Dons espirituais para evangelizar e testemunhar (Vídeo)

Lições da Bíblia.

Assista em vídeo o tema da semana:

“Descubra (ou organize) oportunidades de treinamento em sua igreja. Você desejará a melhor oportunidade possível de levar pessoas a Jesus. Por isso, o treinamento é importante. Lembre-se: trabalhar como equipe e não individualmente garante encorajamento, apoio e sucesso. A seguir estão as principais áreas focalizadas nesta semana.”

“1. Em consulta com seu pastor e líder de evangelismo, discuta que eventos e processos de treinamento podem ser realizados.
2. Outra opção de treinamento é solicitar que seu pastor e outros líderes ofereçam treinamento sobre testemunho e evangelismo em sua igreja.
3. Enquanto você se prepara para atuar na sua área específica de testemunho e evangelismo, considere os recursos disponíveis em sua igreja. Familiarizar-­se com esses recursos e com a forma correta de usá-los é parte importante da preparação para seu ministério.
4. A preparação espiritual é essencial para a obra de alcançar pessoas e para o ministério de evangelismo. Quando você começar a servir a Deus, se tornará mais consciente de suas necessidades espirituais pessoais. Quando pedir e receber uma porção maior do Espírito Santo, você estará habilitado para um serviço maior. Ore para que o Espírito Santo dirija e use você.”

“Perguntas para reflexão
1. “Deus tem posto na igreja vários dons. Estes são preciosos, em seu devido lugar, e a todos é dado ter uma parte na obra de preparar um povo para a próxima vinda de Cristo” (Ellen G. White, Obreiros Evangélicos, p. 481). Considere até que ponto os dons espirituais são enfatizados em sua igreja local. O que você pode fazer para aumentar a ênfase?
2. “Nem todos os homens recebem os mesmos dons, porém a cada servo do Mestre é prometido algum dom do Espírito” (Ellen G. White, Parábolas de Jesus, p. 327). Como podemos ajudar a incentivar os membros da igreja a descobrir, desenvolver e usar seus dons espirituais? Por que é importante fazer isso?”

Saiba mais, estude a Lição da Escola Sabatina (LES) – sexta-feira 20 de abril de 2012. Escolha o formato para o estudo: TextoComentário em áudio ou se preferir faça um Curso Bíblico. Este conteúdo é publicado simultaneamente em:BlogspotWordPress.

Dons e responsabilidade cristã

Lições da Bíblia.

“Dons espirituais não são descobertos apenas para satisfazer nossa curiosidade, mas para indicar o que o Senhor deseja que façamos e para mostrar onde nos encaixamos no corpo da igreja. Isso, naturalmente, traz grande responsabilidade enquanto buscamos cumprir o propósito específico para o qual Deus nos capacitou.”

“7. Que semelhanças existem entre as funções específicas dos membros do corpo humano e as funções dos membros do corpo de Cristo? Qual é o segredo para o bom funcionamento do corpo da igreja?” “Porque assim como num só corpo temos muitos membros, mas nem todos os membros têm a mesma função,” (Rom. 12:4). “Porque, assim como o corpo é um e tem muitos membros, e todos os membros, sendo muitos, constituem um só corpo, assim também com respeito a Cristo.” (1 Cor. 12:12). “de quem todo o corpo, bem ajustado e consolidado pelo auxílio de toda junta, segundo a justa cooperação de cada parte, efetua o seu próprio aumento para a edificação de si mesmo em amor.” (Efés. 4:16). “Muitos membros, com diferentes funções, em um corpo; são importantes para o funcionamento do corpo e devem trabalhar unidos.”

“É significativo que os três principais capítulos que listam os dons espirituais o fazem no contexto do corpo da igreja. Isso mostra que, ainda que alguém possa estar pessoalmente envolvido no testemunho ou em um evento evangelístico, como aconteceu com Filipe e o tesoureiro etíope (At 8), todos temos a responsabilidade de exercer nossos dons por intermédio da igreja.”

“Como já vimos, tudo que a igreja faz deve ser feito sob a autoridade e direção do Espírito Santo. É nossa responsabilidade buscar descobrir a vontade de Deus e trabalhar em harmonia com o que o Espírito revela. Não devemos cair na armadilha de fazer planos e, em seguida, buscar a aprovação divina. Muitas vezes perguntamos: ‘O que nossa igreja pode fazer para Deus?’ Seria melhor descobrir o que Deus já está fazendo entre Seu povo e se envolver com isso.”

“8. Em que aspectos o Espírito Santo dirigia o trabalho dos discípulos?” “E, quando vos entregarem, não cuideis em como ou o que haveis de falar, porque, naquela hora, vos será concedido o que haveis de dizer, visto que não sois vós os que falais, mas o Espírito de vosso Pai é quem fala em vós.” (Mat. 10:19-20). Enviados, pois, pelo Espírito Santo, desceram a Selêucia e dali navegaram para Chipre. Chegados a Salamina, anunciavam a palavra de Deus nas sinagogas judaicas; tinham também João como auxiliar.” (Atos 13:4-5). “E, percorrendo a região frígio-gálata, tendo sido impedidos pelo Espírito Santo de pregar a palavra na Ásia, defrontando Mísia, tentavam ir para Bitínia, mas o Espírito de Jesus não o permitiu.” “Inspira as palavras; envia os missionários para alguns lugares e os impede de pregar em outras localidades.”

“Os discípulos permitiam que o onisciente Espírito Santo dirigisse seu ministério. Às vezes, eles tentavam entrar em um campo de trabalho e eram impedidos pelo Espírito Santo. Paulo recebeu uma visão na qual o Espírito Santo lhe deu instruções específicas a respeito do lugar em que os discípulos deviam trabalhar [‘À noite, sobreveio a Paulo uma visão na qual um varão macedônio estava em pé e lhe rogava, dizendo: Passa à Macedônia e ajuda-nos. Assim que teve a visão, imediatamente, procuramos partir para aquele destino, concluindo que Deus nos havia chamado para lhes anunciar o evangelho.’ Atos 16:9-10].”

“Dons espirituais devem ser usados com responsabilidade, e a melhor maneira de garantir isso é que o recebedor de um dom mantenha aberto um canal de comunicação com o Espírito. Temos a responsabilidade de manter a unidade da igreja. Se formos guiados pelo Espírito, haverá a unidade desejada. O Espírito orienta os indivíduos e dirige a igreja. A orientação que Ele dá a um membro é dada a toda a igreja. O Espírito não conduz os indivíduos à parte do corpo.”

Saiba mais, estude a Lição da Escola Sabatina (LES) – quinta-feira 19 de abril de 2012. Escolha o formato para o estudo: Texto, Comentário em áudio ou se preferir faça um Curso Bíblico. Este conteúdo é uma adaptação da LES e é publicado simultaneamente em: Blogspot, WordPress. Para impressão acesse arquivo em PDF

Outros dons

Lições da Bíblia.

“Quando pensamos nos dons espirituais, testemunho e evangelismo, temos a tendência de nos concentrar principalmente nos dons de evangelismo, pregação e ensino. Embora nem todos os dons sejam claramente evangelísticos, quando ministrados dentro do corpo da igreja, eles terão diferentes graus de influência sobre a missão evangelística da igreja.”

“5. Que razões os discípulos deram para não fazer o trabalho dos diáconos? Como devemos entender o princípio revelado ali?” “Ora, naqueles dias, multiplicando-se o número dos discípulos, houve murmuração dos helenistas contra os hebreus, porque as viúvas deles estavam sendo esquecidas na distribuição diária. Então, os doze convocaram a comunidade dos discípulos e disseram: Não é razoável que nós abandonemos a palavra de Deus para servir às mesas. Mas, irmãos, escolhei dentre vós sete homens de boa reputação, cheios do Espírito e de sabedoria, aos quais encarregaremos deste serviço; e, quanto a nós, nos consagraremos à oração e ao ministério da palavra. (Atos 6:1-4). Não podiam abandonar a oração e a obra da pregação da Palavra; a obra de Deus envolve diversos ministérios.”

“Os diáconos recém-eleitos estavam contribuindo com o programa evangelístico geral da igreja primitiva, deixando livres os discípulos para se envolverem por tempo integral no evangelismo e pregação. Assim, embora possamos pensar que as ações dos diáconos não fossem dons que os habilitassem para a linha de frente evangelística, elas causavam impacto evangelístico nos bastidores. Claro, é bem possível que o ministério dos diáconos de distribuir ajuda às viúvas necessitadas tornava as pessoas mais dispostas a ouvir a pregação do evangelho. Só Deus sabe o bem que essas pessoas realizaram em suas funções.”

“Para que uma igreja funcione, líderes e administradores são necessários nas áreas de organização, finanças e assim por diante. Aqueles que servem seu Senhor nessas variadas funções devem entender que são parte de uma equipe e que sua contribuição é essencial para o objetivo evangelístico geral da igreja.”

“6. Que dons espirituais se manifestaram no Pentecostes, e qual foi o resultado, não só no testemunho, mas no discipulado? Que lições importantes podemos tirar desse episódio?” “Com muitas outras palavras deu testemunho e exortava-os, dizendo: Salvai-vos desta geração perversa. Então, os que lhe aceitaram a palavra foram batizados, havendo um acréscimo naquele dia de quase três mil pessoas. E perseveravam na doutrina dos apóstolos e na comunhão, no partir do pão e nas orações. Em cada alma havia temor; e muitos prodígios e sinais eram feitos por intermédio dos apóstolos. Todos os que creram estavam juntos e tinham tudo em comum. Vendiam as suas propriedades e bens, distribuindo o produto entre todos, à medida que alguém tinha necessidade. Diariamente perseveravam unânimes no templo, partiam pão de casa em casa e tomavam as suas refeições com alegria e singeleza de coração, louvando a Deus e contando com a simpatia de todo o povo. Enquanto isso, acrescentava-lhes o Senhor, dia a dia, os que iam sendo salvos. (Atos 2:40-47) “Pregação; profecia; dom de línguas; milagres; milhares se converteram; perseveravam na doutrina, na comunhão e no partir do pão.”

“A palavra acrescentava em Atos 2:47 é usada no sentido da incorporação em uma sociedade. Embora os novos conversos certamente fossem acrescentados à igreja, eles também eram levados ao companheirismo e recebiam cuidado. Portanto, podemos concluir que os dons espirituais nas áreas de administração, liderança, hospitalidade, ministério pastoral e serviço estavam incluídos entre os dons concedidos à igreja. Esse é um bom exemplo do exercício individual dos dons espirituais para beneficiar a igreja como um todo, por meio do apoio ao ministério evangelístico dos outros.”

Saiba mais, estude a Lição da Escola Sabatina (LES) – quarta-feira 18 de abril de 2012. Escolha o formato para o estudo: Texto, Comentário em áudio ou se preferir faça um Curso Bíblico. Este conteúdo é uma adaptação da LES e é publicado simultaneamente em: Blogspot, WordPress. Para impressão acesse arquivo em PDF

Descobrindo nossos dons

Lições da Bíblia.

“Descobrir os dons espirituais dos outros não é difícil. Você será capaz de reconhecer rapidamente os ministérios para os quais seu pastor e outros líderes importantes em sua igreja foram capacitados. Tudo que você precisa fazer é observar o que eles estão fazendo e perceber como as pessoas respondem ao seu ministério. No entanto, as coisas são diferentes quando se trata de considerar quais podem ser seus próprios dons espirituais.”

“O processo de descobrir os dons espirituais de alguém algumas vezes tem sido apresentado de modo bastante simplista: preencher um formulário, aplicar uma fórmula, e seu dom é descoberto. Muitos membros da igreja têm tentado descobrir seus dons espirituais por esse caminho, mas ficam desapontados quando sua igreja local não os coloca nas funções em que possam exercitar seus dons na igreja.”

“Um seminário adequado sobre dons espirituais talvez seja a maneira mais fácil de começar a descobri-los.”

“No entanto, é prudente considerar que o seminário é apenas o início da descoberta, o que, aliás, é reconhecido pelos seminários mais preparados.”

“4. Por que Deus concede diferentes dons espirituais aos cristãos? Se os dons não fossem diversificados, que problemas haveria na igreja?” A uns estabeleceu Deus na igreja, primeiramente, apóstolos; em segundo lugar, profetas; em terceiro lugar, mestres; depois, operadores de milagres; depois, dons de curar, socorros, governos, variedades de línguas. Porventura, são todos apóstolos? Ou, todos profetas? São todos mestres? Ou, operadores de milagres? Têm todos dons de curar? Falam todos em outras línguas? Interpretam-nas todos? Entretanto, procurai, com zelo, os melhores dons. E eu passo a mostrar-vos ainda um caminho sobremodo excelente.” (1 Cor. 12:28-31). “Porque as pessoas são diferentes e suas necessidades são diferentes. O amor nos motiva a levar felicidade aos outros.”

“Esses versos não estão nos levando a desejar um ou dois dons normalmente considerados os melhores. Paulo mostra que os dons espirituais são distribuídos de acordo com as necessidades de situações específicas, enfrentadas por qualquer igreja, em qualquer lugar, em qualquer momento. Portanto, os melhores dons seriam os que capacitam os membros da igreja local a fazer sua parte no cumprimento da missão.”

“Ao considerar seriamente seus possíveis dons, não subestime o que dizem os outros membros da igreja. Quando os membros da comissão de nomeações se reúnem para escolher os vários líderes e equipes de apoio para o ano seguinte, eles procuram pessoas que já demonstraram interesse e habilidade em certos ministérios. Mesmo que a comissão não compreenda ou não considere intencionalmente os dons espirituais, eles estão de fato à procura de pessoas com habilidades em áreas específicas do ministério.”

“Quando alguém compartilha a crença de que você seria realmente eficiente em determinada função do ministério, isso pode muito bem ser a confirmação de seus dons. Seria sábio ouvir e orar sobre isso.”

“Os resultados de um seminário sobre dons espirituais, juntamente com o reconhecimento de companheiros de fé e os resultados de um período de experiência em um campo específico do ministério seriam clara indicação do propósito para o qual o Senhor o chamou e o capacitou.”

Saiba mais, estude a Lição da Escola Sabatina (LES) – terça-feira 17 de abril de 2012. Escolha o formato para o estudo: Texto, Comentário em áudio ou se preferir faça um Curso Bíblico. Este conteúdo é uma adaptação da LES e é publicado simultaneamente em: Blogspot, WordPress. Para impressão acesse arquivo em PDF

O Espírito e Seus dons

Lições da Bíblia.

“Até certo ponto, os dons espirituais de alguém definem seu lugar na igreja local. Em outras palavras, descobrir os dons espirituais é descobrir onde o Senhor quer que você atue no corpo da igreja. Você já foi convidado a se envolver em uma área pela qual você não tinha nenhum entusiasmo nem interesse? Você conhece pessoas que aceitaram funções na igreja apenas para renunciá-las no decorrer do ano, porque sentiram que eram as pessoas erradas para a tarefa? Muito provavelmente, nessas situações as pessoas foram convidadas para realizar o trabalho e, em alguns casos, tentaram se envolver no ministério da igreja para o qual não foram chamadas nem capacitadas. Embora isso aconteça, essa não deve ser a regra.”

“2. Que atitudes preparam alguém para o chamado ao ministério? Quem faz o chamado? Qual é a importância do chamado?” “Havia na igreja de Antioquia profetas e mestres: Barnabé, Simeão, por sobrenome Níger, Lúcio de Cirene, Manaém, colaço de Herodes, o tetrarca, e Saulo. E, servindo eles ao Senhor e jejuando, disse o Espírito Santo: Separai-me, agora, Barnabé e Saulo para a obra a que os tenho chamado. Então, jejuando, e orando, e impondo sobre eles as mãos, os despediram.” (Atos 13:1-3). “Servir ao Senhor, jejuar e orar; o Espírito Santo é quem chama; a imposição das mãos confirma o chamado.”

“É significativo que o Espírito Santo é quem nos chama para ministrar em nome de Deus. Barnabé e Saulo foram chamados pelo Espírito e capacitados pelo mesmo Espírito. O verso 2 nos dá informações importantes. O texto revela que Barnabé e Saulo já estavam envolvidos em ministrar para o Senhor antes de ser chamados para um ministério específico. Sabemos que esse era um ministério específico porque Simeão e Manaém não foram chamados naquela ocasião.”

“Pouco antes de Jesus deixar a Terra, Ele prometeu que o Espírito Santo viria para ser nosso ajudador. Parte da obra do Espírito é nos habilitar para espalhar o evangelho. Portanto, se Ele nos concede dons para realizar a tarefa evangelística, então esses dons são certamente importantes, e precisamos empregá-los.”

“3. Quais são as ações do Espírito em Sua interação com a humanidade?” “Quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo:” (João 16:8). “quando vier, porém, o Espírito da verdade, ele vos guiará a toda a verdade; porque não falará por si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido e vos anunciará as coisas que hão de vir.” (João 16:13). Enviados, pois, pelo Espírito Santo, desceram a Selêucia e dali navegaram para Chipre.” (Atos 13:4). “Se habita em vós o Espírito daquele que ressuscitou a Jesus dentre os mortos, esse mesmo que ressuscitou a Cristo Jesus dentre os mortos vivificará também o vosso corpo mortal, por meio do seu Espírito, que em vós habita.” (Rom. 8:11). “mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria e até aos confins da terra.” (Atos 1:8). “Convence; guia; anuncia o futuro; envia mensageiros a certos lugares; vivifica nosso corpo; capacita para o testemunho.”

“Quando entendemos por que o Espírito Santo concede dons espirituais, vemos como eles são vitais para a salvação dos que devem ser conduzidos a Cristo. Por meio do chamado e da habilitação concedida pelo Espírito Santo, cada cristão está envolvido em diferentes graus e de diversas formas, na grande obra de propagação do evangelho.”

“Embora, às vezes, possamos designar alguns dons como importantes ou especiais, na realidade todos os dons são essenciais para a vida e a missão da igreja. Ainda que, por vezes, coloquemos evangelistas, pregadores, ou professores talentosos em um pedestal, pessoas com o dom de ensinar e formar discípulos são igualmente essenciais.”

Saiba mais, estude a Lição da Escola Sabatina (LES) – segunda-feira 16 de abril de 2012. Escolha o formato para o estudo: Texto, Comentário em áudio ou se preferir faça um Curso Bíblico. Este conteúdo é uma adaptação da LES e é publicado simultaneamente em: Blogspot, WordPress. Para impressão acesse arquivo em PDF

Cristãos habilitados

Lições da Bíblia.

“Se você perguntasse aos membros de sua igreja, muitos deles teriam que pensar longa e arduamente antes que chegassem à conclusão de que têm algum dos dons espirituais apresentados pela Bíblia, ainda que muitos desses provavelmente já tenham exercido um dom espiritual. Eles apenas não os têm reconhecido conscientemente como dons. Diversas pessoas que não têm buscado descobrir formalmente seus dons realizam um ministério excelente em áreas em que se sentem chamadas, e a igreja confirma seu ministério. Muitas vezes, um seminário sobre descoberta dos dons espirituais simplesmente confirma os dons já manifestados em um ministério. É possível, portanto, que as pessoas exerçam um dom espiritual, sob a liderança do Espírito Santo sem descobrir e especificar formalmente esse dom. No outro extremo dessa escala estão os que acham difícil se envolver em alguma atividade na igreja porque não se consideram capacitados de alguma forma. É importante incentivá-los a descobrir seus dons e intencionalmente procurar trabalhar de acordo com esses dons.”

“1. Qual é o propósito dos dons espirituais? Será que todos têm dons? Qual é a fonte dos dons?” Servi uns aos outros, cada um conforme o dom que recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus.” (1 Ped. 4:10). “Servir aos outros; todos têm dons; a graça Deus é a fonte dos dons; o ser humano é o canal de distribuição das bênçãos.”

“Já vimos que todo cristão tem um ministério. Por isso, não deveria ser surpreendente o fato de que Deus nos capacita para cumpri-lo. Portanto, todos que tomam a grande comissão evangélica como uma responsabilidade evangelística pessoal, recebida de Deus, serão preparados pelo Espírito para se envolver. Com relação ao trabalho da igreja de salvar pessoas, Deus sabe o que é necessário, onde é necessário e o momento adequado.”

“O texto de 1 Coríntios 12:11 [‘Mas um só e o mesmo Espírito realiza todas estas coisas, distribuindo-as, como lhe apraz, a cada um, individualmente.’] revela que a concessão dos dons espirituais aos crentes é uma parte da obra do Espírito Santo de habilitá-los para toda boa obra [‘Pois somos feitura dele, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas.’ Efés. 2:10]. Não somente o Espírito Santo distribui os dons espirituais entre os cristãos, mas também, como Atos 1:8 revela, Ele nos capacita para usar nossos dons. [‘mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria e até aos confins da terra.’ Atos 1:8]”

“Nenhuma das passagens da Bíblia que listam os dons espirituais são idênticas. Isso sugere que as listas de dons concedidos não estão completas, isto é, pode haver outros dons a ser adicionados à lista.”

“O que significa a palavra dom ou dons? O que essa palavra diz sobre sua responsabilidade em usar na obra do Senhor os dons que lhe foram dados livremente (ao contrário de usá-los apenas para outros propósitos)?”

Saiba mais, estude a Lição da Escola Sabatina (LES) – domingo 15 de abril de 2012. Escolha o formato para o estudo: Texto, Comentário em áudio ou se preferir faça um Curso Bíblico. Este conteúdo é uma adaptação da LES e é publicado simultaneamente em: Blogspot, WordPress. Para impressão acesse arquivo em PDF

Dons espirituais para evangelizar e testemunhar

Lições da Bíblia.

“E Ele designou alguns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas, e outros para pastores e mestres, com o fim de preparar os santos para a obra do ministério, para que o corpo de Cristo seja edificado” (Ef 4:11, 12).

“Pensamento-chave: Os dons espirituais são atributos especiais concedidos a cada membro da igreja e devem ser usados para a glória de Deus e a salvação das pessoas.”

“Conceito-chave para o crescimento espiritual: Por meio dos dons espirituais concedidos pelo Espírito Santo à igreja, o cristão é habilitado a atuar ao lado de outros cristãos na grande obra de espalhar o evangelho.”

“Temos enfatizado corretamente o dom espiritual de profecia, mas nem sempre temos salientado a importância de outros dons espirituais para o ministério. No entanto, é importante dar essa ênfase. Trata-se de uma clara doutrina bíblica. Assim, precisamos levar a sério esses dons, a fim de que os membros da igreja se sintam confortáveis com o recebimento e exercício desses dons.”

“É lamentável que muitos membros da igreja não aproveitem os dons que receberam. Há muitas razões para essa deficiência. Às vezes, a culpa é dos próprios membros. Às vezes, talvez, um pouco mais poderia ser feito para incentivá-los a descobrir seus dons e dedicá-los ao ministério e ao esforço para alcançar as pessoas, sob a direção do Espírito Santo. Que desperdício ter um dom e nunca usá-lo para o propósito a ele designado!”

Saiba mais, estude a Lição da Escola Sabatina (LES) – sábado 14 de abril de 2012. Escolha o formato para o estudo: Texto, Comentário em áudio ou se preferir faça um Curso Bíblico. Este conteúdo é uma adaptação da LES e é publicado simultaneamente em: Blogspot, WordPress. Para impressão acesse arquivo em PDF

Dons de Deus pela natureza

Lições da Bíblia.

“O mundo natural apresenta um testemunho poderoso não só a respeito da existência de Deus mas também de Seu poder. Infelizmente, como Paulo advertiu, os seres humanos (sem dúvida inspirados por Satanás) abandonaram o Deus vivo e adoraram a criação em vez de seu Criador. ‘porquanto o que de Deus se pode conhecer é manifesto entre eles, porque Deus lhes manifestou. Porque os atributos invisíveis de Deus, assim o seu eterno poder, como também a sua própria divindade, claramente se reconhecem, desde o princípio do mundo, sendo percebidos por meio das coisas que foram criadas. Tais homens são, por isso, indesculpáveis; porquanto, tendo conhecimento de Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças; antes, se tornaram nulos em seus próprios raciocínios, obscurecendo-se-lhes o coração insensato. Inculcando-se por sábios, tornaram-se loucos e mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, bem como de aves, quadrúpedes e répteis. Por isso, Deus entregou tais homens à imundícia, pelas concupiscências de seu próprio coração, para desonrarem o seu corpo entre si; pois eles mudaram a verdade de Deus em mentira, adorando e servindo a criatura em lugar do Criador, o qual é bendito eternamente. Amém!’ (Rom. 1:19-25).”

A Bíblia apresenta a Deus como poderoso, sábio e bondoso, provendo todos os meios para o bem-estar humano. “O SENHOR fez a terra pelo seu poder; estabeleceu o mundo por sua sabedoria e com a sua inteligência estendeu os céus. Fazendo ele ribombar o trovão, logo há tumulto de águas no céu, e sobem os vapores das extremidades da terra; ele cria os relâmpagos para a chuva e dos seus depósitos faz sair o vento.” (Jer. 10:12-13).

“Evidentemente, como todos sabemos, às vezes, a natureza se rebela contra nós, espalhando terror por terremotos, vulcões, inundações, etc. Por que essas tragédias acontecem e quando e onde ocorrem são perguntas para as quais não temos respostas hoje. O que sabemos, porém, é que os primeiros capítulos do livro de Jó revelam a realidade do grande conflito entre Deus e Satanás, e que Satanás pode usar as forças da natureza para maus propósitos. Apesar dessas calamidades terríveis, a bondade de Deus ainda pode ser vista no mundo natural.”

A Bíblia nos ensina que toda a natureza testemunha de seu Criador. Os céus proclamam a glória de Deus, e o firmamento anuncia as obras das suas mãos. Um dia discursa a outro dia, e uma noite revela conhecimento a outra noite. Não há linguagem, nem há palavras, e deles não se ouve nenhum som; no entanto, por toda a terra se faz ouvir a sua voz, e as suas palavras, até aos confins do mundo. Aí, pôs uma tenda para o sol, o qual, como noivo que sai dos seus aposentos, se regozija como herói, a percorrer o seu caminho. Principia numa extremidade dos céus, e até à outra vai o seu percurso; e nada refoge ao seu calor.” (Sal. 19:1-6).

“Tradicionalmente, a natureza é considerada pelos adventistas do sétimo dia como o segundo livro de Deus. A observação e o estudo do mundo natural, quando feitos com humildade e em sinceridade quanto à influência do Espírito Santo, aprofundarão a fé e a confiança em Deus. Também proverão compreensão adicional sobre o amor de Deus por Suas criaturas. Essa pode ser uma grande fonte de conforto mental e espiritual. Às vezes, quando tudo o mais falha, a beleza da natureza, e o que ela nos diz sobre Deus, pode ser uma fonte de grande conforto e esperança.”

Saiba mais, estude a Lição da Escola Sabatina – terça-feira 15 de março de 2011. Escolha o formato para o estudo: Texto, Comentário em áudio ou se preferir faça um Curso Bíblico. Este conteúdo é publicado simultaneamente em: Blogspot, WordPress. Para impressão acesse arquivo em PDF