Desenvolvendo os dons

Lições da Bíblia

“7. Leia a parábola dos talentos, em Mateus 25:14-30. Qual pensamento mais significativo se destaca nessa história? Por que os dois primeiros servos foram elogiados por Deus e o último servo, condenado? O que essa parábola revela sobre o uso de nossos talentos? Observe especialmente Mateus 25:29.”1

Mateus 25:14-30 (ARA)2: “14 Pois será como um homem que, ausentando-se do país, chamou os seus servos e lhes confiou os seus bens. 15 A um deu cinco talentos, a outro, dois e a outro, um, a cada um segundo a sua própria capacidade; e, então, partiu. 16 O que recebera cinco talentos saiu imediatamente a negociar com eles e ganhou outros cinco. 17 Do mesmo modo, o que recebera dois ganhou outros dois. 18 Mas o que recebera um, saindo, abriu uma cova e escondeu o dinheiro do seu senhor. 19 Depois de muito tempo, voltou o senhor daqueles servos e ajustou contas com eles. 20 Então, aproximando-se o que recebera cinco talentos, entregou outros cinco, dizendo: Senhor, confiaste-me cinco talentos; eis aqui outros cinco talentos que ganhei. 21 Disse-lhe o senhor: Muito bem, servo bom e fiel; foste fiel no pouco, sobre o muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor. 22 E, aproximando-se também o que recebera dois talentos, disse: Senhor, dois talentos me confiaste; aqui tens outros dois que ganhei. 23 Disse-lhe o senhor: Muito bem, servo bom e fiel; foste fiel no pouco, sobre o muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor. 24 Chegando, por fim, o que recebera um talento, disse: Senhor, sabendo que és homem severo, que ceifas onde não semeaste e ajuntas onde não espalhaste, 25 receoso, escondi na terra o teu talento; aqui tens o que é teu. 26 Respondeu-lhe, porém, o senhor: Servo mau e negligente, sabias que ceifo onde não semeei e ajunto onde não espalhei? 27 Cumpria, portanto, que entregasses o meu dinheiro aos banqueiros, e eu, ao voltar, receberia com juros o que é meu. 28 Tirai-lhe, pois, o talento e dai-o ao que tem dez. 29 Porque a todo o que tem se lhe dará, e terá em abundância; mas ao que não tem, até o que tem lhe será tirado. 30 E o servo inútil, lançai-o para fora, nas trevas. Ali haverá choro e ranger de dentes.”

“O mestre deu a cada servo talentos de acordo com a ‘própria capacidade’ deles (Mt 25:15). Cada indivíduo recebeu uma quantia diferente. Um recebeu cinco talentos, outro dois, e o terceiro, um. Cada servo teve a possibilidade de escolher como investir ou usar os talentos que lhes foram dados. A parábola tem um ponto crucial: os talentos que eles receberam não eram deles. Pertenciam a outra pessoa que lhes tinha dado a incumbência de administrá-los.”1

“A preocupação do mestre não era quem tinha talentos superiores ou inferiores. O importante não era quantos talentos cada um tinha. O essencial era saber o que cada um tinha feito com o que havia recebido.”1

“Paulo abordou a questão desta maneira: ‘Se há boa vontade, será aceita conforme o que o homem tem e não segundo o que ele não tem’ (2Co 8:12). Para Deus, o que importa não é tanto o que você tem, mas o que você faz com o que você tem.”1

“Deus elogiou os dois primeiros servos porque eles foram fiéis no uso de seus talentos. Os talentos deles se desenvolveram com o uso. O servo ‘mau’ não usou os recursos que o mestre lhe havia concedido, e eles não se desenvolveram. É uma verdade eterna que ‘a lei de servir torna-se o vínculo que nos liga a Deus e ao nosso semelhante’ (Ellen G. White, Parábolas de Jesus, p. 326). O servo infiel desperdiçou sua oportunidade de servir e acabou perdendo a capacidade de servir.”1

“Quando usamos os dons que Deus nos deu para a glória de Seu nome, eles se expandirão e crescerão. Como podemos descobrir os dons que Deus nos concedeu? Humildemente, ore para que Ele revele as áreas em que deseja que você sirva no ministério. Quando Ele impressionar sua mente, envolva-se. Seus dons se desenvolverão à medida que você os usar, e por isso encontrará satisfação no serviço do Senhor.”1

Pense nessa parábola e aplique-a à sua vida. O que você está fazendo com o que recebeu de Deus? (Lembre-se: tudo o que você tem é dom de Deus).1

Quinta-feira, 06 de agosto de 2020. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Fazendo amigos para Deus: A alegria de participar de Sua missão. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 501, jul. ago. set. 2020. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s