A Divindade

Lições da Bíblia

“O Apocalipse começa com uma saudação semelhante às saudações encontradas nas cartas de Paulo. O livro foi evidentemente enviado em forma de carta às sete igrejas na Ásia Menor, nos dias de João (veja Ap 1:11). No entanto, o Apocalipse não foi escrito apenas para essas igrejas, mas para todas as gerações de cristãos ao longo da História.”1

“4. Leia Apocalipse 1:4, 5 e Romanos 1:7. Qual saudação comum encontramos em ambos os textos? Da parte de quem a saudação foi dada? Assinale ‘V’ para verdadeiro ou ‘F’ para falso:”1

Apocalipse (1:4, 5 ARA)2: “4 João, às sete igrejas que se encontram na Ásia, graça e paz a vós outros, da parte daquele que é, que era e que há de vir, da parte dos sete Espíritos que se acham diante do seu trono 5 e da parte de Jesus Cristo, a Fiel Testemunha, o Primogênito dos mortos e o Soberano dos reis da terra. Àquele que nos ama, e, pelo seu sangue, nos libertou dos nossos pecados,

Romanos (1:7 ARA)2: “A todos os amados de Deus, que estais em Roma, chamados para serdes santos, graça a vós outros e paz, da parte de Deus, nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo.

1 ( ) “Graça e paz”; da parte de Deus.

2 ( ) “Felicidade e prosperidade”; da parte de Paulo.

Resposta sugestiva: Alternativa A.

“Ambos os textos apresentam uma saudação epistolar: ‘Graça e paz a vós outros’. Essa expressão consiste na saudação grega charis (graça) e na saudação hebraica shalom (paz, bem-estar). Como podemos ver, a partir desses textos, os Doadores da graça e da paz são as três Pessoas da Divindade.”1

“Deus, o Pai, é identificado como Aquele ‘que é, que era e que há de vir’ (veja Ap 1:8; 4:8). Isso se refere ao nome divino Yahweh: ‘EU SOU O QUE SOU’ (Êx 3:14), uma referência à existência eterna de Deus.”1

“O Espírito Santo é referido como os ‘sete espíritos’ (compare com Ap 4:5; 5:6). Sete é o número da plenitude. Os ‘sete espíritos’ indicam que o Espírito Santo estava atuando em todas as sete igrejas. Essa imagem se refere à onipresença do Espírito Santo e Sua constante atuação entre o povo de Deus através da História, habilitando-o a cumprir sua vocação.”1

“‘Jesus é identificado por três títulos: ‘a Fiel Testemunha, o Primogênito dos mortos e o Soberano dos reis da Terra’ (Ap 1:5). Eles se referem à Sua morte na cruz, à Sua ressurreição e ao Seu reino no Céu. João declarou o que Jesus fez: Ele ‘nos ama, e em Seu sangue nos lavou dos nossos pecados, e nos fez reis e sacerdotes para Deus e Seu Pai’ (Ap 1:5, 6; ARC).”1

“No original grego, a expressão ‘nos ama’ se refere ao amor constante de Cristo, que envolve passado, presente e futuro. Aquele que nos ama nos libertou dos nossos pecados pelo Seu sangue. No grego, o verbo ‘libertar’ se refere a um ato completado no passado: quando Jesus morreu na cruz, Ele proveu uma completa e perfeita expiação pelos nossos pecados.”1

“Em Efésios 2:6 e Filipenses 3:20, são descritos os que serão ressuscitados e se assentarão com Jesus nos lugares celestiais. O que isso significa? Como podemos desfrutar desse status glorioso de ‘reis e sacerdotes’ (Ap 1:6, ARC)? Esse fato deve influenciar nossa maneira de viver?”1

Quarta-feira, 02 de janeiro de 2019. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. O livro do Apocalipse. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 495, jan. fev. mar. 2019. Adulto, Professor.
2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s