Em espírito e em verdade

Lições da Bíblia

“Um dos relatos mais maravilhosos do Novo Testamento sobre como Cristo ministrou a pessoas arruinadas é o encontro de Jesus com a mulher no poço.”1

“4. Leia João 4:7-26. O que Jesus disse à mulher acerca da adoração? Como eles entraram nesse assunto?”1

João 4:7-26 (ARA)2: “7 Nisto, veio uma mulher samaritana tirar água. Disse-lhe Jesus: Dá-me de beber. 8 Pois seus discípulos tinham ido à cidade para comprar alimentos. 9 Então, lhe disse a mulher samaritana: Como, sendo tu judeu, pedes de beber a mim, que sou mulher samaritana (porque os judeus não se dão com os samaritanos)? 10 Replicou-lhe Jesus: Se conheceras o dom de Deus e quem é o que te pede: dá-me de beber, tu lhe pedirias, e ele te daria água viva. 11 Respondeu-lhe ela: Senhor, tu não tens com que a tirar, e o poço é fundo; onde, pois, tens a água viva? 12 És tu, porventura, maior do que Jacó, o nosso pai, que nos deu o poço, do qual ele mesmo bebeu, e, bem assim, seus filhos, e seu gado? 13 Afirmou-lhe Jesus: Quem beber desta água tornará a ter sede; 14 aquele, porém, que beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede; pelo contrário, a água que eu lhe der será nele uma fonte a jorrar para a vida eterna. 15 Disse-lhe a mulher: Senhor, dá-me dessa água para que eu não mais tenha sede, nem precise vir aqui buscá-la. 16 Disse-lhe Jesus: Vai, chama teu marido e vem cá; 17 ao que lhe respondeu a mulher: Não tenho marido. Replicou-lhe Jesus: Bem disseste, não tenho marido; 18 porque cinco maridos já tiveste, e esse que agora tens não é teu marido; isto disseste com verdade. 19 Senhor, disse-lhe a mulher, vejo que tu és profeta. 20 Nossos pais adoravam neste monte; vós, entretanto, dizeis que em Jerusalém é o lugar onde se deve adorar. 21 Disse-lhe Jesus: Mulher, podes crer-me que a hora vem, quando nem neste monte, nem em Jerusalém adorareis o Pai. 22 Vós adorais o que não conheceis; nós adoramos o que conhecemos, porque a salvação vem dos judeus. 23 Mas vem a hora e já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque são estes que o Pai procura para seus adoradores. 24 Deus é espírito; e importa que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade. 25 Eu sei, respondeu a mulher, que há de vir o Messias, chamado Cristo; quando ele vier, nos anunciará todas as coisas. 26 Disse-lhe Jesus: Eu o sou, eu que falo contigo.”

“Embora a mulher tivesse tentado mudar de assunto ao falar sobre adoração, Jesus usou a estratégia dela para apresentar algumas verdades profundas sobre adoração e o que esta envolve. Talvez, o mais importante para nossos propósitos imediatos seja o que Ele disse em João 4:24: ‘Deus é espírito; e importa que os Seus adoradores O adorem em espírito e em verdade’.”

“A verdadeira adoração ao Senhor deve ser ‘em espírito’, isto é, deve vir do amor a Deus, da experiência de conhecê-Lo pessoalmente. ‘A religião que vem de Deus é a única que leva a Ele. Para O servirmos devidamente, é necessário nascermos do Espírito divino. Isso purificará o coração e renovará a mente, dando-nos nova capacidade para conhecer e amar a Deus. Também nos comunicará obediência voluntária a todas as Suas ordens. Esse é o verdadeiro culto. É o fruto da atuação do Espírito Santo’ (Ellen G. White, O Desejado de Todas as Nações, p. 189).”1

“Ao mesmo tempo, a adoração deve ser ‘em verdade’. Precisamos ter um conhecimento correto de Deus, de quem Ele é e o que Ele exige de nós. Em outras palavras, a doutrina também está envolvida. (É muito significativo, por exemplo, saber que adoramos um Deus que não deixa as pessoas queimando no inferno por toda a eternidade.) Portanto, vemos aqui dois elementos na adoração: a experiência advinda do conhecimento de Deus e obediência a Ele e as verdades objetivas que nos são reveladas sobre Ele. O espírito sem a verdade pode levar a um sentimentalismo superficial que se baseia mais em emoções inconstantes do que em qualquer outra coisa. Por outro lado, a verdade sem o espírito pode levar a um formalismo morto. Por isso, precisamos de ambos.”1

“Como podemos ensinar outras pessoas a adorar ‘em espírito e em verdade’? Em quais casos alguém pode precisar de uma ênfase maior em um aspecto do que em outro?”1

Terça-feira, 10 de novembro de 2020. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

Leia o livro A Esperança para a família Maior Esperança,
baixe o seu exemplar gratuitamente

O CAMINHO PARA UM FINAL FELIZ

Como vai sua família? Se você respondesse com sinceridade a essa pergunta, o que diria? O relacionamento entre marido e mulher, entre pais e filhos muitas vezes parece encantador para os que olham de fora, mas só quem vivencia os dramas do cotidiano conhece as frustrações, as feridas e os traumas sofridos dentro de uma casa que deveria ser um lugar de paz. Se você precisa superar uma crise familiar ou conduzir sua família à excelência nos relacionamentos, este livro vai ajudar você a alcançar o que deseja. O Criador da família é quem pode restaurá-la ao plano original de real felicidade. Diante das dificuldades, não desanime! Em Deus, há esperança para todas as famílias, inclusive a sua.

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Educação e redenção. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 502, out. nov. dez. 2020. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s