Descanso sabático para a terra

Lições da Bíblia

“Como vimos, o sábado era uma parte enraizada no ciclo da vida da nação israelita. Mas o princípio do sábado não se referia apenas a um dia a cada semana. Ele também incluía um descanso especial em todo sétimo ano, culminando no ano do jubileu após sete séries de sete anos, ou seja, a cada 50 anos.”1

“5. Leia Levítico 25:1-7. O que é marcante nessa instrução? De que maneiras você pode incorporar esse princípio em sua vida e trabalho?”1

Levítico (25:1-7 ARA)2: “1 Disse o SENHOR a Moisés, no monte Sinai: 2 Fala aos filhos de Israel e dize-lhes: Quando entrardes na terra, que vos dou, então, a terra guardará um sábado ao SENHOR.Seis anos semearás o teu campo, e seis anos podarás a tua vinha, e colherás os seus frutos.Porém, no sétimo ano, haverá sábado de descanso solene para a terra, um sábado ao SENHOR; não semearás o teu campo, nem podarás a tua vinha. 5 O que nascer de si mesmo na tua seara não segarás e as uvas da tua vinha não podada não colherás; ano de descanso solene será para a terra. 6 Mas os frutos da terra em descanso vos serão por alimento, a ti, e ao teu servo, e à tua serva, e ao teu jornaleiro, e ao estrangeiro que peregrina contigo;e ao teu gado, e aos animais que estão na tua terra, todo o seu produto será por mantimento.”

“O ano sabático permitia que a terra agrícola permanecesse em repouso durante o ano. É um extraordinário ato de administração do solo, e a sabedoria dessa prática agrícola tem sido amplamente reconhecida.”1

“O sétimo ano também era importante para os escravos (veja Êx 21:1-11).

Êxodo (21:1-11 ARA): “1 São estes os estatutos que lhes proporás: 2 Se comprares um escravo hebreu, seis anos servirá; mas, ao sétimo, sairá forro, de graça. 3 Se entrou solteiro, sozinho sairá; se era homem casado, com ele sairá sua mulher. 4 Se o seu senhor lhe der mulher, e ela der à luz filhos e filhas, a mulher e seus filhos serão do seu senhor, e ele sairá sozinho. 5 Porém, se o escravo expressamente disser: Eu amo meu senhor, minha mulher e meus filhos, não quero sair forro. 6 Então, o seu senhor o levará aos juízes, e o fará chegar à porta ou à ombreira, e o seu senhor lhe furará a orelha com uma sovela; e ele o servirá para sempre. 7 Se um homem vender sua filha para ser escrava, esta não lhe sairá como saem os escravos. 8 Se ela não agradar ao seu senhor, que se comprometeu a desposá-la, ele terá de permitir-lhe o resgate; não poderá vendê-la a um povo estranho, pois será isso deslealdade para com ela. 9 Mas, se a casar com seu filho, tratá-la-á como se tratam as filhas. 10 Se ele der ao filho outra mulher, não diminuirá o mantimento da primeira, nem os seus vestidos, nem os seus direitos conjugais. 11 Se não lhe fizer estas três coisas, ela sairá sem retribuição, nem pagamento em dinheiro.”

“No caso de um israelita ficar tão endividado a ponto de se vender como escravo, ele seria libertado no sétimo ano. Da mesma forma, as dívidas pendentes deveriam ser canceladas no final do sétimo ano (veja Dt 15:1-11).”1

Deuteronômio (15:1-11 ARA): “Como ocorria no tempo do maná concedido por Deus aos israelitas no deserto, o fato de não plantar durante um período era um ato de confiança de que Deus proveria o suficiente no ano anterior e a partir daquilo que a terra produzisse por si mesma no ano sabático. Semelhantemente, libertar escravos e cancelar dívidas era um ato de misericórdia, mas também um ato de confiança no poder de Deus para suprir as necessidades deles. De certa maneira, as pessoas necessitavam descobrir que não precisavam oprimir os outros para se sustentarem.”1

“Os princípios e o modelo do sábado deveriam estar intimamente ligados à estrutura da sociedade israelita como um todo. Semelhantemente, a guarda do sábado contemporânea deve ser uma disciplina espiritual que transforme todos os nossos outros dias. Em sentido prático, o sábado é uma forma de viver as instruções de Jesus de buscar primeiramente ‘o Seu reino e a Sua justiça’. Ele disse: ‘Vosso Pai celeste sabe que necessitais de todas” essas coisas, e elas “vos serão acrescentadas’ (Mt 6:32, 33).”1

“Que diferença a guarda do sábado deve fazer para os outros seis dias da semana? Afinal, se alguém é ganancioso, egoísta e insensível de domingo a sexta-feira, é possível ser diferente no sábado? O que precisamos mudar para que a nossa semana seja mais parecida com o espírito do sábado?”1

Quinta-feira, 18 de julho de 2019. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. “Mesus pequeninos irmãos”: servindo aos necessitados. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 496, jul. ago. set. 2019. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s