Fugindo

Lições da Bíblia1

Jonas foi um missionário bem-sucedido, mas relutante, pelo menos no início. O chamado de Deus afetou sua vida de modo significativo. Em vez de colocar o jugo de Deus sobre os ombros e descobrir que Seu jugo é suave e que Seu fardo é leve (Mt 11:30), Jonas decidiu encontrar seu próprio “descanso”, ao ir em direção oposta à que Deus o estava chamando.

1. Onde Jonas esperava encontrar paz e descanso do chamado de Deus? Deu certo para ele? Leia Jonas 1 e assinale a alternativa correta:

Jonas 1 (ARA)2: “1 Veio a palavra do Senhor a Jonas, filho de Amitai, dizendo: 2 Dispõe-te, vai à grande cidade de Nínive e clama contra ela, porque a sua malícia subiu até mim. 3 Jonas se dispôs, mas para fugir da presença do Senhor, para Társis; e, tendo descido a Jope, achou um navio que ia para Társis; pagou, pois, a sua passagem e embarcou nele, para ir com eles para Társis, para longe da presença do Senhor. 4 Mas o Senhor lançou sobre o mar um forte vento, e fez-se no mar uma grande tempestade, e o navio estava a ponto de se despedaçar. 5 Então, os marinheiros, cheios de medo, clamavam cada um ao seu deus e lançavam ao mar a carga que estava no navio, para o aliviarem do peso dela. Jonas, porém, havia descido ao porão e se deitado; e dormia profundamente. 6 Chegou-se a ele o mestre do navio e lhe disse: Que se passa contigo? Agarrado no sono? Levanta-te, invoca o teu deus; talvez, assim, esse deus se lembre de nós, para que não pereçamos. 7 E diziam uns aos outros: Vinde, e lancemos sortes, para que saibamos por causa de quem nos sobreveio este mal. E lançaram sortes, e a sorte caiu sobre Jonas. 8 Então, lhe disseram: Declara-nos, agora, por causa de quem nos sobreveio este mal. Que ocupação é a tua? Donde vens? Qual a tua terra? E de que povo és tu? 9 Ele lhes respondeu: Sou hebreu e temo ao Senhor, o Deus do céu, que fez o mar e a terra. 10 Então, os homens ficaram possuídos de grande temor e lhe disseram: Que é isto que fizeste! Pois sabiam os homens que ele fugia da presença do Senhor, porque lho havia declarado. 11 Disseram-lhe: Que te faremos, para que o mar se nos acalme? Porque o mar se ia tornando cada vez mais tempestuoso. 12 Respondeu-lhes: Tomai-me e lançai-me ao mar, e o mar se aquietará, porque eu sei que, por minha causa, vos sobreveio esta grande tempestade. 13 Entretanto, os homens remavam, esforçando-se por alcançar a terra, mas não podiam, porquanto o mar se ia tornando cada vez mais tempestuoso contra eles. 14 Então, clamaram ao Senhor e disseram: Ah! Senhor! Rogamos-te que não pereçamos por causa da vida deste homem, e não faças cair sobre nós este sangue, quanto a nós, inocente; porque tu, Senhor, fizeste como te aprouve. 15 E levantaram a Jonas e o lançaram ao mar; e cessou o mar da sua fúria. 16 Temeram, pois, estes homens em extremo ao Senhor; e ofereceram sacrifícios ao Senhor e fizeram votos. 17 Deparou o Senhor um grande peixe, para que tragasse a Jonas; e esteve Jonas três dias e três noites no ventre do peixe.”

A. ( ) Nas montanhas. Ali, porém, Deus apareceu a ele.
B. ( ) Em um navio para Társis, mas a presença do Senhor o alcançou.

Resposta sugestiva: Alternativa B.

Jonas partiu em direção oposta à que Deus o tinha chamado. Ele nem sequer parou para argumentar com Deus, como fizeram outros profetas da Bíblia quando foram chamados para ser mensageiros do Senhor (veja, por exemplo, Êx 4:13).

Curiosamente, essa não foi a primeira vez que Jonas tinha sido chamado para falar em nome de Deus, como é sugerido em 2 Reis 14:25. Na ocasião descrita em Reis, porém, Jonas fez o que o Senhor havia lhe pedido. Contudo, não dessa vez. Por quê?

Registros históricos e arqueológicos documentam a crueldade dos senhores neo-assírios que dominaram o antigo Oriente Próximo no 8o sé-culo a.C., época em que Jonas ministrou em Israel. Cerca de 75 anos depois, Senaqueribe atacou Judá. Israel e Samaria haviam caído vinte anos antes, e o rei Ezequias aparentemente havia se juntado a uma coalizão local antiassíria.

Havia chegado a hora de os assírios acertarem as contas. A Bíblia (2Rs 18; Is 36), documentos da Assíria e os relevos das paredes do palácio de Senaqueribe em Nínive contam a história cruel da queda de Laquis, uma das mais importantes fortalezas na fronteira sul de Ezequias. Em uma das inscrições, Senaqueribe dizia ter feito mais de duzentos mil prisioneiros de 46 cidades fortificadas que ele alegava ter destruído. Quando o rei assírio tomou Laquis, centenas ou milhares de prisioneiros foram empalados; os partidários radicais de Ezequias foram esfolados vivos, e o restante foi enviado à Assíria como mão de obra escrava.

Os assírios eram cruéis. E Deus enviou Jonas para o centro daquele império?

É de admirar que Jonas não quisesse ir?

Você já fugiu de Deus? A fuga deu certo para você? O que você aprendeu com esse erro?

Domingo, 12 de setembro de 2021. Saiba mais, faça gratuitamente um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Descanso em Cristo. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 505, jul. ago. set. 2021. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s