Aliança superior (Hb 8:6)

Lições da Bíblia1

Vimos que, em relação aos elementos fundamentais, a antiga e a nova aliança são iguais. O ponto principal é a salvação pela fé em um Deus que perdoa nossos pecados, não pelos nossos méritos, mas somente por causa de Sua graça. Como resultado desse perdão, entramos em um relacionamento com Ele no qual nos rendemos em fé e obediência.

No entanto, o livro de Hebreus chama a nova aliança de “superior aliança”. Mas o que isso significa? Em que sentido uma aliança é superior à outra?

6. Qual era o problema com a antiga aliança? Hb 8:7, 8

Hb 8:7, 8 (ARA)2: “7 Porque, se aquela primeira aliança tivesse sido sem defeito, de maneira alguma estaria sendo buscado lugar para uma segunda. 8 E, de fato, repreendendo-os, diz: Eis aí vêm dias, diz o Senhor, e firmarei nova aliança com a casa de Israel e com a casa de Judá,”

O problema da antiga aliança não era a aliança em si, mas o fracasso do povo em aceitá-la pela fé (Hb 4:2). A superioridade da nova aliança sobre a antiga é que Jesus, que havia sido revelado por meio dos sacrifícios de animais na antiga aliança, foi apresentado na nova aliança por meio da realidade de Sua morte e ministério sacerdotal. Em outras palavras, a salvação oferecida na antiga aliança é a mesma oferecida na nova. Contudo, na nova, há uma revelação maior e mais completa do Deus da aliança e do amor que Ele tem pela humanidade caída. É superior no sentido de que tudo o que havia sido ensinado por meio de símbolos e tipos no Antigo Testamento teve cumprimento em Jesus, cuja vida sem pecado, morte e ministério sumo sacerdotal foram simbolizados no serviço do santuário terrestre (Hb 9:8-14).

Agora, em vez de símbolos, tipos e exemplos, temos o próprio Jesus, não apenas como o Cordeiro imolado que derramou Seu sangue pelos nossos pecados (Hb 9:12), mas que permanece como Sumo Sacerdote no Céu, ministrando em nosso favor (Hb 7:25). Embora a salvação oferecida seja a mesma, essa revelação mais completa de Si mesmo e da salvação encontrada Nele, conforme revelada na nova aliança, torna a nova aliança superior à antiga.

7. Leia Hebreus 8:5; 10:1. Que palavra o autor usou para descrever os rituais do santuário na antiga aliança? Como o uso dessa palavra mostra a superioridade da nova aliança?

Hebreus 8:5 (ARA)2: “5 os quais ministram em figura e sombra das coisas celestes, assim como foi Moisés divinamente instruído, quando estava para construir o tabernáculo; pois diz ele: Vê que faças todas as coisas de acordo com o modelo que te foi mostrado no monte.”

Hebreus 10:1 (ARA)2: “Ora, visto que a lei tem sombra dos bens vindouros, não a imagem real das coisas, nunca jamais pode tornar perfeitos os ofertantes, com os mesmos sacrifícios que, ano após ano, perpetuamente, eles oferecem.”

O conhecimento da vida, da morte e do ministério sumo sacerdotal de Cristo em nosso favor nos dá uma melhor compreensão de Deus do que obteríamos com o ritual de sacrifícios de animais?

Quarta-feira, 02 de junho de 2021. Saiba mais, faça gratuitamente um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. A promessa: a aliança eterna de Deus. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 504, abr. maio. jun. 2021. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s