O poder da cultura sobre a família

Lições da Bíblia

“Porque Eu o escolhi para que ordene a seus filhos e a sua casa depois dele, a fim de que guardem o caminho do SENHOR e pratiquem a justiça e o juízo; para que o SENHOR faça vir sobre Abraão o que tem falado a seu respeito” (Gn 18:19).1

“Embora possa ter várias configurações, a família é o alicerce da sociedade; portanto, muitos traços culturais distintos de diversas sociedades estão diretamente ligados à família. Por exemplo, em uma cultura antiga, considerava-se responsabilidade do homem comer o cadáver de seus pais mortos; em outra, um homem que desejava uma noiva tinha que trazer ao pai dela um dote de cabeças encolhidas, cortadas de pessoas de uma tribo rival. Mesmo nos tempos modernos, ideias em relação a filhos, namoro, divórcio, casamento, pais, etc., variam muito. À medida que compartilhamos nossa mensagem com essas diversas culturas, precisamos nos relacionar com elas de maneira que, sem comprometer nossas crenças, evitemos problemas desnecessários. Ao mesmo tempo, em nosso lar, temos que estar bem conscientes de quais influências culturais afetam nossa família.”1

“3. Como a cultura afetou a vida familiar nos exemplos a seguir? Quais princípios aprendemos com esses exemplos?”1

Gn 16:1-3: 1 “Ora, Sarai, mulher de Abrão, não lhe dava filhos; tendo, porém, uma serva egípcia, por nome Agar, 2 disse Sarai a Abrão: Eis que o SENHOR me tem impedido de dar à luz filhos; toma, pois, a minha serva, e assim me edificarei com filhos por meio dela. E Abrão anuiu ao conselho de Sarai. 3 Então, Sarai, mulher de Abrão, tomou a Agar, egípcia, sua serva, e deu-a por mulher a Abrão, seu marido, depois de ter ele habitado por dez anos na terra de Canaã.”2

Gn 35:1-4: “1 Disse Deus a Jacó: Levanta-te, sobe a Betel e habita ali; faze ali um altar ao Deus que te apareceu quando fugias da presença de Esaú, teu irmão. 2 Então, disse Jacó à sua família e a todos os que com ele estavam: Lançai fora os deuses estranhos que há no vosso meio, purificai-vos e mudai as vossas vestes; 3 levantemo-nos e subamos a Betel. Farei ali um altar ao Deus que me respondeu no dia da minha angústia e me acompanhou no caminho por onde andei. 4 Então, deram a Jacó todos os deuses estrangeiros que tinham em mãos e as argolas que lhes pendiam das orelhas; e Jacó os escondeu debaixo do carvalho que está junto a Siquém.”2

Ed 10: 1 Enquanto Esdras orava e fazia confissão, chorando prostrado diante da Casa de Deus, ajuntou-se a ele de Israel mui grande congregação de homens, de mulheres e de crianças; pois o povo chorava com grande choro. 2 Então, Secanias, filho de Jeiel, um dos filhos de Elão, tomou a palavra e disse a Esdras: Nós temos transgredido contra o nosso Deus, casando com mulheres estrangeiras, dos povos de outras terras, mas, no tocante a isto, ainda há esperança para Israel. 3 Agora, pois, façamos aliança com o nosso Deus, de que despediremos todas as mulheres e os seus filhos, segundo o conselho do Senhor e o dos que tremem ao mandado do nosso Deus; e faça-se segundo a Lei. 4 Levanta-te, pois esta coisa é de tua incumbência, e nós seremos contigo; sê forte e age. 5 Então, Esdras se levantou e ajuramentou os principais sacerdotes, os levitas e todo o Israel, de que fariam segundo esta palavra. E eles juraram. 6 Esdras se retirou de diante da Casa de Deus, e entrou na câmara de Joanã, filho de Eliasibe, e lá não comeu pão, nem bebeu água, porque pranteava por causa da transgressão dos que tinham voltado do exílio. 7 Fez-se passar pregão por Judá e Jerusalém a todos os que vieram do exílio, que deviam ajuntar-se em Jerusalém; 8 e que, se alguém, em três dias, não viesse, segundo o conselho dos príncipes e dos anciãos, todos os seus bens seriam totalmente destruídos, e ele mesmo separado da congregação dos que voltaram do exílio. 9 Então, todos os homens de Judá e Benjamim, em três dias, se ajuntaram em Jerusalém; no dia vinte do mês nono, todo o povo se assentou na praça da Casa de Deus, tremendo por causa desta coisa e por causa das grandes chuvas. 10 Então, se levantou Esdras, o sacerdote, e lhes disse: Vós transgredistes casando-vos com mulheres estrangeiras, aumentando a culpa de Israel. 11 Agora, pois, fazei confissão ao SENHOR, Deus de vossos pais, e fazei o que é do seu agrado; separai-vos dos povos de outras terras e das mulheres estrangeiras. 12 Respondeu toda a congregação e disse em altas vozes: Assim seja; segundo as tuas palavras, assim nos convém fazer. 13 Porém o povo é muito, e, sendo tempo de grandes chuvas, não podemos estar aqui de fora; e não é isto obra de um dia ou dois, pois somos muitos os que transgredimos nesta coisa. 14 Ora, que os nossos príncipes decidam por toda a congregação, e que venham a eles em tempos determinados todos os que em nossas cidades casaram com mulheres estrangeiras, e com estes os anciãos de cada cidade, e os seus juízes, até que desviemos de nós o brasume da ira do nosso Deus, por esta coisa. 15 No entanto, Jônatas, filho de Asael, e Jazeías, filho de Ticvá, se opuseram a esta coisa; e Mesulão e Sabetai, levita, os apoiaram. 16 Assim o fizeram os que voltaram do exílio; então, Esdras, o sacerdote, elegeu nominalmente os homens cabeças de famílias, segundo a casa de seus pais, que se assentaram no dia primeiro do décimo mês, para inquirir nesta coisa; 17 e o concluíram no dia primeiro do primeiro mês, a respeito de todos os homens que casaram com mulheres estrangeiras. 18 Acharam-se dentre os filhos dos sacerdotes estes, que casaram com mulheres estrangeiras: dos filhos de Jesua, filho de Jozadaque, e de seus irmãos: Maaséias, Eliézer, Jaribe e Gedalias. 19 Com um aperto de mão, prometeram despedir suas mulheres e, por serem culpados, ofereceram um carneiro do rebanho pela sua culpa. 20 Dos filhos de Imer: Hanani e Zebadias. 21 Dos filhos de Harim: Maaséias, Elias, Semaías, Jeiel e Uzias. 22 Dos filhos de Pasur: Elioenai, Maaséias, Ismael, Natanael, Jozabade e Elasa. 23 Dos levitas: Jozabade e Simei, Quelaías (este é Quelita), Petaías, Judá e Eliézer. 24 Dos cantores: Eliasibe; dos porteiros: Salum, Telém e Uri. 25 E de Israel: dos filhos de Parós: Ramias, Jezias, Malquias, Miamim, Eleazar, Malquias e Benaia. 26 Dos filhos de Elão: Matanias, Zacarias, Jeiel, Abdi, Jerimote e Elias. 27 Dos filhos de Zatu: Elioenai, Eliasibe, Matanias, Jerimote, Zabade e Aziza. 28 Dos filhos de Bebai: Joanã, Hananias, Zabai e Atlai. 29 Dos filhos de Bani: Mesulão, Maluque, Adaías, Jasube, Seal e Jerimote. 30 Dos filhos de Paate-Moabe: Adna, Quelal, Benaia, Maaséias, Matanias, Bezalel, Binui e Manassés. 31 Dos filhos de Harim: Eliézer, Issias, Malquias, Semaías, Simeão, 32 Benjamim, Maluque e Semarias. 33 Dos filhos de Hasum: Matenai, Matatá, Zabade, Elifelete, Jeremai, Manassés e Simei. 34 Dos filhos de Bani: Maadai, Anrão, Uel, 35 Benaia, Bedias, Queluí, 36 Vanias, Meremote, Eliasibe, 37 Matanias, Matenai, Jaasai, 38 Bani, Binui, Simei, 39 Selemias, Natã, Adaías, 40 Macnadbai, Sasai, Sarai, 41 Azarel, Selemias, Semarias, 42 Salum, Amarias e José. 43 Dos filhos de Nebo: Jeiel, Matitias, Zabade, Zebina, Jadai, Joel e Benaia. 44 Todos estes haviam tomado mulheres estrangeiras, alguns dos quais tinham filhos destas mulheres.

1Rs 11:1: “Ora, além da filha de Faraó, amou Salomão muitas mulheres estrangeiras: moabitas, amonitas, edomitas, sidônias e hetéias,”2

“Ninguém vive no vácuo; todos, inclusive nossa família, são afetados pela cultura em que vivem. Como cristãos, nossa responsabilidade é viver em nossa cultura da melhor maneira que pudermos, mantendo o que está em harmonia com nossa fé e, ao mesmo tempo, rejeitando totalmente o que conflita com ela.”1

“Quais elementos da cultura são úteis à vida familiar e estão em harmonia com a Bíblia? Há coisas que não estão de acordo com as Escrituras? Como adaptar nossa fé à cultura sem comprometer as verdades bíblicas?”1

Fortaleça sua vida por meio do estudo da Palavra de Deus: acesse o site http://reavivadosporsuapalavra.org

Segunda-feira, 10 de junho de 2019. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Estações da vida. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 496, abr. maio. jun. 2019. Adulto, Professor.
2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Famílias de fé

Lições da Bíblia

“Portanto, […] corramos, com perseverança, a carreira que nos está proposta, olhando firmemente para o Autor e Consumador da fé, Jesus, o qual, em troca da alegria que Lhe estava proposta, suportou a cruz, não fazendo caso da ignomínia, e está assentado à destra do trono de Deus” (Hb 12:1, 2).1

“Não importa em que estágio da vida estejamos, nem o que temos passado, ou o que enfrentaremos adiante, o fato é que vivemos em um contexto cultural. Nossos pais, filhos, lar, família e até mesmo nossa igreja sofrem grande influência da cultura em que vivem. Embora houvesse outros fatores em jogo, a mudança do sábado para o domingo é um poderoso exemplo de como a cultura influencia a igreja de maneira intensa e negativa. Sempre que passamos por uma igreja e vemos uma placa indicando o horário de culto aos domingos, recebemos um claro lembrete da grande extensão do poder da cultura.”1

“Famílias cristãs enfrentam desafios culturais o tempo todo. Às vezes as influências culturais podem ser boas; contudo, na maioria das vezes, são negativas.”1

“A grande notícia é que o poder do evangelho nos dá luz, conforto e força para lidar com os desafios apresentados pela cultura. Nesta semana, examinaremos como podemos ser ‘famílias de fé’ à medida que buscamos nos tornar ‘irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis no meio de uma geração pervertida e corrupta, na qual’ resplandecemos ‘como luzeiros no mundo’ (Fp 2:15).1

Sábado, 08 de junho de 2019. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

_______________

1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Estações da vida. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 496, abr. maio. jun. 2019. Adulto, Professor.

Egoísmo: o destruidor da família

Lições da Bíblia

“Se o orgulho e o egoísmo fossem postos de lado, cinco minutos bastariam para remover a maioria das dificuldades” (Ellen G. White, Primeiros Escritos, p. 119).1

“Como seres humanos, nossa natureza foi corrompida pelo pecado. E, talvez, o maior exemplo dessa corrupção seja a maldição do egoísmo. Nascemos egoístas; podemos ver essa realidade em criancinhas, cuja natureza essencial é desejar tudo para si. ‘Eu, eu, eu’. Quando chegamos à idade adulta, esse traço pode se manifestar de maneiras terríveis, especialmente no lar.”1

“Evidentemente, Jesus veio para mudar isso (Ef 4:24). Sua Palavra nos promete que, por meio Dele, podemos vencer esse destrutivo traço de caráter. Sua vida é um exemplo perfeito do que significa viver sem egoísmo; à medida que imitamos Sua vida (1Jo 2:6), vencemos a tendência de viver somente para nós mesmos.”1

“5. O que os seguintes textos revelam sobre uma vida de abnegação?”1

Fp 2:3-5: “3 Nada façais por partidarismo ou vanglória, mas por humildade, considerando cada um os outros superiores a si mesmo. 4 Não tenha cada um em vista o que é propriamente seu, senão também cada qual o que é dos outros. 5 Tende em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus,2

1Jo 3:16-18: “16 Nisto conhecemos o amor: que Cristo deu a sua vida por nós; e devemos dar nossa vida pelos irmãos. 17 suir recursos deste mundo, e vir a seu irmão padecer necessidade, e fechar-lhOra, aquele que pose o seu coração, como pode permanecer nele o amor de Deus? 18 Filhinhos, não amemos de palavra, nem de língua, mas de fato e de verdade.2

“Como vimos no texto de Ellen G. White citado anteriormente, se o orgulho e o egoísmo fossem postos de lado, muitos problemas poderiam ser resolvidos rapidamente, antes que a situação se agravasse, se deteriorasse, e se tornasse algo sórdido. Ao pé da cruz, todos os membros da família, especialmente os pais, devem ser purificados desse pecado (Pv 16:6). Afinal, a cruz é o maior exemplo de abnegação em todo o Universo. Diante dela podemos alcançar a vitória, mesmo que isso signifique constantemente retornar à cruz e ajoelhar-se em oração, fé, lágrimas e submissão.”1

“Quanto tempo você passa aos pés da cruz, lutando contra o egoísmo em sua vida? Com base em Mateus 7:16 [‘Pelos seus frutos os conhecereis. Colhem-se, porventura, uvas dos espinheiros ou figos dos abrolhos?’]2, você tem passado tempo suficiente ali?1

Terça-feira, 14 de maio de 2019. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Estações da vida. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 496, abr. maio. jun. 2019. Adulto, Professor.
2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Segredos para a unidade familiar

Lições da Bíblia

Não rogo somente por estes, mas também por aqueles que vierem a crer em Mim, por intermédio da sua palavra; a fim de que todos sejam um; e como és Tu, ó Pai, em Mim e Eu em Ti, também sejam eles em Nós; para que o mundo creia que Tu Me enviaste” (Jo 17:20, 21).1

“A vida familiar representa distintas estações da vida para diferentes pessoas. Para a mãe e o pai, o nascimento dos filhos representa uma mudança muito importante e vitalícia. Evidentemente, para os filhos, passar a existir é, de fato, o início de um novo ciclo. Em seguida, eles passam pelas várias fases da vida até saírem de casa e terem seus próprios filhos.”1

“No entanto, seja como pais ou como filhos, na família, todos lutamos contra a mesma coisa, isto é, contra nossa natureza pecaminosa e caída, que pode tornar a unidade na vida familiar, no mínimo, muito desafiadora.”1

“Evidentemente, no corpo de Jesus Cristo na cruz, toda a humanidade foi reconciliada com Deus e uns com os outros (Ef 2:13-16; Cl 1:21-23). Porém, de modo prático e numa frequência diária, devemos nos apropriar da graça de Cristo, a única que pode tornar a unidade familiar uma experiência viva para todos os que a buscam em fé. Essa deve ser uma experiência cotidiana em nossa vida. Felizmente, pela graça de Cristo, ela é possível.”1

Sábado, 11 de maio de 2019. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Estações da vida. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 496, abr. maio. jun. 2019. Adulto, Professor.

Conselhos para famílias – Estudo adicional

Lições da Bíblia

Assista em vídeo a discussão do tema da semana.

Estudo adicional

“Sobre a importância de manter o coração no Céu, Ellen G. White escreveu: ‘Os cristãos devem ser cuidadosos em guardar o coração com toda a diligência. Devem cultivar o amor pela meditação e espírito de devoção. Muitos parecem lamentar os momentos empregados em meditação, na pesquisa das Escrituras e na oração, como se o tempo assim empregado fosse perdido. Desejaria que todos vocês pudessem ver essas coisas sob a perspectiva que Deus deseja sejam vistas; pois, então, dariam ao reino do Céu um lugar de suprema importância. Manter o coração no Céu fortalecerá todos os seus dons, comunicará vida a todos os seus deveres. O disciplinar a mente em se demorar nas coisas celestiais dará vida e fervor a todas as nossas atividades. […] Somos anões nas conquistas espirituais’ (Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, v. 3, p. 1311).”1

Perguntas para discussão

“1. Para muitos cristãos que buscam ‘guardar seu coração’ contra a tentação, é útil ter uma rede de apoio. De que maneira isso fortalece as orações, o estudo da Bíblia e a confiança no Espírito Santo? Seria necessário buscar ajuda profissional na luta contra tentações que nos levam ao pecado e que parecem invencíveis”1

“2. Assim como ocorre com muitas coisas maravilhosas que Deus nos deu, como o riso e o humor podem ser pervertidos e transformados em algo prejudicial?”1

“3. Em contraste com Provérbios 31, quais qualidades a cultura contemporânea tende a exaltar nas mulheres? Como podemos, como indivíduos, nos proteger desse mesmo comportamento degradante?”1

“4. Em geral, quais atitudes culturais, no que diz respeito à vida familiar em sociedade, conflitam diretamente com os princípios bíblicos de vida familiar? Por outro lado, existem algumas atitudes culturais semelhantes aos princípios bíblicos? Quais seriam elas e como podem ser usadas para fortalecer nossa família?”1

Sexta-feira, 03 de maio de 2019. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Estações da vida. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 496, abr. maio. jun. 2019. Adulto, Professor.

Conselhos para famílias

Lições da Bíblia

Confia no SENHOR de todo o teu coração e não te estribes no teu próprio entendimento. Reconhece-O em todos os teus caminhos, e Ele endireitará as tuas veredas” (Pv 3:5, 6).1

Não importa a fase da vida em que estejamos hoje, todos viemos de uma mãe e de um pai, independentemente do tipo de relacionamento que tivemos com eles após nosso nascimento, se é que convivemos com eles. Por outro lado, algumas pessoas nunca constituíram sua própria família além daquela em que cresceram.1

Seja qual for a nossa situação ou fase da vida, o livro de Provérbios reúne instruções, poemas, perguntas e sábios provérbios. O relacionamento familiar é abordado diretamente, e outras palavras de sabedoria podem ser aplicadas ao lar. Na verdade, Provérbios é formulado como um documento familiar em que os segredos para uma vida piedosa são transmitidos de pai para filho. Assim como os pais podem escrever uma carta aconselhando um filho ou filha que está indo para a faculdade, ou indo morar ou trabalhar longe de casa, o livro de Provérbios também retrata um pai que se dirige a seu filho: ‘Filho meu, ouve o ensino de teu pai e não deixes a instrução de tua mãe’ (Pv 1:8). O livro de Deuteronômio orienta os pais a compartilhar suas convicções com a próxima geração. Isso é o que o livro de Provérbios também faz. Na convocação do pai, ouvimos a voz do Pai celestial nos chamando a aprender.1

Sábado, 27 de abril de 2019. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Estações da vida. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 496, abr. maio. jun. 2019. Adulto, Professor.

Os ciclos da vida

Lições da Bíblia

Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo propósito debaixo do Céu” (Ec 3:1).1

Algumas das mais belas poesias já escritas são de autoria do rei Salomão: “Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo propósito debaixo do Céu: há tempo de nascer e tempo de morrer; tempo de plantar e tempo de arrancar o que se plantou; tempo de matar e tempo de curar; tempo de derribar e tempo de edificar; tempo de chorar e tempo de rir; tempo de prantear e tempo de saltar de alegria; tempo de espalhar pedras e tempo de ajuntar pedras; tempo de abraçar e tempo de afastar-se de abraçar; tempo de buscar e tempo de perder; tempo de guardar e tempo de deitar fora; tempo de rasgar e tempo de coser; tempo de estar calado e tempo de falar; tempo de amar e tempo de aborrecer; tempo de guerra e tempo de paz” (Ec 3:1-8).1

“Essas palavras captam muito da existência humana – as estações e o ciclo da vida. Passamos por fases e mudanças, e isso ocorre desde o momento em que nascemos. Às vezes as mudanças são boas, às vezes não; às vezes temos controle sobre elas; às vezes não. Nesta semana, examinaremos as estações e o ritmo da nossa vida, especialmente na medida em que eles impactam a nós e a nossa família.”1

“Ore e prepare seu coração para a Semana Santa. Será de 13 a 21 de abril e o título será ‘Renascidos, um novo coração’. Deus usará você para alcançar pessoas.”1

Sábado, 30 de março de 2019. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Estações da vida. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 496, abr. maio. jun. 2019. Adulto, Professor.

Uma nova família

Lições da Bíblia

“Grandes mestres que viveram antes e depois de Jesus ensinaram a respeito da unidade e do amor, mas geralmente se referiam ao amor dentro dos parâmetros de um único grupo: uma família definida pela exclusividade de casta, cor, língua, tribo ou religião. Mas Jesus rompeu as barreiras que dividem os seres humanos e inaugurou uma nova família, que não fazia distinção entre as coisas comuns que dividem as pessoas. Sob a bandeira do amor ágape – o amor não baseado em merecimentos, não exclusivo, o amor universal e sacrifical – Cristo criou uma nova família. Essa família reflete o conceito original, universal e ideal exaltado na criação do Gênesis, a qual atesta que todos os seres humanos são criados à imagem de Deus (Gn 1:26, 27) e, portanto, iguais perante Ele.”1

“Leia Lucas 8:19-21 [‘19 Vieram ter com ele sua mãe e seus irmãos e não podiam aproximar-se por causa da concorrência de povo. 20 E lhe comunicaram: Tua mãe e teus irmãos estão lá fora e querem ver-te. 21 Ele, porém, lhes respondeu: Minha mãe e meus irmãos são aqueles que ouvem a palavra de Deus e a praticam.2]. Sem minimizar de qualquer forma os laços e obrigações que unem pais e filhos, irmãos e irmãs dentro de uma família, Jesus olhou para além da carne e do sangue e colocou ambos no altar de Deus como membros de ‘toda a família nos Céus e na Terra’ (Ef 3:15, ARC). A família do discipulado cristão não deve ser menos chegada e unida do que os laços que unem as pessoas que têm os mesmos pais. Para Jesus, o verdadeiro teste da ‘família’ não são relacionamentos consanguíneos, mas fazer a vontade de Deus.”1

“2. O que os textos seguintes ensinam sobre os muros que Cristo derrubou com respeito às distinções que, com tanta frequência, dividem os seres humanos?”1. “Distinção entre pessoas ‘pecadoras’ e pessoas supostamente ‘justas’ aos olhos humanos; distinção entre pessoas que fazem parte de uma comunidade religiosa e as que não fazem parte; distinção entre pessoas de classe mais alta e de classe mais baixa; distinção entre nacionais e estrangeiros.”

“Lucas 5:27-32 [‘27 Passadas estas coisas, saindo, viu um publicano, chamado Levi, assentado na coletoria, e disse-lhe: Segue-me! 28 Ele se levantou e, deixando tudo, o seguiu. 29 Então, lhe ofereceu Levi um grande banquete em sua casa; e numerosos publicanos e outros estavam com eles à mesa. 30 Os fariseus e seus escribas murmuravam contra os discípulos de Jesus, perguntando: Por que comeis e bebeis com os publicanos e pecadores? 31 Respondeu-lhes Jesus: Os sãos não precisam de médico, e sim os doentes. 32 Não vim chamar justos, e sim pecadores, ao arrependimento.(Lucas 5:27-32 ARA)2].

Lucas 7:1-10 [‘1 Tendo Jesus concluído todas as suas palavras dirigidas ao povo, entrou em Cafarnaum. 2 E o servo de um centurião, a quem este muito estimava, estava doente, quase à morte. 3 Tendo ouvido falar a respeito de Jesus, enviou-lhe alguns anciãos dos judeus, pedindo-lhe que viesse curar o seu servo. 4 Estes, chegando-se a Jesus, com instância lhe suplicaram, dizendo: Ele é digno de que lhe faças isto; 5 porque é amigo do nosso povo, e ele mesmo nos edificou a sinagoga. 6 Então, Jesus foi com eles. E, já perto da casa, o centurião enviou-lhe amigos para lhe dizer: Senhor, não te incomodes, porque não sou digno de que entres em minha casa. 7 Por isso, eu mesmo não me julguei digno de ir ter contigo; porém manda com uma palavra, e o meu rapaz será curado. 8 Porque também eu sou homem sujeito à autoridade, e tenho soldados às minhas ordens, e digo a este: vai, e ele vai; e a outro: vem, e ele vem; e ao meu servo: faze isto, e ele o faz. 9 Ouvidas estas palavras, admirou-se Jesus dele e, voltando-se para o povo que o acompanhava, disse: Afirmo-vos que nem mesmo em Israel achei fé como esta. 10 E, voltando para casa os que foram enviados, encontraram curado o servo.´]2.

Lucas 14:15-24 [‘14 e serás bem-aventurado, pelo fato de não terem eles com que recompensar-te; a tua recompensa, porém, tu a receberás na ressurreição dos justos. 15 Ora, ouvindo tais palavras, um dos que estavam com ele à mesa, disse-lhe: Bem-aventurado aquele que comer pão no reino de Deus. 16 Ele, porém, respondeu: Certo homem deu uma grande ceia e convidou muitos. 17 À hora da ceia, enviou o seu servo para avisar aos convidados: Vinde, porque tudo já está preparado. 18 Não obstante, todos, à uma, começaram a escusar-se. Disse o primeiro: Comprei um campo e preciso ir vê-lo; rogo-te que me tenhas por escusado. 19 Outro disse: Comprei cinco juntas de bois e vou experimentá-las; rogo-te que me tenhas por escusado. 20 E outro disse: Casei-me e, por isso, não posso ir. 21 Voltando o servo, tudo contou ao seu senhor. Então, irado, o dono da casa disse ao seu servo: Sai depressa para as ruas e becos da cidade e traze para aqui os pobres, os aleijados, os cegos e os coxos. 22 Depois, lhe disse o servo: Senhor, feito está como mandaste, e ainda há lugar. 23 Respondeu-lhe o senhor: Sai pelos caminhos e atalhos e obriga a todos a entrar, para que fique cheia a minha casa. 24 Porque vos declaro que nenhum daqueles homens que foram convidados provará a minha ceia.’]2.

Lucas 17:11-19 [‘11 De caminho para Jerusalém, passava Jesus pelo meio de Samaria e da Galiléia. 12 Ao entrar numa aldeia, saíram-lhe ao encontro dez leprosos, 13 que ficaram de longe e lhe gritaram, dizendo: Jesus, Mestre, compadece-te de nós! 14 Ao vê-los, disse-lhes Jesus: Ide e mostrai-vos aos sacerdotes. Aconteceu que, indo eles, foram purificados. 15 Um dos dez, vendo que fora curado, voltou, dando glória a Deus em alta voz, 16 e prostrou-se com o rosto em terra aos pés de Jesus, agradecendo-lhe; e este era samaritano. 17 Então, Jesus lhe perguntou: Não eram dez os que foram curados? Onde estão os nove? 18 Não houve, porventura, quem voltasse para dar glória a Deus, senão este estrangeiro? 19 E disse-lhe: Levanta-te e vai; a tua fé te salvou.’]2.

“A missão e o ministério de Jesus, Seu coração perdoador e Sua graça abrangente incluíram todos os que quisessem aceitar Seu chamado. Seu amor eterno O colocou em contato com todo o espectro da sociedade.”1

Terça-feira, 26 de maio de 2015 . Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.

__________________

1 LIÇÕES da escola sabatina. O evangelho de Lucas. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 480, Abr. Mai. Jun. 2015. Adulto, Professor.

2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.