Yahweh e a aliança abraâmica

Lições da Bíblia1

“O Senhor disse também: – Eu sou o Senhor que o tirei de Ur dos caldeus, para lhe dar esta terra como herança”(Gn 15:7).

Os nomes podem ser como marcas comerciais. Eles se tornam tão intimamente associados em nossa mente a certas características que, quando os ouvimos, lembramos imediatamente delas. Quais atributos vêm à mente, por exemplo, quando pensamos nestes nomes: Albert Einstein, Martin Luther King Jr., Gandhi ou Dorcas? Cada um deles está associado a certas características e ideais.

Nos tempos bíblicos, as pessoas do Oriente Próximo atribuíam grande importância ao significado dos nomes. “Para os hebreus, o nome sem-pre foi um indicativo das características pessoais ou do pensamento e das emoções de quem dava o nome e, às vezes, das circunstâncias em que era dado” (Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, v. 1, p. 555).

Ao entrar em aliança com Abrão, Deus Se deu a conhecer ao patriarca sob o nome de YHWH (impresso como SENHOR, em maiúsculas, na ver-são NAA [Gn 15:7] e pronunciado como Yahweh). Portanto, Gênesis 15:7 registra literalmente: “Eu sou YHWH que o tirei […]”.

O nome YHWH, embora apareça 6.828 vezes no Antigo Testamento, está de certa forma envolto em mistério. Parece ser uma forma do verbo hayah, “ser”, e, nesse caso, significaria “o Eterno”, “o Que Existe”, “o Que Existe por Si Mesmo”, “o Autossuficiente” ou “Aquele Que Vive Eternamente”. Os atributos divinos enfatizados por essa denominação são os de au-toexistência e fidelidade. Mostram o Senhor como Deus vivo, a Fonte da vida, em contraste com os deuses dos pagãos, que não tinham existência à parte da imaginação dos adoradores.

O próprio Deus explicou o significado de Yahweh em Êxodo 3:14: “Eu Sou o Que Sou”. Esse significado expressa a realidade da existência incondicional de Deus, enquanto também sugere Seu domínio sobre o passado, o presente e o futuro.

Yahweh também é o nome pessoal de Deus. A identificação de Yahweh como Aquele que tirou Abrão de Ur refere-se ao anúncio da aliança de Deus com o patriarca em Gênesis 12:1-3. Deus desejava que Abrão conhecesse Seu nome, pois esse nome revelava aspectos de Sua identidade, natureza pessoal e caráter – e com esse conhecimento podemos aprender a confiar em Suas promessas (Sl 9:10 [“Em ti, pois, confiam os que conhecem o teu nome, porque tu, Senhor, não desamparas os que te buscam.”]; Sl 91:14 [“Porque a mim se apegou com amor, eu o livrarei; pô-lo-ei a salvo, porque conhece o meu nome.”]).

Quando você pensa no nome Yahweh ou o ouve, quais atributos ou características vêm à sua mente? Amor, bondade e cuidado? Ou medo, rigor e disciplina? Quais pensamen-tos ocorrem quando você pensa no nome de Jesus?

Domingo, 18 de abril de 2021. Saiba mais, faça gratuitamente um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. A promessa: a aliança eterna de Deus. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 504, abr. maio. jun. 2021. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s