Autossuficiência

Lições da Bíblia1

Quando Eva pecou no Jardim do Éden, não foi simplesmente porque duvidou da palavra de Deus. No cerne do problema estava sua crença de que tinha sabedoria suficiente para decidir por si mesma o que era bom e certo. Ela confiou em seu próprio julgamento. Quando confiamos em nosso próprio julgamento em vez de confiar na Palavra de Deus, nos abrimos a toda sorte de problemas.

A história de Saul descreve os passos para a autossuficiência e a tragédia que se seguiu. Samuel havia ungido Saul como rei de Deus (1Sm 10:1) e deu a ele instruções específicas (1Sm 10:8), mas Saul desobedeceu.

4. Leia a sequência da história em 1 Samuel 13:1-14. O que Saul fez que o levou à queda?

1 Samuel 13:1-14 (ARA)2: “1 Um ano reinara Saul em Israel. No segundo ano de seu reinado sobre o povo, 2 escolheu para si três mil homens de Israel; estavam com Saul dois mil em Micmás e na região montanhosa de Betel, e mil estavam com Jônatas em Gibeá de Benjamim; e despediu o resto do povo, cada um para sua casa. 3 Jônatas derrotou a guarnição dos filisteus que estava em Gibeá, o que os filisteus ouviram; pelo que Saul fez tocar a trombeta por toda a terra, dizendo: Ouçam isso os hebreus. 4 Todo o Israel ouviu dizer: Saul derrotou a guarnição dos filisteus, e também Israel se fez odioso aos filisteus. Então, o povo foi convocado para junto de Saul, em Gilgal. 5 Reuniram-se os filisteus para pelejar contra Israel: trinta mil carros, e seis mil cavaleiros, e povo em multidão como a areia que está à beira-mar; e subiram e se acamparam em Micmás, ao oriente de Bete-Áven. 6 Vendo, pois, os homens de Israel que estavam em apuros (porque o povo estava apertado), esconderam-se pelas cavernas, e pelos buracos, e pelos penhascos, e pelos túmulos, e pelas cisternas. 7 Também alguns dos hebreus passaram o Jordão para a terra de Gade e Gileade; e o povo que permaneceu com Saul, estando este ainda em Gilgal, se encheu de temor. 8 Esperou Saul sete dias, segundo o prazo determinado por Samuel; não vindo, porém, Samuel a Gilgal, o povo se foi espalhando dali. 9 Então, disse Saul: Trazei-me aqui o holocausto e ofertas pacíficas. E ofereceu o holocausto. 10 Mal acabara ele de oferecer o holocausto, eis que chega Samuel; Saul lhe saiu ao encontro, para o saudar. 11 Samuel perguntou: Que fizeste? Respondeu Saul: Vendo que o povo se ia espalhando daqui, e que tu não vinhas nos dias aprazados, e que os filisteus já se tinham ajuntado em Micmás, 12 eu disse comigo: Agora, descerão os filisteus contra mim a Gilgal, e ainda não obtive a benevolência do Senhor; e, forçado pelas circunstâncias, ofereci holocaustos. 13 Então, disse Samuel a Saul: Procedeste nesciamente em não guardar o mandamento que o Senhor, teu Deus, te ordenou; pois teria, agora, o Senhor confirmado o teu reino sobre Israel para sempre. 14 Já agora não subsistirá o teu reino. O Senhor buscou para si um homem que lhe agrada e já lhe ordenou que seja príncipe sobre o seu povo, porquanto não guardaste o que o Senhor te ordenou.

Três passos levaram Saul no caminho para a autossuficiência logo após ter sido feito rei. Embora nenhum deles tenha sido tão ruim, continham as sementes da tragédia, pois foram tomados de forma independente de Deus.

Saul disse: “Vendo” – ele estava vendo a dispersão de suas tropas e a ausência de Samuel… (1Sm 13:11). Ele estava sob pressão e avaliou com seus próprios olhos o que estava acontecendo.

Saul mudou de “vendo” para “eu disse” – ele declarou que os filisteus os conquistariam (1Sm 13:12). O que Saul viu com seus próprios olhos moldou o que presumiu e disse sobre a situação.

Saul mudou de “eu disse” para “ofereci” – ele se sentiu compelido a oferecer sacrifício (1Sm 13:12). O que Saul pensava moldava seus sentimentos.

Todos nós já fizemos isso: confiamos em nossa própria visão humana, que nos leva a confiar em nosso próprio pensamento, que nos leva a crer em nossos próprios sentimentos. E então agimos de acordo com eles.

Por que foi tão fácil para Saul seguir o próprio julgamento, embora as instruções de Deus ainda ressoassem aos seus ouvidos? Se sabemos que somos tão frágeis e temos um conhecimento tão imperfeito, por que ainda confiamos em nós mesmos? O que fazer para confiar mais no Senhor e menos em nossas próprias percepções?

Quarta-feira, 14 de setembro de 2022. Saiba mais, faça gratuitamente um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Provados pelo fogo. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 509, jul. ago. set. 2022. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s