Hoje… Comigo no paraíso

Lições da Bíblia1

Uma das passagens mais usadas na tentativa de comprovar a doutrina da imortalidade da alma é Lucas 23:43 “Jesus lhe respondeu: ‘Em verdade lhe digo que hoje você estará comigo no paraíso’”. Quase todas as versões da Bíblia (com poucas exceções) traduzem esse texto de maneira semelhante, dando a impressão de que, no mesmo dia em que Cristo morreu, Ele e o ladrão estariam juntos no paraíso. Isso não deveria nos surpreender, pois essas traduções foram feitas por estudiosos bíblicos que creem no dogma da imortalidade natural da alma. Mas seria essa a melhor tradução do texto?

2. Compare Lucas 23:43 com João 20:17 e João 14:1-3. Como a promessa ao ladrão arrependido na cruz deve ser entendida à luz das palavras de Jesus a Maria Madalena e de Sua promessa aos discípulos?

Lucas 23:43 (ARA)2: “E acrescentou: Jesus, lembra-te de mim quando vieres no teu reino. 43 Jesus lhe respondeu: Em verdade te digo que hoje estarás comigo no paraíso.”

João 20:17 (ARA)2: “17 Recomendou-lhe Jesus: Não me detenhas; porque ainda não subi para meu Pai, mas vai ter com os meus irmãos e dize-lhes: Subo para meu Pai e vosso Pai, para meu Deus e vosso Deus.”

João 14:1-3 (ARA)2: “1 Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. 2 Na casa de meu Pai há muitas moradas. Se assim não fora, eu vo-lo teria dito. Pois vou preparar-vos lugar. 3 E, quando eu for e vos preparar lugar, voltarei e vos receberei para mim mesmo, para que, onde eu estou, estejais vós também.

A suposição de que Cristo e o ladrão tivessem ido naquele dia para o paraíso contradiz as palavras de Jesus a Maria Madalena após Sua ressurreição, que afirmam que Ele ainda não havia ido à presença do Pai. Essa ideia equivocada, de que Jesus e o ladrão arrependido teriam ido para o Céu naquele dia, também contradiz a promessa de que os discípulos seriam levados para o Céu somente na Sua segunda vinda (Jo 14:1-3).

A questão em Lucas 23:43 é se o advérbio “hoje” (gr. s?meron) deve ser ligado ao verbo que o segue (“ser”) ou ao verbo que o precede (“dizer”). Wilson Paroschi reconhece que “do ponto de vista gramatical” é praticamente impossível determinar a alternativa correta. “Lucas, no entanto, tem uma tendência definida de usar esse advérbio com o verbo precedente. Isso acontece em 14 das 20 ocorrências de s?meron em Lucas e Atos” (Wilson Paroschi, “The Significance of a Comma: An Analysis of Luke 23:43”, Ministry, junho de 2013, p. 7).

Assim, a leitura mais natural de Lucas 23:43 seria: “Em verdade lhe digo hoje, você estará Comigo no paraíso”. Nesse caso, a expressão idiomática “lhe digo hoje” enfatiza a relevância e solenidade da afirmação “estará Comigo no paraíso”. Em suma, Jesus estava prometendo a ele, então e ali, que um dia ele receberia a vida eterna.

Apesar de seu pecado e de não ter nada a oferecer a Deus, o ladrão recebeu a promessa de vida eterna (Lc 23:39-43). Essa história revela a verdade da salvação mediante a fé? Quais são as semelhanças e diferenças entre a nossa situação e o caso do ladrão?

Segunda-feira, 21 de novembro de 2022. Saiba mais, faça gratuitamente um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Vida, morte e eternidade. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 510, out. nov. dez. 2022. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s