O santuário do Espírito Santo

Lições da Bíblia

“Outra imagem de edifício utilizada por Paulo é a do santuário de Deus ou do Espírito Santo. É a imagem de um edifício dispendioso e valioso. Como no versículo de 1 Coríntios 6:19, em que a imagem se refere ao nosso corpo como o santuário do Espírito Santo, Paulo, em 1 Coríntios 3:16, 17, usou essa imagem para se referir ao edifício mais sagrado e precioso do antigo Oriente Próximo – o santuário de Deus.”1

“4. De acordo com 1 Coríntios 3:16, 17, a igreja é o santuário do Espírito Santo. O que isso significa? Do que somos advertidos no verso 17?”1

1 Coríntios (3:16, 17 ARA)2: “16 Não sabeis que sois santuário de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós? 17 Se alguém destruir o santuário de Deus, Deus o destruirá; porque o santuário de Deus, que sois vós, é sagrado.

“Ao se referir à igreja, Paulo não tinha em mente um santuário físico nem uma residência para Deus. No grego do Novo Testamento, há uma distinção entre ‘você’, no singular, referindo-se a uma pessoa, e ‘vocês’, no plural, referindo-se a muitas pessoas. Nesse caso, o texto bíblico está no plural. Essa metáfora se refere a uma entidade coletiva: juntos, os cristãos em Corinto formavam o santuário do Espírito Santo e, em um sentido espiritual, Deus habitava entre eles.”1

“Para Paulo, Deus habita na comunhão cristã; daí sua advertência de que aquele que tentasse destruir essa comunhão sofreria as consequências. A unidade dos cristãos está no centro dessa comunhão e da presença de Deus nesse santuário. Embora esse texto seja usado no sentido de cuidar do corpo físico (o que, evidentemente, os cristãos devem fazer), não é esse o argumento específico apresentado por Paulo. Em vez disso, sua mensagem foi uma advertência sobre aqueles que destruíam a unidade da igreja.”1

“No início do capítulo, Paulo se referiu ao que ele considerava ‘ameaças’ à unidade: ‘Há inveja e divisão entre vocês’ (1Co 3:3, NVI). Essas atitudes e comportamentos são ameaças reais à unidade dos cristãos e fazem com que a presença de Deus seja retirada de Seu santuário. Em outras palavras, os conflitos na igreja podem destruir o santuário de Deus. Portanto, Ele deseja que os membros eliminem as atitudes e comportamentos que ameaçam sua unidade.”1

“Quando surgem conflitos, o conselho de Paulo ainda pode ser aplicado: ‘Rogo-vos, irmãos, pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que faleis todos a mesma coisa e que não haja entre vós divisões; antes, sejais inteiramente unidos, na mesma disposição mental e no mesmo parecer’ (1Co 1:10).”1

“Inveja, conflitos e divisão foram enfrentados pela igreja nos dias de Paulo, mas ocorrem hoje também. Como lidar com esses problemas de maneira que nossa unidade não seja ameaçada?”1

Terça-feira, 06 de novembro de 2018. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Unidade em Cristo. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 494, out. nov. dez. 2018. Adulto, Professor.
2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s