palavra de uma menina cativa que estava em seu lar, um rico e poderoso líder militar foi até seu rei, mencionou o que ela disse e então obteve permissão do rei para sair em busca de cura. Além do mais, ele saiu carregado de presentes para o profeta. Obviamente, estava acontecendo algo mais do que é explicitamente declarado nesses versos. Contudo, a agente que Deus usou para plantar o conhecimento dEle nos círculos governamentais da Síria foi uma pequena escrava hebreia anônima, cruelmente tirada de seu lar por invasores sírios. Em vez de se concentrar na crueldade e na falta de sentido desse ato, e em sua vida de escravidão, ela compartilhou sua inabalável fé no poder de Deus, que transforma vidas e que estava em atuação por meio de Eliseu, em Samaria (v. 3). Dessa forma, como Daniel e seus companheiros em Babilônia, ela foi capaz de transformar sua própria adversidade num modo de glorificar a Deus e, assim, o Senhor transformou seu cativeiro numa oportunidade para que ela compartilhasse sua fé.”1

“Segundo Ellen G. White, ‘a conduta da menina cativa, seu modo de se comportar nesse lar pagão, é um forte testemunho do poder dos primeiros ensinamentos do lar’ (Profetas e Reis, p. 245).”1

“3. O que esse relato nos diz sobre maneiras pelas quais nossa fé, nosso estilo de vida e atos podem atrair outros para nós e para as verdades que nos foram confiadas?”1Nossa fé, estilo de vida e atos chama a atenção de outras pessoas quando elas veem em nós algo diferente e melhor, que desejam também possuir em sua vida.1

“O que também é fascinante nessa história é a reação do rei de Israel ao receber a carta. ‘Acaso, sou Deus’? Posso curar a lepra? (2Rs 5:7). Suas palavras revelam exatamente quanto a doença era temida e por que somente um milagre poderia curá-la. Por alguma razão, a carta deixava implícita a expectativa de que o rei devia trazer a cura. Ele sabia que não podia fazer isso e, portanto, achou que tudo não passava de uma trama arquitetada com o fim de instigar problemas.”1

Segunda-feira, 13 de julho de 2015 . Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.

__________________

1 LIÇÕES da escola sabatina. Missionários. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 481, Jul. Ago. Set. 2015. Adulto, Professor.

2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s