Jesus, o sacrifício perfeito

Lições da Bíblia1

“Porque, com uma única oferta, aperfeiçoou para sempre os que estão sendo santificados” (Hb 10:14).

A ideia de que um homem considerado culpado e executado na cruz fosse adorado como Deus era uma ofensa às pessoas da antiguidade. A referência escassa à cruz na literatura romana mostra a aversão a esse pensamento. A lei dos judeus declarava que o homem que fosse pendurado no madeiro era amaldiçoado por Deus (Dt 21:23).

Os primeiros temas encontrados nas pinturas de túmulos cristãos foram o pavão (que supostamente simbolizava a imortalidade), a pomba, a palma do atleta vitorioso e o peixe. Mais tarde, surgiram outros temas: a arca de Noé; Abraão sacrificando o carneiro em lugar de Isaque; Daniel na cova dos leões; Jonas sendo expelido pelo peixe; um pastor carregando um cordeiro; ou representações de milagres como a cura do paralítico e a ressurreição de Lázaro. Esses eram símbolos de salvação, vitória e cuidado. A cruz, por outro lado, transmitia uma sensação de derrota e vergonha. No entanto, ela se tornou o símbolo do cristianismo. Paulo chamou o evangelho de “palavra da cruz” (1Co 1:18).

Nesta semana, analisaremos a cruz no livro de Hebreus.

Sábado, 19 de fevereiro de 2022. Saiba mais, faça gratuitamente um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Hebreus mensagem para os últimos dias. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 507, jan. fev. mar. 2022. Adulto, Professor. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s